VOCÊ ESTÁ PREPARADO?

Versão para impressão
Grito de desespero

Ao final de uma pregação sobre a volta de Cristo, falando sobre arrebatamento, o público é questionado; Você está preparado?
Blackout
Personagens percebem o desaparecimento de alguns, logo o desespero toma conta.
Cada um conta pelo que estava sendo enganado, ou no que estava confiando ser suficiente para a sua salvação, e não foi.

ABERTURA: Mensagem do pastor. Após a terceira fala do pastor (“VOCÊ ESTÁ PREPARADO?”, ou outra a combinar com o mensageiro), apagam-se todas as luzes. Imediatamente a bateira começa a tocar e após o sinal todos os integrantes gritam desesperadamente: NÃOOOOOOO!!!

RODOLFO:   Não acredito! Eu era líder dos jovens da minha Igreja. Sempre cobrei santidade deles , e logo eu....... ( sentado no final)

NAYANE:   Por quê?? Eu ia na Igreja todos os domingos. Eu pensava que isso era o bastante. (sentada do lado direito, no meio)

ALICIANE:   (choro) Eu era secretária da minha Igreja. Fazia de tudo, estava sempre auxiliando o pastor. Isso não pode estar acontecendo comigo. Não, não, nãooo!! (mais choro e lamento) (sentada do lado esquerdo no final).

LAYANNA:   Eu sempre fiz tudo certo. Fazia caridade, ia aos asilos e orfanatos. Não entendo porque estou aqui. Eu quero ir também!!!!

WILLIAN:   Isso não pode estar acontecendo comigo. Eu sou rico, tenho muito dinheiro. Isso não basta para eu ir para o céu??? Eu não posso ficar, não posso, não posso.

THAÍS:   Cadê todo mundo??? Cadê o pessoal do louvor??? Eu cantava com eles, não poderia ter ficado.

(CAROL E PALLOMA CONTRACENAM)
PALLOMA:   Você sabe o que aconteceu? Por que todo mundo sumiu?
CAROL:   Jesus voltou. Você não está vendo?
PALLOMA:   O quê? Jesus voltou? Mas... mas você era da Igreja e cantava lá.
CAROL:   Nós ficamos, nós ficamos. Jesus voltou!

VICTOR:   Eu era filho do pastor! Já tinha minha salvação garantida! Pai, pai. Cadê você, pai???
(ANDRESSA E SABRINA CONTRACENAM)

ANDRESSA:   Onde estão meus amigos da faculdade? Aquele grupo que sempre falava de Jesus aqui? Eu estudava muito, por isso não podia ir à Igreja, mas eu também quero ir para o céu.
SABRINA:   Eu também não tinha tempo. Precisava fazer o almoço no domingo, por isso que não ia à escola dominical. Meu marido (susto). Onde está meu marido?

MARIANA:   Eu ia na igreja, mas tinha que colocar o papo em dia. Não dava para prestar atenção nas mensagens. Agora eu quero ouvir, quero entender.

Todos começam a chorar desesperados. Começa uma música mais acelerada e todos caminham sem rumo dentro do cenário, chorando, sem encostar um no outro, com luzes piscando freneticamente. De repente escuta-se um barulho de trovão muito forte e todos caem gritando: NÃOOO! E as luzes se apagam!

 

Peça encontrada na web no site do autor Casa de Oração Cehab

Estilos: 
Diversos: