O CASAMENTO DE CREMILDES

Versão para impressão

O CASAMENTO DE CREMILDES O casamento de Genovéio e Cremerildes está próximo.

Eles pouco se ouvem ou se entendem
Genoveva, a mãe de Genovéio, vem da capital e faz pouco caso de suas origens sertanejas.
Filó tenta de fazer o casamento de Cremerildes por ela mesma, mas dá tudo errado.
Genovéio, Lunga e Cremerildes ansiosos e inseguros, querem tudo dê certo.
Genonovo, irmão de Genovéio, tenta tranquilizar todos...

 

Personagens:

 

GENOVÉIO:
CREMERILDES:
FILÓ:
LUNGA:
GENOVEVA:
GENONOVO:
LOCUÇÃO:
PASTOR:

Proposta: Referenciando à estética da telenovela, O Casamento de Cremerildes traz a seguinte trama: com o casamento de Genovéio e Cremerildes às portas, muitas confusões acontecem por que eles pouco se ouvem ou se entendem: enquanto Genoveva, mãe de Genovéio, vem da capital para o interior e faz pouco caso de suas origens sertanejas, Filó não percebe como suas tentativas de fazer o casamento de Cremerildes por ela mesma teimam em não dar certo. Além disso, Genovéio, Lunga e Cremerildes expressam, cada um à sua maneira, a ansiedade e as inseguranças para que tudo dê certo, enquanto que Genonovo, irmão de Genovéio, tenta ajudar todos a se tranquilizarem para o melhor resultado. Mas, diante dos imprevistos que acontecem, eles aprenderão: o amor de Deus não impedirá o cumprimento de Seus planos, mesmo com tantos desvios que parecem nos levar para outras direções.

 

PARTE 01

 

Trilha Sonora – Abertura

Locutor: Está entrando no ar o mais novo campeão de audiência da sua Rede Yeshua de Televisão: “Pamonhas do Coração”. No Capítulo Anterior...

GENOVÉIO: (entregando flores) Cremerildes, eu amo tu, criatura!

CREMERILDES: Ah, Genovéio! Você ta de 171 comigo faz mais de cinco ano!

GENOVÉIO: E o qui tu qué q’eu faça, pelamordedeus?

CREMERILDES: Eu quero que ocê case cumigo!

GENOVÉIO: Mas agora, Cremerinha, num dá pra isperá mais um ‘cadin’ naum?

CREMERILDES: Nada disso! Tem que sê esse mêis! Kamylla e Luanna já noivaro. Daqui a pôkinho, Leninha e Manuela passa na minha frente!

GENOVÉIO: Tá certin, intaum. Mêis que vem a gente casa!

 

Trilha Sonora – Abertura

 

Locutor: É essa saga que você acompanhar na sua telenovela “Pamonhas do Coração”. Capítulo de Hoje: O Casamento de Cremerildes

Cremerildes e Filó, sua mãe, estão entrando em cena. Cremerildes está terminando de colocar o vestido por cima da roupa.

CREMERILDES: Ai, mainha. Ta apertado!

FILÓ: Eu disse pra você num se atolar de rapadura e pé-de-muleque, sua ranheta!

CREMERILDES: Mas os docinho de Dona Vilminha são arretado de bom, mainha!

FILÓ: Fia, para de recramá e de engordá pr’eu pudê terminá essa custura!

CREMERILDES: (Filó espeta com a agulha) Ai, mainha! A sra nem ta enxergando a linha!

FILÓ: Ocê me respêtche, que eu sô a mio custurêra de Xexéu!

CREMERILDES: (irônica) Só tem a sinhora mermo! (Filó espeta-a de propósito) Aiii!

FILÓ: Eu disse procê me respetchá! (continua a costura) Sim, falano em respêtcho, cadê Genovéio?

CREMERILDES: Foi catar a mãe dele na rodoviária. Ela ta vino da capitar.

FILÓ: Oia, qui chiqueza!

Cremrildes: E num é! Ela mora num bairro nobre de lá! Um tar de Ôro Preto!

FILÓ: Ê lêlê! De ôro, ela deve de ta chêa intão!

LOCUÇÃO: Enquanto isso, na rodoviária...

GENOVÉIO: Mainhaaaaa!! Óia, eu to aqui, eu to aqui!

GENOVEVA: (entrando com de salto alto, peruando) Eu num guento essas probeza de Abreu e Lima! Essas intregação, mô Deus, devia ser banida da face da terra!

GENOVÉIO: Ô, Mainha, borá logo, qui a gente vai caba se atrasano!

GENOVEVA: E ocê acha que eu vô sem minhas coisa?

GENOVÉIO: A sinhora truxe o quê?

GENOVEVA: Seu irmão ta vino cas mala! Genonovo! Vem cá, traste!

Genonovo entra, tropeçando nas malas, usando um terno horrível, sapatos de cores diferentes, com cadarços coloridos, nada combinando.

GENOVEVA: Oia o que ocê feiz, infeliz!

GENONOVO: Ah, mãe, num to acustumado cum essas rôpa! Divia de ter trazido minha chinela!

GENOVEVA: Nem me fale nisso, Genonovo! Nada de Havaiana por aqui! A gente é tudim chique, meu querido!

GENOVÉIO: Ocês querem ir andano, pu favô?!

GENOVEVA: Vamo, sim, mô fio! Vamo! Cadê seu carro?!

GENOVÉIO: Ta logo ali, mainha! Borá simbora! (saem)

Cremerildes e Filó entram.

CREMERILDES: Mainha, foi esse o cocrete qui a sinhora feiz?

FILÓ: Foi, sim, minha fia! Como ta?

CREMERILDES: (tentando mastigar) Ta óoooootimo!

FILÓ: Ah, fia. Brigada! (se vira e Cremerildes joga fora) E eu achava qui tinha fartado um cadin de fermento!

CREMERILDES: Foi isso que a sra fez pro casamento?

FILÓ: Foi, sim, fia. Mar de quinhento! Todo mundo vai cumê!

CREMERILDES: Mal vejo a hora!

LUNGA: (entrando) Ô, minha fia!

CREMERILDES: (correndo para ele) Painho!

 

LUNGA: Cê ta linda, Cremerildes!

 

CREMERILDES: Brigada, painho!

 

LUNGA: Ainda dá prá disistí, vu?

 

CREMERILDES: Mainhaaaa.... Manda ele pará!

 

FILÓ: Para com isso, véi!

 

LUNGA: Qui foi? Só num quero forçá ela a nada!

 

FILÓ: (Lunga começa a comer um croquete) Eu ti conheço, visse, véi!

 

LUNGA: Que estopa é essa aqui, mulé?!

 

FILÓ: Cocrete! Que tem?

 

LUNGA: Quase que eu quebro minha chapa cum isso aqui! (atira longe o croquete)

 

 

Trilha Sonora - Som de cachorro ganindo

 

LUNGA: Ta vendo?! Dá pra tu matá um cum um troço desse!

 

FILÓ: (pegando a bandeja e saindo) Ocês num entende de nada! Eu só a mió cuzinhêra de Xexéu!

 

 

Trilha Sonora – Motor explodindo ou carro emperrando

 

GENOVÉIO: Quebrô, mainha!

 

GENOVEVA: Mar de novo, Genovéio?! É a tercêra veiz já!

 

GENOVÉIO: Carro usado, né, mainha?

 

GENOVEVA: Abusado cê qué dizê, né?

 

GENONOVO: E agora, a gente faz o quê?

 

GENOVÉIO: Manda o burro arrastá!

 

GENONOVO: Tudo eu! Tudo eu!

 

GENOVEVA: Dêxe ele, Genovéio! Ô, mô bebê mar lindo!

 

GENOVÉIO: Bora andano, intão! O casamento é daqui a uma hora!

 

LOCUÇÃO: Será que Genovéio conseguirá chegar a tempo para o casamento? E Cremerildes, vai agüentar esperar muito tempo? Isso e muito mais você verá na sua “Pamonhas do Coração”.

 

 

PARTE 02

 

LOCUÇÃO: E agora, estamos de volta com “Pamonhas do Coração”

 

 

Trilha Sonora – Marcha Nupcial + Scratch (Ruído de Agulha de Vitrola)

 

Cremerildes entra pelo centro, junto com Lunga. Filó aguarda à frente.

 

LUNGA: Cadê aquele traste, veia?!!

CREMERILDES: É, mainha! Cadê meu noivo?

FILÓ: Era o que eu ia te dizer, Cremerildes! Ele num chegou ainda!

CREMERILDES: E ele num ligou nem nada?!

FILÓ: Celular num xegou aqui naum, minina! Tas bestando, é?

CREMERILDES: Afee! Em Xéxeu num chega nada também!! Nem Genovéio! Opaí, Mainha, a igreja ta toda cheia! Vai ficar todo mundo mangano de mim!

FILÓ: Calma, minha fia, calma! Daqui a pôquinho Genovéio chega!

LUNGA: (puxando a peixeira da calça) Ele num ta nem doido de fartá! Você vai ser viúva antes de casá, minha fia!

Cremerildes começa a chorar comicamente.

CREMERILDES: Manda ele pará, mainhaaaaa!!!

LOCUÇÃO: Enquanto isso, em algum lugar de Xéxeu...

Entram Genovéio, Genoveva e Genonovo, cansados, quase caindo, com os sapatos nas mãos, camisas na cabeça, quase se arrastando.

GENONOVO: Ahhh, finalmente! Um posto de gasolina!!

 

GENOVÉIO: Nossa sarvação!! Glóóóórias a Deussss!!! Tem uma moeda aí, Genonovo?

 

GENONOVO: Acho que sim! Serve cruzado?!

 

GENOVÉIO: Manda!

 

GENOVEVA: O que cê pensa que vai fazê, Genovéio?!

 

GENOVÉIO: Vô ligá pra Cremerildes pra avisá onde to, mainha!

 

GENOVEVA: O quê?!! Nada disso!! Cê vai me levar imbora daqui!

GENOVÉIO: Mas eu vô pro meu casamento, mainha! Mi dêxe!

GENOVEVA: Cê ainda pensa em ir pra lá, mô fio?! Me leve imbora daqui agora!! Num quero ficar mais um sigundo nesse pardiêro!

GENONOVO: Mas e o casório dele, mainha?!

GENOVEVA: Ah, eu até ia, mas não suporto essas pobreza! Aquele povo desdentado, aquelas crianças catarrenta! Affff!!!

GENOVÉIO: Foi esse povo qui eu aprendi a gostá, mainha! Se tem uma coisa que eu aprindi cum Deus foi a num olhar o povo de cima, mas gostá de cada um do jeito que eles são! (saindo)

GENONOVO: (seguindo) É isso aí, Véio!

GENOVEVA: Cê vai me dêxá aqui, mô fio!

GENOVÉIO: A sra dê xá eu casá que daqui a pôquin eu vorto, tá?!

Genovéio e Genonovo saem.

LOCUÇÃO: Será que Genovéio e Cremerildes ainda casam nesse capítulo? E Genoveva, vai agüentar muito tempo na cidade? Isso e muito mais você verá na sua “Pamonhas do Coração”.

 

PARTE 03

 

LOCUÇÃO: E agora, estamos de volta com “Pamonhas do Coração”

FILÓ: Cinco horas de atraso já, minha fia!

CREMERILDES: Cê qué que eu disista, é, mainha?

FILÓ: Eu to achano que ele disistiu, minha fia! É mio cê se conformá!

CREMERILDES: Me conformá em sê titia pra sempre?! Nunca nessa vida!

Pessoas começam a se levantar das cadeiras e sair.

LUNGA: Ó, mulé! Os convidado tão ino s’imbora!

CREMERILDES: Ai, mais isso naum!! Ô, mainha, faz arguma coisa!

FILÓ: Só um insntantinho! (para pessoas) Ô, minha gente! Cês num sabem! SE ocês guentarem mais um cadin, vai ter o bolo e o ‘estragodeonofre’ que eu fiz!!!

As pessoas continuam a ir embora.

LUNGA: Ó aqui, minha gente! Se ocês cuntinuare a ir s’imbora, eu vô obrigá ocês a comer a gororoba de Filó todinha!!!

As pessoas correm.

FILÓ: Ocê é simpático, né, véi?!

Cremerildes começa a chorar comicamente.

CREMERILDES: Opaí, todo mundo foi s’imbora! Num vai ter mai convidado, painho!

LUNGA: Ara, pra que cê ia querer aquele bando de morta-fome no teu casamento, minina? Cê já ia ter aquele infiliz de qualqué jeito!!

GENOVÉIO: (entra correndo) Essas palavras de sabiduria só podia vim do sinhô, né, sogrão?!

CREMERILDES: (corre para abraçá-lo) Genovéio!!! Ond’é que cê tava?!

GENOVÉIO: Uma longa história! Borá casá logo, né, minha fia?!

FILÓ: Pastô, acorde, vá! Chego a hora!! Bora, bora!

PASTOR: Muito bem, estamos aqui nessa noite para reunir em matrimônio...

GENOVÉIO: Corte as formalidade, meu sinhô! Corri tanto e quero receber logo a bença!

CREMERILDES: Mas como é que vi sê sem convidado, sem um bolinho gostoso, sem sargadinho legar?!

GENOVÉIO: Foi Deus que abençoô o nosso amô, Cremerildes! A gente num pricisa de nada disso prá sê filiz!

Genoveva entra batendo palmas.

GENOVÉIO: Mainha?!

GENOVEVA: To veno que ocê mama mermo essa minina, mô fio!

PASTOR: Qui bunito! Continuano... Você, Genovéio da Silva..

GENOVÉIO: Só um cadin, Pastô! (a Genoveva) Sério, mainha?!

GENOVEVA: Eu vi agora que Deus ta mermo fazendo parte dessa escolha!

LUNGA: Pode de tê certeza, minha sinhora! Pus quê eu num ia dêxá minha fia casá cum quarqué Zé culé que aparece na frente de casa!

PASTOR: CONTINUANDOOOO!! Você, Cremerildes de Souza e...

FILÓ: (caindo em cima de Lunga) Ai, achu que foi dismaiá de imoção... Minha bebezinha casano!!!

LUNGA: Dêxa da tua bestêra, véia!!!

PASTOR: EU VOS DECLAROOOO... MARIDO E MUIÉ!!! PRONTO, CABÔ-SE!!

LOCUÇÃO: E esse foi o final feliz da radionovela das multidões: “Pamonhas do Coração”!

 


Grupo: Ministério Yeshua de Artes Cênicas

Blog: www.myeshua.blogspot.com

Youtube: www.youtube.com/user/myeshuape

E-mail: myeshua.idop@gmail.com


 

 

Estilos: 
Diversos: