O RESFRIADO DA ANINHA

ANINHA "de cama" - O RESFRIADO DA ANINHA

Nestes dias de PANDEMIA, dias de afastamento, dias de reclusão; Recomendo esta peça!
É um monólogo(pode ser preparada sem a aglomeração que está restrita no mundo).
Fala de um resfriado(O mundo todo está em ritmo mais lento por causa de um resfriado).
Sugestão: Prepara em casa, faz um vídeo, mostra pros amigos...
Aninha está muito doente por causa da sua desobediência com seus pais.
Neste monólogo ela vai contar a grande lição que aprendeu.
 a lição vale pra todos.

Personagens: Aninha
Cenário de um quarto de criança, com a cama desarrumada, brinquedos espalhados, um abajur e várias decorações.
ANINHA: (entra no quarto vestida de pijama e segurando um ursinho de pelúcia). Olá, desejo todos a Paz do Senhor.
Eu me chamo de Ana Beatriz, mas vocês podem me chamar de apenas de Aninha.
Eu estou muito doente... eu peguei um resfriado, e eu sou culpada disso. (Espirro Alto).
Estou doente faz 3 dias e durante esses dias, o Papai do Céu me ensinou uma lição muito valiosa e eu quero compartilhar com vocês. (Sentada na cama enquanto segura o ursinho de pelúcia).
Tudo começou quando minha mamãe e meu papai falaram que eu deveria levar os cobertores bem quentinhos para o retiro.
Mas eu falei que eu não queria porque o dia estava bem lindo.
Minha mamãe e meu papai continuaram falando para levar, porque iria fazer muito frio e eu poderia ficar doente.
Mas quando eles saíram do meu quarto, eu gritei com eles falando assim: “Nossa, vocês são muito chatos, eu não quero levar os cobertores! ” E então, eu tirei todos os cobertores da minha mala e fui para o retiro.
Chegando no retiro, eu estava muito animada e tinha um almoço muito delicioso, porém aconteceu algo muito nojento.
O meu coleguinha, sem querer, espirrou dentro do meu prato e eu comi tudo pensando era estrogonofe.
Eca! Foi a coisa mais nojenta...
E para piorar minha situação, quando chegou a noite, eu estava com muito frio e fui pegar os cobertores, mas então eu lembrei que eu tinha tirado da minha mala.
Foi a noite mais fria da minha vida e eu estava com muita vergonha em pedir um cobertor para os meus coleguinhas.
Quando amanheceu eu fiquei doente e peguei um resfriado....
Eu fui embora mais cedo do retiro, tudo porque eu desobedeci minha mamãe e meu papai.
Eu fiquei ainda mais triste, foi quando estava lendo a Bíblia e nela estava escrito: “Honrar pai e mãe para que os seus dias na Terra se prolonguem...”
Eu descobri estava desobedecendo o Papai do Céu também.
Então eu fiz uma decisão: eu vou obedecer meu papai e minha mamãe sempre, porque eles me amam muito é querem apenas o melhor para mim e ser uma boa filha.
Agora eu vou dormir....
Estou com sono, eu tenho que ir para escola amanhã.
Mas antes, vamos falar com o Papai do Céu comigo?
O que eu disser vocês repetem, agora fechem os olhos e vamos orar:
“Papai do Céu, obrigado por me proteger e me amar de todo coração.
Papai do céu protege minha mamãe e meu papai contra todo mal e muito obrigado por ter me ensinado uma lição, que é obedecer e respeitar o meu papai e minha mamãe, amém!”
(Indo para cama e pegando seu cobertor)
Não esquece da lição que falei para vocês, boa noite que Deus proteja todos...
(deita na cama e desliga a luz do abajur)
Para dúvidas, sugestões e elogios relacionado as peças de teatro minha autoria, entre contato comigo através do e-mail: italo_carlos@outlook.com

Estilos: 
Diversos: 
nº de personagens: