UMA BONECA NO JARDIM

Versão para impressão

Teatro CristãoUma Boneca no Jardim

Existe um Lugar, onde o horizonte é sempre belo, seus bosques e suas praças são floridas e seus habitantes são hospitaleiros e trabalhadores. Lá existe uma linda boneca chamada Sandrinha, todos formam uma grande família e são muito felizes.

Ecologia

 

SANDRINHA: Já pulamos, dançamos, agora é hora de trabalharmos; cada um fazendo sua tarefa. Vamos lá todos trabalhando.
¨Sandrinha vai regar o jardim, quando ouve um choro. ¨

 

SANDRINHA: Quem está aí? Por favor apareça.
ZEZINHO: Sou eu Sandrinha.
SANDRINHA: Zezinho, o que houve, Porque está chorando?
ZEZINHO: Porque descobri que sou uma minhoca e minhoca só serve para ser comida de peixe.
SANDRINHA: Isso não é verdade, você é importante, sem você as plantinhas não sobreviveriam.
Sandrinha ouve um barulho

 

SANDRINHA: Que barulho é este, Quem está aí?
VIOLETA: Sou eu Sandrinha, me desculpa não queria assustá-la.
SANDRINHA: Eu não me assustei, mas você não pode ficar ouvindo conversar dos outros, não está certo.
VIOLETA: Desculpa, eu não queria ouvir mais...
SANDRINHA: Mais o Zezinho está completamente enganado. Zezinho olha bem para mim e preste bastante atenção no que eu tenho para dizer.
Música a Minhoquinha de Cristina Mel

 

ZEZINHO: Obrigado Sandrinha, eu agora entendo a minha importância para o meio ambiente. Posso te falar algo?
SANDRINHA: O que você quiser.
ZEZINHO: Eu te amo muito.
SANDRINHA: Eu também te amo, mas agora eu preciso ir ver a borboletinha. Se cuida Zezinho e quanto a você não ouça conversas dos outros, isso é muito feio.
VIOLETA: Não ouça conversa dos outro isso é muito feio. Quer saber Zezinho Sandrinha é má, não gosta de ninguém.
ZEZINHO: Isso não é verdade, Sandrinha é boazinha, não fale mal dela perto de mim.
VIOLETA: Tudo bem não está mais aqui quem falou.
Os dois saem para ajudar nas tarefas de trabalho.

 

SANDRINHA: Borboletinha, Borboletinha...
BORBOLETINHA: O que houve Sandrinha, o que está acontecendo?
SANDRINHA: Calma, eu vim falar sobre a nossa festinha.
BORBOLETINHA: Meu Deus, o chocolate está no fogo e pode queimar, rapidinho eu volto, fica aí mim espera.
Sandrinha fica esperando, quando chega Favo de Mel.
FAVO DE MEL: Olá Sandrinha.
SANDRINHA: Olá Tudo bem com você?
FAVO DE MEL: Tudo bem e a Borboletinha onde está?
SANDRINHA: Você realmente quer saber onde a Borboletinha está?
FAVO DE MEL: Sim, onde ela está?
SANDRINHA: Pois preste bastante atenção nessa canção.

 

Música Borboletinha

 

Chega Zezinho correndo e gritando

 

ZEZINHO: Sandrinha, Sandrinha!
SANDRINHA: O que houve Zezinho?
ZEZINHO: Dona Joaninha está desesperada, sua filhinha sumiu!
SANDRINHA: A joaninha vive sumindo, foi sempre assim, eu mim lembro como se fosse hoje. Tudo começou assim.

 

Música de Oh Joaninha

 

Narrador

 

VIOLETA: Entra Senhor D. Caracão, Sandrinha está dormindo e não vai acordar tão cedo.
D. CARACÃO: Parabéns Violeta você realizou um excelente trabalho, agora eu porei um fim nesse jardim, estou cansado de ouvir todos cantando, isso não vai mais acontecer aha ha ha ha ha!!!!
VIOLETA: O que é que o Senhor vai Fazer?
D. CARACÃO: Vou matá-los.
VIOLETA: Como irá fazer isso?
D. CARACÃO: Veja! Aqui está a formula secreta, basta colocar algumas gotas na água que abastece todo o jardim e Buum! Era uma vez um jardim.
VIOLETA: Você irá explodi-los.
D. CARACÃO: Não, eles vão se tornar ensopado meu prato predileto. Rápido mim mostre onde fica a fonte que abastece todo o jardim?
VIOLETA: Espera o que é essa formula?
D. CARACÃO: Vai contaminar as águas, e todos que beberem vão ficar doente, então.......( ele fala no ouvido dela)
VIOLETA: Está ali, ali está à fonte.
D. CARACÃO: Adeus Sandrinha, tenha um péssimo pesadelo.

 

Os dois se vão e entra Favo de Mel.

 

FAVO DE MEL: Sandrinha acorda o que houve? Acorda!
SANDRINHA: O que ta acontecendo, o que houve?De repente eu peguei no sono.
FAVO DE MEL: Você não poderia ter dormido, o portal do jardim esta aberto o D. Caracão poderia ter entrado e matado r todos nós.
SANDRINHA: Desculpa-me não sei o que aconteceu, eu mim lembro que a Violeta mim deu um suco e eu tomei e o sono mim pegou, mais eu prometo que isso não vai mais acontecer.
FAVO DE MEL: Não prometa o que você não pode cumprir você foi escolhida para nos proteger do D. Caracão.
SANDRINHA: Porque está falando assim comigo?
FAVO DE MEL: Porque você não é quem eu pensava o que fosse.
SANDRINHA: Não entendi.
FAVO DE MEL: Você colocou em risco todo o Jardim, a Violeta talvez tenha razão.
SANDRINHA: Como assim? Eu não estou entendo.
FAVO DE MEL: Tem coisas que não é pra se entender. Com licença.
SANDRINHA: Favo de Mel, Favo de Mel volte, não se vá volte por favor.
Narrador

 

SANDRINHA: Favo de Mel, onde está? Porque se esconde de mim?Ah se você soubesse o quanto eu te amo, não teria fugido de mim, Será que está em perigo?
Entra Borboletinha

 

BORBOLETINHA: Sandrinha, O que houve porque esta chorando?
SANDRINHA: Favo de Mel sumiu, ela está zangada comigo, estou com medo, pela primeira vez sinto medo, não sei o que fazer.
BORBOLETINHA: Calma, Favo de Mel é uma abelha muito dócil logo ela estará de volta, agora eu preciso que você seja forte.
SANDRINHA: O que houve porque está falando assim.
BORBOLETINHA: Os bichinhos eles estão doente.
SANDRINHA: Isso não pode ser verdade.
BORBOLETINHA: É verdade venha comigo.
SANDRINHA: Zezinho, Joaninha, o que está acontecendo? Fala comigo Zezinho.
ZEZINHO: Estou doente sinto dores, estou com medo tenho medo de morrer.
SANDRINHA: Calma vai ficar tudo bem você não vai morrer eu prometo, vou buscar ajuda, Borboletinha cuida deles para mim e não abra o portal para ninguém. Logo estarei de volta.
Narrador e música da abelhinha de Cristina Mel

 

FAVO DE MEL: É a Sandrinha, aconteceu alguma coisa, preciso encontrá-la. Sandrinha, Sandrinha.
Elas se encontram

 

SANDRINHA: Favo de Mel que bom que te encontrei, você está bem, como senti sua falta.
FAVO DE MEL: Sandrinha perdoe-me por ter ficado zangada com você.
SANDRINHA: Eu não fiquei zangada você sabe o quanto eu te amo, o quanto você é importante para mim, mas agora não temos tempo, os nossos amiguinhos estão em perigos temos que buscar ajuda.

 

As duas se vão enquanto isso no jardim

 

BORBOLETINHA: Como Sandrinha está demorando, será que aconteceu alguma coisa.
VIOLETA: O que houve Borboletinha? O que está acontecendo?
BORBOLETINHA: Não sei de repente os bichinhos ficaram doentes.
VIOLETA: E onde está Sandrinha?
BORBOLETINHA: Foi buscar ajuda, mas até agora não voltou.
VIOLETA: Que peninha, acho que chegou o fim de todos vocês! Entre Sr. D. Caracão.
BORBOLETINHA: O que significa isso? O que está acontecendo?
D. CARACÃO: Calma sua lagartixa.
BORBOLETINHA: Não sou uma lagartixa, sou uma borboleta.
D. CARACÃO: Desculpa-me mais lagartixa é o meu prato predileto, por isso eu mim confundi, mas não importa você vai virar ensopado.
BORBOLETINHA: O Sr. Não vai fazer nada com agente.
D. CARACÃO: Chega de conversa fiada, Violeta traga o Caldeirão.
BORBOLETINHA: Violeta por que você fez isso?
VIOLETA: Vocês nunca gostaram de mim só da Sandrinha
BORBOLETINHA: È mentira, nós te amamos, você faz parte da nossa família.
VIOLETA: Quer parar, já é tarde demais você não vai mim convencer, eu serei a rainha desse jardim.
BORBOLETINHA: Espera! Olhe bem para o Jardim, você será rainha do nada, porque sem reino não existe rainha, ou será que você esqueceu que todos morrerão e que a sujeira tomará conta de tudo. O D. Caracão é um porcalhão e como porco adora sujeira.
VIOLETA: Eu não havia pensado nisso, Sr. D. Caracão você não pode comer os meus amigos.
D. CARACÃO: O que você disse?
VIOLETA: Você não pode comer meus amigos.
D. CARACÃO: Sinto muito sua florzinha mal formada, todos morrerão e ninguém vai atrapalhar os meus planos.
VIOLETA: Você mentiu pra mim, você disse que eu seria a dona do jardim.
D. CARACÃO: Você será, porém não de um jardim mais de um chiqueiro, porque eu vou destruir tudo, eu odeio esse jardim tudo aqui é muito limpo. Por isso eu porei um fim em tudo. ( Ele começa a destruir tudo).
VIOLETA: Pare Sr. Por favor pare!
D. CARACÃO: Cale a boca, ou você mim ajuda ou também vai morrer.
VIOLETA: Por que fez isso? Você mim enganou, me traiu.
D. CARACÃO: Se há um traidor aqui, esse alguém é você. Agora mim obedeça ou eu mato a todos.
VIOLETA: Tudo bem, não faça nada com eles, vamos depressa entrem no caldeirão.
BORBOLETINHA: Violeta ainda existe uma esperança, foge e encontre Sandrinha.
VIOLETA: Mim perdoe, eu sinto muito, se eu pudesse salvaria vocês.
BORBOLETINHA: Você pode, fuja vá.
VIOLETA: Você tem razão eu preciso concertar o meu erro.
Violeta foge

 

D. CARACÃO: Volte aqui sua florzinha inútil, se você estiver pensando que eu preciso de você estar completamente enganada há, há, há ha.
Em outro local

 

SANDRINHA: Espere você está ouvindo?
FAVO DE MEL: Parece alguém correndo.
SANDRINHA: Vem d ali.
FAVO DE MEL: Não vem d acolá
Violeta entra de uma vez e as duas gritam.

 

VIOLETA: Calma gente sou eu Violeta.
SANDRINHA: Violeta, que susto, pensei que fosse o D. caracão.
VIOLETA: É sobre ele que eu quero falar.
FAVO DE MEL: O que ele fez? O que está acontecendo?
VIOLETA: Ele está no Jardim, e vai fazer um ensopado de todos.
SANDRINHA: E como você sabe disso? Fala Violeta.
VIOLETA: Eu estava lá e vi tudo , porém eu consegui fugir.
SANDRINHA: Olha para mim Violeta, você está mentindo vejo isso nos seus olhos.
VIOLETA: Tudo bem eu vou contar toda a verdade. Tudo começou assim...
SANDRINHA: Por que fez isso? Agente sempre te amou você sempre foi especial para cada um de nós.
VIOLETA: Eu queria ser igual a você, alegre, amiga e tem mais eu queria dançar como você.
SANDRINHA: Violeta nenhuma pessoa é igual a outra, cada um Deus fez de uma forma especial.
VIOLETA: Ninguém gosta de mim, eu sou estranha, sou toda roxinha, eu não queria ter essa cor. Eu sou muito feia.
SANDRINHA: Violeta vem cá, preste bastante atenção nesta canção.

 

Música Princesa Diante do trono Infantil.

 

FAVO DE MEL: Sandrinha temos que pensar em algo, em uma forma de ajudar a todos.
Ficam andando de um lado para outro
VIOLETA: Eu já sei tive uma ideia, o Dr. sabe tudo pode nos ajudar.
SANDRINHA: Você tem razão, Vamos lá.
Elas Vão até lá.

 

SANDRINHA: Dr. Sabe Tudo, Dr. Sabe Tudo.
Dr. SABE TUDO: O que houve Sandrinha, Por que gritas assim?
SANDRINHA: Precisamos de ajuda.
Dr. SABE TUDO: O que houve o que está acontecendo?
SANDRINHA: D. Caracão está no Jardim, quer matar nossos amiguinhos e tem mais ele contaminou as água da fonte e os bichinhos ficaram doentes.
Dr. SABE TUDO: Calma eu tenho uma fórmula que pode curá-los, agora quanto às águas do jardim só um milagre poderá torná-las limpa outra vez.
SANDRINHA: Dr. Sabe Tudo porque o D. caracão persegue os bichinhos, porque tanta raiva?
Dr. SABE TUDO: Calma Sandrinha, O D. Caracão é apenas alguém que precisa de ajuda.
VIOLETA: Como assim eu não entendi.
Dr. SABE TUDO: As aparências enganam.
VIOLETA: Você quer dizer que o D. Caracão já foi bonzinho
Dr. SABE TUDO: Ninguém nasce com o coração ruim, porém os dificuldade e problemas podem torná-los má, por falta de amor e compreensão.
FAVO DE MEL: Então quem é o D. Caracão?
Dr. SABE TUDO: D. caracão era um bichinho igualzinho a vocês, tinha família e muitos amigos, Mas aconteceu algo terrível os seus pais morreram. Ele ficou sozinho, triste não tinha quem cuidasse dele, quando procurou ajuda aos seus amigos, ninguém quis ajudá-lo, pelo contrário zombavam dele dizendo o Belo se tornou feio, o feio se tornou sujo e o sujo um pobre porcalhão. Sai pra lá Fedorento. D. caracão ficou com o coração cheio de raiva, dor e mágoa e jurou se vingar de todos. E até hoje ele vive para isso, destruir o jardim e matar todos que viverem lá.
SANDRINHA: Dr. Sabe Tudo como podemos ajudá-lo?
Dr. SABE TUDO: Lembre se do Tesouro da Vida, quem sabe você consegue acabar com essa grande confusão.
SANDRINHA: Violeta, Favo de Mel está na hora de por um fim nas maldades do D. caracão.

 

Elas vão para o jardim e quando chega Sandrinha fica surpresa.

 

SANDRINHA: Meu Deus, que sujeira, parece que estar tudo fora do lugar.
FAVO DE MEL: Veja o lixo tomou conta de tudo, o D. Caracão destruí o jardim.
VIOLETA: Eu sou culpada, isso não era para acontecer, você passou o tempo todo ensinando que devemos preservar o meio ambiente, mantendo-o limpo, separando o lixo...
FAVO DE MEL: orgânico e inorgânico, metais e vidro.
SANDRINHA: Espera vocês estão ouvindo, acho que é o D. Caracão.
VIOLETA: Sim o mau cheiro diz tudo.
SANDRINHA: Pare Sr. D. Caracão eu já sei o que você fez!
D. CARACÃO: Tarde demais, eu vou destruir todos vocês.
SANDRINHA: Você não pode fazer isso, você não pode matar os meus amiguinhos.
D. CARACÃO: A linguaruda da Violeta deve ter contado tudo. Eu sabia que não deveria ter confiado nela, pois uma vez traidora sempre traidora. Vem cá sua florzinha inútil.
VIOLETA: Mim solta, por favor mim solta.
SANDRINHA: Solte-a por favor
D. CARACÃO: Você se importa com ela apesar de tudo que ela fez?
SANDRINHA: Sim eu mim importo com ela, sei que cometemos erros mais nunca é a tarde para se arrepender e recomeçar.
SANDRINHA: Que Pena, sendo assim você não tem escolha, faça tudo que eu mandar ou sua amiguinha morre.
SANDRINHA: Tudo Bem, eu farei o que você quiser mais não faça nada com ela.
D. Caracão coloca todos no caldeirão e tenta colocar fogo e não consegue.
SANDRINHA: Sr. D. caracão Você precisa de gravetos novos para acender este fogo ou jamais conseguirá. Está vendo aquela caixinha, nela há gravetos novos.
D. CARACÃO: Você está mim enganando, lá deve haver uma arma poderosa para mim destruí.
FAVO DE MEL: Sandrinha você está nos traindo, ali estar o tesouro da vida e quem possuí-lo terá vida eterna. Você não poderia ter feito isso com agente.
D. CARACÃO: O que você disse?
FAVO DE MEL: Nada eu não disse nada.
D. CARACÃO: Mais eu já ouvi tudo e agora o tesouro da vida será meu.
SANDRINHA: Não D. Caracão não faça isso, não abra essa caixa.
Ele abre a caixa de repente.
D. CARACÃO: Meu Deus o que está acontecendo, sinto algo diferente, uma alegria tenho vontade de pular, cantar e dançar, tenho vontade de fazer o bem o que está acontecendo comigo?
SANDRINHA: Você acabou de experimentar o tesouro da vida, ele é capaz de quebrar todo o mal que existe em nossos corações. Ele é o poder de Jesus.
D. CARACÃO: Quem é Jesus?
SANDRINHA: Jesus é o filho de Deus que morreu em uma cruz pelos nossos pecados, mais ressuscitou ao terceiro dia para salvar cada um de nós.
D. CARACÃO: Sandrinha eu quero conhecer Jesus, eu quero ser limpo.
SANDRINHA: então é hora de jogar toda sujeira fora.
Música

 

SANDRINHA: Prontos estão todos bem limpinhos.
BORBOLETINHA: Mais ainda existe um problema!
SANDRINHA: Qual?
BORBOLETINHA: As águas do jardim estão contaminadas.
D. CARACÃO: Ela tem razão e agora eu não sei como torná-las limpa outra vez.
SANDRINHA: Não tem problema, o que temos que fazer é ter fé e esperança, tudo irá se resolver.
Trovão

 

SANDRINHA: Vejam está chovendo, tudo vai ficar limpo outra vez. È um milagre de Deus, sorriam, levantem essas cabeças hoje é dia de festa.

 

Musica Alê Alê Aline Barros

 

Diversos: