PROMESSAS DE CASAMENTO

Versão para impressão
Par de alianças

Fazendo o Pedido; João está desesperado, querendo uma mulher! 

Condições de Deus para abençoar o casamento de João

Não Mentirás, ele é tentado a mentir sobre o dinheiro que a mulher esbanja.

Serão uma só carne, participando das atividades em casa

(Reconhecendo o sexo mais frágil, mais sensível

Não cometerás adultério e pintou a oportunidade.

João não fica murmurando contra Deus, pelas futilidades demonstradas por ela.

Cena I (Fazendo o Pedido)
LOCUTORA: Essa é a historia, de um rapaz chamado João, que tantas vezes em vão, quis encontrar a verdadeira dona do seu coração, de tanto procurar por uma esposa, já estava quase perdendo suas forças, mas eis que decide rezar a santos para que o ajudem a encontrar sua linda moça.
- João reza a São Longuinho.
JOÃO: São longuinho, São Longuinho se você me ajudar a encontrar minha esposa, eu dou três pulinhos.
LOCUTORA: Mas João continuou sozinho.
LOCUTORA: João reza a São João.
JOÃO: São João, São João se você me der uma esposa, eu faço uma boa ação.
LOCUTORA: Mas João, continuou na solidão.
LOCUTORA: João reza então, a Santo Expedito, para fazê- lo um rapaz mais bonito.
JOÃO: Santo Expedito, Santo Expedito, para que eu possa ter uma esposa, faça de mim, um rapaz mais bonito.
LOCUTORA: Mas as palavras de João, ainda apenas vão, para o infinito.
LOCUTORA: Então lembrou João, que existe um Deus de verdade, que transforma sonhos em realidade, e finalmente faz uma oração.
JOÃO: Deus do impossível, criador da terra e do céu, por favor me ouça, estou precisando tanto de uma esposa, estou cansado de viver sozinho, que eu encontre o amor no meu caminho.
E Deus Diz...
DEUS: Olá meu filho João, eis que tenho ouvido atentamente ao seu pedido, porém, só estava esperando que você lembrasse que EU existo.
Eu aqui dos céus atenderei a sua oração, pois vi que é de coração, mas a farei com mais de uma condição.
JOÃO: Sim Senhor o que for preciso, é só me dizer que eu farei.
DEUS: Então tudo bem João, acreditarei no seu coração só espero que não seja em vão, faça isso e lhe darei uma vida cheia de bençãos.
*Não mentiras a tua mulher jamais;
*Serão como uma só carne, e á ajudarás em tudo o que ela precisar, assim como ela também o fará.
*Reconheça também, que ela é o sexo mais frágil, e por isso trate- a com respeito.
*E nunca, mas nunca, cometerás adultério João.
- Apenas façam o que lhes digo, para que assim vossa união fuja do inimigo. E era isso João fique em paz.
JOÃO: Sim, obrigado Senhor, farei tudo exatamente como você mandou. Então agora só vou esperar minha benção...
(E as cortinas se fecham...)
Cena II (Não Mentirás)
LOCUTORA: E eis que um ano depois, João encontra sua esposa, e casa- se com uma linda moça.
(E as cortinas se abrem e João entra em casa dizendo...)
JOÃO: Finalmente recebi, graças a Deus, só não posso deixar que a Gisele veja, por que se não, não dá tempo nem de admirar meu dinheirinho.
(Gisele entra na sala de repente e diz...)
GISELE: Amor, que bom que você já chegou!!!Veja só o que me aconteceu.
Saí pra fazer umas comprinhas básicas, que nós estamos precisando urgente, tipo, bolças, sapatos, roupas e essas coisas, e quando fui passar no caixa o limite do cartão estava estourado, passei a maior vergonha.
JOÃO: Você também né Gisele, só pensa em gastar, daqui a pouco você penhora a mim pra comprar uma joia
GISELE: Não, não uma joia não, no máximo um par de sapatos gastos amor.
GISELE:(rindo) João, é brincadeira... Eu te amo muito...
JOÃO: Tá, e o que você quer que eu faça Gisele?
GISELE: Você recebeu hoje? Acho que você poderia me emprestar um dinheirinho amor.
JOÃO: Não, eu não recebi e não posso te emprestar nada.
(Gisele fica muito triste e senta- se no sofá dizendo...)
GISELE: Tá então tudo bem, fazer o que né?
LOCUTORA: Mas eis que João lembra o que Deus havia dito, não mentiras a tua mulher, assim como não minto..
JOÃO: Está bem, está bem Gisele, eu recebi sim e desculpa por ter mentido pra você, mas é que você gasta tanto dinheiro, que em uma semana levaria um shake árabe a falência.
(Gisele levanta- se e diz... )
GISELE: Também não é bem assim, eu só compro o essencial, e também se não quiser me emprestar, não precisa mentir.
JOÃO: Eu sei, tudo bem me desculpa talvez eu até tenha exagerado um pouquinho. Toma aqui o dinheiro que você me pediu.
GISELE: Ai amor obrigada, prometo que trago o troco. Se sobrar é claro.
JOÃO: Aposto que ela gasta antes de chegar em casa.
(Gisele sai e nisso toca o telefone... João atende... )
JOÃO: Sim, pois não?o que, fui promovido?com um aumento de 30%?
Poxa brigadão chefe a Gisele estava precisando mesmo disso!!
A nada não, esquece, estava pensando alto aqui. Então ta chefe, amanha a gente se fala abraço.
(João fica feliz e agradece a Deus pela benção, ele sai caminhando rápido e gritando...)
JOÃO: Amor volta aqui quanto mais você quer?
(E as cortinas se fecham... )
Cena III (Serão uma só carne)
(Gisele está fazendo faxina e reclamando... )
GISELE: Poxa, mas como da trabalho ser dona de casa, trabalhar, lavar, passar, cozinhar, fazer faxina.
Enquanto João está chegando do trabalho dizendo...
JOÃO: Nossa, agora finalmente meu merecido descanso, vou sentar na poltrona, assistindo um futebol e tomando aquele chimarrão.
(João entra em casa)
GISELE: Amor você chegou em uma ótima hora.
JOÃO: Hum!!!!E que ótima hora é essa??
GISELE: A hora em que estou precisando de uma ajudinha.
JOÃO: Ou seja, numa péssima hora.
GISELE: É talvez só um pouquinho pra você, mas agora, preciso que você pegue esse espanador e vá tirando o pó daquele móvel.
JOÃO: poxa amor isso é injusto!!!!Eu trabalhei o dia inteiro, estou exausto, e tudo o que eu não preciso agora é de mais trabalho, vou é tomar um banho.
GISELE: A é?Mas eu também estou exausta por ter trabalhado o dia inteiro, e quando você resolver pagar uma empregada, eu paro de pedir sua ajuda.
LOCUTORA: Mas João lembra então o que Deus lhe disse sobre ser uma só carne, além de amarem.
JOÃO: Você sabe que venho tentando conseguir uma empregada a um bom tempo, e se ainda não encontrei, não me culpe, ao menos eu tenho tentado.
E me dá esse espanador aqui que vou lhe ajudar, mas quero o pagamento que seria para a empregada.
GISELE: A sim, você vai pagar a si mesmo?
JOÃO: A é, esqueci desse pequeno detalhe.
(É quando de repente toca a campainha, Gisele atende a porta... )
GISELE: Oi, pois não?
EMPREGADA: Oi, tudo bem?É aqui que estavam precisando de uma faxineira?
(João então grita... )
JOÃO: É aqui mesmo.
GISELE: Entre por favor.
JOÃO: Você já tem experiência nesse ramo de empregada doméstica?
EMPREGADA: Não senhor, na verdade nem sei direito o que isso faz.
(João entrega o espanador a ela rapidamente )
JOÃO: Tá contratada, e já pode começar agora.
(João sai rapidamente agradecendo a Deus.)
E as cortinas se fecham.
Cena IV (Reconhecendo o sexo mais frágil)
(João chega em casa e encontra Gisele chorando pela morte do gato de sua mãe. )
JOÃO: o que aconteceu amor?
GISELE: Ai amor, um desastre, uma coisa horrível!!
JOÃO: Ta, mas que coisa horrível é essa? Me diz antes que eu também comece a chorar sem nem saber o porque.
GISELE: O Mimi morreu.
JOÃO: Mimi?!Aquele gato múmia da sua mãe, que deve ter pertencido até a Cleópatra?
GISELE: Para, não fala assim dele, ele era meu animal de estimação desde criancinha.
JOÃO: Sim e hoje você já esta casada, formada e mulher de família, ele era um gato amor, e não o Hayllander.
GISELE: É você nunca vai entender, você é um insensível mesmo!
LOCUTORA: E mais uma vez, João lembra o que Deus havia dito sobre; a reconhecer como o sexo mais frágil e a tratar com respeito.
JOÃO: Tá amor, me desculpa, ta tudo bem, sei que é difícil perder algo ou alguém que se gosta, mas se Deus quis as coisas assim, então é inevitável mesmo.
GISELE: É eu sei, mas eu gostava muito dele sabe?
JOÃO: É eu sei e acho que até mais do que de mim.
(Gisele da uma risada tímida)
GISELE: Tá e não precisa se preocupar amor, eu vou ficar bem, tenho uma notícia pra te dar, pode não ser a melhor hora, mas...
JOÃO: Mas...
GISELE: Eu to gravida amor.
JOÃO: O que? Não acredito, finalmente vou ser pai?
(João se ajoelha e agradece a Deus por mais essa benção.)
JOÃO: Obrigado meu Deus por mais essa benção, continuarei honrando minhas promessas Pai.
(Ele abraça Gisele e as cortinas se fecham. )
Cena V(Não cometerás adultério)
Final
(João está sentado na sala quando Gisele entra)
GISELE: Amor vou dar uma saidinha.
JOÃO: Onde você vai agora, ao shopping?
GISELE: Eu vou ao médico saber se esta tudo bem com o nosso bebe.
JOÃO: E depois?
GISELE: E depois ao shopping!!!
JOÃO: Ai meu bolso!!!!!!
GISELE: Mas não se preocupe amor, eu vou passar no shopping rapidinho, nem vou demorar.
JOÃO: É, eu não me preocuparia, se você não fosse a pessoa que mais gasta dinheiro por segundo que eu conheço.
GISELE: A nem vem tá? To indo, te amo, até mais.
(João volta, senta-se no sofá e batem na porta... )
JOÃO: Esqueceu o que Gisele? O bebê? Porque o dinheiro garanto que não foi.
(ele abre a porta e se depara com a sua vizinha... )
JOÃO: A oi vizinha, me desculpa, pensei que fosse a Gisele que tivesse esquecido alguma coisa.
VIZINHA: Não vizinho, capaz tudo bem! Eu vi que a Gisele saiu, e dai vim aqui saber se você tem um pouco de açúcar pra me emprestar.
JOÃO: A sim tenho, entra por favor.
(ele está indo buscar quando volta e pergunta... )
JOÃO: Mas "pera ai"!Porque você esperou a Gisele sair pra vir aqui me pedir açúcar?
VIZINHA: É que me sinto mais a vontade quando estamos só nós dois.
JOÃO: É?!Mas nunca houve só nós dois.
VIZINHA: É mas agora há, e o que você acha de agente aproveitar esse momento?
LOCUTORA: Mas eis que João lembra o que disse- lhe Deus, sobre não cometer adultério jamais.
JOÃO: Não, não, não, acho é que já esta na hora de você ir embora, antes que a Gisele volte.
VIZINHA: Tá, mas vizinho e o açúcar
JOÃO: Também não esta disponível, tchau.
( João fecha a porta, e vai sentar- se no sofá novamente, quando Gisele entra a porta dizendo... )
GISELE: Amor, tenho uma noticia maravilhosa.
JOÃO: Sim amor, o que aconteceu?
GISELE: Sabe aquele problemão com nomes de bebes, que agente nunca consegue decidir qual vai ser?
JOÃO: Sim sei, o que tem?
GISELE: É que agora piorou, não é mais um nome, e sim dois nomes, são gêmeos, e é um casal!
JOÃO: O quê? Você esta falando serio amor!!?? Não posso acreditar!! Como não viram isso antes??
GISELE: Sei lá, só sei que agora são dois. E amor eu estava pensando e acho que tenho sido um pouco egoísta as vezes e um pouco irresponsável com o nosso dinheiro mesmo, mas só as vezes. Prometo que daqui para frente serei uma verdadeira ajudadora nesta casa junto a você, cuidarei de nossos filhos, do nosso dinheiro, do nosso lar e e até de você (Gisele ri timidamente).
JOÃO: Meu Deus, que teu nome seja louvado Pai, muito obrigado meu Deus, obrigado por cumprir Suas promessas pai.
DEUS: João meu filho,você fez a sua parte, tens tratado sua esposa como te mandei. Sendo assim, hoje renovo minhas promessas, e siga nesse caminho, para que possas um dia, receber a sua coroa sem espinhos.
Fim.

 

Autores: 
Datas: 
Estilos: 
Diversos: