O NATAL ESTÁ À PORTA

Versão para impressão
Presépio entre símbolos natalinos

Duas meninas estão ansiosas pela chegada do Natal, uma delas ouviu o comentário, feito pela avó, dizendo que “o Natal está à porta”. Este comentário aumentou a ansiedade e gerou confusão.

A avó das meninas com muito carinho e paciência explica o que de fato é o Natal, o que Jesus veio fazer...

(INTRODUÇÃO - MÚSICA: “NASCEU JESUS”, DE ALINE BARROS, OU INSTRUMENTAL DE MÚSICA NATALINA - UMA SIMPÁTICA VOVOZINHA, SENTADA NUMA POLTRONA, LENDO UMA REVISTA NATALINA – PASSAM, POR DUAS VEZES, DUAS CRIANÇAS CORRENDO, A DA FRENTE (NATHÁLIA) DANDO RISADAS, SENDO OBSERVADAS ATENCIOSAMENTE PELA VÓ ATÉ SAÍREM).

 

MARIANA: (OFF) Nãooooo! Você não vai abrir! (Gritando) Vó!!! (Vó para de ler e olha em direção as crianças) Vó!!!!!!!!

VÓ: Oi... (T) O que foi Mariana? (T) Mariana!

MARIANA: (OFF) Eu vou falar pra minha vó, você vai ver.... (entram – Mariana na frente) Vó...

VÓ: Falar o que minha neta? O que está acontecendo? (Igreja) Por que tanta agitação dessas crianças?!

MARIANA: (Pausadamente) A mamãe falou que precisamos ter educação.

VÓ: Muito bem! A sua mãe está certíssima. Educação se aprende em casa... (T) Mas o que está acontecendo? (As crianças se olham) Quem vai me contar o porquê dessa falação toda. Estou esperando! (Observa as duas) Vão ficar caladas? Será que o gato comeu a língua das minhas netinhas, hein?

MARIANA: A Nathália vó. (Apontando Nathália) Eu bem que te avisei que eu ia contar. (T) Ela queria abrir a porta pra ele entrar.

NATHÁLIA: Queria não. Eu quero e vou abrir a porta pra ele entrar.

MARIANA: Não vai abrir mesmo, porque eu não vou deixar.

VÓ: Parem meninas! (Elas tentam falar – Vó faz sinal de silêncio e diz pensativa). Quem vai entrar?! Quem está lá fora afinal?! (Autoritária - falando alto) Quem está aí? (T) Eu vou chamar a polícia hein, eu vou ligar pro 1, 9, 0. (Sorrir para as netas querendo passar tranquilidade – segurança – em seguida volta a ser autoritária) Responda... Eu vou chamar a polícia...

MARIANA: Não vó! Nada de polícia. Eu vou explicar tudinho pra senhora.

NATHÁLIA: Eu conto, porque foi eu que escutei a vó falando pra minha mãe e pra tia. (T) A senhora disse outro dia, que eu me lembro, (T) que o natal tava na porta. (Vó sorri) Falo sim, que eu escutei, vó.

MARIANA: E ela vó, ta querendo abrir a porta pro natal entrar.

NATHÁLIA: Eu vou abrir.

MARIANA: Não vai abrir nada. Eu não deixo, não deixo, não deixo!

NATHÁLIA: Ta vendo vó, ela fica me irritando.

VÓ: (rindo) Parem, eu já disse!

MARIANA: Mas vó, é um absurdo ela abrir a porta pro natal entrar.

NATHÁLIA: Mas a vó disse que ele ta na porta. (Nervosa, diz pausadamente) A senhora não falo assim: É gente o natal ta na porta. Não falo, não falo? (Irritada) Diz pra ela vó, que eu não to mentindo.

MARIANA: Eu não disse. Eu não disse que você tava mentindo. (Didática) Presta atenção Nathália. (T) Assim... (T) Você não pode abrir a porta pro natal entrar, (Pausadamente) você tem que esperar o natal bater na porta, entendeu? Não pode abrir assim. Tem que esperar ele bater querendo entrar. (Resmungando) Não sabe esperar, sem educação, sem noção.

VÓ: (Rindo) O natal ta na porta é uma expressão, uma maneira de dizer, que está chegando o natal. O natal é uma data comemorativa.

MARIANA: (Empolgada) Eu sabia!

NATHÁLIA: Ela não sabia nada vó. (Imitando a Mariana) Você tem que esperar o natal bater na porta, entendeu? Não pode abrir assim. (censurando-a) Sabia, sabia.(T) Sabia nada!

VÓ: Quanta ansiedade das minhas crianças para a noite de natal.

MARIANA: Quero que o natal chegue logo. Ganhar presente, presente e mais presente.

VÓ: Vocês sabem o significado do natal?

MARIANA: Presentes, amigo oculto, comida...

NATHÁLIA: Um monte de presente vó... (Vó sinaliza que não) Amigo X? (Vó sinaliza que não) Um monte de comida na mesa. (Vó sinaliza que não).

MARIANA: Arrumar a casa pro natal? (Vó sinaliza que não) Mas a mamãe arruma a casa pro natal.

NATHÁLIA: Arruma sim vó.

VÓ: Mas não é isso!!!

MARIANA: Árvore de natal? (Vó sinaliza que não)

NATHÁLIA: Se não é tudo isso que a gente falo vó, (T) é o que então?

VÓ: Sentem aqui, bem pertinho da vozinha de vocês, porque eu vou explicar direitinho qual é o verdadeiro sentido do natal. (Abre a revista e lê a história – pode ser decorada ou lida como contadora de história) Nessa época do ano todos falam de festa, presentes, comidas, decoração, mas também falam do nascimento físico de Jesus. Mas Jesus deseja habitar, morar espiritualmente dentro de cada um de nós.

MARIANA: É?!

NATHÁLIA: Conta mais vó!

VÓ: O dia 25 de dezembro foi separado para comemorar o nascimento de Jesus Cristo. Mas essa data acaba sendo associada a trocas de presentes e cartões, mensagens virtuais, músicas natalinas, festas nas igrejas, pisca-piscas, muita iluminação nas casas, ruas, cidades... Mesas fartas de comidas... E existe, minhas netinhas, muito desperdício, exagero de comida nessas ceias de natal, enquanto outras pessoas passam necessidade nesse dia. (T) Não há problemas em ter tudo isso, mas ostentar, fazer festa quando não se pode, para se sentir bem ou mostrar que fez, é triste, porque a festa acaba, o vazio continua e ainda sobram as contas para pagar.

MARIANA: O natal é o nascimento de Jesus. Então a festa é pra ele?

VÓ: Exatamente minha netinha, a festa é para Jesus, lembrar do Seu nascimento e o porquê da vinda dEle nesse mundo. Infelizmente muitos fazem a festa, mas não convidam o aniversariante. Essa festa não faz sentido sem o aniversariante. Vocês não concordam?

NATHÁLIA: Sem o dono da festa vó, a festa fica chata.

MARIANA: Vó como Jesus nasceu?

VÓ: José e Maria, os pais de Jesus viajaram de Nazaré para Belém... Então Maria deu à luz o seu primeiro filho. Enrolou o menino em panos e o deitou numa manjedoura, pois não havia lugar para eles na pensão. Naquela região havia pastores que estavam passando a noite nos campos, tomando conta dos rebanhos de ovelhas. Então um anjo do Senhor apareceu, e a luz gloriosa do Senhor brilhou por cima dos pastores. Eles ficaram com muito medo, mas o anjo disse:— Não tenham medo! Estou aqui a fim de trazer uma boa notícia para vocês, e ela será motivo de grande alegria também para todo o povo! Hoje mesmo, na cidade de Davi, nasceu o Salvador de vocês — o Messias, o Senhor! Esta será a prova: vocês encontrarão uma criancinha enrolada em panos e deitada numa manjedoura. No mesmo instante apareceu junto com o anjo uma multidão de outros anjos, como se fosse um exército celestial. Eles cantavam hinos de louvor a Deus, dizendo: - Glória a Deus nas maiores alturas do céu! E paz na terra aos homens de boa vontade.

MARIANA: Linda a história de quando Jesus nasceu.

VÓ: Jesus veio ao mundo para nos salvar, esse é o sentido do natal. Quando convidamos Jesus para entrar em nossa vida, em nosso coração, Ele entra, passa a morar em nós e tudo se transforma!

NATHÁLIA: Jesus é o meu herói, o maior de todos...

VÓ: Como vocês disseram que o natal está chegando, está à porta. Tenho uma boa notícia para vocês. O aniversariante também está à porta e quer entrar.

MARIANA E NATHÁLIA: (empolgadas) Legal, vó!!!

VÓ - Bem minhas queridas netinhas já sabem qual é o verdadeiro sentido do natal. Muita gente tem deixado o natal entrar e deixado Jesus Cristo do lado de fora. Temos O NATAL E O SENHOR DO NATAL. Se deixarmos o natal entrar, teremos apenas uma comemoração sem o aniversariante, a festa acabará e depois continuará o vazio. Porém, se deixarmos o Senhor do natal entrar, aí sim faremos uma festa de verdade pelo nascimento de Jesus em nosso coração, em nossa vida. A bíblia fala que há festa no céu quando alguém recebe Jesus como único e suficiente Salvador. Não basta iluminar a casa, as ruas, praças, cidades, porque depois passa, mas com Jesus em nossas vidas temos a luz que permanece para sempre. (1 João 1:7) Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.

MARIANA: Eu quero abrir a porta vó.

NATHÁLIA: Eu também quero.

VÓ: Mas as minhas netinhas já sabem para quem abrirão a porta? Quem deixarão entrar? Escutem o que diz o aniversariante, está escrito na bíblia, Jesus diz (coloca as mãos no ouvido como escutasse algo): - Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo. (Ap. 3:20) (repete pausadamente) - Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.

(MARIANA E NATHÁLIA PULAM EUFÓRICAS PARA ABRIR A PORTA)

F i m!

Louvo a Deus pela vida do meu amigo e irmão, Carlos Fernandez (Santos/SP), que foi usado por Deus para me motivar a escrever esse simples texto, mas de grande reflexão sobre o verdadeiro sentido do Natal. Que Deus abençoe em todo o tempo o Carlos, sua esposa Fernanda, sua filha Nathália e a você que leu esse texto.  Abraço, Gilmar Branco

Contato com o autor mipraide@yahoo.com.br

O Autor no Facebook: Gilmar Branco Oficial

 

Autores: 
Datas: 
Estilos: 
Temas: 
Diversos: