LÁGRIMAS DE UM PALHAÇO

Versão para impressão
Palhaço chorando

Num mix de crianças e palhaços, em meio a brincadeiras, é passada a mensagem da porta estreita, da escolha do caminho que leva ao céu.

Apelo e oração pelas decisões acontecem durante a apresentação.

Mensagem evangelística apresentada às crianças, pelos palhaços.

I Ato

CENA 1:

(Júnior se encontra pensativo na espera dos seus amiguinhos)

JÚNIOR: Cadê eles que não chegam? Ou será que eu cheguei cedo demais? (olha para o relógio). Nossa eu que cheguei atrasado. Carla! Pedro! Rita! Ricardo! Luíza! Onde estão vocês!!! Será que eles já foram? (Começa a chorar)

(Entram todos gritando alegremente fazendo uma grande festa. Júnior!!!).

LUÍZA: Ih!!! Pessoal, o Júnior está chorando!!!Buá!Buá!!Buá!!!

JÚNIOR: Não estou chorando não, é que... Entrou um cisco no meu olho.

RITA: Pessoal, para de pegar no pé do Júnior.

JÚNIOR: Obrigado Rita.

RITA: Quem disse que homem também não chora! Rrsrsrsrsrs!!

(Todos caem na gargalhada e vão fazer cosquinha no Júnior)

JÚNIOR: Eu não estava chorando. ( RSRSRSR) Para pessoal, se não vou molhar nas calças!!Rsrsr!

PEDRO: Pessoal! Pessoal não podemos ir agora, está faltando alguém! Mas não lembro quem é?

RICARDO: Ih! Isso é porque ele só tem 10 anos, imaginem quando ele tiver a idade da Palhaça Dipilim.

PEDRO: Isso! Isso! Isso mesmo!!!

RICARDO: Não falei!!!

(Todos caem na gargalhada)

PEDRO: É a Dipilim que está faltando.

TODOS: É mesmo

PEDRO: Depois sou eu que estou esquecendo das coisas.

CARLA: Mas onde será que ela está?

LUÍZA: Falando nela. (grita) Dipilim, estamos aqui!!!

DIPILIM: Oi pessoal, como vocês estão?

TODOS: Bem

CARLA: Você que está atrasada e muito!

DIPILIM: Perdoem-me pelo atraso, é como eu estava vindo para cá, aproveitei para fazer uma pesquisa para o meu primo o palhaço Pim.

RITA: Pesquisa? Mas que pesquisa?

DIPILIM: Sobre o livre arbítrio.

PEDRO: Porque você não falou antes, ontem passou o jogo do Santos contra o Corinthians. Santos! Santos! (gritando)

JÚNIOR: Corinthians! Corinthians!

PEDRO: Santos! Santos! Santos (Canta um pedaço do hino do Santos)

RICARDO: Não é nada disso que vocês dois estão falando.

PEDRO: Como não?

RICARDO: Ela está fazendo uma pesquisa sobre árbitros serem livres pelos campos percorridos a cada jogo, não é pesquisa sobre o Santos muito menos o Corinthians.

CARLA: Alô! Alô! Alou!

CARLA: Meninos só pensam em jogo.

CARLA: Ela está falando do livre arbítrio. Quem manda faltar na escola dominical? É isso que dá.!

LUÍZA: É mesmo Rita, livre arbítrio é...

DIPILIM: Isso mesmo, vocês podem me ajudar?

TODOS: Nós?

DIPILIM: Isso mesmo!

RICARDO: Oba! Oba! Vamos ajudar a Dilipim! (pulando alegremente)

RITA: Lembrei isso também tem a ver como os dois caminhos? Só um leva até Deus, e outro não leva.

JÚNIOR: Eu sei que caminho é esse, eu sei, eu sei (pulando e levantando a mão).

DIPILIM: Então fala Júnior.

JÚNIOR: Esse caminho é.. esse caminho é...

LUÍZA: Então!! Estamos esperando! Para de fazer suspense.

JÚNIOR: Jesus! Jesus! Jesus!

DIPILIM: Isso mesmo Júnior. Está de parabéns.

RITA: Mas fui eu que falei primeiro.

DIPILIM: Você também está de parabéns.

PEDRO: Não entendi? (coçando a cabeça)

LUÍZA: Deixa que eu explico. É simples, você vai decidir para onde quer ir, ou seja, tem dois caminhos. Um que é cheio de pecado, mentira, tristeza, dor, amargura, destruição... (suspense)

PEDRO: Chega! Fala logo.

LUÍZA: O outro é através de Jesus, um caminho de paz, verdadeira felicidade, amor, onde aceitei a Jesus como o meu Senhor e Salvador e tudo mudou em minha vida.

(Todos os também)

DIPILIM: E digo mais, o livre arbítrio ele vai muito além.

Deus quer o melhor para nossas vidas, mas eu e vocês é que decidimos o caminho que vamos tomar, se vamos ser homens e mulheres de bem ou do mal.

TODOS: Eu quero ser do bem

DIPILIM: Isso mesmo.

RICARDO: (triste)

JÚNIOR: Que foi Ricardo, aconteceu alguma coisa?

RICARDO: É que ainda não aceitei a Jesus como o meu Senhor e Salvador, eu quero sim ter uma nova vida.

DIPILIM: Hoje é dia de festa.

CARLA: Porque Dipilim?

DIPILIM: Porque quando alguém aceita a Jesus como Senhor da sua vida, há festa no céu.

RITA: Quero que todo o dia tenha festa no céu.

(Palhaço Pim entra neste momento)

PALHAÇO PIM: Eu vim atrás de vocês porque estavam demorando muito, vocês parecem que estão fazendo festa e nem iam me convidar.

RITA: Sabe Pim, o Ricardo aceitou a Jesus.

PALHAÇO PIM: Iwopi!!!Iwopi!!! (sai pulando de alegria).

PALHAÇO PIM: Que bom estou muito alegre com a sua decisão.

RICARDO: Eu sei o que quero pra minha vida, quando eu estiver com a sua idade Palhaço Pim.

PALHAÇO PIM: Esta me chamando de velho?

(Todos caem na gargalhada)

RICARDO: Não palhaço Pim. Sabe que é eu quero ser um homem de bem, ajudar as pessoas, ser um verdadeiro amigo. Como todos, inclusive você, que é o meu amigão.

(Palhaço Pim começa chorar de emoção e todos se abraçam alegremente)

LUÍZA: Ih!!! Pessoal o Júnior esta chorando!!!Bua!Bua!!Bua!!!

TODOS: Luísa!!!

LUÍZA: Brincadeirinha pessoal.

PALHAÇO PIM: Já sei, vamos levantar um senso agora. (chama 4 crianças voluntárias do público).

PALHAÇO PIM: Aqui tem quatro portas. Qual destas portas vocês querem entrar? (aponta)

1. Essa porta tem brinquedos, doces, álcool e também mentira;

2- Essa porta tem brinquedos, doces, álcool, mentira e drogas,
3- esta porta tem brinquedos, doces, álcool, mentira, drogas e colar na prova,
4- e na ultima porta tem, a verdadeira felicidade, vida eterna, amor. Essa porta é Jesus.

Qual dessas 4 portas vocês querem entrar, eu vou contar até 10 e vocês correm até a porta. 1, 2, 3, 4....

(Neste momento interagem com as crianças e depois fazem o apelo que quer aceitar a Jesus como seu Senhor e Salvador)

PALHAÇO PIM: (ora com as crianças e pergunta) Quando vocês tiverem com a minha idade o que vocês querem ser?

(Todos gritam queremos ser homem e mulher de bem )

FIM

Personagens:

CARLA: Talita

PEDRO: Felipe

RITA: Bianca

LUÍZA: Graziela

JÚNIOR: Caio

RICARDO: Rafael

PALHAÇO PIM: Flávio Kadeth

Palhaça DIPILIM: Bruna

Os direitos autorais deste texto são de Flavio Kadeth.

Peça recuperada, estava no site em 2005

Autores: 
Temas: 
Idades: 
Diversos: