MÃE DE JOELHOS, FILHOS DE PÉ

Mãe orando - MÃE DE JOELHOS, FILHOS DE PÉ

Baseado no livro de Rute
Esta peça de teatro leva uma mensagem de esperança para as mães.
A perseverança na oração é o caminho que a Bíblia nos ensina.
Noemi, com a fome na região, partiu com marido e filhos. Perde primeiro o marido, depois os filhos… Mas este não foi o final da história.

NARRADOR:    Na época dos juízes houve fome na terra.
Um homem de Belém de Judá, com a mulher e os dois filhos, foi viver por algum tempo nas terras de Moabe.
O homem chamava-se Elimeleque, sua mulher Noemi e seus dois filhos Malom e Quiliom.
Eram efrateus de Belém de Judá.
Chegaram a Moabe, e lá ficaram.
Morreu Elimeleque, marido de Noemi, e ela ficou sozinha, com seus dois filhos.
Eles se casaram com mulheres moabitas, uma chamada Orfa e a outra Rute.
Depois de terem morado lá por quase dez anos, morreram também Malom e Quiliom, e Noemi ficou sozinha, sem os dois filhos e o seu marido.
Quando Noemi soube em Moabe que o Senhor viera em auxílio do seu povo, dando-lhe alimento, decidiu voltar com suas duas noras para a sua terra.
Assim ela, com as duas noras, partiu do lugar onde tinha morado.
Enquanto voltavam para a terra de Judá, Noemi disse às duas noras:
NOEMI:     Vão! Voltem para a casa de suas mães!
Que o Senhor seja leal com vocês, como vocês foram leais com os falecidos e comigo.
O Senhor conceda que cada uma de vocês encontre segurança no lar doutro marido
(Trocam beijos de despedida)
(Começam a chorar…)
RUTE e ORFA:   Não! Voltaremos com você para junto de seu povo!
NOEMI:    Voltai, minhas filhas. Por que iriam comigo?
Sou velha, já não posso dar filhos para casarem com vocês, voltem para seu povo, para seus deuses e continuem vivendo suas vidas.
Deus será misericordioso com vocês e vos dará um esposo e filhos
(Orfa então despede de Noemi e sai, porém Rute fica)
NOEMI:     Vai minha filha, sua cunhada voltou para seu povo e você também é livre para voltar
RUTE:    Não posso senhora, nunca poderei me apartar de ti.
Aonde fores irei, onde ficares ficarei!
O teu povo será o meu povo e o teu Deus será o meu Deus!
Não me impeças de ir contigo, a senhora se tornou a mãe que nunca tive, amo a senhora e a cuidarei até o fim dos meus dias.
Contigo aprendi a ter fé, e acreditar no Deus todo poderoso, tu me ensinastes o caminho certo, e é esse que quero seguir.
Se na alegria estávamos juntas, porque agora diante das dificuldades nos separaria?
Aprendi contigo a buscar a Deus em todo tempo e assim será agora também.
Tenho fé que nossa tristeza passará porque Deus é conosco!
NOEMI:     Então venha minha filha, porque agora você é minha filha, cuidarei de você e orarei para que Deus retribua toda esta bondade que demonstrou para comigo.
NARRADOR:    Assim Noemi voltou, e com ela Rute a moabita, sua nora, que veio dos campos de Moabe;
E chegaram a Belém no princípio da colheita das cevadas.
Tinha Noemi um parente de seu marido, homem valente e poderoso, da família de Elimeleque; e era o seu nome Boaz.
Rute foi trabalhar nos campos de Boaz o qual a tratou bem porque soube o que ela fazia pela sogra.
NOEMI:     Rute, minha filha, como mãe não poderei descansar enquanto não te ver amparada novamente e creio que este senhor Boaz, nosso parente poderá se casar com você
RUTE:    Eu minha sogra, mas olha para mim, não sou bonita, e não teria nada para oferecer a ele
NOEMI:     Tem sim minha, você é linda e bondosa. Tenho certeza que ele gostará de você.
Vou te arrumar bem bonita e te enviarei a ele, enquanto você se apronta quero que ouça em seu coração o que Deus pensa sobre você.
(Elas saem do centro do palco e entra o ministério de dança, que dança a música “”Aos Olhos do Pai”)
(Noemi arruma Rute e manda ela ir ao encontro de Boaz.)
(Noemi fica no palco se ajoelha e ora, e sai logo em seguida.)
(Antes do grupo de dança terminar a música elas saem do palco.)
(Entram Boaz e Rute, se cruzam pelo caminho)
NARRADOR:    Boaz viu Rute e se apaixonou por ela.
Decidiu se casar com ela, depois de entrar em acordo com outro parente que teria o direito de se casar com ela por ser o parente mais próximo, este desistiu e Rute pode enfim se casar com Boaz.
(Entra Noemi com um bebe no colo.)
NARRADOR:     O tempo passa e Rute teve um lindo filho com Boaz o qual deu o nome de Obede.
Este é o pai de Jessé, pai de Davi. Rei de Israel!
(Noemi apresenta a criança a Deus vão saindo)
NARRADOR:     A mãe que de joelhos ora e busca ao Senhor, não verá seus filhos caindo nas mãos do inimigo e seu grande galardão é vê-los vencedores, servindo ao Senhor!


AOS OLHOS DO PAI
Diante do Trono


Aos olhos do Pai
Você é uma obra-prima
Que Ele planejou
Com suas próprias mãos pintou
A cor de sua pele
Os seus cabelos desenhou
Cada detalhe
Num toque de amor

Aos olhos do pai
Você é uma obra-prima
Que Ele planejou
Com suas próprias mãos pintou
A cor de sua pele
Os seus cabelos desenhou
Cada detalhe
Num toque de amor

Você é linda demais
Perfeita aos olhos do pai
Alguém igual a você não vi jamais
Princesa linda demais
Perfeita aos olhos do pai
Alguém igual a você não vi jamais

Você é linda demais
Perfeita aos olhos do Pai
Alguém igual a você não vi jamais
Princesa linda demais
Perfeita aos olhos do Pai
Alguém igual a você não vi jamais

Aos olhos do Pai
Você é uma obra prima
Que Ele planejou
Com suas próprias mãos pintou
A cor de sua pele
Os seus cabelos desenhou
Cada detalhe
Num toque de amor

Nunca deixe alguém dizer
Que não é querida
Antes de você nascer
Deus sonhou com você!

Nunca deixe alguém dizer
Que não é querida
Antes de você nascer
Deus sonhou com você!

Você é linda demais
Perfeita aos olhos do Pai
Alguém igual a você não vi jamais
Princesa
Aos olhos do Pai

 

Fonte WEB:  MULHER PLENA

Autores: 
Estilos: 
nº de personagens: