TÔNICO DA VERDADE

Versão para impressão

Dois cientistas amigos/rivais, sabe aqueles que são amigos, não se alegram com as vitórias do amigo... sentem inveja.

Um deles acabou de criar um tônico, quem o bebe não consegue mentir...

PERSONAGENS:
CIENTISTA; Cabelo bagunçado, sotaque alemão, jeito de cientista louco de desenhos, transmitir principalmente pelo olhar.
MEXICANO (ajudante do cientista); Bigodão, sombrero, sotaque espanhol. Meio lento para fazer e entender as coisas.
Ludovico Sem características definidas. Recomendável usar um chapéu com
motor de brinquedo e hélices.
Cientista entra:
CIENTISTA:(Inicio.mp3) Oi pessoal, meu nome é Frederick. Sou um cientista.
Alguém sabe o que é um cientista? Cientista é quem faz experiências com química, física e outras coisas. As pessoas pensam que todo cientista é
maluca. Puro preconceito.
Vocês acham que eu ser maluca? Eu acho que é mentira... Quem será que inventou isso? (fica pensando) Foi você!!! Você então... (acusa as crianças) faz gesto de maluco. Gentis, eu não sou maluco não!!! Olha minha cara de certinho. Bom, ontem eu tive um sonho que me
revelou a fórmula, aí caí da cama, ralei o joelho... a fórmula do meu sonho é o tônico da verdade (Trovao.mp3), com este liquido, quem bebe, só consegue falar a verdade e fica com cabelo sedosa que nem o meu.
Preciso testar a fórmula, o que eu faço? Ah, já sei, vou chamar meu assistente Miguelito. Miguelito, Miguelito ... Miguelito... Miguelito... Sapopemba , cadê o Miguelito?
Pessoal me ajuda a chamar o Miguelito. MIGUELITOOOO...
MEXICANO: Ohh, um minutito...Chegando... Oi criançada!!!
CIENTISTA:Onde você estava Miguelito?
MEXICANO: Estava eu... tocando um banjo...
CIENTISTA:Miguelito
MEXICANO: Sim, senhor?
CIENTISTA:Eu fiz uma invenção maravilhosa
MEXICANO: Sim senhor
CIENTISTA:Estava aqui falando para as crianças
MEXICANO: Sim senhor
CIENTISTA:Poderia antes pedir algo sublime
MEXICANO: Sim senhor
CIENTISTA:Você poderia parar de falar “sim senhor” toda hora ?
MEXICANO: Sim senhor
CIENTISTA:Miguelito...
MEXICANO: Não, quer dizer sim senhor, não senhor, sim mestre? Sim bem?
CIENTISTA:Bem? Bem não... Sim senhor está melhor.
MEXICANO: Sim senhor
CIENTISTA:Então onde eu tinha parado? Onde? Na minha invenção, este é o tônico da verdade (Trovao.mp3)
MEXICANO: (Se assusta) Ai...
CIENTISTA:Isso aqui você toma pela boca , vai descendo pela garganta, chega ao seu estômago e ...BUM
MEXICANO: BUM ? Senhor?
CIENTISTA: Bum . Vai espalhar para todo sangue e subir até ao seu cérebro ...
MEXICANO: Ai...AI...Ai...
CIENTISTA:Chegando lá, vai encontrar a massa cinzenta, que é cinza, e vai estimular esta sua cabecinha com este chapéu pequenininho
MEXICANO: (Olha o chapéu ) Preciso comprar um chapéu maior
CIENTISTA:...Então a química aqui contida vai fazer uma coisa que vai te mudar totalmente.
MEXICANO: O que é ?
CIENTISTA:Fala para ele crianças... Você só vai falar a verdade, não conseguirá contar nenhuma mentirinha.
MEXICANO: Mas eu não conto nenhuma mentira, senhor
CIENTISTA:Não ? Quantos anos você tem?
MEXICANO: Sete senhor
CIENTISTA:Há há há conta outra. Pessoal será que o Miguelito tem sete anos ou esta mentindo? ...Que feio Miguelito, todo mundo percebe que você não tem nem sete, nem dez... Você tem é chulé, Miguelito?
MEXICANO: Não senhor
CIENTISTA:Há há há
MEXICANO: Qual é a graça, senhor?
CIENTISTA:Nenhuma... Só estou sentindo um cheiro de queijo;
MEXICANO: Queijo? Será que estão fazendo pizza?
CIENTISTA:Miguelito, toma esta poção para gente testar.
MEXICANO: (Faz que vai tomar) Não senhor
CIENTISTA:Porque não?
MEXICANO: Por que sou alérgico a venenos. Me fazem ficar mortito.
CIENTISTA:Toma aí Miguelito, não é veneno, é tudo natural das plantas.
MEXICANO: É mesmo senhor?
CIENTISTA:Sim Miguelito.
MEXICANO: (Olha desconfiado, mas tomando) Senhooooor!!! Glub tomei
CIENTISTA:Desceu pela garganta?
MEXICANO: Sim Senhor!
CIENTISTA:Foi ao estômago?
MEXICANO: Sim senhor
CIENTISTA:Está no sangue?
MEXICANO: Calma... Que pressa senhor
CIENTISTA:(Faz cara de espera, olha o relógio, silencio) Chegou?
MEXICANO: Só mais um minuto
CIENTISTA:(Espera, silencio) Agora chegou, né?
MEXICANO: É, acho que sim.
CIENTISTA:Bom, vamos fazer um teste. O que devo perguntar: Você tem chulé Miguelito?
MEXICANO: (reluta em falar e fala baixo) Tenho senhor!!!
CIENTISTA:Quantos anos você tem
MEXICANO: Se... se...se... trinta anos!!!
CIENTISTA:Legal funcionou. O Miguelito você não me acha um gênio
MEXICANO: (De sopetão) Não senhor !!!
CIENTISTA:(Surpreso) Miguelito...
MEXICANO: É que não consigo mais mentir...
CIENTISTA:Você esta achando que eu tenho cara de palhaço, é?
MEXICANO: (Relutando mais) Sim senhor, mas a fórmula senhor... é muito boa.... funciona direitinho...
(Helicoptero1.mp3) (Ruído de helicóptero, então uma campainha)
CIENTISTA:Miguelito, deve ser o Ludovica, sempre querendo ser melhor cientista que eu. Não gosto dela, é uma maluco!!!
MEXICANO: Olha quem fala!
CIENTISTA:(Vira-se de sopetão dando a entender que está empolgado) Migueliiiiito!!!
MEXICANO: (Assustado) Sim senhoooor...
CIENTISTA:...Já sei... Podemos testar a fórmula em Ludovica. Depois que ele ganhou de mim naquele concurso de objetos voadores preciso da minha revanche.
MEXICANO: Posso ir atender...
(Batidas.mp3) (Toc, toc, toc. Batidas na porta)
MEXICANO: (Aponta a porta) Ói-lá.
CIENTISTA:(Falando cortado pelas batidas) Miguelito, faz o seguinte de-(toc)-pois- (toc) que (toc) vo-(toc)-cê (toc) a-(toc)-tem-(toc)-der (toc) a (toc) por-(toc)-ta(toc). (Grita) Pera aí, já vou!!! Depois que você atender a porta você pede para o Ludovica entrar.
MEXICANO: Tá bom.
(Helicoptero2.mp3) Entra Ludovico com chapéu de helicóptero.
LUDOVICO: (Composto/esnobe) Boa tarde colega Frederick.
CIENTISTA:Boa tarde.
LUDOVICO: Algum invento novo?
CIENTISTA:Sim, estou pesquisando na área da termometria planetária.
LUDOVICO: (Rindo e balançando a cabeça negativamente) Frederick... pense mais em coisas práticas colega. (dando uma força) Mas você é bom... acredite.
CIENTISTA:E como andam suas pesquisas?
LUDOVICO: É... estou trabalhando mais na parte dos meios de transporte, construção de aviões mais poderosos, estas coisas...
CIENTISTA:Aceitaria um chá?
LUDOVICO: Humm, seria bom.
CIENTISTA:Miguelito, prepara um chá bem gostosinho para a Ludovica (fazendo gesto para o tônico da verdade).
CIENTISTA:(Para Ludovico) Ainda lecionando?
Enquanto Ludovico fala, Frederick percebe que o Miguelito está preparando um chá realmente e tenta dizer que é o tônico que é para colocar na xícara LUDOVICO: Não ultimamente, mas 10 anos atrás dei aulas de física na universidade de Zurick, depois me mudei para Standfour onde lecionei matemática analítica por 2 anos, de lá estive.... (fala uma lista de coisas enquanto acontece o trama entre Miguelito e Frederick).
CIENTISTA:(oferece o “chá”) Pois é, seu chá...
LUDOVICO: (Toma um pouco, todos olham) Gostoso este chá. (olha indignada para os dois que a observam e disfarçam. Olha o chá) Estranho...
CIENTISTA:O que?
LUDOVICO: Sei lá, um sabor peculiar, porém vejo tudo rodar rodar (começa a rodar e para) Parou! Beleza, um bom chá... (dá a xícara)
CIENTISTA:(Com jeito de espertinho) Tomou tudinho?
LUDOVICO: (Olha desconfiada) Sim..
CIENTISTA:(Recordando velhos momentos) Amiga Ludovica, você se lembra
daqueles momentos no colégio...
LUDOVICO: Sim, lembro. Bons tempos...
CIENTISTA:Você tinha ganhado um concurso de objetos voadores, lembra?
LUDOVICO: Claro.
CIENTISTA:Como você conseguiu fazer aquela invenção?
LUDOVICO: Eu copiei o projeto... (Olha assustada e tampa a boca)
CIENTISTA:(Com cara de espertinho) Haha. E esses aviões atuais, foram feitos por você mesmo?
LUDOVICO: Foi.
CIENTISTA:(assustado) Foi mesmo?
LUDOVICO: Foi.
CIENTISTA:(para Miguelito) Você deu o chá certo?
MEXICANO: Lógico que dei, você que pôs...
CIENTISTA:(Mais explicadinho) Estou falando destes novos aviões... poderosos...
LUDOVICO: Sim, fui eu.
CIENTISTA:(Com cara triste) Você me acha maluco, né?
LUDOVICO: (Tentando ser formal) Você quer que eu repondo mesmo? Eu... não... estou... conseguindo... (solta) É maluco sim... piradão... não bate bem e têm chulé..
CIENTISTA:Não, o chulé é do Miguelito.
Miguelito faz careta de acuado.
LUDOVICO: O que está acontecendo comigo?
CIENTISTA:É que te dei o meu novo tônico, o tônico da verdade (Trovao.mp3).
Miguelito se assusta e abraça Ludovico.
LUDOVICO: (Com cara de nada impressionada) Senhor, pode me soltar por favor?
CIENTISTA:Preciso testar bem a fórmula... vamos distribuir?
Todos distribuem a fórmula.
MEXICANO: (Finalizando) Senhor, só o senhor não tomou a fórmula.
CIENTISTA:Eu não preciso, vocês fizeram um bem à ciência.
LUDOVICO: Nada de bem à ciência, ou você toma, ou vai para o hospício.
CIENTISTA:Não... tomo... ou não... peraí..
MEXICANO: Hospício!
Levam o Frederick.
(Patrocionio.mp3) Música, entra narração: Um patrocínio “Tônico Frederick” o único que faz seu irmão mais velho falar toda a verdade (ruído de vidros quebrando, voz de menino) Manhêêêê, fui eu!!!
NOTAS FINAIS:
O texto parece simples mas exige um maneirismo todo que dá graça à encenação e pode ser mudado de acordo com a improvisação e criatividade.
Se eu puder ajudar na direção, trabalho dos atores ou pelo menos para assistir,
marciopps@yahoo.com.br. Aceito comentários e sugestões!
Abraço e boa apresentação.

 

Fonte WEB
Lá tem

Os arquivos do som

A bula do tônico
O Panfleto

Autores: 
Estilos: 
Diversos: