INFORMAÇÃO

INFORMAÇÃO - Igreja esquecida

Sinopse: Contada de uma forma diferente, a história de Gideão é retratada aos jovens de hoje, que não acreditam em si mesmos e colocam desculpas para não fazerem o trabalho no Reino de Deus. Divertida e emocionante, essa peça nos faz colocar diante de Deus nossas dificuldades e nos encoraja e cumprir o propósito de Deus para nós.
Cia Atos de Teatro - “Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judeia e Samaria, e até os confins da terra.”  Atos 1:8
Gênero: Comédia/Drama                    Tema: Ide – Exortação/Evangelismo

Personagens:
ED:    
MILA:    
FRIDA:    
DIRETORA:
FREDERICO:
SIZÉ:

FIGURANTES
Moisés -
Davi -
Rute –
Matheus -
Pedro -
Maria -
Paulo -
Timóteo -
Jovem -   
Samuel e Ana Luíza (Bíblia)
Andreia (música Pai Nosso)

CENA 1

(Palco escuro, no centro um pano “claro” – branco ou bege – como um biombo de pouco mais de um metro de largura – personagens ficarão escondidos atrás dele)
ED:    Chegamos?
FRIDA:    Como posso saber? Está tudo escuro!
MILA:    Xiiiiu vocês dois!
ED:    Mas eu quero ir no banheiro!!
FRIDA:    Você só reclama! Eu não te aguento mais!
MILA:    Ahhh, mas quieto vocês, vão estragar tudo!
FRIDA:    E você acha que ninguém ouviu a gente?
MILA:    Claro que não!
ED:    Eu to muito apertado!!! A gente já chegou?
FRIDA:    Pelo amor da madrugada! Peraí que vou acender minha luz...(acende uma luz, dando a possibilidade de ver toda a silhueta deles pelo pano) Agora dá pra espiar... (com a cabeça para fora do pano) Oooo, Mila, acho que a gente tá em lugar errado...
MILA:    Como assim errado?
ED:    Aqui tem banheiro?(Põe a cabeça para fora e já volta)
MILA:    Xiiiu! Como assim errado?
FRIDA:    É que não está parecendo o jantar imperial do Duque de Banglafesh...
MILA:    Mas nós seguimos as instruções direitinho do livro, não foi? Cada um lembra sua parte?
(Vão gesticulando bem enquanto explicam)
FRIDA:    Eu lembro! Minha parte era assim: Passe a ponte, ande dois lances de flechas até o portal azul, pronto.
MILA:    E minha parte era: Ao passar o portal, pule três vezes sobre o poço e entre no túnel, virando no terceiro corredor. Ed?
ED:    Bem, depois do terceiro corredor entre a direita e pronto!
MILA/FRIDA:    DIREITA?
ED:    Sim!...Ou será que era esquerda... agora fiquei confuso...
MILA/FRIDA:    CONFUSO?
MILA:    Você nos trouxe a outro lugar! Sua parte era a mais fácil e você não decorou!!
ED:    Mas eu estava apertado pra ir no banheiro....
FRIDA:    Como assim estava?
ED:    Não estou mais... quer dizer...
FRIDA:    AAHHH que nojo...
ED:    Você queria que eu segurasse a vida toda?
MILA:    Parem, chega! Temos que descobrir onde estamos e dar um jeito de sair daqui!
FRIDA:    Então vamos lá...
ED:    Peraí, peraí!
MILA:    Que foi agora?
ED:    To com medinho...
FRIDA:    Ahh!
MILA:    Formação 1!
(ficam de costas um para o outro, formando um triangulo)
ED:    Agora sim!
MILA:    Vamos lá, no três, Frida!
FRIDA:    Um, dois, ...
(Aparecem em cena girando o triangulo – Ed dá um tchauzinho pra plateia
MILA:    Formação 2!
(dão um giro cada para um lado e ficam de estátua)
MILA:    Formação três!
(voltam para o meio do palco e fazem formação de “kung fu”, ficam assim um tempinho)
ED:    E agora, Mila?
MILA:    Xiu, eles ainda não perceberam nossa presença!
(Frida sai pulando da formação)
FRIDA:    Câimbra, câimbra Ai, ui ai, ui...
ED:    Agora perceberam...
MILA:    Estica, estica!! Não desse lado, do outro! Peraí...
(Socorre Frida, enquanto elas ficam no chão puxando a perna, Ed vem para frente do palco meio tímido)
ED:    Oi, quanta gente!
MILA:    O que você está fazendo Ed?
ED:    Iniciando um contato... Fica aí, está tudo sob controle... Nós viemos em paz! Por favor, me levem até seu líder e tudo ficará bem!
DIRETORA:    Mas isso é um ultraje! Como vocês têm a ousadia de invadir minha peça teatral?!
FRIDA:    Câimbra, câimbra... buááááá!!
ED:    Teatro? Eu adoro teatro? Quando? Onde?
DIRETORA:    Aqui e agora!
ED:    Ahhh entendi... Meninas, é tipo essas noite de talentos...
MILA:    O que?
ED:    Tudo bem, eu sei improvisar... Hum hum, senhora diretora! Tenho aqui a história de que precisa para sua peça de teatro!
DIRETORA:    O que? Mas minha peça de teatro está pronta!
ED:    Ah, então a gente apresenta juntos, pode ser pessoal?
(Aparecem umas mãozinhas fazendo positivo detrás da cortina)
DIRETORA:    O que?
ED:    Senta aí! Música por favor!

CENA 2

(Música medieval, Mila e Frida saem de cena – acendem luzes no palco)
ED:    Há muito tempo atrás, num reino não conhecido, morava um jovem e seu cavalo!
...Ah vocês não tem cavalo?
Tudo bem, outra história então...
Hum, hum... Há muito tempo atrás, em um reino onde o povo estava sendo escravizado, morava um jovem pastor de ovelhas que tinha uma vida bem da sem graça, pra falar a verdade.
Um dia, ele estava a observar suas ovelhas no campo e de tanto observar, observar e observar, caiu no sono!
Mas nossa história também não é sobre ele, nem sobre suas ovelhas ou sobre seus tantos irmãos e irmãs, mas sim sobre seu vizinho.
Ele é o filho caçula, mas apesar de caçula era um dos mais altos de sua casa! Imagine os demais... Seu nome?
(Entram Frederico e Mila em cena – Ed fica de lado e já sai da cena)
MILA:    Frederico! Preciso que você vá a feira comprar duas dúzias de ovos, manjericão, cheiro verde, azeitonas e farinha de rosca.
FREDERICO:    Mas, estou indo trabalhar no la....
MILA:    Depois você vai! Primeiro, feira!
FREDERICO:    Ninguém me leva a sério nessa casa!
Frederico isso, Frederico aquilo! Eu nunca faço o que quero! O que nasci para fazer!!
Mas pra falar a verdade... não sei muito bem o que nasci para fazer… Estamos aqui e muito ouvimos a respeito do Evangelho e do que Deus quer de nós.
Não sei se você conhece seu chamado, seu ministério, mas a Palavra do Senhor diz que grande é a seara e poucos os trabalhadores.
Muito há que se colher, mas são poucos os que estão em campo. Porém todos querem o Reino de Deus! ...
Mostre-me tua fé, mostre-me tuas obras!
Que grande galardão o espera!
Jesus veio para todos, e Ele nos deixou um legado: que sigamos Seu exemplo, que levemos a vida dEle, que acolhemos, cuidemos, perseveremos, amemos uns aos outros assim como Ele nos ama!
Você ainda não sabe seu chamado ou está como eu que ainda não dei o primeiro passo?
Corra, o tempo é curto, pois é chegado o Reino de Deus!
(sai de cena)

CENA 3

(entra, na lateral da cortina, a Déia, canta a música em ritmo medieval)
Pai nosso que está no céu
Santo é o Teu nome
Venha a nós o Teu Reino
Seja feita a Tua vontade
Na terra e no céu Teu Reino pra sempre vem
Na terra e no céu Teu Reino pra sempre vem
(Repete do início – enquanto repete entram todos os personagens e fazem uma coreografia medieval)
Teu Reino vem – 3 x
(Música vai ficando mais intensa)
Teu Reino vem
(Ed no meio do palco vai falando, os personagens continuam na dança e saem um a um pra falar)
ED:    Liberte Moisés!
MOISÉS:   Mas sou um gago
Teu Reino vem
ED:    Levante Davi!
DAVI:    Mas sou o menor de meus irmãos
Teu Reino vem
ED:    Permaneça Rute!
RUTE:    Mas sou uma viúva
Teu Reino vem
ED:    Siga-me Mateus!
MATEUS:    Mas sou um cobrador de impostos
Teu Reino vem
ED:    Apascente Pedro!
PEDRO:    Mas eu te neguei
Teu Reino vem
ED:    Pregue Paulo!
PAULO:    Mas fui perseguidor dos cristãos, matei muitos
Teu Reino vem
ED:    Obedeça Maria!
MARIA:    Mas ainda não me casei
Teu Reino vem
ED:    Entregue jovem!
JOVEM:    Mas sou muito rico
Teu Reino vem
ED:    Exorte Timóteo!
TIMÓTEO:    Mas sou muito novo!
Teu Reino vem – mais 3 vezes
(Termina a música – Apagam as luzes – Personagens saem de cena – Ed no meio do palco)

CENA 4

ED:    Mas, mas, mas, mas... Quantos aqui negam Jesus?
Sabem fazer o bem e não fazem, conhecem a verdade e não a vivem, se envergonham de viver Cristo, deixam seu bom testemunho para frases jogadas nas suas páginas de internet e dizem que estão “plantando sementes”, têm acesso ao Trono celeste e simplesmente o ignoram, não oram...
(Acende a luz)
ED:    Bem, eu tenho uma boa notícia! Jesus te ama! Ainda assim, Ele te ama, pois seu amor não é baseado no que você dá para Ele. Seu amor não é baseado em se você foi bonzinho durante o ano!
Ele não se importa com seu passado, Ele não se importa com o que você já fez de errado! Seu amor não é medido, não é humano, não é forçado, não é fingido, não se adultera, não se vende, Ele não se engana, Ele te ama! E eis que vem o Teu Reino! E é um Reino de paz, onde não há fome, onde não há perigo ou morte, onde se vive a esperança, onde há alegria, onde há justiça, onde se vive de verdade!E o que faremos com essa informação? O que você vai fazer com essa informação? Há sedentos nesse mundo, vagando sem saber onde chegar. Há almas aflitas e acorrentadas, há escuridão e ódio e o que você vai fazer? O que você vai fazer? A informação você já tem!

CENA 5

(Começa música instrumental de esperança – Frida entra e dança – enquanto dança entra gravação voz de criança)
(Luquinhas) O teu trono, ó Deus, é eterno e perpétuo; o cetro do teu reino é um cetro de equidade. T amas a justiça e odeias a impiedade; por isso Deus, o teu Deus, te ungiu com óleo de alegria. Salmos 45:6-7
(Nanda) Tu, Senhor, no princípio fundaste a terra, E os céus são obra de tuas mãos.
Eles perecerão, mas tu permanecerás; E todos eles, como roupa, envelhecerão,
E como um manto os enrolarás, e serão mudados. Mas tu és o mesmo, E os teus anos não acabarão. Hebreus 1:10-12
(João) Em verdade vos digo que, dos que aqui estão, alguns há que não provarão a morte sem que vejam chegado o reino de Deus com poder. Marcos 9:1
(continua a música instrumental)
FRIDA:    A Bíblia está repleta de histórias de pessoas que cumpriram o propósito de Deus! Verdadeiros heróis! Guerreiros valentes e mulheres que mudaram a história! Pessoas incríveis! Pessoas como você! Você sabe quem Deus gosta de usar para manifestara sua glória? Sim, pessoas como nós! Sem nada de excepcional! Pessoas falhas e que se acham incapazes, e a Bíblia, divinamente inspirada, conta, livro por livro, histórias assim. Histórias reais de pessoas reais, com medos e desejos, pessoas que pecaram, que duvidaram muitas vezes, que olharam para trás, que traíram, que murmuraram, que surpreendentemente eram como nós, mas que resolveram deixar Cristo fazer uma obra em suas vidas! A história que o Ed começou a contar é uma ideia sobre um desses personagens, antes dele obedecer a voz de Deus. Preste atenção, quem sabe tem muito dele em você ou de você nele...

CENA 6

(Som de galo cantando – apagam as luzes – acende e FREDERICO está se espreguiçando no meio do palco)
FREDERICO:    Ahh, segunda-feira braba...
SIZÉ:    Bora trabalhar, Frêgi.
FREDERICO:    Frêgi?
SIZÉ:    É  a junção do seu primeiro e segundo nome... Ainda não acordou do fim de semana?
FREDERICO:    Não... estive... Em um acampamento esse fim de semana... sabe, aí to quebrado!
SIZÉ:    Acampamento de guerra? Onde?
FREDERICO:    Não... Acampamento numa chácara. Evento lá da igreja...
SIZÉ:    Sei... E aí?
FREDERICO:    Ah, nada demais. O bom é que vem caravanas de cidades diferentes...Ai eu conheci um monte de gente, é bom!
SIZÉ:    Gente... sei...
FREDERICO:    (Rindo) Você não perdoa nada, hein Sizé! Tem uma vez por ano, a próxima vez que tiver eu te falo, aí se quiser ir...
SIZÉ:    Ah, fala sim que eu vejo se dá pra ir... Mas tem que valer a pena, hein! Olha, já deu o horário!
FREDERICO:    Vamos ver o que nosso inimigo deixou para nós!
SIZÉ:    Bora lá!
(Tiram os sapatos e saem de cena, entra Ed)
ED:    Olha só, a maioria de vocês na segunda-feira!
Cantaram e foram abençoados no final de semana e na segunda-feira... nada... terça, nada... quarta, já esqueceram metade do que aconteceu... claro que não as amizades, né? Afinal você já adicionou todo mundo no face e estão trocando mensagens de saudades e combinando de se reencontrarem algum dia...
Porém e o Let’sRoll? E o ide? E o eis-me aqui?
Mas não, não quero trazer peso a ninguém!
Sei que estarão muito ocupados com suas vidas e vão deixar tudo para o próximo final de semana, certo?
Bem, Frederico esteve no acampamento, ouviu as mesmas coisas, conheceu vocês, se divertiu, buscou ao Senhor e voltou para sua casa.
Passando alguns dias, como disse, nada.
Ele está esperando o que?
 Deus aparecer pra ele e dizer o que Ele deve fazer?
De novo?
O Senhor já deu as ferramentas, já ensinou o caminho, já abriu espaço, já iluminou as ideias, deu de bandeja as coordenadas, e?
O que o Frederico quer?
O que mais vocês querem?
Não se esqueçam: Grande é a seara!
(Sai de cena)

CENA 7

MILA:    Frederico, como foi no trabalho meu filho?
FREDERICO:    A mesma coisa de sempre mãe...
MILA:    Mas você está bravo?
FREDERICO:    É porque eu não aguento mais essa vida de escravidão... Hoje mesmo vou começar a fazer o turno da noite por causa de nossos inimigos! Assim não dá mãe!
MILA:    Filho, mas você sabe que o Senhor é por nós e...
FREDERICO:    Por nós? Ele foi com nossos pais, foi com os antepassados, mas não é conosco!
Não consigo entender mãe!
Vocês dizem que é importante permanecer firme e não desanimar, mas assim não dá!
MILA:    Frederico Gideão! Você sabe que por causa da dureza e pecado do nosso povo que estamos assim!
Se alguma coisa não acontece para mudar a culpa não é de Deus!
FREDERICO:    Tá, tá bom mãe... vou descansar...
(Sai de cena)
MILA:    Bem, Frederico quer respostas, resultado, rapidez!
Ele é da geração fastfood, pediu ganhou! Mas as coisas não são assim!
Viu pessoal, as coisas não são assim!
Quer ver as coisas mudando na sua casa?
Quer mudar uma situação ruim?
Quer ganhar seus amigos pra Jesus?
Quer avivar sua igreja?
Quer ser participante do Reino de Deus?
Aja! Jesus não vive de palavras ocas e vazias, Ele vive de atitudes, de conhecimento, de sabedoria, de obediência, de coragem! Coragem!
Você sabe o que deve fazer, então faça!
Você sabe o que tem que enfrentar, então enfrente!
Deus não é mentiroso e disse que iria à nossa frente nas batalhas, então avance!
Chega de mas, mas, mas para Deus! Chega de olhar para esse mundo como se o fim fosse aqui, você sabe que não é!
Você sabe que essa vida é pequena e passageira, lute pelo Reino de Deus!
Lute para honrar o nome de Cristo!
Lute pela vida de sua família!
Lute pela vida de seus colegas!
Lute pela nação e avance mais!
Avance hoje!
Avance amanhã e não pare de lutar porque a seara é grande e Deus vai à sua frente! (pausa)
Agora, o que você vai fazer agora?
Que tal a gente parar um pouco e colocar diante de Deus nosso ministério, nossa dificuldade, as pessoas que estamos tentando levar para o Senhor.
Faça isso agora, onde você está!
Se algo te impede de avançar, coloque agora diante de Deus.
Se sua igreja não rompe além das quatro paredes, coloque agora diante de Deus.
Se o emprego ou promoção que você está buscando tão dignamente não chega, seus filhos não temem ao Senhor, seus pais são teimosos e estão indo para o inferno.
Sua empresa não sai do vermelho, suas contas estão tirando sua paz, seu relacionamento vai de mal a pior!
Feche seus olhos agora e em palavras, aí como você está, coloque diante de Deus!
(Luz baixa)
(Música – Se o Sol se pôr – Mila canta)
MILA:    (música continua instrumental)Coragem! Coragem! Coragem!
Repitam comigo: Coragem, coragem, coragem!
(quantas vezes sentir que deve fazer)
(enquanto o povo repete, atores repetem também, Mila continua falando)
Porque é chegado o Reino dos Céus!
Porque é chegado o Reino dos Céus!
Porque é chegado o Reino dos Céus!
Coragem!
Glórias a Deus!
(sai de cena)


CENA 8

(Entram Frederico e Sizé e começam a “malhar trigo”)
SIZÉ:    O Frêgi, conta de novo daquele cara do futebol lá no seu acampamento... Ele jogou a bola onde?
(Silêncio)
SIZÉ:    Frêgi? Ow, tá ouvindo, cara? Frederico?
FREDERICO:    Oi Sizé, desculpa, to viajando...
SIZÉ:    Tá tudo bem?
FREDERICO:    Tá, eu to só pensando umas coisas aqui... mas não é nada não...
SIZÉ:    Aham...
FREDERICO:    É que eu tive um sonho... Um sonho noite passada... Era com o fim das coisas, com um Reino grande e que eu estava lá... Mas não como alguém que lutou, que foi fiel... Simplesmente estava lá...
SIZÉ:    É? Me conta mais...
FREDERICO:    Foi mais ou menos assim: (canta a música Rojões – Os Arrais)
“Ouço o som da multidão que vitoriosa chega de mais uma guerra
Lindos refrões ecoam dos portões, louvando o Rei e exaltando Seu nome

E eu quis morrer na batalha ao lutar pelo reino até o fim
Mas fui convocado a cantar das vitórias e guerras que nunca vi
Me reduziria ao pó de onde vim, mas eu não enxergo o que Ele vê em mim

Vejo os rojões, no alto do céu, quebrando o silêncio de sonhos antigos
Pois nunca fui guerreiro ou herói, nem sei se o Rei me conhece por nome

E eu quis morrer na batalha ao lutar pelo reino até o fim
Mas fui convocado a cantar das vitórias e guerras que nunca vi
Me reduziria ao pó de onde vim, mas eu não enxergo o que Ele vê em mim
Uh, o que Ele vê em mim, Uh

E eu quis morrer na batalha ao lutar pelo reino até o fim
Mas fui convocado a cantar das vitórias e guerras que nunca vi
Me reduziria ao pó de onde vim, mas hoje eu enxergo o que Ele vê em mim
Me reduziria ao pó de onde vim, mas hoje eu enxergo o que Ele vê em mim”

SIZÉ:    (fala como se não tivesse prestado atenção em nada)Legal, cara... Legal... Olha, tá na minha hora de filá uma boia, já volto.
FREDERICO:    Vai lá... Ah, faz o sinal antes pro vigia, pra ver se tá tudo bem...
SIZÉ:    Já tava me esquecendo... urrruuuu, urrrruuu (som de coruja)
(Resposta som de passarinho)
FREDERICO:    Tudo limpo. Boa janta!
SIZÉ:    Té mais!
(Sizé sai de cena)

CENA 9

FREDERICO:    Bem, acho que sou só eu aqui... E vocês claro!
Vocês são como eu?
Querem fazer algo, mas não sabem o que... É... nessa noite fria, eu malhando esse trigo no buraco de uva, perto desse carvalho... na terra de Ofra, sozinho... Sozinho...hum, hum, Sozinho!
FRIDA:    Ahh, é minha vez, peraí, to indo
(entra Frida com um véu de anjo e senta perto dele, ele finge que não vê)
O Senhor é contigo, homem valoroso.
FREDERICO:    Ah, se o Senhor é conosco, por que tudo isto nos sobreveio?
E que o que adianta todas as suas maravilhas que nossos pais nos contaram se o Senhor nos desamparou, e nos deu nas mãos dos midianitas?
FRIDA:    Vai nesta tua força, e livrarás a Israel das mãos dos midianitas!
Porventura não te enviou o Senhor?
FREDERICO:    Como eu livrarei a Israel?
Mas a minha família é a mais pobre em Manasses, e eu o menor na casa de meu pai.
FRIDA:    Olha o MAS aí de novo meu povo!!!
Gideão, o Senhor te diz hoje: Porquanto eu hei de ser contigo, tu ferirás aos midianitas como se fossem um só homem.
FREDERICO:    Se isso tudo é mesmo verdade, me dá um sinal de que és o Senhor mesmo que fala comigo.
Olha, não saia daqui até que eu volte!
Fica ai... Aí... Já venho...
FRIDA:    Eu espero, vai lá Gideão, vai menino!
Enfim, Frederico Gideão trouxe uma oferta ao anjo do Senhor que incendiou no altar e o anjo desapareceu e Gideão resolveu obedecer!
Vocês devem conhecer a história, claro que não tem o nome Frederico né pessoal!
Mas Gideão libertou seu povo, com seu exército de 300 homens contra um exército de 135.000, ou seja, 450 soldados para cada um deles e eles o venceram.
E muito mais Gideão fez em nome do Senhor!
E quem era Gideão?
E quem é você?
O chamado é o mesmo, o ide é o mesmo, o Senhor é o mesmo, Deus é o mesmo!
O que você está esperando?
Um anjo aparecer e te falar?
Olhe em volta, olhe agora em volta, olhe os ministros do evangelho, olhe a Palavra, olhe para o Cristo que diz VEM, não tenha medo!
Coragem Gideão!
Coragem meu povo e venha!
É chegado o Reino de Deus e o que você vai fazer com essa informação?
Avance! Let’sRoll!
Jesus é nossa garantia, Ele é nossa coragem, Ele é nosso alvo, Ele é nossa missão, é por Ele que vamos, é por Ele que lutamos, é por Ele que conquistamos!
Quem quer ser como Gideão que obedeceu o ide? Como Moisés, Davi, Rute, Matheus, Pedro, Maria, Timóteo, Paulo e tantos e tantos personagens que temos como inspiração? A Palavra do Senhor indica o VENHA de Jesus desde o início dos tempos! Sim Jesus, Ele está desde o princípio e a Palavra de Deus grita, de Gênesis a Apocalipse, sobre a vida, morte e ressurreição de Cristo, bem antes Dele nascer da virgem. Deus ama isso! Ah você não consegue reconhecer Jesus nos livros do Antigo Testamento? Vamos refrescar para você?

CENA 10

(SAMUEL entra em cena)
Em Gênesis, Jesus Cristo é a semente da mulher
Em Êxodo, Ele é o Cordeiro da Páscoa
Em Levítico, Ele é o nosso sacerdote supremo
Em Números, Ele é o pilar da nuvem durante o dia e o pilar de fogo à noite
Em Deuteronômio, Ele é o profeta em Moisés
Em Josué, Ele é o capitão da nossa salvação
Em Juízes, Ele é o nosso juiz e nos dá as leis
Em Rute, Ele é o nosso parente resgatador
Em I Samuel e II Samuel, Ele é nosso profeta confiável
Em Reis e Crônicas, Ele é nosso rei soberano
Em Esdras, Ele é o reconstrutor das muralhas da vida humana
Em Ester, Ele é nosso Mordecai
Em Jó, Ele e nosso redentor eterno
Em Salmos, Ele é nosso pastor
Em Provérbios e Eclesiastes, Ele é a nossa sabedoria
Em Cânticos, Ele é nosso amado noivo
Em Isaías, Ele é o príncipe da paz
Em Jeremias, Ele é o nosso ramo de justiça
Em Lamentações, Ele é o nosso profeta lamentador
Em Ezequiel, Ele é o maravilhoso homem das quatro faces
Em Daniel, Ele é o quarto homem na fornalha de fogo
Em Oseias, Ele é um marido fiel casado para sempre com uma mulher desviada
Em Joel, Ele é o que batiza com Espírito Santo e com fogo
Em Amós, Ele é o que carrega o nosso fardo
Em Obadias, Ele é poderoso para salvar
Em Jonas, Ele é o nosso missionário
Em Miqueias, Ele é o mensageiro dos belos pés
Em Naum, Ele é o vingador da Lei de Deus
Em Habacuque, Ele é o grito evangelístico de Deus: “aviva, ó Senhor, a Tua obra no meio dos anos”
Em Sofonias, Ele é nosso salvador
Em Ageu, Ele é o restaurador da herança perdida de Deus
Em Zacarias, Ele é a fonte criada na casa de Davi pelos pecados e impurezas
Em Malaquias, Ele é o filho da justiça se erguendo com cura em suas asas

(ANA LUIZA)
Em Mateus, Ele é o Rei dos Judeus
Em Marcos, Ele é o servo
Em Lucas, Ele é o Filho do homem sentindo o que você sente
Em João, Ele é o Filho de Deus
Em Atos, Ele é o salvador do mundo
Em Romanos, Ele é a justiça de Deus
Em I Coríntios, Ele é a Rocha firme
Em II Coríntios, Ele é o triunfante que dá a vitória
Em Gálatas, Ele é a sua liberdade. Ele te liberta
Em Efésios, Ele é a cabeça da igreja
Em Filipenses, Ele é a sua alegria
Em Colossenses, Ele é a sua plenitude
Em I Tessalonicenses e II Tessalonicenses, Ele é sua esperança
Em I Timóteo, Ele é a sua fé
Em II Timóteo, Ele é a sua estabilidade
Em Tito, Ele é a verdade
Em Filemon, Ele é seu beneficiário
Em Hebreus, Ele é a sua perfeição
Em Tiago, Ele é o poder da sua fé
Em I Pedro, Ele é o seu exemplo
Em II Pedro, Ele é a sua pureza
Em I João, Ele é sua vida
Em II João, Ele é o seu padrão
Em III João, Ele é a sua motivação
Em Judas, Ele é a fundação da sua fé
Em Apocalipse, Ele é o seu Rei vindouro

(ANA LUIZA)
Ele é o primeiro e o último, o início e o final.
Ele é o Criador de tudo
Ele é o arquiteto de todo o Universo, Ele é o melhor de todos os tempos
Ele sempre foi, Ele é e Ele sempre será
Imóvel, imutável, invencível e nunca derrotado
Ele foi machucado mas trouxe cura
Ele foi perfurado mas alivia as dores
Ele foi perseguido mas trouxe liberdade
Ele esteve morto mas trouxe vida
Ele está vivo e traz vida
Ele reina e traz a paz

(SAMUEL)
O mundo não consegue entendê-lo, os exércitos não podem vencê-lo
Escolas não podem explicá-lo e os líderes não podem ignorá-lo
Herodes não conseguiu matá-lo, Fariseus não conseguiram confundi-lo
As pessoas não conseguiram detê-lo, Nero não conseguiu destruí-lo
Hitler não conseguiu silenciá-lo, a Nova Era não consegue substituí-lo
A ciência não consegue desvendá-lo
Ele é vida, amor, longevidade e mais... Ele é bondade, gentileza, zelo, humildade, Ele é Deus.
Ele é santo, justo, poderoso, puro
Seus caminhos são corretos e suas palavras são eternas
Sua vontade não muda e sua vida está em nós
Ele é nosso redentor, Ele é o nosso salvador, Ele é nosso guia, Ele é a nossa paz, Ele é a nossa alegria, Ele é o nosso conforto, Ele é o nosso Senhor, Ele direciona a nossa vida.

SAMUEL/ANA:    Jovens, eu vos escrevi porque sois fortes e já vencestes o maligno!

CENA 11

(Entram todos os personagens)
ED:    E quem ainda duvida do seu chamado?
Quem ainda tem medo de prosseguir?
Quem tem medo de lutar contra um exército?
Esse é nosso Deus e nós somos seus filhos, geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz!
MILA:    Não saia daqui, desse final de semana, apenas com novas amizades na sua rede social, saia daqui, sabendo e crendo em um Jesus que deu a vida por você e que hoje vive em você para que você avance e vá muito além do que seus olhos podem ver!
FRIDA:    Por que o Senhor tem pensamentos de paz a nosso respeito, não de mal!
Creia e avance!
Coragem!
Isso é mais do que uma informação, é uma verdade!
ED:    Então... Pelos Santos de Deus e pelo Cordeiro!
(Apagam as luzes)
FRIDA:    Será que gostaram da nossa peça?
MILA:    Espero que sim... Mas agora temos que ir...
ED:    Temos mesmo? Eu vi uma mesa com umas coisa pra comer... to com fome...
MILA:    Esse é nosso Ed...
(Acendem as luzes, todos agradecem)


FIM


Dedico esta peça aos meus cunhados e amigos Gustavo e Tati, por me apresentarem a música Rojões. Ela foi a base para que essa peça fosse criada. Obrigada!
Com carinho para meu marido Giovanni e minha filha Lia.
                                Priscila L. O. Sinosini               08/03/2014

Estilos: 
Diversos: 
nº de personagens: