LIBERTOS PELO PODER

Versão para impressão

Grupo de adolescentes  resolve ir para casa de um deles para assistir filmes.

Lá resolvem fazer outra coisa.

Um jogo  perigoso, a brincadeira do compasso.

Até que ficam presos ao jogo e são libertos pelo poder de Jesus!!!!!!!!!

Personagens
Ana_____________________
Roberta__________________
Márcio___________________
Sandrinha_________________
Fernando__________________
Bernado(conhecido como BE)
Narrador__________________
 
 
Ana Poxa Ro não tem nada pra fazer hoje né?
 
Roberta – Ah Ana o Be chamou a galera pra ir pra casa dele hoje.
 
Ana – Será que o Márcio vai?
 
BE –(chega de surpresa) É claro que vai!!!!!!!
 
Roberta – que feio em Be se intrometendo na conversa dos outros.
 
Ana – É mesmo.E a propósito não conta essa parada pra ninguém, você sabe como minha mãe é, ‘Minha filha vc tem que namorar pra casar’ na minha idade namorar pra casar só pode ser brincadeira...(risos)
 
Be – é mesmo, também to fora dessa parada, o negócio agora é ficar!!!
 
Roberta – falou e disse.
 
Fernando – Oi galera (cumprimenta elas com um beijo e ele com um aperto de mão)e aí a gente vai agora pra sua casa Be?
 
Ana- a gente vai esperar o Márcio chegar não é mesmo?
 
Be – ele disse que também ia
 
(Fernando chama o Be no canto)
 
Fernando-chega aí Be, quero falar um negócio contigo.
 
Be-pode falar
 
Fernando – Pow preciso de um favorzão seu..., Tu sabe que eu to gostando da Roberta há muito tempo e , é, eu queria saber se vc pode colocar ela na minha fita
 
Be-é claro parceiro
 
Márcio – Fala ae brou , tão esperando o que vamos para sua casa logo então.
 
Ana – oi Márcio pensei que você não ia vim
 
Márcio – Pow gata é que tava resolvendo uns problemas aí.
 
Be- então ta na hora de ir, vamos zoar muito hoje
 
(chegando lá)
 
Be- Roberta eu quero falar um bagulho contigo
 
Roberta – fala Be
 
Be- é que o Fernando quer ficar contigo hoje
 
Roberta – o Fernando?Não acredito!
 
Be- pode acreditar e aí já é?
 
Roberta – é claro que já é!Mais e o Márcio com a Ana, só fico se os dois ficarem também!
 
Be- aqueles dois, vão ficar com certeza!
 
Márcio – e aí gente que filme vamos assistir!
 
Ana- Por mim o que você escolher ta bom
 
Roberta – pode ser o amor é cego é tão legal.
 
Fernando - pow sei lá, vamos assisti um de terror, eu trouxe um que vai deixar você s de cabelo em pé.
 
Be- Fechou então
 
(e enquanto Be coloca o Dvd Fernando conversa com Roberta)
 
Fernando – Pow Roberta to afimzão de você, e eu to querendo, quer dizer eu queria saber se tem condições da gente ficar hoje.
 
Roberta- poxa eu não sei o que a galera vai pensar
 
Fernando – não vão pensar nada e além do mais o Ana e o Márcio também vão ficar.
 
(Ele chega para beijá-la e a campanhia toca)
 
Fernado – quem deve ser, para nos atrapalhar.
 
Be – deixa que eu atendo
 
Be- oi, quer falar com quem?
 
Sandrinha – Com a Beta
 
Be- entra
 
Roberta – Sandrinha você por aqui.
 
Sandrinha – Sua mãe disse que você estaria aqui e mandou eu trazer pipoca para galera
 
Fernando – oba
 
Roberta – Se importa Be dela ficar aqui com a gente?
 
Be- de jeito nenhum
 
(o filme começa)
 
Ana- Márcio me abraça to com medo
 
Márcio – mais é claro Ana.
 
(os casais começam a se formar e Be chega até sandrinha)
 
Be- pow Sandrinha será que tem como a gente ficar hoje?
 
Sandrinha – poxa eu namoro
 
Be- e o que tem isso?Eu não sou ciumento e além do mais olha ao seu redor ta todo mundo junto
 
Sandrinha – É mesmo né, ta certo!
 
(de repente falta luz e tudo escurece)
 
Márcio- Ah não acredito nisso
 
Fernando – logo agora que o filme tava esquentando
 
Ana- Gente eu to com medo
 
Sandrinha – Eu também
 
Be- mais o que será isso?
 
Roberta- Queda de energia dã!!!(risos)
 
Be-Vou pegar umas velas
 
Ana- Rápido Be
 
(fecha-se a cortina)
 
Be- Pronto aqui está(e a acende, nessa hora a igreja estará com as luzes apagadas e eles vão acender velas)
 
Fernando – E agora o que a gente faz?
Sandrinha- Gente está chovendo lá fora, e muito não da pra gente sair
 
Márcio – Tive uma idéia
 
Fernado –lá vem Márcio e suas idéias
 
Márcio – Tem um jogo muito legal pra nós jogarmos
 
Ana – E qual é esse jogo?
 
Márcio- É a brincadeira do compasso
 
Sandrinha – To fora
 
Roberta – Eu também
 
Be- ah qual é gente ta amarelando
 
Fernando –Pow isso é tudo superstição, não existe!
 
Márcio- vamos galera
 
Ana – ta legal, eu topo
 
Sandrinha- então ta se todo mundo brincar eu brinco
 
Be- Roberta?
 
Roberta – ai gente eu morro de medo dessas coisas.
 
(Fernando pega no pé de Roberta)
 
Roberta- (da um grito apavorada)
 
Fernando – calma Roberta foi só uma brincadeira
 
Márcio- Be pega lá um lápis, uma folha e um compasso
 
Be- já é!
 
(fecha-se a cortina)
 
Márcio- vamos começar o jogo?Quem fará a primeira pergunta?
 
Fernando- Eu...Qual o seu nome?
 
Roberta- Gisele
 
Ana – (grita)Meu Deus isso é mesmo real
 
Fernando –qual é galera.
 
Márcio – Você é uma criança?
Sandrinha – ela disse não!Ela disse que tem a nossa idade!
 
Sandrinha- Pergunta de onde ela é?
 
Be- De onde você é?
 
Fernado – Meu deus como pode ela disse que nós não conhecemos
 
Roberta – ai gente to com medo!
 
Be- perae galera ela ta dizendo algo. Ela escreveu seu nome Ana
 
Ana- Eu vou embora.
(levanta e vai até a porta que se fecha)
 
Ana- gente a porta fechou e não quer abrir
 
Márcio – E agora como vamos parar de brincar disso
 
Sandrinha – a gente pode parar??
 
Be- que ela disse? Fala logo!
 
Sandrinha – Disse que não
 
(De repente ouvem um grito)
 
Roberta- o que foi isso?
 
Fernando – Vamos morrer cara.
 
Márcio – para com isso cara é isso que ela quer!
 
Sandrinha – Gente corre aqui está dizendo algo
 
Be- Ela está falando da Ana
 
Ana- E o que ela fala de mim
 
Be- Está dizendo que te conhece a muito tempo, e que quer sua vida!
 
(todos começam a chorar)
 
Ana- Por que ? Logo eu, o que fiz?
 
Roberta – Ana você não se lembra ,Gisele?
 
Fernando –o que gente?
 
Ana – Gisele, não acredito mais será possível?
 
Sandrinha – Fala Ana o que aconteceu
 
Márcio – Você a conhece?
 
Ana- Gisele era o nome da garota que eu mais odiava.Eu e ela nunca se entendia, até que um dia eu...
 
Fernando – Você o que Ana?
 
Ana- eu a matei.
 
Be- Mais o que é isso Ana?
 
Sandrinha – Você é doida, sai de perto de mim!
 
Roberta – Gente, acho que vocês devem ver isso!
 
Be- Ela ta dizendo que vai acabar com sua vida Ana!
 
Ana- Não, não pode ser, gente me ajudem!(Ana grita de dor)
Cadê vocês não me abandonem, não me deixem sozinha!
Você não vai acabar comigo, não vai ta ouvindo!(Começa a ouvir risos)
Jesus eu sei que não mereço seu perdão, nem que o Senhor me ajude, a minha vida inteira eu só pensei em ficar
Só pensei em coisas que me matavam aos poucos.
Mais eu quero concertar isso eu quero ser fiel a ti, Papai, por favor, me tira dessa!
(fecha-se à cortina) (Ana levanta como se estivesse desmaiada)
 
Sandrinha – Gente ela acordou
 
Roberta – Ana o que aconteceu?
 
Ana-não sei!Mais algo me diz que isso foi um aviso de Deus.
 
Be- Tome aqui beba essa água.
 
Márcio – Galera a luz voltou!
 
Fernando – Graças a deus
 
Roberta- Gente acho que está na hora de ir embora
 
Ana – Acho que todos nós primeiramente devemos pedir perdão a Deus.
Toda a nossa vida tem sido dedicada a coisas que fazem mal para nós mesmos.
Ficar, fumar, se prostituir, esse não o tipo de vida que Deus quer pra nós
Existe algo muito maior que todos essas coisas, algo que Deus nos oferece gratuitamente.
 
Roberta- Você tem razão, esse não o tipo de vida que Deus quer pra mim.Brigar com meus pais já se tornou rotina lá em casa, e minha mãe coitada faz tudo para me agradar, me da as melhores coisas, paga o melhor colégio, e eu o que tem feito por eles?
Eu quero mudar Senhor ajuda-me a mudar de vida, tenho certeza que só o Senhor pode me ajudar, não a outro, não há ninguém que não seja a Ti.
 
Be- E eu como pareço feliz não é mesmo?Ninguém sabe, mais eu sofro, não ter com quem conversar, não tenho ninguém pra pedir ajuda.Eu comecei a fumar, a cheirar, a beber, porque eu nunca fui amado, e esses vícios era o único meio que eu tinha de esquecer meus problemas.Nada pior do que não ter o amor de seus pais!!!
Mais Senhor eu quero largar esses vícios eu vou conseguir com sua ajuda, pai, me perdoa!
Márcio – E a minha vida então eu sempre se senti o maioral, ficava com quem quisesse, eu era o centro do mundo, o centro do universo, tudo sob o meu domínio.Mais hoje realmente descobri que tem alguém a mais, que tem algo maior que todas as riquezas, maior que todos os prazeres...
E eu quero ter intimidade com esse alguém, com Jesus.
 
Fernando –e eu que perdi a razão de viver me viciei em pornografia, toda vez que entro na Internet é pra ver pornografia, eu quero parar mais não consigo sozinho.Preciso muito de ajuda, todo tempo o Senhor estava ali estendendo a sua mão para mim, e eu nem aí, mais agora eu quero, quero alguém pra me ajudar, pra me libertar!!!
 
Sandrinha – Eu viciada,em baile funk,os meninos se aproveitam de mim, eu já tentei parar, mais não da, minha mãe chora dias e noites por causa de mim, é difícil parar de ir, mais hoje eu vou, eu vou mudar, vou trazer alegria ao rosto da minha mãe novamente.
Senhor eu quero te aceitar pra ser meu Pai, eu quero viver contigo, quero te amar, e quero ouvir a tua voz...
Esteja comigo e ajudando....
 
Ana- É gente acho que todos nós aprendemos a lição!
Errar é humano, sim, mais nós hoje nos redimimos, pedimos perdão por todos os erros,
E a partir de hoje nós como igreja do Senhor vamos fazer, e levar a diferença onde formos.
 
Diversos: