RESTITUIÇÃO

Versão para impressão

RESTITUIÇÃO - Teatro CristãoAo sair da igreja uma jovem encontra diversas tentações ( Luxo, Fama, Sensualidade, Paixão, Vicio, Morte), ela começa resistindo, mas aos poucos cede.

Já atormentada, grita por socorro. Lembrando da paz que perdera.
Jesus a recebe e restitui-lhe a vida...

Personagens:
Jesus, Pastor, Jovem, Luxo, Fama, Sensualidade, Paixão, Vicio, Morte. 
ATOR/NARRADOR – O Pastor está finalizando um estudo sobre os perigos e tentações que o mundo oferece ao jovem cristão.
Acabado o culto de jovens, a jovem ao ir para casa começa a encontrar pelo caminho várias tentações que irão lhe desviar do bom caminho. É quando ela encontra as primeiras tentações o Luxo e a Fama. Estas seduzem a Jovem com o poder, dinheiro, popularidade, as alegrias e prazeres do mundo.
Jesus fica o tempo todo acompanhando e observando a jovem para que ela não aceite as tentações e se volte para Ele.
A jovem entra andando pensativa pelo caminho, indo para casa encontra suas primeiras tentações.
CENA 1 – (Música – jovem é abordada pelo Luxo e a Fama)
LUXO:  Olá mocinha, deixe-nos ajudá-la.
JOVEM:  Mas eu não preciso de ajuda, quem são vocês e o que querem de mim?
FAMA:  Como você é ingênua querida, não interessa quem somos, mas sim o que podemos fazer por você.
JOVEM:  Como assim, eu não estou entendendo, por favor, me digam, quem são vocês?
LUXO:  Eu sou o luxo meu bem, posso te dar tudo aquilo que você sempre sonhou, carros, joias, dinheiro, vestidos maravilhosos e muito ouro. Comigo você terá tudo do bom e do melhor. Satisfarei os seus maiores sonhos, calçará os melhores sapatos, mudarei suas roupas e te darei roupas das melhores marcas e não usará mais esses trapinhos que você usa, para fazer sucesso nesse mundo é preciso ser como eu (exibe sua roupa e suas joias), porque como disse: Sou o luxo e te mostrarei o que o mundo tem de melhor para se aproveitar.
JOVEM:  Mas o que há com as minhas roupas, uso roupas normais como qualquer outra, não tenho motivos para mudá-las.
FAMA:  Ai é que está, para se tornar popular, como eu (Mostra suas roupas, joias e balança o cabelo de um lado para o outro) é preciso mudar, você tem que ter roupa sexy, elegante tem que ter joias, dinheiro, se você não tiver isso, vai continuar sendo uma ninguém, as pessoas não prestam atenção em você, mas se me deixar ajudar, terá tudo que uma mulher deseja, milhares de amigos que a veneram, nunca mais se sentirá sozinha, estará sempre rodeada por pessoas que farão tudo só para estar perto de você, quer ser popular não quer, é o sonho de toda mulher, então eu e o luxo mudaremos sua vida, mas para isso temos que assumir o controle dela. (Música aumenta – B.O)
ATOR NARRADOR - O Luxo e a Fama se posicionam de um lado do palco paralisadas de cabeça baixa esperado as próximas tentações oferecerem seus prazeres a jovem.  A jovem começa a pensar na possibilidade de ter tudo que sempre sonhou, ser popular e possuir as roupas que desejar, quando aparecem as tentações seguintes a Sensualidade e a Paixão.
CENA 2 – (Luz – Jovem é abordada pela Sensualidade e a Paixão)
SENSUALIDADE:  Oi, princesa, como você é bonita!
JOVEM:  Como assim, bonita eu?
SENSUALIDADE:  Isso mesmo, bonita! Claro que precisa de uns cuidados, você está muito maltratada, deixe-me ensiná-la uns truques e verá como todos vão lhe querer, lhe desejar, não terá um homem que não olhará para você e a achará bonita, serei sua melhor amiga, mudarei seu visual, para que se torne atraente, encantadora, sensual, vamos nos divertir muito, lhe tornarei fatal, vamos experimente ser como eu e nunca mais vai querer voltar a ser como era antes, hoje a sensualidade bateu a sua porta, vamos deixe-me entrar na sua vida, não vai se arrepender.
JOVEM:  Mas, tudo que eu quero é ter somente um namorado, alguém que me ame de verdade. (Entra a paixão)
PAIXÃO:  Seu mal é esse, quer o que ninguém mais deseja, o amor é uma ilusão, um sonho, não se prenda a um sentimento ridículo como esse desfrute da sua juventude e beleza, vamos, olhe para mim e veja, tenho tudo que um homem deseja em uma mulher, pois sou a paixão e se me permitir mostrarei a você os prazeres que eu ofereço, colocarei o homem que desejar ter aos seus pés e sugará até o último centavo dele, paixão não exige compromisso e fidelidade, você pode ficar com quem quiser e fazer o que bem entender, desde que isso lhe dê muito prazer, eu não censuro aquilo que leva aos prazeres deste mundo e a satisfação da carne. Irei torná-la tão sedutora e apaixonante e verá que nenhum homem lhe resistirá, mas tem que nos deixar entrar em sua vida. (Música aumenta – B.O)
ATOR NARRADOR - A Sensualidade e a Paixão se posicionam do lado contrário ao Luxo e a Fama esperando as próximas tentações oferecerem seus prazeres a jovem que começa a pensar em tudo que ouviu e decide experimentar os prazeres que lhe foram oferecida, pensa em quão boa se tornará sua vida se deixar suas novas amigas decidirem por ela. Nesse momento entram em cena uns garotos viciados. Cigarro na mão, visual sinistro, roupas estranhas. A jovem fica totalmente espantada ao ver aquela “figura”. Estes então lhe oferecem a “erva”. O Vicio será a tentação mais terrível para, agora ex-cristã.
CENA 3 – (Luz – Jovem é abordada pelo Vício)
VÍCIO:  E ai, gata, tá afim? (oferece a droga para a jovem)
JOVEM:  Ah, não sei se devo, sempre falaram que isso não leva a lugar nenhum senão a dependência.
VÍCIO:  Não leva a lugar nenhum? Tá curtindo uma comigo né gata, com esse barato aqui, você vê o mar, o céu, o mundo todo. Faz a maior viagem, vai lá, experimenta, só um traguinho não vai te fazer mal, tenho certeza, que você não vai se arrepender.
JOVEM:  Hum será que não vai me fazer mal mesmo? Afinal to precisando mesmo esquecer um pouco os problemas.
VÍCIO:  Vai logo, gata, pega logo, é só um trago, só pra viajar mesmo, quando acordar vai ficar ligadona, nem vai lembrar dos seus problemas. Vamos lá, é só curtição, você tem que se ligar naquilo que te dá prazer, entendeu, porque senão a vida passa e você nem aproveita. (Música aumenta – B.O)
ATOR NARRADOR - O Vicio se posiciona em um lado do palco esperando a Morte oferecer seus prazeres a Jovem que aceita, experimenta e gosta, vai viajando, viajando... E é nesse ponto que começa o grande drama, quando a Morte começa a lhe rondar.
CENA 4 – (Luz – Jovem é abordada pela Morte)
MORTE:  Vamos! Vamos, acelera as coisas para mim! Estou ansioso para levá-la ao meu reino. Tenho um lugar preparado para você, acelera.
JOVEM:  (Assustada) Quem é? Quem está falando, não vejo ninguém aqui? O que está acontecendo, comigo?
MORTE:  Você não pode me ver, somente me ouvir. O que eu mais gosto nas minhas vítimas é esse desespero das horas finais, como a angústia, me dá prazer, terei muito gozo em carregá-la comigo. Mas vamos, (irônico) ande logo com isso que eu não tenho o dia todo, estou com pressa, quero levá-la logo comigo. Tente uma Overdose. Você viaja muito mais e pode morrer em uma viajem também. Vamos lá, tome uma decisão, ande logo, só uma overdose. Estou muito ansioso pela sua companhia, decida-se o que você quer?
JOVEM – (Gritando) Chega! Eu quero de volta tudo aquilo que me foi roubado Senhor, a minha esperança, meu desejo de viver, meu louvor, quero minha alegria de volta, minha paz, os meus sonhos, meus planos, tudo aquilo que eu perdi cedendo as tentações deste mundo, meu Deus aquilo que um dia foi festa e hoje é luto e tristeza, me restitui, restaura-me oh Deus, esse é o meu clamor, me restitui! (Música aumenta – B.O)
ATOR NARRADOR - A morte se posiciona de um lado do palco. A jovem caída no chão fica tentando se livrar de todas as tentações que começam a circular em torno dela lançando palavras de desprezo. O Senhor Jesus assiste a tudo com pesar, balançando a cabeça negativamente, e levanta as mãos ao céu.
CENA 5 – (Luz – todos atacam a Jovem)
LUXO:  Sua insuportável! Sabia que você não ia conseguir, essa sua falta de ambição onde te levou, você não tem dinheiro, não tem roupas, não tem joias, não tem nada, o que te restou, seu choro de fracassada. Fique ai no chão onde é o seu lugar se lamentando.
FAMA:  Fracassada! Desse jeito nunca vai ser popular, será apenas mais uma qualquer, uma ninguém, um zero à esquerda, quem vai querer ser amigo de uma perdedora, o abandono e o anonimato ainda é pouco para a pessoa ridícula que se tornou.
SENSUALIDADE:   Sua burra! Sonsa! Desse jeito nem um namorado você vai arrumar, como pode ser assim tão sem graça, não há nada em você que um homem deseje, sinceramente você é uma pobre coitada, sozinha, esse é o fim que você merece ter, eu já deveria saber que uma beleza tão apagada quanto a sua, não teria futuro, como pude perder tempo com você.
PAIXÃO:  Eu tentei, mas você não quis a minha ajuda, não quis se apaixonar recusou os meus prazeres, podia escolher o homem que desejasse, mas você não merece a paixão, você é muito fraca, fique ai sonhando com o amor (irônica), acabará sem ninguém, sabe porque, porque o amor não existe, sua inútil, nunca saberá o que é prazer, nunca será feliz, nunca.
VÍCIO:  Quis viajar pra muito longe gata, não foi assim que eu te ensinei, até eu sei que usar demais faz muito mal. Agora quem não te quer na onda sou eu, já na primeira vez foi pirando, sai fora, não quero gente fraca na minha parada. Não tem investimento se você não vai me dar retorno.
MORTE:  Morrer? Nem isso você sabe fazer direito. Quero mais é que você sofra muito aqui nesse mundo, pois o inferno será um consolo. Você nunca vai servir pra nada, já vi muitos fracassados, perdedores, imbecis enfim muita gente inútil, mas pelo menos morrer eles sabiam, já você, que decepção, só serve mesmo para ocupar espaço, que lixo humano você é. (Música aumenta – B.O)
ATOR NARRADOR - Depois de rogarem todas as maldições sobre a Jovem, o Senhor Jesus se levanta (Luz) e faz um sinal para que as tentações se calem e se afastem da jovem, Ele começa a mover os braços chamando-a em sua direção. Nesse momento as tentações juntamente com a Morte se agrupam de um lado do palco caindo ao chão. A Jovem se levanta e ao dar o primeiro passo em direção a Jesus, olha para as tentações que continuam chamando por ela. A jovem decide não voltar atrás e segue em direção ao Senhor.
JOVEM:  Oh Senhor Jesus perdoa-me, restaura-me, restitui tudo aquilo que me foi tirado e sara-me, oh sara-me Jesus, chegou o momento da restituição, da minha vida ser restaurada eu preciso de ti Deus, cura minhas feridas e restitui a tua presença em minha vida Senhor.
JESUS:  Eu a fiz voltar e fiz resplandecer o teu rosto, hoje eu a salvei, também hoje anuncio que te recompensarei em dobro, te restituirei e restaurarei a sua vida porque tu és filha minha e amada minha. (Música aumenta - Os dois se abraçam e saem juntos do altar – B.O - Cantam a música Restitui do ministério apascentar de Nova Iguaçu).

Restitui
Ministério Apascentar de Nova Iguaçu

Os planos que foram embora
O sonho que se perdeu
O que era festa e agora
É luto do que já morreu
Não podes pensar que este é o teu fim
Não é o que Deus planejou
Levante-se do chão!
Erga um clamor!
Restitui!
Eu quero de volta o que é meu
Sara-me!
E põe teu azeite em minha dor
Restitui!
E leva-me às águas tranqüilas
Lava-me e refrigera a minha alma
Restitui...
E o tempo que roubado foi
Não poderá se comparar
A tudo aquilo que o Senhor
Tem preparado ao que clamar
Creia porque o poder de um clamor
Pode ressuscitar...

 

Todos os Direitos Reservados
Escrita em 2005 por Carla Fernanda Valadares
Equipe de Teatro Arte e Vida/ Igreja Batista Shallom
(31) 3824-1088/8706-3108

Estilos: 
Diversos: