A IGREJA NA PÁSCOA

O galo está cantando, Jesus sendo levado pelos soldados e Pedro... A IGREJA NA PÁSCOA

O galo está cantando, Jesus sendo levado pelos soldados e Pedro... A IGREJA NA PÁSCOA
O galo está cantando, Jesus sendo levado pelos soldados e Pedro... A IGREJA NA PÁSCOA
É chegada a data da comemoração da páscoa;  
Os personagens da época  da crucificação de Jesus “são visitados por personagens da época atual”.
Os nossos contemporâneos tentam “melhorar” a história das  cenas:
“ultima ceia” de Jesus antes de sua morte;
“Getsêmani” , quando jesus foi orar e seus discípulos dormiram;
“O galo e a tríplice negação”, de Pedro;
“Via crucis congelada”  A cena da época é congelada;
“Palavras da Cruz no escuro” esta é a cena final

CENA 1 – Santa Ceia

[Os apóstolos estão posicionados na Santa Ceia. Mas o personagem principal (Jesus Cristo) não está em cena. Há uma lacuna no lugar de Jesus Cristo. Este, posicionado caminhando junto ao público, tece alguns comentários reflexivos.]
JESUS CRISTO:     Percebam essa que talvez seja uma das mais famosas cenas. A Santa Ceia.
Tantos pintores fizeram muitas ilustrações sobre esse momento tão inspirador para os artistas, que muito intrigante.
Muitas das vezes, o todo colorido das pinturas fazem com que o público não esteja atento para a tensão do momento. Por isso que eu, hoje, me aproximo de vocês para contar-lhes a minha história.
HOMEM:    (do público) Meu Senhor Jesus. Bem próximo a nós! Que satisfação!
MULHER:    (do público) Ora, meu irmão. Jesus sempre está conosco quando duas ou três pessoas estão reunidas no nome dele. Além disso, o Espírito Santo habitando em nós é o mesmo que Jesus estando conosco todo o tempo, mesmo depois de morto e ressurreto.
JESUS CRISTO:     Sim, meus servos e amigos! Só que hoje vou fazer como tantos bons pregadores abençoados fazem com as suas pregações. Escolho vocês, dos dias atuais, para os inserir...
(Segura nos braço dos dois e leva-os para dentro da ceia.)
JESUS CRISTO:     ... dentro das páginas da Bíblia.
JUDAS:    ... mas Jesus. Que loucura fazer isso! Não seria melhor esperar a Bíblia chegar até eles. Que desperdício de criatividade!
PEDRO:    Ora, eu estou totalmente de apoio. Aliás, porque não deixa com que toda a igreja presente se aproxime nesse momento.
TOMÉ:    Ah, tá. Eu duvido que isso seria possível com toda essa quantidade de gente. Quero ver pra crer!
(Inicia-se um burburinho. Jesus manda parar.)
JESUS CRISTO:     Acalmem-se, meus apóstolos queridos. Digamos que esse seja um sonho desses dois, que representa o sonho da igreja toda, não mesmo, (dirigindo-se à igreja) meus amigos? Somente esses dois aqui conosco será bom nesse momento.
PEDRO:    Beleza, Jesus. Mas ainda que esse aí de 2020 te neguem, eu não te negarei.
MULHER:     Isso o Pedro tem razão. Com aquela situação toda de perigo, qualquer um de nossa época pode negar. Por muito menos negam o senhor na nossa época.
(Os apóstolos fazem “oh!” de espanto.)
MULHER:     Verdade. Não queiram conhecer o nosso tempo!
HOMEM:     Não os assuste. Cada tempo é um tempo. E o senhor Jesus, o Senhor de todos os tempos, prevalece em qualquer que seja o contexto.
JESUS CRISTO:     Disseste bem, meu amigo da minha igreja. Bom, para que a história esteja em ordem, eu primeiro preciso sussurrar algo ao ouvido de um amigo meu. Judas, aproxime-se de mim.
(Jesus sussurra ao ouvido de Judas.)
JESUS CRISTO:     (a parte, com Judas) O que tem que fazer, faça depressa.
Judas sai. Os apóstolos não percebem porque parece que estão conversando uns com os outros. Mas os dois de 2020 percebem.
MULHER:     (sussurrando ao homem) Olha, mas bem disfarçadamente, para aquele que saiu.
(O homem olha direto, sem disfarçar.)
MULHER:     Não assim direto. Disfarça. Pois é. Aquele que está saindo deve ser Judas.
HOMEM:     E olha que nenhum dos apóstolos perceberam, tamanha era a reputação de certinho que o Judas tinha.
MULHER:     Inclusive era o tesoureiro do grupo. Viu a bolsa com ele?
JESUS CRISTO:     Amados apóstolos. Precisamos fazer algo de suma importância agora para que saibam que somos um corpo e que meu sangue será derramado em favor de muitos.

[Jesus se apodera dos elementos da ceia (pão e vinho)]
JESUS CRISTO:     Isso é meu corpo. Comei dele todos. E isso é meu sangue que é dado por vós. Fazei isso em memória de mim.
MULHER:     Dá licença, meu Jesus.
HOMEM:     (à parte e preocupado) O que você vai falar num momento tão sublime como esse?
JESUS CRISTO:     Pois não, minha serva.
MULHER:     Será que não dava, meu Jesus, pra modificar esse memorial não? Fique sabendo o senhor que um dia pensarão que somos canibais, que ficam comendo o seu corpo. Além disso, participam da ceia pessoas que são hipócritas, que não temem o juízo de Deus, que bebem vinho de verdade...
JESUS CRISTO:     Aquieta-te o coração, minha amiga serva. É necessário que essa participação da comunhão perdure por todo o tempo da igreja aqui na Terra. E cada qual se avalie a partir da sua própria consciência. E você, que se vê em condições, esteja nesse momento não pra julgar ele em si como as outras pessoas, mas para celebrar em memória de mim!
NATANAEL:    Eu acho que ela tem razão. Viu, Filipe, como de Nazaré não sai nada de bom.
FILIPE:    Sossega aí, Natanael. Lembra que Jesus te viu embaixo da figueira.
NATANAEL:    Shhhhhhh!
(Todos levantam e saem de cena. Os dois ficam em dúvida se saem ou se permanecem.)
JESUS CRISTO:     Não, eu quero que vocês fiquem.
MULHER:     Mas porque, senhor Jesus.
(Os apóstolos já estão fora de cena.)
JESUS CRISTO:     Ora, nós vamos compor tanto a cena do Getsêmani como as outras cenas aqui mesmo. E eu quero que vocês estejam em oração para que possam transmitir uma lição dos dias de vocês a alguns dos meus apóstolos. Claro que é algo que eu já lhes ensinei. Mas como eu sei que a minha igreja sabe que a coisa mais importante é uma vida de oração, creio que a lição de vocês será muito proveitosa para os meus apóstolos.
(Jesus sai cantando. Ambos se entreolham, como se vissem o peso da responsabilidade de se ter uma vida de oração.)
MULHER:     Bom, então estejamos aqui em oração.
HOMEM:     Até que a cena aconteça.

CENA 2 - Getsêmani

(Música ao fundo: Getsêmani. As duas pessoas de 2020 estão orando.)
(Jesus aparece com Pedro, Tiago e João.)
JESUS CRISTO:     Olá, meus amigos. Bom, amigos e apóstolos. Estejam aqui vigiando e orando que vou ali também para orar. Meu momento requer uma dedicação plena de oração, pois estou para ser entregue à morte.
(Os apóstolos meneiam a cabeça, como se Jesus estivesse delirando. As duas pessoas de 2020 fazem expressão de preocupação, percebendo que os apóstolos não deram muita importância. Jesus se retira para um canto.)
PEDRO:    Meu Deus. Estou tão cansado. Nunca pensei que acampar o ministério do nosso amado mestre poderia ser mais cansativo do que pescaria.
TIAGO:    Vigiar? Já fizemos isso tanto? Precisa aqui também, que não oferece nenhum perigo.
JOÃO:    Mas o que acham de pelo menos não dormirmos?
MULHER:     Olha, eu acho melhor ouvirem ao João.
HOMEM:     Melhor ainda. Ouvir o mestre! Estejam em oração para o que estar por vir.
PEDRO:    Ora essa, pessoas que se dizem ser de outros tempos! Nós aqui com certeza não temos toda comodidade, a praticidade ou provavelmente uma tecnologia melhor do que nós temos. A nossa tecnologia, senão tudo, é bem mais cansativa do que provavelmente a de vocês.
TIAGO:    Caminhamos pra cima e pra baixo a pé. Acompanhamos o mestre realizar curar e milagres até altas horas da noite.
JOÃO:    E sempre temos orado.
MULHER:     Mas não é melhor aqui também estar em oração vigilante?
PEDRO:    Bom, vocês eu não sei. Mas eu vou tirar uma pestana.
TIAGO:    Eu também. Um cochilo só não fará mal a ninguém.
(João, meio que constrangido, também resolve dormir com os três.)
MULHER:     E você também vai dormir, ô homem?
HOMEM:     Bom, cansado eu também estou... (sussurra a ela)... mas prefiro outra coisa.
MULHER:     Ficar orando?
HOMEM:     Não. Ir ali perto de Jesus ouvir a oração dele. Você acha mesmo que eu ia perder essa oportunidade?
(Homem vai caminhando até perto de Jesus. A mulher fica uns tempos, perto dos apóstolos dorminhocos, um pouco em oração, mas não se aguenta e vai para perto do homem para ouvir Jesus orando.
Numa cena impressionante, misturando angústia com fé, Jesus faz a famosa oração numa interpretação fervorosa.)
JESUS CRISTO:     Pai! Oh, pai! Afasta de mim esse cálice! Mas que não seja feita a sua soberana vontade!
(Jesus, ao olhar ao redor, se espanta com os dois à sua volta.)
JESUS CRISTO:     Mas não era para que vocês estivessem perto dos meus apóstolos transmitindo um exemplo de como se é uma vida de oração.
HOMEM:     Perdão, Jesus, mas ficamos muito curiosos para saber bem de perto como foi uma das mais famosas orações de toda a história do cristianismo.
(Jesus olha para a mulher)
MULHER:     Olha, foi o homem que tu me deste... pra me acompanhar nessa viagem.
JESUS CRISTO:     Por acaso sou alguma atração de entretenimento?
(Jesus caminha até os discípulos )
JESUS CRISTO:     E vocês? Não podem ficar nem uma hora orando?
(Os discípulos levantam-se, constrangidos)
JESUS CRISTO:     (a igreja) Obediência sempre será obediência, independente do tempo e do contexto histórico. Vamos. A hora se aproxima.
[Jesus ia saindo com os demais, quando Judas e um grupo de guardas (não soldados Romanos, mas guardas judeus!) vão se aproximando para deter Jesus.]
GUARDA:    Ei, onde vocês pensam que vão?
PEDRO:    E quem são vocês pra nos impedir de sair daqui?
MULHER:     Ai, como eu admiro Pedro. Ô homão!
GUARDA 2:    Estamos querendo saber quem é Jesus.
[Judas observa que num determinado momento tudo fica em silêncio e, com sua ação de beijar Jesus, quebra o silêncio.]
JUDAS:    Salve mestre!
(Judas dá um beijo em Jesus.)
HOMEM:     Eu nunca vi uma demonstração de carinho tão fervorosa.
MULHER:     Não está vendo que é Judas?
HOMEM:     Meu Deus. Uma demonstração de amizade tão profunda que nem eu mesmo, que sei da história, percebi.
JESUS CRISTO:     (sussurrando ao ouvido de Judas) Judas, com um beijo, trai um filho do homem?
GUARDAS:    Vamos prendê-lo! Esse que foi beijado é ele!
(Os guardas avançam pra prender Jesus. A mulher grita. Tiago e João correm. )
PEDRO:    (ao homem) Ajude-me a impedir isso?
HOMEM:     Acho melhor pensarmos o que fazermos, a partir dos ensinamentos do mestre.
PEDRO:    (resmunga) Que pensar o quê? Tem hora que a gente tem é que agir antes de pensar!
(Pedro pega um punhal que estava escondido e “corta” a orelha de um dos guardas. Jesus, vendo aquilo, diz:)
JESUS CRISTO:     Não, Pedro! Não é assim!
(Num gesto, Jesus “coloca” a orelha do guarda no lugar.)
JESUS CRISTO:     Não é com essa espada, Pedro. Pense nos meus ensinamentos antes de agir.
(Os guardas vão levando Jesus pra fora. Pedro ainda fica um pouco em cena com os dois de 2020.)
PEDRO:    Vocês desse tal de 2020 são mesmo uns frouxos. Ô geração fraca! Vamos ver se na próxima provação vocês vão afrouxar de novo. Vamos!
[Os três saem de cena. Entra um (ator vestido de) galo em cena, arrancando gargalhadas do público.]

CENA 3 - O galo e a tríplice negação

(Pedro, puxando os de 2020 pelo braço, entra novamente em cena.)
PEDRO:    Claro que vocês precisam me ajudar. Jesus está perante o sacerdote e com uma turba enfurecida o observando ser julgado, humilhado. Que situação de perigo! Que clima horrível! Que...
(Pedro se surpreendem com o “galo” naquela cena.)
PEDRO:    Ué... O que esse galo está fazendo aqui a essa hora?
(Ambos de 2020 parecem saber o que está acontecendo.)
MULHER:     Pedro, pense antes de agir!
HOMEM:     Verdade, Pedro. Pense antes de falar!
GALO:    Só sei que de algum jeito eu vim parar aqui nessa hora.
PEDRO:    Ah, era o que me faltava! E ainda por cima um galo falante! Eu devo estar ficando doido mesmo com toda essa situação.
Entram em cena duas mulheres e dois homens.
Mulheres conversando:
MULHER A:    Aquilo é charlatão, enganador.
MULHER B:    Falso milagreiro e blasfemador!
Homens conversando:
HOMEM A:    Precisamos mesmo nos livrar dele do nosso povo que serve ao Deus todo poderoso.
HOMEM B:    E não é que aquele enganador se diz o próprio filho de Deus.
(Tais mulheres e homens que chegaram gargalham de modo sinistro e observam que Pedro possa ser um dos seguidores de Jesus.)
HOMEM A:     Você é um dos seguidores dele, não é.
PEDRO:    Não, você deve estar enganado.
HOMEM B:     Sim, você é um deles. Eu te vi com ele!
PEDRO:    Não, deve ter sido impressão sua.
HOMENS A e B:     Viram como ele fala. Só pode ser mesmo um seguidor do tal Jesus.
PEDRO:    (barulho de censura quando se fala um palavrão na TV) ..., já disse que não sou seguidor desse Jesus.
(As quatro pessoas que haviam entrado em cena saem, só ficando as duas pessoas de 2020, Pedro e o Galo, que bate as asas para cantar.)
GALO:    Cococoricóóóóóóóóóóóó!
(Pedro, lembrando de tudo, chora amargamente após o galo cantar e sai de cena chorando amargamente.)
GALO:    Bom, aproveito que o autor da peça me deu como atributo exclusivo e extraordinário a capacidade de falar para dizer algumas palavras pra vocês.
Têm negado Jesus?
Têm tentado fazer do nome de Jesus o mesmo que nós fazemos com o poleiro de galinheiro?
Estão vendo Pedro?
Negou por ter se achado muito forte e querer fazer as coisas do seu próprio jeito.
Mas depois se arrependeu e foi um dos mais importantes apóstolos de Cristo, sendo um excelente pregador do evangelho, levando em uma ocasião três mil batizados!
Portanto, uma coisa que eu tenho a dizer é que não é pior quando um galo cantar para te alertar que você errou, pois basta apenas se arrepender e prosseguir.
Pior mesmo será, para aqueles que não se arrependem, quando a TROMBETA SOAR!
(O “galo” olha para o homem e para a mulher de 2020 e sai de cena após cantar de novo.)
GALO:    Cococoricóóóóóóóóóóóó!
NARRADOR:     Para efeito de encenação, vamos para a cena em que os guardas açoitavam Jesus que carregou a cruz antes de sua crucificação, dando “spoiler” dessa peça que já é bem conhecida por todos nós.

CENA 4 – Via crucis congelada

[Jesus, carregando a cruz, e castigado por dois guardas(agora sim Romanos), duas mulheres que não falarão (mas ficarão congeladas em cena o tempo todo [precisa ser que atrizes que tenham a técnica] uma sorrindo com a cena e a outra chorando), e à frente, com Jesus, um homem, Simão Cirineu, que o está ajudando a carregar a cruz.
A cena vem fluindo normalmente quando de repente congela, permitindo que o homem e a mulher de 2020 e a própria igreja veja com riqueza de detalhes a situação. Essa cena pode ocorrer no corredor entre as fileiras de cadeiras da igreja.]
MULHER:     Olhem! A cena congelou.
HOMEM:     Isso permite com que possamos observar com riqueza de detalhes todo o sofrimento de Jesus que, depois de ter sido humilhado física e moralmente e castigado com açoites, ainda teve que carregar a própria cruz.
(Simão Cirineu quebra aquele silêncio. )
SIMÃO:    (grita) Me ajudem aqui! Não veem que eu estou sozinho nessa, pois me obrigaram a carregar esse peso que não era nem meu. Ih.
Vocês até parecem vindo de um tempo e época que não aguentam muita pressão não!
Podem deixar que eu me viro aqui!
[Simão Cireneu volta a estar na cena estática. Agora, são os guardas que se “descongelam” e vão contracenar com as duas pessoas de 2020 que estão na cena e com a própria igreja (lembrando sempre que enquanto os guardas estão contracenando com as pessoas de 2020, Jesus, Simão Cireneu e as duas mulheres estão estáticos).]
GUARDA ROMANO 1:    Caramba, meu! Estou cansado de açoitar esse tal de Jesus que diz ser o Rei dos Judeus.
GUARDA ROMANO 2:    (em tom de deboche) Bem mais cansado do que você ele de apanhar e esse outro judeu aí que está ajudando ele.
(Ambos riem muito. Depois que param de rir, os guardas romanos reparam nas duas pessoas que estavam seguindo e propõem o seguinte. )
GUARDA ROMANO 1:    (às pessoas de 2020) Ei, vocês dois! De que lado vocês estão? (aponta respectivamente para as duas mulheres congeladas) Dos seguidores dele ou do povo que grita pra crucificar?
GUARDA ROMANO 2:    Ei, espera! Antes de eles responderem, vamos deixar na mão deles um chicote, pois estamos nesse momento contratando os serviços deles para, em nosso lugar, açoitar um pouco o Nazareno dito rei dos Judeus, já que estamos cansados de bater.
MULHER:     Ora, porque vocês não fazem essa proposta para as pessoas que estão só assistindo a Jesus aqui.
HOMEM:     Verdade! Deem na mãos delas os seus chicotes, e com certeza verá se com seus atos chicoteiam Jesus ou estão juntos com a causa dele!
GUARDA ROMANO 2:    Boa proposta! Mas nossas moedas da época do Império Romano não irão lhes servir pra remunerar em tal serviço.
GUARDA ROMANO 1:    Fato, pois parece que vocês são de outra época e lugar.
MULHER:     Ora, não seja por isso. Eu lhes empresto algumas notas para que vocês façam a proposta.
HOMEM:     Isso! Tomem aqui duas notas de cem reais e dê nas mãos deles e proponha que chicoteiem um pouco o nosso mestre. Mas acreditamos que nenhum de nossos conhecidos irá aceitar tão cruel proposta.
(Os guardas então pegam as notas e os chicotes e colocam ambos nas mãos de alguns do público, que provavelmente não aceitarão tal proposta. Tal cena é apenas para mexer com a consciência do público.)
GUARDA ROMANO 1:    Poxa, ninguém aceitou! Esses seguidores desse tal de Jesus de Nazaré são mesmo fiéis. E me parece que não somente na nossa frente e diante de tal situação, mas sempre devem permanecer fiéis, longe dos nossos olhos.
GUARDA ROMANO 2:    Verdade. Vamos prosseguir na nossa cruel missão de açoitá-lo até o Gólgota. Mas que a atitude fiel desses seguidores dele fez mudar alguma coisa em minha, pois se demonstraram incorruptíveis. Vamos!
(Toda a cena descongela. Os guardas vão açoitando Jesus até o palco. Chegando ali, Simão Cireneu e as mulheres saem de cana. Os guardas ainda permanecem para encenarem toda aquela parte da crucificação, convencionalmente como peças teatrais tradicionais sobre a paixão de Cristo, estando ele pregado cenicamente numa cruz ao centro e agonizando.)


CENA FINAL – Palavras da Cruz no escuro

(Contudo, a luz da igreja se apaga toda. Então o homem e a mulher do ano 2020 dialogam:)
MULHER:     O que é isso
HOMEM:     Ih, deve ter faltando luz na igreja.
MULHER:     É mesmo.
HOMEM:     Uma fase deve ter caído.
MULHER:     Até já estava esquecendo que estávamos em uma peça.
HOMEM:     Bom, pelo visto a luz vai demorar a chegar. Façamos o seguinte então. Tal peça sempre é passada e muitos creem que se trata apenas de mais uma peça teatral, e não a demonstração encenada da vida e obra daquele que é o único que pode dar a vida eterna para o homem e para a mulher.
MULHER:     Eu tenho uma proposta nova então, aproveitando que faltou luz.
HOMEM:     Pode falar.
MULHER:     Que Jesus apenas pronuncie, mesmo no escuro, as palavras da Cruz, agonize e entregue o seu espírito a Deus e, por meio apenas de sons, o público estará mentalizando a cena.
HOMEM:     Ah, somente pensando na cena? Entendi. Ótima ideia!
ELENCO:    (todos em alta voz) PRIMEIRA PALAVRA DA CRUZ!
JESUS CRISTO:     (em alta voz)  “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem”!
ELENCO:    (todos em alta voz) SEGUNDA PALAVRA DA CRUZ!
JESUS CRISTO:     (em alta voz) Em verdade te digo que hoje mesmo estarás comigo no Paraíso!
ELENCO:    (todos em alta voz) OH, GLÓRIA! TERCEIRA PALAVRA DA CRUZ!
JESUS CRISTO:     (em alta voz) Mulher, eis aí o teu filho;  filho, eis aí a tua mãe!
ELENCO:    (todos em alta voz) QUE SIGNIFICA UNICAMENTE QUE É PARA QUE ESTEJAMOS EM COMUNHÃO SOLIDÁRIA UNS COM OS OUTROS! QUARTA PALAVRA DA CRUZ!
JESUS CRISTO:     (em alta voz) Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste!
ELENCO:    (todos em alta voz) DEUS PARECEU VIRAR O ROSTO PRA NÃO VER O FILHO, POR CAUSA DE TODOS OS PECADOS QUE ELE ESTAVA CARREGANDO SOBRE SI, MESMO SEM O FILHO TER COMETIDO NENHUM PECADO. QUINTA PALAVRA DA CRUZ!
JESUS CRISTO:     (em alta voz) Tenho sede!
ELENCO:    (todos em alta voz)  JESUS DEUS, MAS TAMBÉM JESUS HUMANO! CEM POR CENTO HOMEM, CEM POR CENTO DEUS! SEXTA PALAVRA DA CRUZ!
JESUS CRISTO:     (em alta voz) “Está consumado”!
ELENCO:    (todos em alta voz)  JESUS FOI ATÉ O FIM!!! SÉTIMA PALAVRA DA CRUZ!
JESUS CRISTO:     (em alta voz) Pai, nas tuas mãos eu entrego o meu espírito!
HOMEM:     E qual é a palavra depois disso tudo?
MULHER:     Sim, qual seria a Palavra que nós, como representantes dele aqui na terra, temos hoje para que a palavra da cruz continue ecoando?
ELENCO:    (todos em alta voz)  O EVANGELHO PREGADO! JESUS VENCEU A MORTE! JESUS RESSUSCITOU! E VOLTARÁ EM BREVE PARA BUSCAR A SUA IGREJA QUE VIVE A VERDADEIRA PÁSCOA!
(Jesus aparece sendo aclamado com gritos de Aleluia. O homem e a mulher de 2020, um de cada lado, ficam abraçados a Jesus. Este, profere a última fala.)
JESUS CRISTO:     Seja em qualquer época, servos fiéis vivem em mim, mostrando ao mundo a Páscoa como sendo atual e verdadeira, seja em que tempo e contexto for!
(Ao fundo, a música “Já estou crucificado”, do Fernandinho. Como um grande coral, o atores, já com os personagens decompostos, aparecem para entoar esta música final. )
    -fim-
Glória a Deus

Personagens:
Homem (do tempo atual);
Homem A (do tempo da morte de Jesus);
Homem  B(do tempo da morte de Jesus);
Mulher (do tempo atual);
Mulher A(do tempo da morte de Jesus);
Mulher B(do tempo da morte de Jesus);
Jesus Cristo;
Simão;
Galo;
Judas;
Pedro;
Natanael;
Filipe;
Tiago;
 João;
Tomé;
Guarda;
Guarda 2;
Guarda Romano 1;
Guarda Romano 2;
Narrador;

 

(21) 975183650

@marcosalexandreDS

Datas: 
Estilos: 
nº de personagens: