QUEBREM AS MINHAS CORRENTES!

Versão para impressão
Mãos acorrentadas

QUEBREM AS MINHAS CORRENTES! (ROTEIRO OFICIAL)
PERSONAGENS:
Drogado, Prostituta, Desviado, Diabo,
Jesus, Júlia, João, Josafá,
E os irmãos da igreja
SINOPSE: Uma prostituta, um drogado e um crente desviado estão presos pelas correntes do pecado pedindo por ajuda. Eles pedem ajuda a vários tipos de crentes que estão indo para igreja.

CENA 01 – O PEDIDO DE SOCORRO
Cenário de uma rua da cidade com pouca iluminação à noite.

PROSTITUTA: (gritando desesperada) Socorro!! Alguém pode nos ajudar?
DESVIADO: (desesperado) Alguém consegue nos ouvir? Precisamos de ajuda! Essas correntes do pecado nos machucam muito! É uma dor insuportável...
DROGADO: (olhando para todos irritado) Parem com essa gritaria! Essas correntes não machucam tanto assim, que exagero é esse?
DIABO: (entra puxando todos pelas correntes e jogando eles ao chão) Podem gritar! Vai, gritem mais e mais! Ninguém vai ajudar vocês! (olha para igreja) Estão vendo? Essas pessoas seguiram os desejos da carne e estão presos com as correntes do pecado! Se eles quiserem que as dores passem.... Eles precisam pecar e pecar, então eu vou aliviar as dores, mas não tirarei as correntes! É um trato justo, não é?  Deixo eu apresentar cada um de vocês! (vai em direção da Prostituta levantando pelas correntes) Agora fale para todos por que está presa com essas correntes!
PROSTITUTA: (fala assustada e envergonhada) Eu estou presa... é porque sou uma prostituta.... Estou sempre nas avenidas em busca de programas para ganhar dinheiro. Era uma satisfação para mim.... Eu já tinha as correntes do pecado, mas elas não me machucavam, mas doía quando não fazia meus programas. Mas eu não quero essa vida, eu queria ter uma família, um esposo e uma linda filha chamada Yasmim, o nome que sempre sonhei.... Não façam a vontade desse tal do pecado, ele te dá uma satisfação temporária e depois é forçado novamente a fazer pecar mais e um ciclo sem fim.
DIABO: Belo discurso.... Deveria trabalhar na TV, fazer novelas, o que acha? Mas quem vai acreditar em você? E seus sonhos? Ah! Quem se importa com eles? Você está presa a essas correntes do pecado e as dores só vão piorar (Joga Prostituta ao chão e vai ao Drogado) e você, fale o por que está preso também?
DROGADO: (fala com brutalidade) Estou aqui, é porque sou um drogado! Eu sou mesmo! Eu curto isso! Essas correntes do tal pecado aí me machucam, mas quando sinto o cheiro da cocaína e outras drogas aí eu só relaxo, fico suave. Vocês não devem acreditam nessa miserável prostituta, ela é uma mentirosa! É fácil lidar com as correntes, apenas segue o seu desejo do tal pecado que falam e pronto! Que mal pode ter isso? Eu até agora não vi nada. Eu sou feliz com o pecado e ainda indico a todos a pecarem como eu, vale a pena e é muito bom!
DIABO: Veja só, eu faço todas as vontades da carne dele, quanto mais ele pecar mais dou alívio nas correntes. Não acha justo eu fazer isso? Dou prazer para as pessoas que me seguem e até pessoas que me seguem e nem sabem. Já parou para pensar que você aí, que está me vendo, é você mesmo sentado nessa cadeira, pode está me seguindo? Nem adianta dizer “misericórdia” ou “tá amarrado” eu sei quem são os fazem minha vontade e poderia até citar nomes. Mas hoje estou aqui para outro assunto de minha importância! (puxa o Desviado pelas correntes) Esse jovem aqui é o mais interessante de todos, vocês tem que conhecer ele. Agora fale para todos que estão aqui o por que você está preso com esse pessoal!
DESVIADO: (cabeça abaixada) Eu não irei falar nada...
DIABO: Fale! O pessoal vai adorar você e sua história!
DESVIADO: Não falarei...
DIABO: (pega as correntes do desviado e o aperta fortemente) Fala logo, eu não estou com brincadeira e não tenho tempo para isso.
DESVIADO: (gritando de dor) Eu vou falar! Eu vou falar! Essas correntes estão me sufocando demais!! Vou falar! Pare, pare...
DIABO: Muito bem! Nada como um aperto nas correntes que não resolva com esses rebeldes! Agora fale ou eu aperto mais, você que escolhe!
DESVIADO: É... Eu sou um... desviado da igreja. Eu aceitei a Jesus há 4 meses... porém me perdi... Eu vivia desobedecendo os meus líderes da igreja... Eles me ensinava o bom caminho... Mas eu achava que eles eram insuportáveis, pois não sabia se divertir e tudo que eu fazia eles me repreendiam. Só que agora eu entendi o porquê. Mas não posso voltar, pois me entreguei para as bebidas, mulheres, prostituição... E minhas correntes elas são mais fortes do que todos aqui. Pois estive com Deus... Meu coração estava cheio de luz como uma casa limpa, porém fui rebelde, eu fui um ingrato e preferi as trevas e o mundo aqui fora... o que tinha luz, em fração de segundos, virou trevas e uma casa suja... eu não posso voltar... além dessas correntes existe 7 demônios que me seguram, me impedindo então de voltar para Deus. Pessoal eu imploro a vocês: não entrem com essa ilusão do mundo...
DIABO: (joga ao chão e pisa em cima irritado) Pode parar!
DESVIADO: Por que está fazendo isso comigo? Estou fazendo o que mandou.
DIABO: (irritado) Eu disse para explicar o por que está preso com essas correntes e não pregar! A prostituta ninguém vai acreditar mesmo, ela pode falar o que quiser! E quem és tu para pregar aqui? Eu que mando em sua vida, eu que faço o que bem quero de sua vida! Ninguém pode tirar essas correntes! (olha a Igreja) Entendem agora? Ele é uns dos meus favoritos, estava com Deus mas preferiu os meus banquetes. E você igreja pode fazer algo? Claro que não! Eles são meus e já estão pagando o que eles merecem! Eu me retirarei por algumas horas e duvido que, nesse intervalo de tempo, eles venham ser evangelizados por vocês! (olha para os presos) Enquanto isso darei o dobro de aperto na correntes de vocês, espero que fique vivos até eu voltar hahaha!

 

CENA 02 – JÚLIA, A CRENTE QUE CORRE ATRÁS DE BENÇÃOS
Entra Júlia, passando pela rua da cidade com sua Bíblia em mãos.

PROSTITUTA: Moça, por favor... nós precisamos de sua ajuda!
DESVIADO: Estamos presos com as correntes do pecado e precisamos que nos ajude a tirá-las, ore pela gente, por favor?
JÚLIA: Até gostaria, mas não posso estou meio apressada, estou indo para igreja agora.
DESVIADO: Mas por favor nos ajude? Apenas ore a Deus para quebrar essas correntes e seremos libertos e vai rápido isso.
DROGADO: Vocês não estão vendo ela está apressada? Deixa ela ir. Parem de ficar incomodando a mulher!
JÚLIA: Eu sinto muito, mas eu não posso ajudar vocês.... É que estou em busca da minha benção! Tem um pastor de fora de uma igreja que ele vai trazer muitas bênçãos e eu preciso ir lá. Eu quero uma casa ou um melhor apartamento de 3 andares, um carro novo, um emprego que ganhe muito e não precise trabalhar e viver na luxúria, por que eu mereço! Deus falou que a gente tem de comer o melhor dessa terra e viver muito bem.
PROSTITUTA: Mas nos ajude, por favor? Essas correntes nos machucam muito, nem consigo muito falar, você não se importa com a gente? Eu imploro por sua ajuda!
JÚLIA: Eu não posso! O culto já está começando. Eu falei para Deus que só iria fazer a obra Dele se Ele trouxer todas as minhas bênçãos. Não foi assim que Jacó fez com o anjo para conseguir ser abençoado? Deixem eu ir logo senão vocês vão fazer perder todas elas, se vocês estiverem ainda pela rua eu ajudo vocês.
DESVIADO: Não vai... Meu Deus! Quem vai nos ajudar? Aquela moça poderia ser nossa ajuda, mas ela só quer saber de bênçãos, ela não pensa nas pessoas que precisam ser evangelizadas.
DROGADO: (sacarmos) Olha quem fala o cara que é era da luz, o crente fiel...
PROSTITUTA: Cale-se! Se quer ficar com suas correntes que então fique com elas! Mas não iremos ficar com elas. Nós iremos encontrar alguém para nos ajudar.
DROGADO: Pessoal só precisam pecar que as elas não vão apertar...

 

CENA 03 – JOÃO, O CRENTE QUE DIZ “NÃO É DA ÁREA DELE”
Entra João, passando pela rua da cidade com sua Bíblia em mãos.

PROSTITUTA: Ei jovem, precisamos de sua ajuda! Nos ajude, por favor?
DESVIADO: Estamos presos com as correntes do pecado e precisamos sua ajuda, apenas ore por nós para quebrar essas correntes.
JOÃO: Me desculpe pessoal, mas eu não posso fazer isso. Eu apenas visito a igreja e também eu não sou dessa área.
DESVIADO: Mas como que é? Não é a sua área?
JOÃO: Eu estou apenas visitando a igreja para ouvir a palavra. Nem sempre vou a igreja, só quando não tenho o que fazer mesmo. Então deixem eu ir, quero chegar cedo para sentar em uma cadeira. É que as vezes a igreja fica tão cheia e não acho lugar para sentar. (sai rapidamente)
PROSTITUTA: Mas o que está acontecendo? Mas eles não são da igreja? E eles não nos ajudam? O que está acontecendo?
DESVIADO: Eles não são verdadeiramente fieis a Deus e não seguem o ide de pregar o evangelho... Como eu fui idiota de ter afastado de Deus...
PROSTITUTA: Essas correntes nos machucam muito e parece cada vez mais apertando, mas eu não quero voltar para aquela vida.... Será que não existe alguém possa nos ajudar?

 

CENA 04 – MARIA, A CRENTE PREOCUPA SÓ A SI MESMA
Entra Maria, passando pela rua da cidade com sua Bíblia em mãos.

PROSTITUTA: Ei moça você poderia nos ajudar? Estamos presos a essas correntes do pecado que nos machucam muito. Tem como nos ajudar?
DESVIADO: Nos ajude! Apenas ore por nós e nossas correntes serão quebradas e estaremos livres delas! Vai nos ajudar?
MARIA: Oh desculpe, mas eu não posso ajudar vocês, é que eu estou atrasada para o culto.
PROSTITUTA: Por favor nos ajude? Essas correntes nos sufocam, você não vê o nosso sofrimento? Não ver nossa agonia e marcas que elas estão fazendo no nosso corpo? Estamos a tempo procurando por ajuda nessa rua.
MARIA: Eu vejo sim. Mas eu estou atrasada para o culto e além do mais, eu já estou salva e vou morar lá no céu! E por que eu irei preocupar com vocês? Eu já tenho a salvação! Eu acho melhor procurar outra pessoa. Ah vocês deviam criar vergonha na cara e se converter de vez ficar pecando sem parar e depois fica chorando que vai tudo para o inferno! (sai rapidamente)
A Prostituta e o Desviado ficam arrasados com a resposta de Maria.
DROGADO: Há Há Há. Gente esquece isso! Apenas pequem que as dores vão passar. Eu estou ótimo. Esse povo aí vai ajudar ninguém! Parem de ser cabeça dura vocês! Se liga no que faço é melhor para vocês! Vocês só estão perdendo tempo com esse povo!
DESVIADO: Não vamos cair nessa! Cara isso é ilusão, não é verdade.... O que aconteceu com o pessoal da igreja? Cadê o pessoal firme, fiel que buscam a vontade de Deus? Se Deus me desse uma segunda chance... Eu seria um resgatador de almas perdidas e iria levar todos para Jesus e não iria descansar até que todos conheçam Jesus o nosso salvador!
PROSTITUTA: Eu acho que o Diabo tem razão... Ninguém vai nos ajudar, estamos condenados a sofrer com essas correntes e estou quase sem respirar... isso é o fim... meus sonhos acabaram.... Se quiser continuar procurando ajuda pode ir, porém eu já desisti...

 

CENA 05 – JOSAFÁ, O CRENTE DEDICADO
Entra Josafá, passando pela rua da cidade com sua Bíblia em mãos. Porém a Prostituta nem fala com ele e Desviado pede ajuda a ele.

DESVIADO: Ei jovem! Por favor nos ajude.... Está fazendo um tempo que estamos procurando por ajuda e não conseguimos achar ninguém. Nós até achamos, mas todos estão com pressa de ir para igreja.
DROGADO: Quer ver que ele vai falar que tem que ir para igreja e não vai poder ajudar porque está atrasado! Está na cara isso! Esquece esse povo!
JOSAFÁ: Na verdade sim, estou um pouco atrasado.... Eu tinha esquecido algo em casa. Mas pode falar, quem sabe eu posso ajudar vocês.
PROSTITUTA: É sério? (olha admirada ao jovem) É que maioria dos jovens que passaram aqui, falaram que estavam com pressa. Alguns até deram mal resposta para gente, eu confesso que tinha perdido a esperança que esse pessoal da igreja poderia nos ajudar em algo.
JOSAFÁ: Que isso? Nem todos são assim e eu entendo, mas na Bíblia ensina que devemos amar e cuidar uns aos outros e se tiver um irmão em necessidade devemos ajudá-lo. Eu sei que estou atrasado ao culto, mas Deus vai me entender é por uma boa causa.
DESVIADO: Graças a Deus. Vejo finalmente alguém que pensa diferente. Olha nós estamos presos nessas correntes do pecado e precisamos nos libertar. Precisamos de sua oração para quebrar essas correntes e então ficarmos livres!
PROSTITUTA: Sim, nos ajude por favor?
JOSAFÁ: Olha.... Confesso que não vai ser fácil, isso requer jejum e oração. Mas vocês me esperam um pouquinho, eu já venho. (sai rapidamente)
DESVIADO: Tudo bem, a gente espera.
DROGADO: (zombando) “Não ele é diferente! ” São todos iguais! Acharam que ele iria ajudar vocês? Simplesmente deu uma desculpa idiota e fugiu igual os outros! E vocês caíram certinho!
PROSTITUTA: Ele tem razão, nós acreditamos naquele jovem e eles nos deixou apenas na esperança. Ele não vai voltar.
DESVIADO: Eu acho que não, ele não parecia ser igual aos outros... Eu senti uma paz falando com ele, uma sensação de segurança que sentia quando estava com Jesus. Ele vai voltar.
Josafá e vários irmãos da igreja entram em cena.
PROSTITUTA: (admirada) Nossa que tanta gente é essa?
JOSAFÁ: Esse é o pessoal da minha igreja. Chamei todos aqui para orar comigo! Nós estamos a 40 dias orando e jejuando com propósito pela busca da santidade. E com ajuda do Pai e do Filho, nós iremos quebrar essas correntes do pecado de todos vocês.
DESVIADO: Isso é incrível! Olha o tanto de pessoas aqui. É a prova que existe pessoas fazem o ide do Senhor. Vejo brotar a esperança da minha libertação.
JOSAFÁ: Amém! Fazemos sim o ide do Senhor! Somos falhos, temos defeitos mas fazemos a obra de Deus resgatando almas desse mundo e tirando as correntes que o inimigo prende. Mas também dependerão de vocês. Vocês querem ser libertos dessas correntes do pecado?
DESVIADO: Olha, eu entendo sobre a libertação, eu lembro como ontem o pastor pregando sobre isso... Eu sou desviado e sei como era estar na presença de Deus... E sinto saudades Dele.... E não quero viver com essas correntes, eu quero renunciar!
PROSTITUTA: Olha... sabendo que Jesus pode tirar essas correntes e me fazer livre, Eu irei aceitar também. Eu não quero viver pressa com essas correntes. Estou apenas me matando lentamente. Eu quero viver os meus sonhos e ser feliz com Ele.
DROGADO: Eu aceitar Jesus? Para que cara? Estou feliz com essas correntes do tal pecado, elas nem machucam tanto assim esse povo aí é mole, fica chorando atoa. É apenas pecar e pecar que as dores passam. Eles não podem sentir um aperto pequeno ficam gritando que nem loucos!
JOSAFÁ: Mas tem certeza? Jesus pode te dá algo melhor! E tirar essas correntes para jamais sentir dores, não vai mais precisar pecar para aliviar as dores. As correntes serão quebradas para sempre. Tem certeza que não quer? É uma grande mudança de vida que você terá!
DROGADO: Quero não! Sou feliz assim e ninguém muda minha ideia, não vou cair nessa lavagem cerebral de vocês, eles podem ter caído, mas eu não caio, eu não quero e não fica insistindo! Eu não quero que tirem essas correntes de mim! Eu não quero!
JOSAFÁ: Não é lavagem cerebral é sim uma mudança de vida. Mas tudo bem... eu falei a verdade, mas você precisa acreditar e aceitá-la, não posso forçá-lo, pois, a mudança tem que vir de sua própria vontade. Conhecereis a verdade e a verdade vós libertará. (olha para todos os irmãos) Irmãos, vamos orar para que Deus quebrem as correntes... Vamos fazer um círculo em volta deles e batalhar.
Eles fazem o círculo em volta deles, menos com o drogado que vai para o canto do lugar da rua. Enquanto oram, Jesus entra em silêncio e tira todas as correntes do desviado e da prostituta e então sai. Terminando a oração, os dois veem que não existe as correntes e se abraçam e todos os jovens saem da rua glorificando a Deus e cantando louvores.

 

CENA 06 – O SALÁRIO DO PECADO É A MORTE!

DIABO: (irritado) Mas o que o aconteceu aqui? Não posso sair nem por horas que fazem toda essa bagunça? Não acredito que o povo de Deus fez isso? Mas espera aí? Tem um que ficou aqui!
DROGADO: Claro que fiquei! Essas correntes machucam muito... E com esse tal de pecado, fico de boa e aliviado com essas dores e tão bom. (encontra uma Bíblia) Olha.. Aquele povo esqueceu um livro aqui, o que está escrito é “Bíblia Sagrada” deixa eu dar uma olhada “O salário do pecado é a morte” O que significa isso? Pecado? Morte? Parece que isso não é uma coisa boa.
DIABO: Vejo que achou esse livro, você quer saber o que significa? Deixo te fazer esse favor. Presta muita atenção no que vou fazer e vou falar.
DROGADO: (cai no chão sentindo dores mais fortes do que o suportável e gritar bastante.) Ah o que isso? As correntes estão se apertando mais e mais.... Não consigo aguentar.... Preciso fumar algo.... Fazer algo para aliviar...
DIABO: É, eu acho que irá ficar sem nada para aliviar desta vez, quem sabe nunca mais, acho já acabou o seu tempo!
DROGADO: O quê? Como vou aliviar essas dores em mim? Velho isso está me cortando!
DIABO: (levanta pelas correntes fortemente o drogado) Aquele livro que pegou está escrito “O Salário do pecado é a morte” Quer dizer: a pessoa que faz todas as minhas vontades, ou seja, pecar, ela tem a sua recompensa: a morte! Então você já usou bastante o desejo do pecado, então é hora de ir ao Inferno onde as dores dessa corrente, perto lá é apenas um espinho na unha!
DROGADO: Não cara! Eu não vou lugar nenhum! Você não manda em mim!
DIABO: Teve a chance de sair, mas você recusou, então vamos logo! Eu não tenho tempo para birras!
DROGADO: Você não passa de um grande mentiroso!
DIABO: E sou mesmo! Não sabes que sou o Pai da Mentira! Eu engano milhares a séculos! Então cala a boca e vamos! (arrasta o drogado)


Peça de Teatro com direitos autorias, para dúvidas, permissão de uso entrar em contato através do e-mail:  ítalo_carlos@outlook.com

Estilos: 
Diversos: 
nº de personagens: