MORRER OU NEGAR A JESUS E SUA PALAVRA?

Versão para impressão

DIA DA BÍBLIA

Personagens

BENEVIDES, VALMIR, VILMAR e RAMALHO; Guardas
CALEBE, o Delegado
APARECIDO, MARLI, ARIANE, NATALINO, SIRLEY e VERA

 

 

(Dois irmãos de direções diferentes entram em cena)

APARECIDO: (Sem Bíblia) - Irmã!!! Parece assustada!?

MARLI: (com Bíblia) – Sim, e muito! Estou tentando escapar dos militares! Estava com um pequeno grupo pregando o evangelho nos arredores, quando fomos surpreendidos por eles. Alguns dos nossos conseguiram escapar

APARECIDO: Você Também!? Estou na mesma situação! Fugindo, estava evangelizando em uma aldeia não muito longe daqui, há um pequeno grupo, quando começaram a me perseguir... Consegui escapar, mas minha bíblia caiu, ficou para trás.

MARLI: Aqui na Coréia do Norte é muito difícil trabalhar missões, quem vem para cá, tem que estar disposto a morrer pelo evangelho. Admitir que é cristão aqui, é o mesmo que se sentenciar a morte.

APARECIDO: Mas se não pudermos levar a palavra de Cristo a essa gente, o que teremos a oferecer a eles?

MARLI: Claro! E mais do que nunca temos que nos apegar a Palavra, nos esforçarmos para divulgarmos o que nela esta escrito, com amor, não há porque temermos as autoridades, os julgamentos dos homens, podem até atingir nosso corpo, mas não podem atingir nossa alma, que louva e adora ao Senhor.

APARECIDO: E se formos capturados, se o nosso sangue se derramar por causa do evangelho... Saberemos que fizemos a vontade do Pai aqui na terra e para sempre estaremos com ele na Nova Jerusalém! Mas do que nunca, estou disposto a tudo para pregar aos povos que não conhecem a este Deus maravilhoso.

ARIANE: Aparecido , Marli , já estou sabendo que estão a procura de vocês... Olha, vou lhes dar um conselho, se te pegarem; neguem tudo quanto ao cristianismo, vossas vidas dependem disto.

 

MARLI: Mas quando nos ouvirem, entenderam que não há culpa em nós.

ARIANE: Vocês não estão entendendo. Não haverá debate, justificativas... Terão que dizer apenas isto: “ EU RENEGO” - “ RENEGO AO CRISTIANISMO, A CRISTO, A BÍBLIA”.

APARECIDO: E por acaso erramos? Se acha que erramos, então diga onde o fizemos.

ARIANE: Erraram ao ficarem por aí pregando a Bíblia.

MARLI: Se o povo pudessem ler a Bíblia, iriam entender o amor de Deus, sua grandeza, seu poderio...

ARIANE: A Bíblia é complexa, muitos sábios não a entendem, imagine o povo comum!

APARECIDO: Mas a todo aquele que é nascido de novo, o Espírito Santo dá a interpretação da Bíblia, para entende-la, e para isto, primeiro é necessário que se converta a Jesus!

ARIANE: (interrompe, se alterando) Escutem, vocês dois, se não se retratarem serão mortos. Aliás, vou me mandar daqui, tentem fugir...

(Antes de escaparem, são pegos – abrem-se as cortinas, no palco, já se encontram as autoridades – os dois são levados até eles)

 

CALEBE: Então aí estão vocês, chegou ao meu conhecimento que vocês andam divulgando o cristianismo em nosso país – o que não nos agrada em nada. Mas vamos resolver isto de uma vez porque não tenho tempo para perder com vocês. Os dois aí, reconhecem estes livros? Vocês são os donos deles? Respondam sem enrolação. (voz brava, forte)

MARLI: Sim, é meu este livro (aponta p/ uma das bíblias)

APARECIDO: Eu... admito ser minha esta bíblia (apontando também)

CALEBE: Hummm!!! Muito bem! É! Parece-me que a deixou a cair sr (a) Aparecido, parece que é este teu nome, não é mesmo?! (ar de suspense e desprezo) – E por acaso vocês negam suas crenças neles??? (lança um olhar irônico, de cima para baixo) - (silêncio)

(vós ao fundo, retratando o pensamento de Aparecido e Marli)

MUSICA SUAVE

 



- APARECIDO - “O inimigo não terá a alegria por de ver negar ao Senhor e sua Palavra, não verá, não verá! Senhor, não me importo de partir deste mundo. Se aqui para sempre eu dormir, sei que acordarei em teus braços e junto de ti, viverei para sempre!”

 

- MARLI – “ Todos podem até se perguntarem, cadê a fé deles agora? Mas não nos verá negar ao nosso amado Senhor... Te amamos Papai querido! Ho Maravilhoso Deus, nosso Aba Pai, de adoramos! Louvado seja teu nome! Bendito seja teu nome! Te amamos meu Paizinho...

 

MARLI: Jamais negaremos a Palavra de Deus, pois a mesma saiu de sua boca aos nossos corações! E muito menos negaremos ao Senhor dos senhores!

APARECIDO: As palavras da Bíblia são únicas, e verdadeiras para nos dirigir ao único caminho, que é Jesus o que nos salva... Pois somente nosso amado Senhor, nos dá garantia de vida eterna.

CALEBE: Vocês não estão aqui para discursar, apenas para responder uma pergunta: “negam a este Jesus e suas Palavras ou não negam!?

MARLI: Se renunciarmos a nossa fé em Cristo e a autenticidade deste livro, estaremos adentrando as portas do inferno com nossas próprias pernas.

APARECIDO: Ainda que preciso fosse morrermos por amor a Cristo, nada faríamos de extraordinário com esta atitude. Pois o próprio Jesus derramou seu sangue por amor de nós, para nos dar vida eterna.

CALEBE: .(nervoso já e dando um murro na mesa – quase gritando) Dêem apenas uma resposta; SIM ou NÃO! Irão renegar ou não irão renegar!?

(Longa pausa - Aparecido e Marli se olham)

MARLI: Já que o sr. deseja uma simples resposta; (pequena pausa) a minha resposta é NÃO, não renego.

APARECIDO: De igual modo eu; NÃO renego. Renunciar a Jesus e as palavras escritas neste livro, é impensável! Que Deus nos ajude!

 

(grande desordem. Muitos falando ao mesmo tempo. Aparecido e Marli saem de fininho, conseguem escapar)

 

CALEBE: Ordem! Ordem! Ordem!

Vocês se descuidaram, eles fugiram. Os detenham, eles precisam ser capturados, antes que infectem a todos do país.

 

MÚSICA DE SUSPENSE E SOM DE SOLDADOS MARCHANDO

 

(São capturados, mãos amarradas. Entram pela porta da frente encapuzados, são levados por guardas até a frente, novamente colocados diante das autoridades, capuz retirado).

...............................: Vocês foram muito inocentes achando que poderiam escapar de nossas mãos! (andando em volta dos dois, batendo a arma na mão) . Vocês mesmos se condenaram com vossas próprias palavras, e agora são condenados pela lei dos homens. (quase gritando) Se ajoelhem. Vamos, andem logo que tenho mais o que fazer.

(Ajoelham-se deixam o corpo reto, abaixando somente o pescoço).

 

MARLI: Morrer com Cristo é lucro... Jamais renegaremos o nosso Senhor.

 

APARECIDO: Mas antes que nos façam qualquer mal, permita-me lhes dizer algo, JESUS VOS AMA, morreu por vocês, e deseja que todos vocês se salvem o aceitando como Senhor e salvador de vossas vidas. Fora dele não há salvação.

 

MÚSICA SUSPENSE

 

(CALEBE vendo esta cena, dá uma pausa, se enfurece, e dá a ordem)

CALEBE: Não tenho mais paciência para esses cristãos, executem-os!

MÚSICA TRISTE

(fecham-se as cortinas, o auditório verá somente o vulto por trás delas, os dois sendo decapitados por uma espada, tombam, são arrastados para fora – porta do fundo. Abrem-se as cortinas, agora sem ninguém já no palco, apenas as poças de sangue no lugar)

 

2ª CENA

 

(Entram outros cristãos fervorosos)

NATALINO: Podem ter matado nossos irmãos, mas não nos calarão...

SIRLEY: Falaremos do amor de Cristo, pregaremos sem nos cansarmos, nossos lábios não cessaram de dizer o que está escrito neste livro (ergue a Bíblia), a Palavra de Deus.

NATALINO: Sim e por isso jamais nos envergonharemos dela, pois foi inspirada pelo Espírito de Deus.

SIRLEY: Saibam todos vocês, que nela esta registrado o amor de Deus por todos nós.

NATALINO: E vocês, o que escolhem!? (se direcionando a platéia) Ficarão com os justos ou morreram com os impuros? Vejam bem, estou me referindo à morte espiritual. Se escolheres a vida, então terás que servir a Deus com fidelidade, seguir seus ensinamentos (ergue a Bíblia), buscar se santificar no falar, no agir, no pensar, no andar... Se santifiquem!!! Ou você esta com Deus ou esta contra ele. Não há meio termo!

( Entra Vera chorando ou muito triste, com a perna bem enfaixada,)

VERA: Moço, moço, um dia eu ouvi falar deste Jesus... Mas tive medo de que me pegassem caso me tornasse cristão. Hoje eu tenho sede de Jesus, quero muito uma bíblia... Agora mesmo estava passando ha 4 quarteirões daqui, onde há uma casa destruída, sabia que lá moravam cristãos, provavelmente foram pegos e executados, fui até os destroços a procura de uma Bíblia, achei, mas me viram pegando-a, fugi, mas me acertaram na perna - eu só quero ler a Bíblia, ler sobre o Messias...

(Sirley então vai ao seu encontro, abraça-a, as duas choram abraçadas, Sirley da a sua Bíblia a ela .)

(Vera se emociona muito, abraça a Bíblia, beijá-a e a gruda em seu peito.)

VERA: Sabe, morei na China Comunista, lá se quisesse ler um capítulo da Bíblia, tinha que ficar na fila de espera, quando o que estava atrás, via que nossos olhos estavam passando para a linha de baixo, ele batia na costa da gente e dizia: colega, já leu a tua parte, eu esperei um ano, agora chegou a minha vez, por favor, se quiser ler o próximo capitulo, se coloque na fila de espera novamente e aguarde mais um ano. (chora)

(Vera senta-se no chão e começa a devorar a Bíblia)

(Natalino vendo esta cena, pega uma sacola cheia de Bíblias e outra na mão e vai saindo)

(Sirley ao vê-lo saindo, corre até ele e pergunta onde ele vai, este responde)

NATALINO: Estou indo até outras terras levar a palavra de Deus, vou distribuir estas bíblias a quem não tem, porque quero que outros sintam o que senti ao ler o que esta escrito neste livro... Aqui há palavras vivas.

SIRLEY: Vá na graça de Deus amado irmão (a), também vou para outra região na direção do Espírito Santo, farei o mesmo, não podemos ficar parados diante de tantos que estão sedentos da Palavra de Deus. Olhe só ( aponta para o Vera sentada no chão lendo com sede a Bíblia).

NATALINO: Então não percamos mais tempo, que o Senhor nos ajude....

(Vera ao vê-los saindo, se levanta e corre atrás deles dizendo )

VERA: Onde vão? Esperem por mim.

(Natalino segue, Sirley a espera e diz)

SIRLEY: Fique firme com o Senhor, leia este livro, se alimente dele... Passe adiante os ensinamentos existentes aqui. Não guarde apenas para ti, há muitos que fome e sede destas palavras... Se cuida. Que Deus te proteja.

(Todos se reúnem e adoram a Deus)

 

 

Diversos: