O GRANDE DOMINADOR

Versão para impressão

Baseado na historia do rei Nabucodonosor contada nos dias atuais.

NABUCODONOSOR é um empresário, rico, soberbo e orgulhoso.
O pastor, adora agradar os homens em especial os ricos.
DANIEL - Servo fiel a Deus, amigo de faculdade e conselheiro de NABUCODONOSOR.

 

Personagens: NABUCODONOSOR - Empresário, rico, soberbo, orgulhoso e frequentador, nos dias de
Culto, de uma igreja evangélica.
QUEIXADA: Pastor, adora agradar os homens e está sempre pedindo ajuda.
ANTONY - Secretario de NABUCODONOSOR e interesseiro.
ISABEL - Esposa do ANTONY, cantora, gananciosa, não gosta de NABUCODONOSOR e de ninguém.
DANIEL - Servo fiel a Deus, amigo de faculdade e conselheiro de NABUCODONOSOR.

CENA 1 ­ (Musica ­ NABUCODONOSOR sentado em sua poltrona pensando em um grande projeto que está para concluir)

NABUCO - Eu sou demais! Eu sou demais!! Todos me procuram para saber como idealizei aquele shopping center! Sou verdadeiramente um grande idealizador e construtor; Pra mim é fácil, mas para eles, deve ser impossível, tem que ter capacidade e inteligência e isso eu tenho demais... ANTONY!
ANTONY ­ Pois não!
NABUCO - Chame o pastor …
ANTONY - ele já está ai esperando para falar contigo.
NABUCO - Mas eu não marquei nada com ele.
ANTONY ­ Mas sabe como é o pastor QUEIXADA.
NABUCO ­ Se eu não tivesse nada pra falar com ele eu não o receberia … mande que entre.
ANTONY ­ Com sua licença. (entra o pastor QUEIXADA)
QUEIXADA ­ Tremendo! Meu querido e próspero amigo de Deus e do homem, a paz do Senhor! Como vai a sua vida?
NABUCO ­ Bem pastor, o que te manda aqui?
QUEIXADA ­ Apenas uma visita para saber como está passando.
NABUCO ­ Sempre preocupado! Mas, só isso mesmo?
QUEIXADA ­ Mas como não podia deixar passar essa oportunidade, pois não é todo dia que podemos falar com um homem tão poderoso como o senhor.
NABUCO - Agradeço o elogio, pastor!
QUEIXADA - É verdade Buquinho!
NABUCO - Pastor, eu não gosto que me coloquem apelido.
QUEIXADA - Mas nem os íntimos? To brincando, não chamo mais prometo!
NABUCO ­ Meu nome é Nabuco…
QUEIXADA - … NABUCODONOSOR de Alencar Pinto.
NABUCO - Quem te disse isso pastor?
QUEIXADA ­ É brincadeira de novo abençoado! Mas qual o sobrenome mesmo?
NABUCO ­ Não interessa a ninguém saber disso.
QUEIXADA ­ Claro que não! Deixa isso pra lá. Mas vamos ao que interessa, você sabe que a igreja está crescendo e desde já agradeço a sua cooperação estando conosco nos cultos, incentivando os jovens, enfim ajudando nesse crescimento, por isso você é tão importante para a igreja, pra mim que te tenho
como um irmão…
NABUCO - Pastor QUEIXADA, por favor!
QUEIXADA ­ É bom abençoado, de vez em quando, desabafar e dizer o que sente.
NABUCO - De quanto precisa pastor?
QUEIXADA - O que?
NABUCO - Vá direto ao assunto, estou muito ocupado.
QUEIXADA ­ Sim, claro meu irmão! preciso de uns trocados bem gordos, para manutenção do mês… próximo.
NABUCO ­ Mas já está preocupado com o mês seguinte?
QUEIXADA - Preciso ser precavido, você sabe.
NABUCO ­ E as pessoas não estão dizimando?
QUEIXADA - Claro que sim, mas esse dinheiro já é para outros compromissos.
NABUCO ­ Imagino pastor. Eu mandarei o que puder pelo ANTONY, agora quero um pequeno favor seu.
QUEIXADA ­ O que desejar, você manda, está sempre nas minhas orações.
NABUCO ­ (sem paciência) Daqui a duas semanas vamos inaugurar um shopping center na rua central.
QUEIXADA - Estarei lá para da uma palavra, orar e abençoar, será um prazer.
NABUCO ­ Não é pra isso. Eu quero que convide todas as igrejas e reúna uma caravana de uns 20 ônibus que eu alugarei e quero todo mundo lá gritando o nome de minha empresa.
QUEIXADA ­ Com todo prazer! Será um grande lobby!
NABUCO ­ Se eu for indicado ao prêmio e me contratarem para futuros projetos eu ajudarei muito a sua igreja.
QUEIXADA ­ Nossa igreja! vou estar orando e jejuando por isso, a vitória é nossa no nome...
NABUCO - Obrigado! agora preciso fazer umas coisas. O senhor não tem um culto agora à tarde?
QUEIXADA - Mas não tem importância, estou visitando um homem de Deus.
NABUCO - Todo culto não é importante?
QUEIXADA - Nem sempre. Depende do tipo, mas tem o Emanoel para me substituir.
NABUCO ­ Pastor, por que você dificilmente prega?
QUEIXADA ­ Prego sim! Mas ando muito ocupado e preciso administrar que é o meu forte e com isso dou chance a outros pastores pra darem uma palavra.
NABUCO ­ E por que o nome QUEIXADA?
QUEIXADA ­ Realmente é um nome lindo, escolhido pela minha mãe, dona Genuína, por revelação. No livro de Juizes e em homenagem ao grande Sansão, que com uma só QUEIXADA destruiu mil homens. Juizes 15.15 e assim nasceu o seu pastor QUEIXADA, por causa da tal QUEIXADA. Tremendo!! Vamos orar! Ora NABUCO.
NABUCO ­ Eu Pastor?
QUEIXADA ­ Mas é claro! Ore, vamos.
NABUCO ­ (orando) Obrigado por tudo Deus, que a tua presença possa estar sempre na vida do pastor e abençoar sua família (QUEIXADA começa a glorificar alto no ouvido do NABUCO) agora o leve para sua casa em paz e obrigado pela visita. pastor por favor!! Amém.
QUEIXADA ­ Desculpe meu jovem, é o poder na minha vida. Tremendo a sua oração; tenho que glorificar senão as pedras clamam e se isso acontecesse, nós seriamos trocados por pedras e já imaginou isso?
Uma igreja cheia de pedras? Bem, deixarei você trabalhar e não se esqueça daquela ajuda que eu mencionei no inicio. Eu vou indo, que Deus o abençoe. (sai de cena)
NABUCO ­ Amem, pastor. Que figura. Esse deveria se candidatar.
(musica ­B.O)
NARRADOR ­ O Senhor é o que tira a vida, e a dá, faz descer a sepultura, e faz subir. O Senhor Empobrece e enriquece, abate e também exalta. Levanta o pobre do pó, e desde o monturo exalta o necessitado, para o fazer assentar entre os príncipes, para o fazer herdar um trono de Gloria. Pois do Senhor são as colunas da terra, assentou sobre elas o mundo. Ele guarda os pés dos seus santos, porém os mundanos emudecem nas trevas. Não é pela força que prevalece o homem, mas pela obediência ao Senhor dos Senhores.(1 Sm 2.6-9)
CENA 2 ­ (ANTONY conversa com sua esposa ISABEL no carro)
ANTONY ­ Preciso avisá-lo!
ISABEL ­ De jeito nenhum!
ANTONY - Mas por que você esta com raiva do NABUCO?
ISABEL ­ Ele está podre de rico e você nem rico está e além do mais esta ficando pirado.
ANTONY - Não precisa se preocupar comigo, querida!
ISABEL ­ E o meu? Preciso pensar no meu futuro e das crianças.
ANTONY ­ Mas o que é meu é seu!
ISABEL ­ Eu quero o que é meu sendo só meu e de mais ninguém.
ANTONY ­ Deixe-me avisá-lo dessa reunião com os economistas e conversarei com ele sobre você ser
sua assessora direta e… com um bom salário.
ISABEL ­ Eu sou muito competente e você sabe disso.
ANTONY ­ Por isso me casei contigo.
ISABEL- Eu não deveria deixá-lo dizer, mas é por uma boa causa, afinal o seu emprego está em jogo e se ele ganha, alguma coisa você ganha também.
ANTONY ­ Essa situação é passageira, eu vou ter a minha universidade e não precisarei mais trabalhar pra ninguém e ai sim poderemos viajar por esse mundo a fora, só curtindo a vida, eu e você.
ISABEL- Já estou cansada dessa promessa ANTONY! Vê se não se mistura muito com esses pastores,
eles sim são campeões em promessas não cumpridas. Você sempre cumpriu as suas promessas comigo e ai de você se falhasse, mas de um tempo pra cá, só sabe mentir.
ANTONY ­ São as circunstancias, mas existem pastores que são verdadeiros homens de Deus.
ISABEL ­ Mas esses são peças raras e você dificilmente os encontra.
ANTONY - E o seu pastor, o que você acha dele?
ISABEL ­ Por enquanto, nada. É novato na igreja, mas falam muito bem dele e até agora não tenho nada contra. E falando dessa viagem, não me venha com passagem para o Brasil não, eu não piso mais o meu pé naquele Pais, que povinho insuportável! Que poluição sonora, o transito péssimo e ainda me levou para passear em São Paulo e Rio de Janeiro onde tem gente demais e o povo me sufocava. Ainda me disse que era surpresa!
ANTONY ­ Engraçado, você queria ver sua família e cantar nas igrejas, então te levei para isso e ainda reclamou.
ISABEL ­ ANTONY, eu não sou mais a ISABEL de antes, eu agora moro nos Estados Unidos e minha vida mudou pra melhor e a pobreza do Brasil ficou pra trás, agora tenho que ficar perto de pessoas do meu nível, americanos, ingleses, franceses …
ANTONY - Ingleses e franceses estão na Europa, e se você quiser cantar nas igrejas, terá que mudar o seu conceito.
ISABEL ­ Quero em igrejas grandes e de preferência aqui e na Europa.
ANTONY ­ Mas Deus quando envia seus missionários, Ele que escolhe lugar.
ISABEL - Deus respeita o nosso querer, eu não nasci para cantar em qualquer lugar, o.k.?
ANTONY - O.k.! ISABEL, preciso tirar uma grande quantia da empresa pra pagar aquele terreno.
ISABEL ­ E se o NABUCO descobre? Você está frito.
ANTONY ­ Ele já me emprestou duas vezes e não tenho cara pra pedir de novo, então já que administro o dinheiro mesmo, vou enrolá-lo até pagá-lo.
ISABEL ­ Mas você ainda não pagou das outras duas vezes! Tudo bem, tem a minha aprovação, mas muito cuidado, não quero comprometer o meu emprego.
ANTONY ­ Que emprego?
ISABEL ­ O que você me prometeu ANTONY!
ANTONY ­ Ah, é verdade! (musica ­ B.O)
CENA 3 ­ ( NABUCODONOSOR chega ao escritório assustado com um sonho e chama seu amigo Daniel)
NABUCO - (Entra falando num celular) Sim Daniel, foi dessa maneira o sonho, muito esquisito e me deixou muito assustado, preciso que venha aqui hoje para conversarmos sobre isso. Você precisa vir Daniel, eu pago o seu dia. Eu sei que não é caso de dinheiro, mas preciso de você hoje aqui. Você vem? Vai orar antes? Estou te esperando! Tudo bem, mandarei te pegar ai é só aguardar … Faço questão! Tá bom até logo! ( desliga) O que sonhei! Bom, o DANIEL está vindo e tudo vai se desenrolar.
ANTONY ­ (Entrando) Bom dia!!
NABUCO ­ Bom dia.
ANTONY ­ Que ouve?
NABUCO ­ Olha, o DANIEL está vindo para cá e não quero ser importunado, nem pelo pastor e sobre aquela reunião com os economistas, eu não vou.
ANTONY ­ Então você já sabe?
NABUCO ­ Tenho meus contatos no mundo dos negócios e não há o que eu não saiba.
ANTONY - Mas aconteceu alguma coisa?
NABUCO ­ Apenas um sonho que tive e preciso de uma resposta!
ANTONY ­ Mas a pessoa correta que você deveria consultar é o pastor QUEIXADA.
NABUCO ­ Eu vejo Deus na vida do DANIEL e Deus o usa tremendamente, o pastor é outra história.
ANTONY ­ Você sabe que a ISABEL é muito usada por Deus, não sabe?
NABUCO ­ A ISABEL, sua mulher?
ANTONY ­ Ela mesma!
NABUCO - Não sabia não! Pra mim é uma surpresa!
ANTONY ­ Ela ora e a pessoa é curada. Um mistério que tem na vida dela.
NABUCO ­ Mas hoje preciso falar com meu amigo Daniel, obrigado!
ANTONY ­ Não há de que, quando precisar eu a chamo e você sabe que precisa se rodear de pessoas assim, com poder sobrenatural.
NABUCO ­ Eu já convidei o DANIEL pra me assessorar, mas ele se recusou ficar o tempo todo comigo, tem outros afazeres.
ANTONY ­ O pastor também é muito ocupado e não poderia.
NABUCO ­ Aquele ali é só estalar os dedos assim e aparece … (estala os dedos e aparece o pastor) quem está ai?
QUEIXADA ­ (entrando) No que posso ajudar! Falando de mim não estão? Algum convite? Podem falar, eu topo.
ANTONY ­ Não é nada disso pastor!
NABUCO ­ O que deseja pastor?
QUEIXADA ­ Passei para saber se o ANTONY já foi lá no escritório da igreja. Eu estava muito ocupado resolvendo outros problemas e não pude estar lá. Por isso vim saber se já providenciou aquele pedido e tomei a liberdade, para não dá trabalho, de vir até aqui.
NABUCO ­ Pastor, sei que é um homem de Deus e já que está aqui, gostaria de contá-lo de um sonho que tive e quero a interpretação.
QUEIXADA ­ (andando pela sala) Sonho? Que tipo de sonho? Quando foi o sonho? Que horas aconteceu esse sonho? E se foi um sonho passado não adianta tentar porque já passou.
NABUCO ­ O senhor pode me ajudar?
QUEIXADA ­ Claro que sim, mas é muito perigoso dizer assim de bofetão, temos que desvendar o
mistério… um sonho, vejamos, se foi de madrugada, e você estava em um sono profundo, então poderia ser dois tipos de sonhos, revelação ou barriga cheia e como está sempre comendo, eu sei, não adianta negar, isso é normal para quem tem muito dinheiro, engorda que é uma beleza e com isso eu posso deduzir que era de barriga cheia e é apenas uma combustão interna que causou esse sonho … como é mesmo o sonho?
ANTONY ­ Combustão?! Pastor o NABUCO não contou ainda.
QUEIXADA ­ Não?! Então é mais preocupante do que pensei.
NABUCO ­ Como assim?
QUEIXADA ­ É um mistério meu jovem e isso custa caro, tem que pagar o preço.
NABUCO ­ E quanto custa?
QUEIXADA - Não É esse tipo de pagamento … mas já que quer pagar eu aceito. Você sabe que a igreja
está crescendo e precisamos…
NABUCO ­ Tudo bem pastor! Obrigado pelo esclarecimento, o ANTONY vai te fazer um cheque.
QUEIXADA ­ Obrigado, meu jovem! Vamos fazer uma oração!
NABUCO ­ Ore o senhor, pastor.
QUEIXADA ­ Como queira abençoado! (musica- B.O)
NARRADOR ­ Hoje vivemos na época da apostasia, em que o dinheiro fala mais alto e onde os valores se corrompem com mais rapidez, preferem o reino de Deus aqui na terra do que a Jerusalém celestial.
CENA 4 - (NABUCO sentado se levanta ao ver Daniel entrando em seu escritório)
NABUCO – DANIEL Belt, meu grande amigo!
DANIEL ­ Seja bendito o nome do Senhor para sempre, porque dele é a sabedoria e a força.
NABUCO ­ (Abraçam-se) Estou muito preocupado e tenho pressa em saber.
DANIEL ­ Meu amigo, confia no Senhor, é Ele quem muda os tempos e as horas, remove reis e estabelece reis, Ele dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos entendidos.
NABUCO ­ Eu sei, mas preciso que você me revele.
DANIEL ­ Eu não posso te revelar se Deus não o quiser, Ele revela o profundo e o Escondido, conhece o que está em trevas, e com Ele mora a luz.
NABUCO ­ Eu quase mandei todos os diretores da empresa embora, porque ninguém sabe nada sobre espiritualidade e não posso contar com ninguém.
DANIEL ­ Eu estava orando e pedi a Deus para me dá a interpretação e o Senhor me ouviu.
NABUCO ­ Que bom, Daniel!
DANIEL ­ (orando) Senhor, graças te damos porque tu és fiel e sei que nenhum dos seus planos podem ser frustrados e agora abençoa a vida de seu servo, e que a revelação venha de encontro a suas necessidades e desde já agradecemos em nome de Jesus.
NABUCO ­ E ai, qual é a revelação?
DANIEL ­ Em primeiro lugar você tem que saber e entender que há um Deus nos céus, que revela mistérios e Ele é quem capacita e nunca te escondeu nada, sempre te revelou.
NABUCO ­ Sei disso. Lembro-me do sonho da grande estatua e esse agora é da grande árvore.
DANIEL - A grande árvore é você! Deus te deu prosperidade para que fizesse grandes coisas para a Glória de Seu nome, você é um grande construtor, idealizador, e tem feito grandes projetos, mas tem se engrandecido e orgulhado de coisas que fez e isso não agradou ao Senhor, você tem muitos funcionários em suas mãos e não tem sido honesto com eles, e por isso será tirado do meio de todos e a tua morada será como os animais do campo e comera erva como os bois e andará perambulando pelas ruas como um indigente sem direção por sete anos até que reconheças que o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens, e o dá a quem quer.
O tronco com as raízes quer dizer que tudo voltará para ti depois que reconhecer que o céu reina. Agora aceita o meu conselho e desfaça o seu pecado pela justiça e usa de misericórdia com os pobres e teus funcionários, seja honesto no dia a dia e talvez se prolongue a tua tranquilidade.
NABUCO ­ Obrigado pela interpretação, vou pensar.
DANIEL­ Sei que não é agradável, e o que gostaria de ouvir, mas reconheça seu erro e serás feliz.
NABUCO - Pensarei em tudo e sei que preciso de umas mudanças.
DANIEL ­ Que Deus te abençoe. (Abraçam-se ­ B.O - música)
NARRADOR ­ Deus sempre avisa ao seu povo antes de tomar qualquer iniciativa, pela sua infinita misericórdia, mas nem sempre os homens aceitam a repreensão do Altíssimo … e passado um ano NABUCO, em seu escritório, se vangloria de seus feitos)
CENA 5 ­ (O cumprimento da Palavra de Deus na vida de NABUCO)
NABUCO ­ (olhando pela janela) Não é esta a grande cidade que eu construí, a maioria dos prédios tem a minha assinatura e o fiz com a força do meu poder e para a minha Gloria diante dos homens . (escurece ­ B.O, luz fraca entra uma voz em off ­ musica)
VOZ DO CEU ­ Serás tirado dentre os homens e a tua morada será com os animais do campo, comerá ervas como os bois e passará sete anos até que conheças que o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens, e o dá a quem quer. ( Musica de suspense)
NABUCO ­ (No escuro ) Nãoooo!!!!
NARRADOR ­ Na mesma hora se cumpriu a palavra sobre NABUCODONOSOR, e foi tirado dentre os
homens, e vivia perambulando pelas ruas sem destino. ANTONY e sua esposa ISABEL assumiram o controle da empresa enriquecendo muito e nunca esperando a sua volta.
CENA 6 - (ANTONY sentado e sua esposa ao seu lado)
ANTONY - Se reúna com eles e resolva esse problema, porque não tenho estômago para isso.
ISABEL ­ Eu é que deveria está sentada nessa cadeira.
ANTONY ­ Olha aqui, você ganha bem e sempre ganhará enquanto eu estiver aqui, se eu sair a diretoria te engole porque é uma mulher e você sabe disso.
ISABEL ­ Claro que sei e você acha que eu não te tirei dai ainda por que?
ANTONY ­ É muito pretensiosa.
ISABEL ­ Você acha que o NABUCO voltará?
ANTONY ­ Não sei. Já se passaram 6 anos e nada, nem o seu filho quer saber da empresa.
ISABEL ­ Aquele só quer viver de renda.
ANTONY ­ Já tenho a minha Universidade Cristã, se ele voltar já consegui o que queria, a não ser que arranjássemos uma maneira de passar essa empresa pro nosso nome.
ISABEL ­ Você me prometeu viver só viajando quando tivesse a universidade, agora eu quero metade dessa empresa. ( alguém bate) Já sei quem deve ser.
OS DOIS ­ O pastor!!
ANTONY ­ Aproveita e ligue para aquele cabeleireiro da igreja e peça que venha cortar o meu cabelo.
ISABEL ­ Aquele é outro interesseiro, não sabe o que quer da vida, é como um barco que vira pra lá e pra cá, ele sabe que você tem dinheiro e cobra mais caro do que devia.
ANTONY ­ Pare de falar da vida dos outros, ele é um coitado.
ISABEL­ (Sai de cena) Entra o pastor QUEIXADA.
QUEIXADA ­ Que bom te ver ANTONY!! Como vão as coisas?
ANTONY ­ Bem, pastor. E o que te manda aqui?
QUEIXADA ­ Uma cruzada meu irmão.
ANTONY ­ Vai fazer ou participar?
QUEIXADA ­ Vou assistir em Jacksonville o Bênerrir. Tremendo! preciso um pouco daquele poder e só buscando, por isso preciso ir e levar uma caravana da igreja e…
ANTONY ­ Precisa de dinheiro pro aluguel do ônibus?
QUEIXADA ­ Que ônibus, o que! Vamos de van, umas 10 dá para levar o pessoal que eu escolherei a dedo.
ANTONY ­ E como será essa escolha?
QUEIXADA ­ Os dizimistas e ofertantes fieis a igreja, e os que cooperam comigo.
ANTONY ­ O.k., faca um balanço de quanto vai gastar …
QUEIXADA ­ (mostra um papel) Aqui está todo o custo, desde a saída nas vans, hotel e alimentação para o grupo.
ANTONY ­ Mas não era só…
QUEIXADA ­ Faça um esforço meu amigo e Deus te recompensará, afinal você pode herdar tudo isso se investir na obra.
ANTONY ­ Se o NABUCO estivesse aqui…
QUEIXADA ­ Não me fale nesse pão duro! Desviado que sempre ajudou pouco. Oro por ele, mas não voltará mais para cá, é um infiel e esse Deus não restabelece mais.
ANTONY ­ Você tem certeza pastor?
QUEIXADA ­ Com toda a certeza ou meu nome não é QUEIXADA.
ANTONY ­ Mas eu conversei com o DANIEL e ele me disse que NABUCO ficará fora por uns tempos e depois voltará.
QUEIXADA ­ Ele não sabe de nada! Tempos pode ser 17, 27, 70, 700 ou nunca mais.
ANTONY ­ Prefiro esperar mais um pouco.
QUEIXADA ­ Enquanto isso nos ajude de verdade, invista pesado na igreja e será recompensado.
ANTONY ­ A ISABEL levará a noite na igreja o cheque e te garanto que será uma surpresa, apenas ore para Deus me dar muita prosperidade.
QUEIXADA ­ Dependendo do cheque a minha oração vai ser mais fervorosa, porque vou ver uma transformação em seus atos para conosco. (vai saindo)
ANTONY ­ Deixa comigo pastor.
ISABEL ­ (Volta) Até quando vai sustentar o pastor?
ANTONY ­ Até que isso tudo seja meu, depois ele dança.
ISABEL ­ É muito fácil dá o que é dos outros.
ANTONY ­ Você daria?
ISABEL ­ Talvez, por algum interesse. Não somos só nós que fazemos as coisas buscando outras, muitos pastores também, eles não pensam nas ovelhas, só nos seus dízimos.
ANTONY ­ É a mais pura verdade. Hoje não sabemos em quem confiar.
ISABEL ­ Vai cada cara de pau na igreja, e chega bem arrumado com carrão e é recebido com honras pelos pastores e nem querem saber quem é o indivíduo.
ANTONY ­ Conosco não é assim? Estamos lá por estar, e nos enfeitam todos os cultos.
ISABEL ­ Você vai por ir, eu não, sou uma cantora e tenho um ideal.
ANTONY ­ Que beleza!! Ligou pro cabeleireiro?
ISABEL ­ Já deve estar chegando!
ANTONY ­ Peça para ele ir pra sala vip assim que chegar. (sai de cena)
ISABEL ­ (pensamento em alta voz) Você que se cuide! Vou tirar todo o dinheiro que puder, o Daniel disse que o NABUCO vai voltar e tenho minhas dúvidas, mas não posso brincar, ele não gosta de mim e nem eu dele, mas por via das dúvidas… vai que o NABUCO volta mesmo.
DANIEL ­ (entrando) Como vai ISABEL?
ISABEL ­ Daniel! Que surpresa! Que deseja tão repentinamente?
DANIEL ­ Estou aqui para avisá-los que preparem a volta do NABUCO, o seu exílio está no fim.
ISABEL ­ Volta?! Mas realmente ele voltará?
DANIEL ­ Assim como você me vê, você o verá sentado nessa cadeira e assumindo sua empresa.
ISABEL ­ Mas e você, o que acha?
DANIEL ­ Eu não acho nada, se Deus falou, tá falado e ai daquele que for contra a sua vontade… preparem a volta do NABUCO e Deus abençoe a vida de vocês. (sai - B.O ­ musica)
NARRADOR ­ Chegado os sete anos, se cumpriu a palavra do Senhor e todos que achavam que ela não se cumpriria se decepcionaram, e muito se angustiaram por perceber que NABUCODONOSOR seria novamente posto onde nunca deveria ter saído, se ele tivesse se humilhado perante o Todo- Poderoso e criador de todas as coisas.
CENA 7 - (NABUCO cabeludo, unhas sujas, roupas rasgadas numa rua qualquer da cidade. Andando pela rua procurando algo pelo chão, escuta uma voz)
VOZ DO CEU - A fim de que conheçam os viventes que o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos
homens, e o dá a quem quer, e até ao mais baixo dos homens constitui sobre eles.
NABUCO ­ (Voltando o seu entendimento se coloca de joelhos ­ musica) Glorias, glorias ao seu
nome meu Deus!! O que vive para sempre e cujo reino é de geração em geração. Todos os moradores da terra são sepultados em nada; segundo a sua vontade Ele opera no exército do céu e nos moradores da terra. Não há quem lhe possa deter a mão, nem lhe dizer: Que fazes?
Agora, eu NABUCODONOSOR, louvo, exalto e glorifico ao Rei do céu, porque todas as suas obras são verdade, e os seus caminhos justos, e pode humilhar aos que andam na soberba. Obrigado meu Deus!! (aparece DANIEL que o abraça e o leva para casa)
DANIEL­ Venha, vamos para casa, de onde nunca deveria ter saído, hoje chegou o grande dia, o dia da tua vitória. Tu reconheceu que só existe um grande dominador que é o Senhor Jesus, autor e consumador da nossa fé e pelo seu grande amor teve misericórdia de sua vida, venha vamos para casa. (musica aumenta ­ B.O)
NARRADOR ­ NABUCODONOSOR foi restabelecido e voltou para o meio dos homens e assumiu a sua empresa glorificando e exaltando o nome do Senhor para sempre e a sua glória aumentou.
ANTONY continuou ao seu lado. ISABEL foi demitida e o pastor QUEIXADA não recebeu mais ajuda. As vezes acontecem coisas em nossas vidas com a permissão de Deus e não entendemos o porque, existirá sempre lobos devoradores no meio das ovelhas e joio no meio do trigo, mas cabe a nós buscarmos o Todo- Poderoso, orando e nos humilhando, para que nos dê discernimento, sabedoria e entendimento nesses últimos dias que antecedem a vinda do Senhor.

 

NAN BREVES

Autores: 
Estilos: 
Diversos: