TESTEMUNHAS DO NATAL

Versão para impressão

TESTEMUNHAS DO NATAL - Teatro CristãoLúcia e Maurício são irmãos, ela é bem comprometida/envolvida com a igreja... Ao tentar preparar algo pro natal, ambos estão lendo a bíblia quando...
Davi, o Profeta Isaías, João Batista, um anjo, dois pastores de ovelhas, três Magos e Ana, aparecem em cena contando como foram as suas relações com a vinda de Jesus.
 

Cenário: Uma sala com mesa, cadeiras ou apenas poltronas. No caso de poltronas precisará uma prancheta para que Lúcia escreva. Deve haver uma entrada a direita e outra à esquerda, para os personagens do II quadro.
Personagens:
LÚCIA: menina que tenha bastante naturalidade para falar e cantar.
MAURÍCIO - um menino um pouco mais velho que Lúcia. Ambos usarão roupas comum.
DAVI - menino vestido de rei, com uma harpa.
Profeta ISAÍAS - trajes da época do Antigo Testamento.
JOÃO BATISTA - roupas imitando pele de camelo, um cinto e cajado.
Um anjo
Dois pastores de ovelhas - caracterizados como pastores do Oriente.
Três Magos - roupas de rei (mantos de cores diferentes para cada um).
ANA - adolescente caracterizada como uma senhora de muita idade.
QUADRO I
Ao abrir a cortina, Lúcia estará sentada, tentando escrever alguma coisa que parece difícil. Deve escrever e riscar; “morder” o lápis, abrir a Bíblia, procurar alguma passagem e fechá-la, com ar desalentado.
LÚCIA: É ... não acho mesmo. Será possível?
MAURÍCIO - O que é que há, mana? outra vez com suas famosas pesquisas? Você vai acabar “lelé da cuca” ...
LÚCIA: Ora, Maurício. Estou aqui com um problema e você ainda vem me criticar?!
MAURÍCIO - (sentando-se) Vamos, vamos. Não se aborreça por tão pouco. Só estou querendo ajudar. Qual é o caso dessa vez? Aposto que já está preparando alguma coisa para a Igreja. Parece mais ... Será que não sabe que estamos em época de Natal?
LÚCIA: Adivinhou. Estou querendo escrever uma peça de Natal …
MAURÍCIO - Mas, Lúcia, faça-me o favor. Que você faça programas comunitários em março e setembro, vá lá ... mas, em dezembro! Tenha a san ... ta paciência ... Isso já passou da medida, é mania de mais...
LÚCIA: Pois é isso, Maurício. Eu acho que o Natal é uma data muito bonita, com a sua mensagem de alegria e paz e estou resolvido a escrever alguma coisa com o fim de contar esta boa para os que não conhecem Jesus.
MAURÍCIO - Já vi tudo. Você tem que ser testemunha de qualquer maneira ... Só não entendo é porque isso acontece com uma “guria” que ainda está na idade de brincar com bonecas ... No seu lugar eu ia é escrever uma carta para o Papai Noel ... (mudando de tom de voz). Escuta, Lúcia, a Bíblia fala alguma coisa de testemunhas de Natal?
LÚCIA: Pra dizer a verdade, não me lembro. Mas é bem capaz ... Deixe eu procurar mais um pouco ... (abre a Bíblia e começa a folheá-la. Maurício aproxima-se e fica procurando ler, por cima do ombro de Lúcia.)
 
QUADRO II
Ouve-se uma música de harpa e Davi entra. Lúcia e Maurício olham-no com surpresa.
DAVI - Eu sou Davi. Eu anunciei assim a vinda do Messias. “Como são insensatas as nações, enfurecendo-se contra o Senhor! Como é estranho que os homens tentem enganar a Deus! Pois foi convocada uma conferência de cúpula entre as nações, para conspirarem contra o Senhor e o seu Messias, Cristo, o Rei!”
... Mas Deus no céu simplesmente se ri! Ele se diverte com todos os planos mesquinhos que eles fazem! ... Porque o Senhor declara: “Este é o Rei de minha escolha, e Eu o entronizei em Jerusalém, minha santa cidade.” O Seu escolhido responde: “Eu revelarei os eternos propósitos de Deus, porque o Senhor me disse: Tu és meu Filho. Este é o teu dia de coroação. Hoje Eu Te estou dando a Tua glória”. Pede apenas, Eu te darei todas as nações do mundo ... Caiam em terra perante o seu Filho e beijem-lhe os pés, antes que a Sua ira se acenda e vocês morram. Eu lhes estou avisando: a ira dele começará logo. Porém, oh! como são felizes os que põem nele a sua confiança! Eu fui uma testemunha do Natal. (sai lentamente)
ISAÍAS - Eu sou Isaías. Eu vi e anunciei a vinda do Salvador. “O povo que andava em trevas viu uma grande luz, e sobre os que habitavam na região da sombra da morte resplandeceu a luz. Tu multiplicaste este povo, a alegria lhe aumentaste; todos se alegrarão perante Ti, como se alegram na ceifa e como exultam quando se repartem os despojos. Porque um Menino nos nasceu, um Filho se nos deu; e principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz”. No meu tempo, eu fui uma testemunha do Natal.
JOÃO BATISTA - Eu sou João Batista. Eu vim ao mundo apenas para avisar que o Salvador estava para chegar. Assim que O vi, quando Ele foi até o Jordão para pedir-me que o batizasse, senti que minha tarefa estava cumprida. Quando Ele nasceu, eu era também um bebê, mas todos os que nos conheciam já sabiam de nossa missão especial. Por isso, eu me considero, também, uma testemunha do Natal ...
ANJO - Na noite em que Jesus nasceu, fui enviado a Belém para anunciar sua vinda a um grupo de pastores que vigiavam seus rebanhos. Sempre fui feliz, mas acho que naquela noite minha alegria foi de um tamanho sem igual. Aquela foi a maior notícia que já foi anunciada. Com que alegria eu disse àqueles pastores: “Não temais porque eis aqui vos trago novas e grande alegria, que será para todo o povo: pois na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. E isto vos será por sinal: Achareis o Menino envolto em panos, e deitado numa manjedoura”.
1 PASTOR - Nós fomos os primeiros a receber a notícia que Jesus havia nascido. Não entendemos muito bem, mas, assim que os anjos se afastaram, eu disse para os meus companheiros: - vamos pois até Belém, e vejamos isso que aconteceu e que o Senhor nos fez saber. E todos nós deixamos as ovelhas e partimos apressadamente para o lugar que o anjo tinha falado. Ah, quando nós chegamos lá! Assim que vimos José, Maria e o Menino deitado na manjedoura, compreendemos tudo. Ali estava o Messias, Aquele que o nosso povo esperava há muito mais de mil anos …
2 PASTOR - Eu sinto uma grande alegria de ter sido um dos primeiros crentes. Ali naquela pobre estrebaria, nós ficamos de joelhos diante do Menino, sabendo que Ele era o nosso rei, mesmo tão pequenino e tão pobrezinho … Depois nem pensamos mais em nossas ovelhas que estavam lá no campo, saímos foi com toda pressa para contar aos outros que o Salvador já havia chegado … Na verdade …
PASRORES (juntos) … nós somos testemunhas do Natal.
1 REI MAGO - Há muito tempo, nós estávamos estudando o céu, procurando um sinal. Até que um dia …
2 REI MAGO - … vimos surgir a estrela diferente. Então, tivemos a certeza que o Salvador havia chegado.
3 REI MAGO - Imediatamente, tomamos nossos tesouros, eu trouxe ouro,
1 REI MAGO - … eu trouxe incenso …
2 REI MAGO - … eu trouxe mirra …
Os três - E todos nós trouxemos até o Menino o nosso amor e nossa adoração.
1 REI MAGO - Mesmo antes de ver o Menino Deus já tivemos a oportunidade de falar sobre ele.
2 REI MAGO - Exatamente para o rei Herodes, que ficou cheio de medo de perder o seu trono e até mandou matar todas as criancinhas para ver se entre elas morria o Menino Jesus.
3 REI MAGO - Mas Deus o salvou, aleluia!
Os três - Aleluia! Aleluia! Deus o salvou e ele reinará para sempre … (saem os três magos).
ANA - (entrando vagarosamente, apoiada a uma bengala) Louvado seja o Deus de Israel que me fez viver até ver o Messias. Louvado seja o Deus de Abraão, Isaque e Jacó, que me permitiu viver até poder contar aos outros que aquele menino, nos braços de Maria, era a esperança de Israel, o Salvador do mundo! … (Ana sai, vagarosamente)
MAURÍCIO - (com um braço sobre os ombros de Lúcia, fala, pausadamente e com emoção) Oh, Lúcia, que coisa maravilhosa! Desculpe-me por ter falado do seu desejo de ser testemunha mesmo no Natal. Estou envergonhado. Que cristão sou eu!
LÚCIA: Maurício, estou tão contente por ouvir você falar assim. Agora sei que posso contar com você em meus programas de Culto Infantil e outros trabalhos da Igreja … Que tal ajudar-me nessa peça de Natal que quero escrever?
MAURÍCIO - Ótimo. Eu entro com o título.
LÚCIA: Qual?
MAURÍCIO - “Testemunhas do Natal”
LÚCIA: Formidável! E como é que a gente começa?
MAURÍCIO - Bem, bem … como começa não sei. Mas acho que pode terminar cantando aquele hino de Natal que fala de uma Noite feliz.
LÚCIA: Isso mesmo. Vai ficar muito bom!
MAURÍCIO - Então vamos terminar cantando “Noite Feliz”. Vamos, todos cantando a canção. (todos entram no palco e se termina cantando Noite Feliz em conjunto com a comunidade).

 

Fonte na WEB, mas o site não existe mais

 

Datas: 
Temas: 
Diversos: