MINHA CRUZ

MINHA CRUZ

“Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me;” Mateus 16:24
Nesta peça Jesus está no palco quando alguns personagens chegam reclamando da vida. Gostariam de ter uma vida de prosperidade, de facilidades. Alguns, como na vida, não estão dispostos a pagar o preço de ser servo do Senhor.


Personagens:
Ex-viciado
Homem Casado
Desigrejado
Namorada
Músico
Pregador
Jesus

CENA 1

(Jesus entra em cena e senta em uma cadeira.
(Em seguida os personagens entram por vez.
(O ex-viciado entra falando ao celular [simulação]. Coloca a mão na testa como se estivesse preocupado. Desliga o telefone, e vai ao encontro de Jesus.)

EX-VICIADO:   Jesus, eu preciso falar com o Senhor.
JESUS:    Sim, pode falar. Estou aqui pra isso.
EX-VICIADO:   Sabe Jesus, desde que me converti tem sido difícil pra mim resistir.
JESUS:    Eu sei. Mas disse que no mundo vocês teriam aflições, e que venceriam, assim como eu venci.
(O ex-viciado começa a ficar agitado... andar pelo cenário, gesticular)
EX-VICIADO:    Jesus, o Senhor sabe o que é receber ligação da galera pra voltar a trabalhar pra o tráfico? E usar então? Todo dia eu fico pensando em usar, eu tento até não manter contato com os caras dessa época de vício e tal, mas sabe como é...bairro pobre, cidade pequena...a gente acaba se esbarrando com todos.
Pior que essa pressão é ver uns irmãos da igreja me olhando torto, desconfiando de mim. Porque o Senhor tá ligado que pra muitos; Uma vez drogado, sempre drogado.
E eu tô cansado de tudo isso! Das pessoas desconfiando, da pena de algumas quando me olham onde eu passo. Porque eu sempre vou ter um passado e tem hora que isso cansa!
Eu sei que o Senhor sabe de tudo isso, mas eu precisava falar com o Senhor (abaixa a cabeça e fica com ar triste) pois está expondo suas fraquezas).
(Jesus levanta da cadeira, e ergue e cabeça do ex-viciado. Olha nos olhos dele e diz: )
JESUS:    Ei, eu entendo você. Mas não disse que seria fácil. A porta é estreita. O caminho é difícil, mas no fim valerá a pena. Eu também fui tentado e venci, você pode vencer.
(O ex-viciado abraça Jesus, depois se afasta e diz: )
EX-VICIADO:    Obrigada pelas palavras Senhor, mas o que eu quero dizer com isso tudo é que "Tô fora"! não aguento mais!!!
Cansei de lutar contra minhas vontades, tá ligado?!
Eu até curti o tempo que passei na igreja servindo ao Senhor, mas não dá.
Eu sou isso aqui que o Senhor tá vendo...um viciado!
Um cara que foi soldado do tráfico pra poder usar a droga que pudesse.
Valeu mesmo Jesus, mas é isso aí…
(puxa uma cruz de dentro do bolso e devolve a Jesus, simbolizando que não aguentou levar a cruz para servir a Cristo).
(Jesus olha a cruz, recebe e fica triste com o gesto do ex-viciado. Ele olha a cruz, olha o ex-viciado. Toca em seu ombro sem falar nada.)
(O ex-viciado se despede de Jesus também sem nada falar. Abraça Jesus, depois abaixa a cabeça e sai com as mãos nos bolsos e ainda cabisbaixo, sai de cena.)
(Jesus senta refletindo sobre o que ouviu do ex- viciado, olha a cruz recebida por ele e em seguida entra o segundo personagem)

HOMEM CASADO:    Senhor! posso entrar?
JESUS:    Claro, aproxime-se!
HOMEM CASADO:    Desculpe incomodar o Senhor...mas é que eu também precisava conversar.
JESUS:    Pode falar. Deve ser algo sobre o seu casamento não é?
HOMEM CASADO:    Sim, é. Como o Senhor acertou? (fica espantado) Ah, claro! O senhor me conhece (sorri).
JESUS:   Sim, mas fique a vontade pra falar.
HOMEM CASADO:    Senhor, a minha esposa...eu não sei como dizer isso, mas o amor acabou! O Senhor me perdoe pela sinceridade, mas pediu pra falar, e eu queria ouvir o que tem a me dizer, então vou ser franco.
Meu casamento tá por um fio. Ela e eu mudamos muito nos últimos anos. Na verdade acho que nós dois fomos nos distanciando mesmo morando na mesma casa.
JESUS:    E já falou com sua esposa sobre isso?
HOMEM CASADO:    Não diretamente...ah Jesus, o Senhor conhece as mulheres… quando resolvem se fechar e não tocar num assunto ninguém mais toca.
JESUS:    Você sabe que Deus ama a família. Ele criou as famílias e deseja que todas sejam felizes e unidas.
HOMEM CASADO:    Eu sei disso Senhor, mas como disse antes o amor acabou! A gente só briga. Eu passo mais tempo na rua, no meu trabalho pra não discutir com ela.
Minha casa já foi um bom lugar pra estar, hoje é só estresse!
Eu não estou dizendo que ela é culpada, eu também admito minha culpa.
JESUS:    Você sente atração por outra mulher?
HOMEM CASADO:    Senhor, eu nunca estive com ninguém além da minha mulher. Mas sabe o quanto é difícil pra um homem ficar com uma pessoa apenas. Os homens gostam de novas experiências. (Depois que fala isso,coloca a mão na boa e diz: )
HOMEM CASADO:    Me Perdoa Senhor, mas é verdade! Mesmo eu nunca tendo traído minha esposa, tenho sofrido pressões de outras mulheres.
Ah eu nem preciso falar mais porque o Senhor me conhece, melhor que eu mesmo.
JESUS:    já parou pra pensar como seria viver sem seus filhos e esposa? Apenas porque quer novas aventuras? Estou aqui pra te ajudar a superar essa crise no casamento. Basta você querer a minha presença na sua família.
HOMEM CASADO:    Eu agradeço Senhor, mas estou decidido a viver uma nova vida. E deixar ela ser feliz com outra pessoa.
(O homem casado entrega a cruz para Jesus e sai de cena.)
(Jesus olha para a outra cruz que recebeu e fica triste.)
(Coloca as duas cruzes ao lado da cadeira [chão] e em seguida entra um músico [com um case de guitarra, ou violão nas costas]... )
MÚSICO:   Mestre, estou precisando do Senhor!
JESUS:    Venha, vamos conversar.
MÚSICO:   O sr. está bem? Podemos falar depois se quiser...
JESUS:    Tudo bem. Conversei com duas pessoas antes de você e sei as razões de deixarem a cruz. Os homens têm livre arbítrio para suas escolhas.
É preciso lembrar que toda decisão tem sua consequência lá na frente. Sim, vamos falar de você. Afinal estou aqui pra ajudar a todos que quiserem.
MÚSICO:   Obrigado Jesus! Na realidade eu queria saber do Senhor...Como já me conhece, trabalho tantos anos na área de música da igreja. Eu pensei que o Senhor poderia me dizer como agir.
JESUS:    Sei... estou feliz que me procurou para saber minha opinião. Sabe, poucos me consultam na hora de tomar decisões...Mas você é muito talentoso rapaz! E dedicado também.
MÚSICO:   Fico feliz que o Senhor goste do que eu faço na obra. (expressão de felicidade)
JESUS:    A única coisa que me deixa triste é o fato de você tocar outros estilos que não adoram a Deus.
MÚSICO:   Era justamente isso Senhor. Eu me sinto incomodado! Sei que é o Espirito Santo falando pra mim sobre tocar em bares festas mundanas. Mas como vou ter um salário? A igreja não me paga. Toco desde os meus 7 anos. Na igreja desde os 15 e agora sou pai de família...é difícil. Às vezes eu acho que não tem nada haver, afinal não bebo, não fumo, não traio minha esposa. Porque a gente sabe que nesses locais aparece muita mulher. Mas eu não sei o que fazer Jesus! (fala aflito) Não tenho outra profissão. Não fiz faculdade sou músico. Eu sei do meu chamado, mas tenho que me sustentar também. E isso tem me consumido.
JESUS:    Tentou falar com seu Pastor sobre isso que estamos conversando? Mas antes de tudo, saiba que Deus é o seu provedor. Ele te deu um dom maravilhoso e quer que você o use apenas para ele. Também entendo seu lado como pai, que tem contas para pagar e tudo mais.
Já que me disse que sabe do seu chamado...não o abandone! Tente dar aulas particulares, ou dar aulas numa escola de música.
Veja coisas que não te façam sair do seu propósito. Eu sei do teu coração e agradeço por ter vindo aqui pra ouvir o que penso a respeito. Saiba que Deus é o teu pastor. Vai cuidar de você, quando você decidir dar o seu melhor só pra ele.
MÚSICO:   Obrigado Jesus! Vou seguir o seu conselho.
JESUS:    Vá em paz! O músico fica feliz, afinal sabe que rumo tomar. E não vai entregar sua cruz. Em seguida, entra a namorada
NAMORADA:   Jesus? O Senhor tem um tempinho pra mim?
JESUS:    Claro filha! venha aqui.
NAMORADA:   Obrigada Senhor! Jesus fica bem atento ao que ela vai falar...
NAMORADA:   Senhor, é que eu amo tanto meu namorado! (carinha de apaixonada)
JESUS:    Certo! vocês namoram a muito tempo não é?
NAMORADA:   Verdade Senhor! Não vejo a hora de casar com ele
JESUS:    Casamento é um compromisso importante na vida de um casal. Mas o que você queria me falar?
(Na mesma hora ela muda o semblante...fica mais séria e com ar aflito.)
NAMORADA:   Eu sei que o Senhor já sabe...porque afinal, o Senhor me conhece, mas eu estou um pouco aflita sobre casamento. E se não der certo? Eu sou tão nova? Sei lá Jesus, passa tanta coisa na minha cabeça? Essa cruz ficou pesada pra mim sabe Jesus. Ele tem me pressionado. Outro dia mesmo, ele me pediu uma "prova de amor". Disse que a gente já se conhecia a tanto tempo...que não teria problema se tivéssemos mais intimidade (fica envergonhada)
JESUS:    Entendo o que quer dizer. Mas você precisa entender que se ele te ama, vai esperar para ter intimidades só depois de casados.
NAMORADA:   Sei Jesus! É por isso que tô aqui pra saber o que fazer...Eu o amo! Não quero que ele acabe o namoro comigo por causa disso. (coloca as mãos no rosto)
JESUS:    Tenha calma! Primeiro, se você ama a Deus e deseja as bençãos no relacionamento não pode pular etapas. E outra coisa, você pode se machucar se entregar sua pureza antes da hora. Veja quantas meninas ficam grávidas, mães solteiras e criando filhos porque tiveram uma noite com alguém que achavam que era pra vida toda e depois eles abandonam.
NAMORADA:   Sei dos riscos Senhor. Concordo com tudo que falou, mas não quero perdê-lo. Se ele quer saber o quanto eu o amo. Vou provar a ele da forma como pediu.
(Ela então abaixa a cabeça e entrega a cruz [pode ser em forma de colar ou uma cruz que está em seu bolso] fazer as cruzes de todos os personagens em tamanho que dê para o público ver que é uma cruz que está sendo devolvida a Jesus).
(Jesus recebe a cruz dela, em silêncio ela sai de cena e Jesus volta a sentar e colocar a cruz da personagem ao lado das outras (no chão, próximo a sua cadeira).
(O pregador entra em sua bíblia debaixo do braço... )
PREGADOR:    Mestre!
(Jesus que está olhando todas as cruzes que foram devolvidas, levanta a cabeça e olha para o pregador. )
JESUS:    Entre!
PREGADOR:    Eu estou feliz de ter esse momento de falar com o Senhor. Sabe como tem sido difícil pra mim. Eu saio pregando em tantos lugares. Semana passada foram 3 cultos no domingo. A minha vida tem sido falar do Senhor. Então tendo esse tempinho aqui pra gente conversar tá benção!
JESUS:    Eu tenho notado que você está bem ocupado realmente. Você tem sido um servo dedicado a Deus e a obra. Eu só acho que você mudou um pouco.
PREGADOR:    Mudei? Em que Senhor?
JESUS:    Suas pregações. O Jeito como tem falado a palavra. Aliás não só você, muitos pregadores...estão sendo animadores de púlpitos e não embaixadores de Deus.
Vocês estão pregando coisas que deixam as ovelhas mal acostumadas. Falando só em prosperidade, pregações de auto ajuda ou só profecias usando o nome de Deus. Poucos ainda falam o evangelho puro e simples que trouxe quando estive na Terra.
PREGADOR:    Eu entendo seu ponto de vista Senhor. Mas as coisas mudam! A igreja mudou...
JESUS:    Mas o evangelho não mudou. A palavra de Deus não mudou.
PREGADOR:    Se o Senhor acha isto, então aqui está (entrega a cruz de dentro da bíblia que carrega).
(Jesus recebe a cruz do pregador e diz... )
JESUS:    Se você soubesse quantas pessoas o seguiram por seu testemunho, jamais entregaria sua cruz.
(O pregador sai de cena com ar revoltado e soberbo [afinal ele acha que o evangelho pode ser adaptado e que ele é um excelente pregador]. Ele entrega a cruz, sai de cena.)
(Jesus recebe e coloca novamente ao lado das outras. Por fim, entra o desigrejado [Pessoa que não está vinculado a nenhuma igreja ou instituição religiosa. Seguindo a Cristo, sem depender de igreja ou denominação]. )
DESIGREJADO:    Jesus!
JESUS:    Entre! Em que posso te ajudar?
DESIGREJADO:    Eu vim aqui pra agradecer.
JESUS:    Agradecer?
DESIGREJADO:    É! mesmo eu não acreditando nas igrejas que tão por aí, o Senhor ainda me ama e acredita em mim. (fala feliz)
JESUS:    Claro! Você é filho de Deus, meu amor por você e pela humanidade não mudou. Mesmo que você não esteja acreditando nas denominações, ainda há pessoas que me servem com sinceridade e temor.
DESIGREJADO:    Eu já andei em tanta igreja Senhor...Só vejo heresia! liderança que se acha maior que Deus. Fora os que desviam recursos da igreja e sem falar os escândalos sexuais de pastores e membros. Por essa e outras coisas que eu tô traumatizado! Me perdoe Senhor, mas é a pura verdade!
JESUS:    Eu sei de tudo isso que acontece na igreja atualmente. Não só no Brasil, mas em vários lugares.
Eu repito, existem sim pessoas que me adoram e são sinceras e tem compromisso com o reino de Deus. Você precisa entender que existe o joio e o trigo. E também não deixar de congregar. Porque uma brasa estando longe do fogo se apaga. Então, você veio me dizer tudo isso e vai deixar comigo sua cruz?
DESIGREJADO:    Jamais Senhor! Como disse eu vim te agradecer e também dizer que jamais vou te deixar e nem a minha cruz. Jesus olha para o público e diz:
JESUS:    Assim como ele, Muitos vivem momentos difíceis dentro da casa de meu Pai e tem mantido sua fé. Mas é preciso que você que está longe da casa de Deus entenda...você é parte do meu corpo.
Se o pé dissesse: Eu não sou a mão; por isso, não sou do corpo, acaso deixaria ele de ser do corpo?
Lembre-se que você é parte importante da igreja. Procure um lugar para congregar e servir ao Senhor com alegria.
Outros por não querer abrir mão das drogas, de se prostituir, das vaidades dessa vida entregam sua cruz.
Às vezes as pressões do mundo pra te fazer pecar falam mais alto e você está desistindo. Mas eu não me esqueci de você!
Eu não desisto de você!
Basta você deixar tudo que te prende trás e vir a mim.
(Na mesma hora toca a música "lembranças de Jesus" Fernanda Brum - o trecho

É difícil carregar a cruz que Ele levou
Carregou sem reclamar
É impossível esquecer Sua morte lá na cruz
Lembranças de Jesus
Lembranças de Jesus

(Usar a parte final dessa música que canta esse trecho. Jesus sai de cena ao som da música com o desigrejado e o músico [os dois que não deixaram sua cruz]. )
OBS.: As cruzes podem ser feitas em tamanhos médios ou pequenos (para que dê no bolso ou dentro da bíblia do pregador). Também pode ser um colar de cruz. O tamanho precisa ser ideal pra que as pessoas entendam que estão devolvendo uma cruz para Jesus.
FIM

BLOG DA AUTORA Thais Belo Mamede

Diversos: 
nº de personagens: