Textos de teatrais para desenvolver o teatro na igreja, peças de teatro evangélico.

O maior conteúdo gratuito para o teatro nas igrejas.


A ORAÇÃO DE UMA MÃE

Mulher orando

Marcos, de família cristã, está envolvido na vida do crime, despreza a Deus e a sua mãe, faz zombaria e afrontas. Sua mãe sofrendo intercede a Deus em orações…
Como tantas vezes num momento de dor e sofrimento ele(Marcos) suplica por livramento, mas sua mãe apenas tem tempo de ver o filho retornando-se para o caminho do Senhor...
Há outras peças  A ORAÇÃO DE UMA MÃE II, na qual o filho recebeu um chamado para missões, e também  A ORAÇÃO DE UMA MÃE III  nesta são dois os filhos brigões entr si...

PERSONAGENS:
MARCOSCAROLMARIAJESUSPALITOPOLÍCIAMULHERANJO 
 
CENA – 01
NARRADOR:
Marcos conhecido por chapinha é um jovem rebelde; sua mãe dona Maria é evangélica, e participa do circulo de oração. Ele tem uma Irmã Chamada Carol também evangélica temente ao Senhor.
( Marcos chega da rua conversa com a mãe)
MARCOS: É aí coroa, tudo beleza?
MÃE: Não meu filho, não está tudo beleza, onde você passou a noite? Fiquei a noite inteira preocupada com você.
MARCOS: Deixa de drama coroa eu estava com uns amigos.
MÃE: Marcos não me chame de coroa, sou sua mãe. A bíblia diz honra a teu pai e a tua mãe e terás longos dias sobre a terra.
MARCOS: É.....já começou a chatice, to indo.
MÃE: Marcos você acabou de chegar. E já vai para onde?
MARCOS: Por aí.
(Mãe Põe-se a orar e a chora na presença do Senhor, tem sugestão, mais fica livre para fazer uma oração intercessora)
MÃE: Senhor eis aqui mais uma vez a tua serva, te apresento Senhor meu filho amado, lembra-te ó Senhor de quando ele era pequeno como amava Ti louvar, não deixe pai que pereça sem salvação, protegeis de todo mal, livra-o o Deus meu Senhor, pois creio em Tua fidelidade para com os que verdadeiramente te buscam, conheces o meu coração, ajuda-me Senhor. Amém.
 
CENA – 02
(Marcos encontrar um “amigo” palito, que segura uma bolsa feminina em uma das mãos).
PALITO: Fala cara... tudo massa?
MARCOS: Beleza Palito, qual é o novi (novidade) aí pra nois?
PALITO: Acabei de ganhar um lance manero mano, mole, mole.
MARCOS: Como que foi isso meu irmão?
PALITO: Pequei a bolsa de uma tia, que estava saído do banco, coloquei a peixeira nela e acompanhei ela até onde não tinha sardinhas(polícia) e levei a melhor, descolei (R$ 300,00) trezentinho, já te falei mané, faz umas paradinhas que tu vai se dar muito bem chapinha.
(Enquanto isso, o policial vem acompanhado de uma mulher e reconhece palito)
 
CENA - 03
MULHER: É aquele seu policial.
POLÍCIA: Parado...
(Marcos assustado se movimenta e o policial atira nele na barriga, cai no chão, Palito corre e o policial corre atrás)
NARRADOR: Nesse momento vem à memória de Marcos a lembrança de sua infância, quando ia a casa do Senhor segurando a mão de sua mãe e sempre dizia, mamãe não solta minha mão, lembrou-se das últimas palavras de sua Mãe quando saiu de casa “ e terás longos dias sobre a terra”. Sentiu um desespero neste momento, porque teve medo da morte.e clamou a Jesus em voz baixa.
MARCOS: Jesus não me deixe morrer, eu não quero morrer, sei que pequei Senhor quando me afastei de ti, me perdoar. Jesus está me ouvindo? Onde está você? (chorando)
JESUS (Narrador): Estou aqui Marcos do seu lado. E ouvi a tua oração. (Anjo se aproxima e toca em Marcos que se senta normalmente sem sentir nada)
MARCOS: Jesus. Eu morri .
JESUS (Narrador): Sim. Hoje você morreu para o mundo, e és uma nova criatura. Porém minha serva Maria está quase de partida para minha glória, vá ao encontro dela, para que ela saiba de minha fidelidade.
MARCOS: Minha mãe Senhor, por favor não a leve agora (chora)
JESUS (Narrador): Há tempo para tudo meu servo, e o dela terminou, semeou a minha obra, intercedeu por ti e tantos outros durante madrugadas inteiras enquanto te esperava; Ah... Marcos se tu contemplasse as lágrimas derramadas por minha serva entenderia, e contemplaria pela fé o galardão que a espera em minha glória. Mais te digo não temas pois eu estou contigo e o meu galardão está para dar a cada um segundo as suas obras. Agora vai.
(Marcos se levanta e vai para casa a sua irmã o recebe na porta com lágrimas os dois se abraçam e choram).
 
CENA - 04
MARCOS: Onde está minha mãe.
CAROL: Marcos a mamãe está muito mal. (o abraça chorando)
MARCOS: O senhor me falou.
CAROL: O Senhor que senhor?
MARCOS: O senhor Jesus, veja (mostra a roupa suja de sangue) Quero ver minha mãe.
( A Mãe vai está deitada com a cabeça alta, e os dois filhos perto sendo que Marcos segura as suas mãos enquanto fala com ela).
MÃE: Marcos meu filho ouvi quando disse Jesus.
MARCOS: Sim mãe, eu voltei sou de novo um cristão. Jesus me salvou por isso estou aqui. Perdoa-me mamãe por tudo.( A Mãe vai está deitada com a cabeça alta, e os dois filhos perto sendo que Marcos segura as suas mãos enquanto fala com ela)
MÃE: Louvado seja Deus, pois ouviu minhas orações. E trouxe de volta meu filho amado. Agora já posso ir, o Senhor cumpriu a sua promessa. Ganhei o melhor presente do dia das mães, ver o meu filho de volta aos caminhos do Senhor Jesus. Mais lembrem-se filhos de que nunca estarão só pois o Senhor cuidará de vós. (mãe vira a cabeça para o lado fecha os olhos)
FIM

Autores
Estilos
Idades
Diversos