CONTO DE PÁSCOA

Versão para impressão
coelho rindo

Chega a hora de dormir e o filho diz ter medo; São apresentadas duas piadas; A criança lembra  que precisa fazer uma pesquisa sobre o significado da páscoa e fazer uma fantasia para as festividades no colégio.
Após ouvir a história bíblica da páscoa, tanto a da saída do Egito, quanto nova Páscoa da ressurreição de Jesus o Juquinha vai dormir; A mãe prepara uma “fantasia” de Moisés…

Ao voltar da escola ele está muito brabo por ser o único que não foi fantasiado de coelho.

 

Esta peça faz parte do livro A Mala e outras aventuras de Paulo Viana

Personagens:
Juquinha:     Criança de seus oito anos de idade.
Nicanor (o pai): Homem crente, professor da escola bíblica dominical.
Mafalda (a mãe): Mulher crente e mãe zelosa.

Cena Inicial:
 Juquinha indo falar com seus pais de noite, pois não consegue dormir.
Início:
JUQUINHA:    Pai!!! Não consigo dormir pai!!!
NICANOR:   O filho, vem aqui, o que é que foi??
JUQUINHA:   Eu não tô conseguindo dormir papai!!
MAFALDA:  O meu lindinho, vem aqui com a mamãe!! Porque você não está conseguindo dormir, meu filho??
JUQUINHA:    Ah mãe, são duas coisas...
MAFALDA:  Nooossa filho, duas coisas não estão te deixando dormir?? E que coisas são essas meu querido?? Conta pra mamãe, conta!!
NICANOR:  É filho, que duas coisas são essas??
JUQUINHA:    Bom, a primeira é aquela música  que toca lá na igreja, que não sai da minha cabeça !! Aí eu fico cantando ela e não durmo né!!
NICANOR:   Música que toca na igreja?? Mas qual música filho??
JUQUINHA:    É aquela do guaraná, pai!!
NICANOR:   Como é que é??
JUQUINHA:    É pai, é aquela música do guaraná!!
MAFALDA:   Música do guaraná?? Que música é essa filho??
JUQUINHA:    O mãe, é aquela que começa assim:  (cantando) – Guaraná... guaraná… (*)
NICANOR:   (gritando) Que musica do guaraná o que meu filho.... deixa o Pastor Samuel ouvir isso, que você vai ver só!!
MAFALDA:   Nicanor, calma!! Ele é apenas uma criança né? Você acha que o Pastor Samuel ia ficar bravo com ele só por causa disso?? Calma né!!...
JUQUINHA:    É né pai... tenha calma comigo que eu sou criança!!
NICANOR:    Tá, tá, tá... tá bom!!
MAFALDA:  E a outra coisa que não está te deixando dormir filho, o que é??
JUQUINHA:    (sussurrando) É que eu to com medo !!!
MAFALDA:   Com medo?? Mas medo do que filhinho??
JUQUINHA:    Eu tô com medo do Malamen, mamãe!!
NICANOR:   De quem meu filho??
JUQUINHA:    Do Malamen, papai!!
NICANOR:   Tá vendo Mafalda, eu já cansei de te falar para não deixar o menino assistir esses desenhos animados na TV! Só tem violência !! Olha aí...agora ele ficou assusta- do e não consegue dormir!!
MAFALDA:   Mas eu já falei para ele, Nicanor!!
JUQUINHA:    Não papai, não é desenho não!!
NICANOR:   Ah já sei!! Então é vídeo game!! Mafalda, já te falei pra controlar os jogos desse menino!! Tem que ficar vigiando o tempo todo!!
MAFALDA:   Tá vendo Juquinha?? Agora seu pai briga é comigo!!!
JUQUINHA:    Não papai!! Não é desenho nem vídeo game!!
NICANOR:   E o que é então meu filho?? Papai está aqui pra te proteger!! Ninguém vai te fazer nenhum mal não!! Papai não deixa!!
JUQUINHA:    Mas você também tem medo dele, que eu sei!!
NICANOR:   Eu!! Do que você está falando meu filho??
JUQUINHA:    É pai! Você pensa que eu não escuto você orando toda noite é???
NICANOR:  Me explique meu filho!! O papai não está entendendo nada!!
MAFALDA:   É filho, explique que nem a mamãe está entendendo!!
JUQUINHA:    Eu escuto vocês dois orando antes de dormir, lá do meu quarto e, toda noite vocês falam assim: - Oh Senhor, livrai-nos do “malamém!!!”
NICANOR:   Ah!! Então é isso meu filho?? (rindo)
MAFALDA:  (também rindo) O meu filho, você entendeu errado!! Nós falamos, livrai-nos do mal... amém!!!
NICANOR:   Entendeu agora meu filho?? Não precisa ter medo de nada não. O senhor Jesus nos protege de tudo filho!!
JUQUINHA:    Ah tá! Agora entendi !!
MAFALDA:   Então agora vai pra sua caminha meu filho!! Já tá muito tarde e você tem que acordar cedo para ir para a escola amanhã!!
JUQUINHA:    Ah mãe! Deixa eu dormir na sua cama hoje vai!!
MAFALDA:   Não filho, você tem que ir para a sua caminha! Você já tá bem grandinho né??
JUQUINHA:   Ah mãe!! Deixa vai!  Só hoje!!
MAFALDA:   Não filho!! Vai para o seu quarto!!
NICANOR:    Deixa Mafalda, pode deixar! Mas só hoje hein Juquinha!!
JUQUINHA:    Oba!!! Obrigado pai, obrigado mãe!! Vou ficar quietinho, não vou soltar pum debaixo da coberta e nem vou fazer xixi na cama não, tá??
NICANOR:   Ah tá!!  Eu acho bom mesmo!!
MAFALDA:   Então vai lá dormir na cama do papai!!!
JUQUINHA:    Benção pai!!
NICANOR:   Deus te abençoe meu filho!
JUQUINHA:    Benção mãe!!
MAFALDA:   Deus te abençoe meu filho!
(pequena pausa)
JUQUINHA:   O mãe!
MAFALDA:   O que foi agora Juquinha??
JUQUINHA:    É que eu esqueci de falar, que vai ter festinha de páscoa na escola!
MAFALDA:   Poxa que legal meu filho!!
JUQUINHA:    Mas eu vou ter que fazer um trabalho pra apresentar e vou ter que ir fantasiado com roupa da páscoa!!
MAFALDA:   Nossa!! Então vai ser uma festinha a fantasia??
JUQUINHA:    É mãe! Mas antes vou ter que fazer o trabalho sobre o “siniguinfincado” da páscoa!
NICANOR:    É “significado” filho!
JUQUINHA:    É isso aí  pai!
NICANOR:   E você sabe o que significa a páscoa filho??
JUQUINHA:    Eu não pai!! O que “siniguinfinca”a páscoa??
NICANOR:   Ah filho! Amanhã o pai te explica tá? Agora vamos dormir que o pai tá com muito sono!!
JUQUINHA:    Ah pai! Poxa vida né!! Eu quero saber!! Fala vai!!
NICANOR:   Amanhã Juquinha!!  Agora tá tarde!!
MAFALDA:   Nicanor!  Você tem que participar mais da educação do seu filho! Que tem de mais explicar agora pro menino??
NICANOR:   Mais a esta hora ?? Porque não pode ser amanhã?? E porque tem que ser eu?? Porque você mesma não explica para ele?
MAFALDA:    Ah é? E quem é o professor de escola bíblica dominical  aqui em casa hein? Sou eu por acaso é??
NICANOR:   Não Mafalda, sou eu, mas não a esta hora da noite, né, querida?
MAFALDA:   Vamos lá Nicanor, o que é que custa ajudar seu filho??
NICANOR:   Tá bom, tá bom!!
JUQUINHA:    Oba!!   Fala aí então pai! O que “siniguinfinca” a páscoa??
NICANOR:   Bom! deixa eu pegar um estudo bíblico que eu tenho sobre esse assunto, lá no escritório!!
JUQUINHA:    Tá bom! mas não demora hein!
NICANOR:   Tá bom! eu já volto!!  (sai da sala)
JUQUINHA:    O mãe! Tem que ver ainda a fantasia que eu vou vestir hein!!
MAFALDA:  Tá bom meu filho! A mamãe faz uma para você! Mas primeiro vamos ver o que o seu pai vai dizer sobre a Páscoa!
JUQUINHA:    Então tá!!  (pausa)  Ele tá demorando hein mãe!!   (pausa) O pai! Vai logo ! Já tá tarde e eu preciso dormir né!!!
NICANOR:   (retornando) Pronto, tá aqui!!... deixa o papai ler primeiro...(lendo)
JUQUINHA:    Lê logo pai!  Que moleza!!
NICANOR:   Calma filho! Pronto, tá aqui: - A palavra “páscoa” vem da palavra hebraica “pesah”, que significa passar por cima, pular além ou passar sobre.
JUQUINHA:    Então temos que pular em cima do coelhinho ???
NICANOR:   Não filho!! Não tem nada de coelhinho na páscoa não!! Isso é invenção do homem!! Calma que o papai vai te explicar tudo!
JUQUINHA:    Então tá!
NICANOR:    (lendo) - Quando Deus ordenou ao anjo destruidor que eliminasse, ou seja, matasse todo primogênito  da  terra do Egito, a casa que tivesse o sinal do sangue do  cordeiro,  sacrificado  para  este  fim,  não  seria  visitada pelo anjo.  Este passaria por cima e o primogênito que ali morasse,  seria preservado (êxodo 12.1-36)                   
JUQUINHA:    Não tô entendendo nada pai!! Que anjo destruidor é esse?? O Malamen??
NICANOR:   Que Malamen nada filho, já não te falei que isso não existe??
JUQUINHA:    Então explica que eu já tô com medo de novo!!
MAFALDA:   Calma filho, o papai vai explicar!!
NICANOR:   Lembra daquela história que o papai te contou, de Moisés, que tirou o povo de Israel do Egito??... que ele libertou a todos do malvado do faraó, que os escravizava??...  e que ele tocou no mar e o mar se abriu e eles passaram ??... e, quando os soldados do exército do faraó foram passar o mar se fechou e matou todos eles??
(Juquinha acompanha dizendo a cada trecho: - Ah!! .... ah!... ah!!!!)  
JUQUINHA:    Não papai, não lembro não!!
NICANOR:   Como não lembra filho? Que depois o povo foi desobediente e ficou quarenta anos andando pelo deserto, procurando a terra prometida??
JUQUINHA:    Ah tá!!! Agora lembrei!!... mas o que o Malamen tem a ver com isso??
NICANOR:   Nada!! Esquece esse tal de Malamen filho, ele não existe já te disse??
JUQUINHA:    Mas então quem matou os “primos gênios”??
NICANOR:   Foi o anjo destruidor que Deus mandou filho!! E é primogênitos e não primos gênios, entendeu?
MAFALDA:   Calma Nicanor, explica direito e com calma que ele entende né?
JUQUINHA:    É pai, fala direito né!!
NICANOR:   Tá bom!  então deixa eu começar de novo! – Deus ordenou ao anjo destruidor, que eliminasse todo primogênito ou, o primeiro filho de cada  casa, da  terra  do Egito, menos nas casas em que houvesse o sinal do sangue do  cordeiro  pintado,  na sua entrada. Pois nessas casas, estariam os filhos das famílias  do povo de Israel.  Então o anjo destruidor e não o Malamen, veio de noite, e matou todos os primogênitos do povo de faraó. Com isso, o bandido do Faraó, que perdeu também seu filhinho, foi convencido a deixar o povo de Israel ir embora com Moisés. À partir daí então, os judeus passaram a celebrar a Páscoa, comemorando sua saída do Egito para a terra prometida. Você tá entendendo agora filho?
JUQUINHA:    Ah tá!! Agora tô entendendo... mas e os ovos de chocolate, eles ficaram no Egito ou Moisés levou embora com ele??
NICANOR:   Isso é outra história meu filho. Ovos, coelhos, isso não tem nada haver com essa história!!!
JUQUINHA:    Mas eu quero ovos de chocolate pai!!
MAFALDA:   Calma filho, isso é outro assunto. Nós vamos comprar os ovos de Páscoa para você. Agora presta atenção no que o papai está te explicando, senão você não vai conseguir fazer seu trabalho né?
JUQUINHA:    Tá bom mãe! Mas pode ser de chocolate branco e preto com brinquedo dentro dele??
MAFALDA:   Pode Juquinha! Agora fica quietinho e escuta seu pai te explicando as coisas!
NICANOR:   Continuando... A partir de Jesus, a celebração da Páscoa foi substituída pela Ceia do Senhor, com o pão e o vinho, em sua memória. Cristo é nossa Páscoa. É como se o corpo dele, que foi crucificado, fosse aquele cordeiro que foi morto para que  seu sangue, fosse derramado para nos livrar de todo mal. Por isso que aquele irmão, João Batista, chamou Jesus de Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! Entendeu filho?
JUQUINHA:    Sim papai, acho que sim!!  Mas então não tem chocolate nem coelhinho?? Só vinho e cordeiro?
NICANOR:   Mais ou menos isso filho!! O que você tem que aprender, é que a Páscoa para nós, representa a ressurreição de Jesus!
JUQUINHA:    “Ressu” o que pai??
NICANOR:   Ressurreição filho. Significa o reaparecimento ou renascimento de Jesus. Ele havia morrido e voltou para nos salvar!!
JUQUINHA:    Jesus era um fantasma pai???
NICANOR:   Não Juquinha, o papai já te explicou sobre isso!!
JUQUINHA:    Eu sei pai, tava brincando!!!
MAFALDA:   Pois então agora vamos dormir, que já tá muito tarde!!
JUQUINHA:    E minha fantasia mãe??
MAFALDA:   Amanhã a mamãe faz!!
JUQUINHA:    Então tá mãe! Mas faz uma bem legal para toda a turma ficar com inveja tá??
MAFALDA:   Inveja é pecado filho... lembra que já te ensinamos isso??
JUQUINHA:    Tá bom então mamãe. Faz uma então, pra todo mundo reparar e ficar olhando!!
MAFALDA:   Tá bom filho! A mamãe vai fazer uma bem legal!
JUQUINHA:    Benção mãe, benção pai!!!
MAFALDA e NICANOR:  (juntos)  Deus te abençoe filho!!


(Saem os três de cena ////longa pausa/// início de diálogo em off)


NICANOR:   Ele já dormiu Mafalda??
MAFALDA:   Sim, já dormiu!!
NICANOR:   Que tipo de fantasia você tá pensando em fazer pra ele??
MAFALDA:   Sei lá, tava pensando em alguma coisa relacionada ao que você explicou para ele sobre a páscoa, o povo no Egito...
NICANOR:   Isso, boa ideia!  Faz uma fantasia relacionada a Moisés e ao povo saindo do Egito, vai ficar muito legal!!!MAFALDA:   Isso mesmo, vou fazer assim, que boa ideia né querido??
NICANOR:   Ele vai adorar!!.... boa noite querida!
MAFALDA:   Boa noite querido!!
(Apagam-se as luzes .Musica infantil de fundo. Na cena seguinte, Juquinha já aparece fantasiado de Moisés, quase indo para a escola)
MAFALDA:   Pronto filho, que tal??  Eu acho que ficou muito legal!! Ninguém vai ter uma fantasia tão original como essa sua de Moisés!!
JUQUINHA:    Será mamãe?? Eu não quero pagar mico hein !!
MAFALDA:   Pode ir tranquilo filho, você tá lindo!!
JUQUINHA:    Então tá mamãe, vamos logo que a perua deve estar quase passando.
(som de buzina ao fundo)
JUQUINHA:    Olha aí mamãe, a perua chegou...
MAFALDA:   Opa! Então vamos lá filho, a mamãe te leva até o portão!!
(saem os dois de cena. Apagam-se as luzes. Musica infantil de fundo.  Longa pausa  e na nova cena Nicanor e Mafalda aparecem esperando Juquinha chegar da escola)
MAFALDA:   Ai Nicanor, como será que foi a aula, a festinha do Juquinha? Será que ele gostou??
NICANOR:   Claro que sim querida! Ele deve ter arrebentado com aquela fantasia na escola...
(som de buzina novamente e Juquinha entra todo emburrado pela sala)
MAFALDA:   E aí meu Moisezinho, como foi sua festinha??
JUQUINHA:    Foi uma droga, uma porcaria!!!  (gritando)
NICANOR:   Como assim porcaria filho?? Não gostaram da sua fantasia??
JUQUINHA:    Ah gostaram! Gostaram muito!! Todo mundo adorou!! Tanto que ficaram rindo de mim até eu descer da perua!!
NICANOR:   Mas porque filho?
MAFALDA:   Só pode ser inveja dessa molecada feia desta escola!!
JUQUINHA:    Não dona Mafalda, é que todo mundo foi vestido de coelho e eu de velho barbudo!!! Todo mundo ficou me chamando de bisavô dos coelhinhos!!!
NICANOR:   Mas que bando de ignorantes... não sabem nada da bíblia!!! Vou lá amanhã falar com a diretora da escola!!!
MAFALDA:   Não querido, deixa para lá!! Não vamos brigar senão, teríamos que fazer isso com quase todo o mundo  !!
JUQUINHA:    É pai e eu não quero pagar outro mico não!!!! Já chega por esse ano todo!!
NICANOR:   Tá bom então!! Se vocês querem assim, assim será.
MAFALDA:   O importante filho, é que você entendeu a significado da Páscoa  e isso,ninguém vai tirar de você nunca. Você sabe o real valor do sacrifício que Jesus fez por nós!!
JUQUINHA:    Tá bom mãe... (pausa)... mas será que não vai acontecer nada de bom hoje comigo?? Vai ser só mico, mico e mico??
NICANOR:   (aproximando-se com uma caixa na mão) Não filho, olha só o que temos aqui para você!!!!!
(tira vários ovos de chocolate para ele da caixa)
JUQUINHA:    Oba!!!!!!!! Deixa comigo galera!!!  Uhu!! Vocês vão querer um pedaço??
MAFALDA:   Mas é claro que sim!!!
NICANOR:   Pode ir me dando um teco aí filho!!!
JUQUINHA:    Não pai, você vai comer tudo!!!!!!!!!   (sai correndo com os ovos)

F    i     m    !!!!!    

* - Referência ao louvor “Escrito de Vermelho”, do grupo Brás Adoração. Na introdução, os vocalizes são substituídos por guaraná. ;)

 

 

Autores: 
Datas: 
Estilos: 
Idades: 
Diversos: 
nº de personagens: