MERCADO DE VALORES

Versão para impressão

Na Bolsa de Valores, uma paródia usando a liguagem do mercado financeiro. Os investimentos são em amor, ódio, egoismo...

Personagens:

1 Professor e 3 investidores

 

CENÁRIO: Uma sala com muitos quadros, nos quais estão espalhados alguns gráficos. Pode também conter nessa sala recortes de jornais e qualquer outra coisa que alude ao mundo financeiro.
(Entra em cena o Professor na companhia dos três investidores.)
PROFESSOR: Então vocês querem algumas dicas sobre o mundo dos investimentos? Procuraram a pessoa certa.
INVESTIDOR I: É. Eu não quero arriscar muito. Eu posso ter um retorno garantido?
PROFESSOR: Hum! Você é um investidor conservador.
INVESTIDOR II: Eu quero investir boa parte de minhas reservas em ações. Mas quero investir em algo seguro, mesmo que isso não me garanta um rendimento muito alto.
PROFESSOR: Você é do tipo moderado. (Noutro tom) Hum! Já estou pensando em alguma coisa.
INVESTIDOR III: Eu quero arriscar tudo. Quero investir meu dinheiro na sociedade que me der o maior retorno.
PROFESSOR: E as oscilações do mercado?
INVESTIDOR III: Não me importa. Eu quero ganhar bastante em pouco tempo. Não sou covarde. Compro na queda, vendo na alta; compro na queda, vendo na alta. E assim minha bolsa vai enchendo de dim-dim.
PROFESSOR: Você é do tipo investidor arrojado. Gostei de você. Você faz o meu estilo.
INVESTIDOR I: Professor, então qual é a sua sugestão para a aplicação de meu capital? Poderia investir em AMOR?
PROFESSOR: Meu amigo, AMOR está em queda. ÓDIO, sim, é uma boa aplicação. Sempre está em alta?
INVESTIDOR I: Mas eu não me interesso por esses papéis. E a CONFIANÇA?
PROFESSOR: Queda. DESCONFIANÇA alta.
INVESTIDOR I: Mas eu ainda me interesso por AMOR.
PROFESSOR: (Tentando se encontrar em meio aos vários gráficos) Vamos acompanhar o comportamento dessa ação. (Encontrando) AMOR, né?
INVESTIDOR I: É.
PROFESSOR: AMOR é um tipo de ação de longo prazo. O retorno é bastante demorado. Para esse tipo de investimento deve-se ter bastante desprendimento. É semear sem saber quando irá colher.
INVESTIDOR II: Mas meu capital estará lá investido?
PROFESSOR: Sim. (Para o Investidor I) Mas tem papéis do AMOR EROS. Investimento de lucros certos.
INVESTIDOR I: Não me interessa esse tipo de ação.
INVESTIDOR II: Conheço pessoas que se envolveram muito com essas ações e acabaram na sarjeta.
INVESTIDOR III: (Para o Professor) Há chances da AMOR se extinguir?
PROFESSOR: Acho difícil. Sempre existirão pessoas que acreditam nessa ação, pois eles pensam que sem essa ação o mundo se tornará frio como um túmulo.
INVESTIDOR II: Acho que vou reservar um pouco de meu capital para essa ação. Eu sempre acreditei no amor. Mas nos apresente outras ações para que possamos tomar as decisões mais acertadas.
PROFESSOR: Então vamos analisar as ações da EGOISMO S/A. É uma empresa que vem conquistando um espaço cada vez maior no mercado. (Dando uma piscada) Como vocês sabem vivemos num mundo egoísta. Essa empresa é uma multinacional. Possui investidores no mundo inteiro.
INVESTIDOR III: Retorno garantido?
PROFESSOR: Desde que ela resolveu abrir o seu capital nunca registrou queda acentuada de seus papéis.
INVESTIDOR III: Então ela se comporta bem perante as oscilações do mercado?
PROFESSOR: É investir nela e ter retorno garantido.
INVESTIDOR I: Como são as pessoas que resolvem aplicar seu capital nessa empresa.
INVESTIDOR II: Boa! Pelo perfil do investidor dá para saber um pouco mais sobre a ação.
PROFESSOR: Infelizmente, não são bem vistos.
(Investidor I e Investidor II olham-se desconfiados.)
PROFESSOR: Só que quem está disposto a aplicar seus recursos na EGOSIMO S/A nem ligam para o que os outros pensam. Eles só querem saber do resultado.
INVESTIDOR I: Acho que esse tipo de investimento não é para mim. Não quero viver isolado.
INVESTIDOR III: Eu penso diferente. Se há retorno é o que interessa.
PROFESSOR: (Dirigindo-se ao Investidor I) Eu ainda tenho muitas companhias para apresentar. Não sei se vai se interessar. Mas tenho certeza que um dos três vai reservar uma quantia para aplicar nessa empresa.
INVESTIDOR II: (Esfregando uma mão na outra. Com ansiedade) Acho que minha vez está chegando.
INVESTIDOR III: Se for boa, vou reservar algo para investir nela.
PROFESSOR: (Apanhando uma papelada, supostamente os balanços) Comparando os balanços anuais dessa empresa percebe-se que a saúde dela está ótima.
INVESTIDOR III: Conta aí, professor. Estamos ansiosos em saber qual é a empresa. Será que a gente não a conhece de nome?
PROFESSOR: É a companhia PECADO S/A.
INVESTIDOR I: Tô fora!
INVESTIDOR III: (Para o Investidor I) A bolsa de valores não é teu lugar.
INVESTIDOR I: (Com ambiguidade) Tem valores que não me interessam.
PROFESSOR: Essa empresa diversifica seus produtos.
INVESTIDOR II: Pior é que eu conheço a fundo seus produtos.
PROFESSOR: Cada ser humano é responsável pelo mega faturamento dessa companhia. Ela diversifica seus produtos em: adultério, pornografia, mentira, desobediência aos pais, homicídio, vícios, e por aí vai.
INVESTIDOR III: (Com ambiguidade) Parece um mercado tentador.
INVESTIDOR II: Acho que encontrei o que estava procurando.
PROFESSOR: (Para Investidor I) E você? O que diz? Parece que nada te agrada.
INVESTIDOR I: Quero me ver livre das tentações. Eu sou cristão. Aceitei Jesus como meu único e suficiente salvador. Não quero investir aquilo que Deus me deu naquilo que o mundo quer me oferecer. Para toda ação uma reação.
PROFESSOR: Mas aí você não vai conseguir multiplicar. Não enterre teus talentos. Você poderá não acrescentar nada a eles quando tiver que apresentar ao seu Senhor.
INVESTIDOR I: Mas de forma alguma gastarei meus talentos em investimentos que desapontarão o meu Senhor. Eu não preciso investir a curto prazo. Quero investir em pessoas.
PROFESSOR: Como investidor você está morto, colega. Esses investimento são do tipo tarja preta.
INVESTIDOR I: Não preciso de dinheiro. Pedro encontrou encontrou uma moeda na boca de um peixe quando precisou. Se eu tiver necessidade tenho certeza tenho certeza que Jesus já preparou o meu peixe. Eu quero investir nas empresas COMPAIXÃO, AMOR AO PRÓXIMO, EMPATIA, PAZ, MEU CORAÇÃO É DE CRISTO, e outras companhias.
PROFESSOR: Se continuar pensando assim irá a falência.
INVESTIDOR I: Mas é isso que eu penso.
PROFESSOR: Eu vou embora. Não quero ser cúmplice de um ato suicida. Aqueles que não querem parar na sarjeta me acompanhem.
(Professor apanha alguns papéis e sai de cena.)
INVESTIDOR III: Pessoal, me desculpem mas eu já fui pobre na vida. Não quero ser nunca mais. (Indo em direção a saída) Eu me identifiquei bastante com a EGOISMO S/A. (Sai de cena.)
INVESTIDOR I: E você?
INVESTIDOR II: (Em lágrimas) Acho que mesmo sem saber eu já era um investidor da PECADO S/A. Sinto-me como um acionista majoritário dessa empresa. O que eu colhi? Meu filho se suicidou aos 18 anos; minha esposa está se enterrando no alcoolismo. E eu não consigo me livrar da pornografia. Tenho nojo de mim mesmo. Sei que tudo isso está errado. Quero passar a investir em coisas certas. Em que eu posso investir?
INVESTIDOR I: Você tem que conhecer melhor a AMOR DE CRISTO. É nela que você tem que começar a investir. Seus dividendos serão pagos em “reconciliação com Deus”, “gozo no coração”, “paz” e ainda outros igualmente valiosos.
INVESTIDOR II: O que devo investir? É a minha carteira?
INVESTIDOR I: Primeira coisa que fiz foi entregar o meu coração a Jesus. Depois investi o que eu achava mais valioso para mim: O meu tempo, junto com ele foi o amor as pessoas, o meu louvor a Cristo, a cada dia investia algo novo para ele. Passei a falar do amor de Jesus as outras pessoas. E esse investimento tem sempre dado retorno. É Ação e Reação. Como o Senhor disse: “Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei.” (Is 55:11). Depois de tudo isso que te falei, você não quer aceitar a Cristo e entrar para o clube de investimento das coisas eternas.
INVESTIDOR II: (Ajoelhando-se) É isso que eu mais almejo nesse momento.
INVESTIDOR I: (Colocando a mão sobre a cabeça dele) Repita comigo essa oração: “Senhor Jesus...”
INVESTIDOR II: (Repetindo) Senhor Jesus...
(Cortina.)
FIM

 

 

Estilos: 
Temas: 
Diversos: