PAPO DE MULHER

PAPO DE MULHER - Salão de Beleza - Teatro Cristão

Num salão de beleza atendem uma manicure e uma cabeleireira. A primeira cliente é uma perua, bem perua(uma caricatura). A manicure é uma pessoa recatada, bem casada, cristã… A cabeleireira e a perua têm histórico de problemas familiares.
A peça finaliza com uma mensagem de esperança e orientação para formação de famílias bem estruturadas, baseadas nas instruções da Bíblia.

(Salão de Beleza, uma cadeira de cabeleireira e uma mesa com esmaltes em cima para manicure)
(Entra Nicole em cena, sotaque nordestino, roupa apertada, batom vermelho, cabelo enrolado com bobs.)
NICOLE:   Eeeeeita que essas mulheres não vieram trabalhar? Ô de casa? (batendo palma) Cheguei pra me embelezar e quero sair daqui tinindo, porque hoje a noite promete!
(entra Manicure roupa simples, cabelos bem presos)
MANICURE:   Mas já chegou?
NICOLE:   Não! Você tá vendo uma aparição! É claro que sou eu, mulher! Nicole, já chegou pra arrasar corações, é isso que eu faço e é isso que eu vou fazer!
MANICURE:   Tá... vai fazer as unhas?
NICOLE:   Mas num viu que já tão feitas? Olha aqui! Não preciso desse seu toque de esmalte porque eu mesma faço, nasci linda, baby, eu mesma me ajeito!
MANICURE:   Então porque veio cedo enrolar os bobs na cabeça e voltou agora?
NICOLE:   É só pra fazer charme! Porque além de linda, sou rica! E posso gastar meu dinheiro com essas... bobagens... mas chega de conversa que eu não vim lhe ver. Cadê a outra...
MANICURE:   Outra quem?
NICOLE:   A dos cabelos…. A outra….
MANICURE:   A Cabeleireira?
NICOLE:   Isso, essa mesmo... cadê ela?
MANICURE:   Vou chamar... era só o que me faltava... (gritando para a coxia) Ô Maninha, chega aí que a perua do rebolado chegou!
NICOLE:   Perua do rebolado? Perua do rebolado? Gostei!
(entra MANINHA, cabelo com um penteado exagerado, mas com chinelo e roupão:   MANICURE senta e começa a mexer nos esmaltes)
MANINHA:   Mas já Nicole? Seu horário é às três...
NICOLE:   E eu não sei disso mulher? Mas já tava arriada lá em casa, querendo soltá logo esses cabelos aqui... então eu vim e aqui eu estou!
MANINHA:   Então senta aqui mulher... deixa eu ver esses bobs aí... você não mexeu né?
NICOLE:   Eita que eu ia mexer nisso? E se tivesse mexido ia ficar mais lindo ainda... mas é que eu não estava com vontade... ia estragar as unhas...
MANINHA:   Sei...
(NICOLE senta na cadeira, MANINHA começa a soltar os bobs)
MANINHA:   E vai onde hoje, Nicole? De novo no boteco das nove?
NICOLE:   Boteco das nove? E sou dessas mulher de boteco das nove? Vê lá! Eu sou Nicole, baby, arraso corações e não estou falando de corações de boteco... estou falando de corações de Hill Waley, Norton Street, Kil Fil Nil, entende? Essas coisas... o último coração que arrasei... ficou de joelhos aos meus pés com um brilhante de nove polegadas!
MANICURE:   Nove polegadas? Tá certo isso?
NICOLE:   Com licença que a conversa não chegou aí... hum, hum... Como eu ia dizendo, arrasei mesmo, baby, é isso que eu faço!
MANINHA:   Entendi... mas e o último noivo, não era aquele que trabalhava no porto de carregador...
NICOLE:   Manobrista de porto, colega! Nada de carregador.... carregador?! Fala sério! Manobrista de porto, sabe quanto ganha um manobrista de porto?
MANICURE:   Não!
NICOLE:   Xiu! Fique você sabendo que muito viu, e quando digo muito, baby, é muito! Mas olha... Nhac, arrasei o coração dele também... é isso que eu faço!
MANINHA:   Nicole, como você faz para arrumar esses homens solteiros e ricos assim? Conta o segredo mulher, porque todas nós queremos saber!
MANICURE:   Todas vírgula! Sou casada e muito bem, obrigada!
NICOLE:    (dando uma gargalhada)Casada? Casada? Ahh mulher, você está presa a um macho que daqui uns anos vai estar roncando e peidando do seu lado! Não! Eu não quero me amarrar, baby, eu só arraso!
(entra BRENDA em cena:   está usando um coque e um sobretudo até os pés)
BRENDA:   Licença moças...
NICOLE:   (falando pra manicure) Ali está uma senhora...
BRENDA:   É aqui a manicure?
NICOLE:   Aff é ela mesma, vai lá com a senhora bem casada e infeliz ali no canto, amorzinha
MANICURE:   Você é a Brenda?
BRENDA:   Sou sim
MANICURE:   Senta menina, que cor você quer? Vermelho pra arrasar corações também?
BRENDA:   Não... pensei em uma francesinha branca com uma florzinha no canto...
MANICURE:   Nossa que delicada...
NICOLE:   Nossa que brega! Menina, você é tão jovem, tão linda, não tem que ficar usando francesinha.. Que isso? Taca logo um roxo aí, é disso que os homens gostam! Arrasa! Como eu!
BRENDA:   Não eu...
MANICURE:   Pare de falar com a minha cliente, ela quer branco, vai ter branco!
NICOLE:   Mas ela não sabe...
MANINHA:   Mas parem as duas, que coisa! Deixe a menina escolher o que ela quer! Agora nos conte, o que você faz para conquistar esses homens e...
NICOLE:   Arrasar os corações?
MANINHA:   Isso!
NICOLE:   Ahh meninas, só quem nasceu com esse charme todo é que pode! Nasci assim, o que eu posso fazer...
MANINHA:   Mas não vai contar o segredo?
NICOLE:   Ts, ts, ts, ts. Nem sob tortura, baby! Nicole aqui arrasa mesmo!
MANICURE:   Eu conquistei meu marido...
NICOLE:   Mas que ninguém quer saber o que você fez ou deixou de fazer, mulher... arrasou um coração, e daí? Eu arraso todos!
MANINHA:   Não seja grossa, Nicole. Conte aí, como foi que você conquistou seu marido?
MANICURE:   Eu, diferente dessa aí, esperei meu marido, como uma santa! Quando conheci o Delfonso, preparei uma canja, sentei no sofá, bem no cantinho. Usei uma roupa decente! E ele se apaixonou. Era primo de segundo grau do meu primo, aí deu em casamento.
NICOLE:   Nossa, que chato! Deve ser um homem mole, com bafo e que come que nem um cavalo!
MANICURE:   Que mulher abusada! Imagine! O Delfonso é um cavalheiro, até hoje, depois de vinte anos de casado ainda abre a porta do carro, me manda flores e faz a janta todas as sextas-feiras!
NICOLE:   Janta? Janta? Que pobreza! Homem que é homem te leva pra jantar no History Palace, baby!
MANINHA:   Homem que é homem, pra mim, tem que lembrar de todas as datas especiais.
MANICURE:   Esse homem não existe, Maninha
MANINHA:   E tem mais, tem que reparar no corte de cabelo e apoiar todas as progressivas
NICOLE:   Vai sonhando, baby, vai sonhando...
MANICURE:   Mas o que eu mais gosto do Delfonso é que ele não fica colocando a família dele no nosso relacionamento...
NICOLE:   (imitando como se estivesse no telefone) Mãe, ela brigou comigo, mãe, ela queimou o arroz, mãe, ela não passa a roupa, mãe, mãe, mãe.... Afffeeeee longe de mim homem que põe a mãe em tudo! Deeeeeeeus me livre!
MANINHA:   E aqueles que não fazem nada, não tem atitude pra nada! Faz um mês que a pia ta pingando com um balde embaixo e.... nada. Faz um ano que a luz da varanda queimou e.... nada. A infiltração já chegou até no degrau da escada pra calçada e... nada
MANICURE:   E aqueles que só sabem ver televisão, não saem do celular, não conversam com a gente... a gente só quer conversar, ser ouvida!
NICOLE:   Ah, então o Delfonso não é perfeito?
MANICURE:   Não, claro que não. Mas ele me respeita e é um homem de atitude!
NICOLE:   Tá bom...
MANICURE:   Sim, quando nos conhecemos ele foi logo me convidando para tomar um sorvete. Claro que eu, recatada, não fui... mal o conhecia...
NICOLE:   Foi por isso que ele te convidou...
MANICURE:   Pois é, então ele perguntou se poderia ir na minha casa para conversar. Foi então que eu preparei a canja e deu tudo certo!
MANINHA:   Pelo menos ele te convidou né? Os homens hoje em dia só ficam olhando, como se você fosse um frango rodando no espeto da churrasqueira do bar... Por isso que a mulherada ta chegando junto... Bando de covardes!
NICOLE:   O fato é o seguinte, mulherada, não dá mais pra confiar nesses cabras, como você vai casar com um cara desse? Que não tem atitude, fica na barra da mãe pra decidir tudo, não firma num emprego e ainda por cima...
BRENDA:   (chorando) Parem, por favor!! Parem com isso!
MANICURE:   Calma menina, calma...
MANINHA:   Mas o que aconteceu?
BRENDA:   Eu sou... eu sou... (se levanta e abre o sobretudo, está com roupa de noiva)
NICOLE:   Ai... uma noiva!
BRENDA:   E vocês estão aí, falando de não casar, que homem é tudo igual, que põe a família no meio... Mas eu não posso acreditar nisso! Eu não posso!!
NICOLE:   Coitadinha...
BRENDA:   Não! Não tenham pena de mim! Eu estou chorando porque isso tudo é verdade, mas que ainda há esperança!! Eu creio num Deus que abençoa o casamento! Eu creio que o homem deve ser sim o cabeça da casa e a mulher sua maior auxiliadora que, com sabedoria, vai edificar seu lar todos os dias! Eu ainda acredito!!
Mesmo num mundo que afemina os homens e fortalece a mulher!
Acordem!! (fala para igreja) Homens, tomem seus lugares, como fortaleza, como braço forte, como responsáveis, inteligentes e guerreiros de seus relacionamentos! Lutem pela sua casa e coloquem Deus no centro!
Mulheres, tomem seus lugares com sabedoria, com palavras de ânimo, com esperança, como auxiliadoras e as maiores motivadoras de seus maridos!
Entoem louvores em seus lares!
Namorados, tomem seus lugares num relacionamento de respeito, de limites, de diálogos, de oração!
Solteiros, não se preocupem em chamar atenção para si, deixe que seus frutos, frutos de alegria, de amor, de trabalho para o Reino façam isso por você!
E quando chegar a hora de agir, aja!
NICOLE:   (se levanta) Eu nunca ouvi... nunca ouvi.... tantas verdades... Eu... na verdade fui abandonada em pleno altar... Fui humilhada e prometi que nunca mais deixaria um homem me machucar!
Mas eu faltei com respeito a mim mesma e fui uma verdadeira ladra.
Nunca mais deixei ser amada, e isso me afasta ainda mais dos planos que Deus tem para mim.
Tenho iludido homens com minhas falas moles, com meus olhares, com minhas falsas esperanças... nisso não há mérito nenhum!
MANINHA:   (vem para frente do palco) Eu nunca quis um homem, sempre me achei independente e forte suficiente para cuidar de mim mesma.
Todos que se aproximaram de mim, eu afugentei com meu jeito auto suficiente e minhas críticas... cresci com homens afeminados na minha família, onde a mulher era a figura forte e os homens... um bando de molengas... Não quero mais saber disso...
MANICURE:   (para plateia) Como você trata seus filhos? Meninos e meninas? Ensine o caminho certo!
Esse mundo está corrompendo os valores e o maior alvo é a família!
Que relacionamentos saudáveis estamos vendo ser divulgado pelas mídias?
Homens perdidos e mulheres querendo assumir um papel que não é seu... Acorde igreja!!
BRENDA:   E aos que vão se casar... Coragem!
NICOLE:   E as mulheres machucadas... Coragem!
MANINHA:   E aos homens e mulheres que deixaram trocar seus papéis... Coragem!
MANICURE:   E à igreja... Coragem!
BRENDA:   Vamos assumir nosso papel, aquele que Deus já nos reservou na nossa natureza e vamos fazer nossa parte e mudar essa situação!
(todas voltam para seus lugares, como se nada tivesse acontecido)
NICOLE:   Você será uma noiva maravilhosa!
MANINHA:   Onde será o casamento?
MANICURE:   Vocês vão viajar?
NICOLE:   Ah quem sabe um dia eu... deixo meu coração ser amado de novo e volte a amar...
MANINHA:   Mas você não vai no Hill Street hoje, mulher? Quem sabe acha um cabra bão e macho lá!
NICOLE:   Que Hill Street mulher... vou é no casamento dessa aí, sempre tem solteiro bom pra conhecer em casamento!
MANINHA:   Ah então eu vou também!
BRENDA:   Então vamos que já estamos atrasadas...
NICOLE:   Mas noiva que não atrasa, não arrasa baby!! E você vai arrasar!
(saem as três falando animadas)
MANICURE:   (para plateia) Mulheres, sujeite-se cada uma a seu marido, como ao Senhor, pois o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, que é o seu corpo, do qual ele é o Salvador.
Maridos, ame cada um a sua mulher, assim como Cristo amou a igreja e entregou-se por ela. Da mesma forma, os maridos devem amar cada um a sua mulher como a seu próprio corpo.
Quem ama sua mulher, ama a si mesmo.
Jovens, vocês são fortes e já venceram o maligno.
Não se corrompam com esse mundo, mas sede santos! Coragem e... vamos lá!

FIM

Visite o Canal da autora no Youtube   Priscila Sinosini


O destaque no canal é Como escrever uma Peça de Teatro - Teatro Cristão
 

Datas: 
Estilos: 
Idades: 
Diversos: 
nº de personagens: