MÁSCARAS

Versão para impressão

MÁSCARAS - Teatro CristãoEssa esquete mostra como agem e o que pensam os jovens frequentadores de igreja que utilizam-na para outros fins que não sejam a adoração sincera.

Há outra peça com o mesmo nome MÁSCARAS

Há outra cujo nome é A MASCARA

 
 
PERSONAGENS: MÁRCIA – PAULO – JÚLIA – JONAS – RAFAEL – TATIANE – PEDRO – PATRÍCIA – GRIELA – JÚNIOR – LUCAS.
Cena 1
(Márcia está em cena, sentada como se estivesse digitando no computador).
MÁRCIA – Tudo bem, gatinho! Tô louca pra te conhecer...E pela foto você é bem bonito!
Te encontro às 10. Beleza???
É pode ser que ele seja meu esposo, né??? Nunca se sabe! (desliga o computador e olha no relógio)
Meu Deus, tá na hora do culto...Ai..
Nem vou correr. Ninguém chega na hora mesmo! Vou me arrumar com calma, pode ser que lá eu ache alguém, uma cara firme na igreja, bonitinho...e desencalhe logo de uma vez..Esse negócio de ser tipo PAULO não é comigo! Hahaha. (sai de cena rindo)
(Entra um casal aos gritos)
PAULO – Eu disse pra você não comprar! Que coisa, sabe que a situação tá preta e faz dívidas, Júlia! Que droga!
JÚLIA – Olha aqui, seu mão-de-vaca. Eu já tava quase sem roupa e sapato...Como é que você queria que eu fosse no culto hoje com aqueles trapos? Hahaha! Tá muito enganado, queridinho!
PAULO – Não seja irônica, Júlia. Você é minha mulher. Deveria ser submissa.
JÚLIA – Há...Submissa...Com um traste de marido como você? Nunca!
PAULO – Ui..Maldita hora que te conheci!
JÚLIA – Você é um monstro. E nunca vai mudar.
PAULO – Ah, cala boca! Que droga!
(O casal sai de cena discutindo).
(Entram dois rapazes com malas da faculdade).
JONAS – Cara, valeu pela força que você me deu na prova! Puxa, se não fosse você, eu tava ferrado!
RAFAEL –Que isso, Jonas?! Eu também tava com uma folhinha em baixo da carteira que me deu uma força.
JONAS – (risos) Não tem nada de mais. Afinal, um ajudou o outro, né?
RAFAEL – É... E sobre esse papo de que colar é pecado, eu não concordo, mas tudo bem!
Chega uma moça fumando, organizando seu material, um pouco longe de onde os meninos estão.
JONAS – Oh, lá em casa!
RAFAEL – Essa menina é muito linda. E gente booooa!
JONAS – É... Gente boa (risos).
TATIANE – Oi meninos. Como foram com a prova?
JONAS – É... Ralei um pouco pra colar o Rafa, mas deu certo.
TATI – É, eu também dei umas boas olhadas na sua prova, Jonas (risos).
RAFA – E aí? O que vai fazer no fim de semana?
TATI – Minha mãe me encheu pra ir domingo na igreja, mas depois tava pensando da gente ir tomar um chopinho pra aliviar a cabeça. Ninguém merece essa semana de provas! Vamos?
JONAS – Opa...Nós também vamos na igreja, mas pode contar com a gente! Minha cabeça ta quente também!
RAFAEL – Claro! Tô nessa! Bem..da igreja a gente vai. Afinal, um copinho só não vai me fazer mal, né?
TATI – Beleza! Qualquer coisa me ligue, então. Tchau!
JONAS – Pode deixar! Tchau.
(Os dois saem de cena, rindo e combinando os detalhes)
(Entra um rapaz e senta à mesa, como se estivesse trabalhando)
PEDRO – (atende ao telefone) Escritório de contabilidade(...)sim (...) já está pronto (...) tudo bem(...) vou aguardar então. Ok (...) disponha! (cantarola a música “Mostra o caminho da tua cruz”).
(Passa uma moça).
PATI – Puxa, Pedro, estava te ouvindo e lembrei. Você canta lá na igreja, né?
PEDRO – Canto sim, faz um tempo já. Por quê?
PATI – É que vai ter um churrasco domingo com o pessoal aqui do escritório. Você podia cantar, né?
PEDRO – Puxa...Mas é que tem culto Domingo... A que horas vai ser o churrasco?
PATI – Às 10. Dá tempo. Ai, faz um tempão que não pareço lá e meu líder me ligou “me enchendo” pra ir, eu não tava muito a fim. Mas pra não ficar feio pro meu lado, eu vou. Depois que acabar o culto eu vou no “churras” lá no clube.
PEDRO – Puxa! “Fechou o pacote” então. Depois do culto a gente vai.
PATI – Ótimo! Eu vou indo. Tenho uma pilha de papéis pra organizar. Té!..
PEDRO – É...Eu também.
(Ela sai de cena primeiro. Ele organiza os papéis e , logo após, sai de cena cantarolando).
(Menina entra gritando).
GABRIELA – Ah, Mãe! Que saco! Já disse! Que droga! Parece que nasceu pra me encher a paciência! ”Véia” chata! (olha o espelho arruma o cabelo)
Não vai na igreja, não faz nada, nem trabalha...Só me enche!! Ui!(modifica a expressão) Ah, e por falar em igreja, tem culto hoje. Ai...Quero ir linda! Vou arrumar o cabelo, fazer uma super maquiagem e por uma “roupicha” que vai fazer todo mundo ficar de cara! Ah, e eles que não me venham com aquele papo de que a roupa tá muito apertada, porque todo mundo usa. E o que é bonito é pra se mostrar! Ah....Vou arrasar!!!
(Sai de cena cantando o refrão de um samba de Noel Rosa)
GABRIELA – “Com que roupa eu vou/pro samba que você me convidou...”.
(Dois irmãos entram em cena)
JUNIOR – Lucas, você pegou meu casaco preto? Quero ir com ele na igreja, cara Cadê?
LUCAS – Peguei, e daí?
JÚNIOR – Que droga, Lucas! Ah! Já disse pra você não pegar minhas coisas sem pedir!
LUCAS – Ah, cara, se ligue! Não foi você que comprou! Eu pego mesmo!
JUNIOR – Como assim? Foi o Pai que me deu. Piá é meu! Você não faz nada da vida, só me enche o saco! Que droga!
LUCAS – Não faço nada, seu idiota.! Vou te quebrar a cara! Você vai ver!
JUNIOR – Quebra então, mané! Vem...
(Os dois saem de cena brigando)
Cena 2 (na igreja).
(Márcia, Jonas, Rafael e Pedro chegam juntos)
MÁRCIA – Eu sei que é um chute ter que vir antes pra ensaiar. Mas é melhor ensaiar do que ficar aquela coisa mal feita, né?
JONAS – É...Mas não vamos enrolar hoje, porque eu e o Rafa temos um compromisso depois, hein?
PEDRO – É...Eu também tenho. Vaio ser bom apurar.
MÁRCIA – Tá bom. Vamos lá orar antes de começar então. Você sabe como o pastor fica se a gente não ora antes, né?
(Eles saem de cena. Entra Paulo, Júlia e Pati)
PAULO – Oi! Tudo bem??
PATI – Oi! Tudo ótimo! E vocês?
JÚLIA – Na benção! Graças a Deus.
(Chega Tati, Lucas e Junior)
TATI – Oi gente! Tudo bem, tudo na paz?
LUCAS – É..tudo na graça... E você?
TATI – Puxa....tô ótima...
(Gabriela entra em cena)
GABRIELA – (arrogante) Oi gente!! Como vão vocês?
(Todos se entreolham, fazendo caretas).
JÚLIA – É...Tudo bem. Vamos. Vai começar o culto.
TATI – (falando sozinha) Tomara que não enrolem. Tenho mais o que fazer.
(Todos tomam suas posições. Márcia como líder do lidera louvor; Jonas, tecladista; Rafael, guitarrista; Pedro; cantor. Os demais tomam lugar nas cadeiras)
MÁRCIA – Boa noite! Amados, hoje viemos aqui para adorar a Deus, amém?
TODOS – Amém.
MÁRCIA – Então gostaria que você desse o seu melhor e saísse do seu lugar. Venha até a frente e vamos louvar a Deus.
(Uma música de louvor toca ao fundo)
MÁRCIA – Vamos louvar!
(enquanto a musica toca, as pessoas erguem as mãos, fingindo adorar)
JONAS – Puxa! Que coisa! Tá com cara de que vai demorar isso aqui hoje. Ai....Não vejo a hora de sair, aliviar a cabeça...
LUCAS – Ah, fala sério! Estou arrasando com essa jaqueta! Aquele tongo do Júnior sempre perde! Ai, o que importa é que eu to bonitão. Que venham as meninas.
MÁRCIA – Ai...Vou agilizar esse negócio aqui. Não vejo a hora de conhecer aquele cara da net. Puxa...Será que é ele? Ai, Deus, podia ser, né???? Ai...Olha lá a Gabriela! Meu Deus! Parece um pavão, de tão piruá! Onde ela pensa que tá? Na Magic (risos)?
RAFAEL – Puxa... E aquele prova? Ai...Quase me empenhei. Se não colocasse a apostila debaixo da carteira, ia reprovar! Ufa! Que bom que daqui a pouco vou dar uma arejada na cabeça com a Tati!
PAULO – Que coisa! A Júlia ainda tem cara de vir na igreja? Que rebelde! Meu Deus, quando é que meu casamento vai mudar? Maldita hora que disse sim! Pena que é pecado divorciar. Se não fosse, já tava em outra.
TATI – Opa! O Rafa toca...Que gatinho que ele fica quando está tocando. Puxa...e sabe tocar bem, hein??? Quem sabe hoje não rola? Afinal, estamos na mesma igreja.
PEDRO – Caramba! Como eu canto bem! Puxa...Veja como as pessoas me olham. É um dom mesmo. Quero ver se vou arrasar no churrasco daqui a pouco. Não vejo a hora. Tomara que a Pati goste.
JUNIOR – Ai, quando eu chegar em casa, vou dar um jeito naquele piá. Ele nunca mais vai pegar o que é meu. Que idiota! Pensa que pode. Aí ele vai ver só. “Crentinho”...
PATI – Que coisa! Nem estava com vontade de vir hoje. Tá tão friozinho...Queria curtir minha cama até a hora do churrasco. Será que meu líder já chegou? Ai...Ele tá ali. Ele precisa ver que eu vim. Pelo menos para de me torrar!
JÚLIA – Eita! Olha ali o Paulo. Meu excelentíssimo marido. Aqui na igreja até parece santo... Mas é só chegar em casa que ele se revela. Meu Deus, que vontade de lhe meter um divórcio logo...Pena que não posso. Ai, que arrependimento.
GABI – Gente! Olha pra mim. Vejam como eu tô bonita (risos). Não tem pra ninguém nessa igreja. Putz, será que meu cabelo ta bom? Nem posso chorar. Vai borrar meu lápis.
(Depois de suas falas, todos continuam a fingir que estão adorando. Logo depois, a cena “congela”. Voz em off lendo MATEUS 15:7 – 8. Começa a música. Todos fazem coreografia com a música “Com quem você tem se parecido”, do grupo Ellas).

 

Diversos: