SEGUNDO PASSO - Manipulando objetos

Versão para impressão

Segundo Passo - Manipulando objetos

Segundo Passo - Teatro CristãoPegue objetos que não sejam fáceis de quebrar e comece a contar uma história.

Você pode desenvolver a história pegando lápis e canetas que são objetos fáceis de se manusear.
Trabalhe outros tipos de objetos, de diversas formas e tamanhos.
Crie movimentos com os objetos. Jeito de andar, de correr, tipo de voz, jeito de falar.

(*) "Exemplos com objetos:
    pela forma e a cor, uma ameixa poderia ser um coração - Um pegador de massa uma ave de rapina;
    pelo movimento, um furador de papel poderia ser um sapo;
    pela função, um martelo poderia ser um personagem rude e violento;
    pela semântica, um pregador de roupas poderia ser um pregador religioso."

(*)  O objeto em si só passa a ser algo além de si mesmo, quando se lhe sobrepõe uma segunda ideia, diferente de si que crie, com ele uma relação. E isto pode se dar a partir da linguagem – o texto do ator –, de sons, de músicas ou do movimento que a ele se aplica.
No Teatro de Objetos, o jogo da manipulação descola-se da ideia de virtuosismo e pode tanto lembrar brincadeiras de criança ou fantasias alucinadas, quanto simples ilustrações de uma narrativa.

 

* Pesquisa extra na web

 

Durante esta semana serão publicadas as demais partes desta apostila.

Autores: