FABRICANDO UM PAPAI

Versão para impressão
Um homem sendo moldado no barro

Uma professora, em uma escola, ensina seu alunos, através de uma dinâmica a respeitar e valorizar seus pais. Apresentando características de seus pais e vestindo um manequim.
De uma forma lúdica ensina a cumprir o mandamento: "Honra teu pai e tua mãe, a fim de que tenhas vida longa na terra que o Senhor teu Deus te dá. "
Êxodo 20:12

Personagens:
Jandy: Professora (roupa a séria)
Chuy : Manequim (cor única)
Daniel: Menino esportista (uma bola e uniforme de basquete)
Sheila: Menina música (criança, guitarra)
Laura: Menina séria: (óculos, criança, livros)
Geraldo: Menino vaqueiro(chapéu, botas, camisa xadrez.)
Mayra: Filhinha de Papai (vestida de Patricinha, esnobe)
Mara: O pai é mau humorado (vestuário, garota)
Adriana: O pai cuida da casa (traje da menina)

 

Todos falando em uma sala de aula ... Entra a professora... (o manequim coberto com um lençol)
PROFESSORA: Bom dia crianças, como vocês estão?
CRIANÇAS: BEM! (e vão para aos seus lugares para sentar)
PROFESSORA: Hoje eu tenho uma surpresa muito boa.
Eu sei que vocês querem saber quem é este que está debaixo do lençol.
Alguém sabe o que é?
DANIEL: Uma cesta de basquete.
SHEILA: Não bobo ... é um instrumento musical
LAURA: Ambos estão errados, isso é um armário cheio de livros
GERALDO: Claro que não... é um cavalo
MAYRA: Isto é um quadro negro, do último tipo, que o meu pai doou pra esta escola que precisa tanto. (Todo mundo faz “aaai” desdenhando)
PROFESSORA: Agora as crianças...
MARA: Professora... Eu diria que é um ogro... Como meu pai
ADRIANA: Não, é uma vassoura para limpar (todos riem)
PROFESSORA: Não! Crianças, nenhuma de vocês acertou... O que está debaixo deste lençol é... (descobre a estátua, e todos dizem ohhh!) é uma estátua ou manequim como você quiserem chamar.
Pois bem crianças, vamos começar... a dinâmica de hoje é chamado... "fabricando um pai" E o que faremos é o seguinte:
Cada um de vocês vem aqui na frente para colocar uma característica do seu pai, aqui no manequim...
O que quiser; E vai dizer-nos o porquê dessa característica... Todos entenderam? CRIANÇAS: SIM!
PROFESSORA: Quem quer ser o primeiro?
MAYRA: Obviamente eu professora... (todos zombam)
PROFESSORA: Silêncio crianças, por favor... para a frente Mayra
MAYRA: Professora, falo em Inglês ou português? (As crianças riem)
PROFESSORA: Como você quiser.
MAYRA: Pensando bem, é melhor falar em português... porque todos vão entender (As crianças zombam e a professora intervem)... obrigada professora... bem... a característica que eu vou clocar nesta estátua é... (tira da caixa um casaco e óculos) meu pai é muito elegante, poderoso e sempre me dá tudo que eu quero... Já preparou um carro, o mais moderno, que ela me dará de 15 anos
PROFESSORA: Mas se você só tem 9 anos ...
MAYRA: É por isso que meu pai é muito legal... tudo que eu preciso ele me dá
PROFESSORA: Obrigada... Quem é o próximo?
DANIEL: Eu professora(vem à frente e fica ao lado da estátua), o melhor de meu pai é que nós jogamos juntos... ele me ensinou a que eu tenho que me esforçar e lutar para ganhar, tanto quanto ele (procura na caixa uma bola de basquete) eu vou colocar essa bola.
PROFESSORA: Muito bem... crianças vamos aplaudir.
SHEILA: Eu professora, eu quero ser a próxima (com a mão elevada)
PROFESSORA: Em frente, pode mostrar o melhor de seu pai
SHEILA: Boa tarde caros colegas (todos dizem boa tarde) Bem ... meu pai é o melhor do mundo .... A melhor coisa sobre ele é que ele canta para mim o dia todo... às vezes ele se levanta cedo a tocar guitarra pra eu acordar... Eu gosto muito quando ele me ensina música. e quando canta para mim antes de dormir (pega uma guitarra da caixa ) é por isso que eu vou colocar essa guitarra. Obrigado (inclina-se para agradecer a todos aplaudem)
PROFESSORA: Laura quer passar a frente?
LAURA: Professora, eu não quero passar ...
PROFESSORA: Mas por que Laura?
LAURA: Não sei o que dizer ...
PROFESSORA: Diga o que você quer dizer nada mais
LAURA: (respiração profunda se levanta e vai para a frente) Meu pai... quase não vejo... Está sempre trabalhando... e quando vejo que é muito sério... Me faz ler e fazer trabalhos... Há momentos em que eu quero jogar com ele... Mas ele diz que o melhor que posso fazer é estudar e me preparar para a vida... É isso que ele diz... E eu acredito nele... Por isso eu vou colocar (procure na caixa e pega alguns livros), estes livros. Obrigado. (Todos aplaudem)
PROFESSORA: Ok... e agora quem?
GERALDO: (levanta a mão) Bom, eu professora...
PROFESSORA: Para a frente menino (ele vai em frente)
GERALDO: Pois o meu pai é bem macho. Sempre ele e eu andamos a cavalo na fazenda e nas cidades, ele diz-me que quando eu crescer eu vou mandar em minha velha... Eu não sei porque disse isso, se ele é adivimhador(todos riem) Eu admiro o meu pai porque ele é bem homem... e quando eu crescer eu vou ser igualzinho a ele (pega da caixa um bigode) e meu pai usa um bigode, que eu também queria ter (ele colocar o bigode na estátua) Obrigado ...
MARA: eu sigo
PROFESSORA: Para a frente, Mara
MARA: Vocês percebem que o meu pai é como um ogro (todos riem), mas assim mesmo eu o quero tanto... Ele está sempre irritado, chega em casa do trabalho de mau humor, mas eu acho que minha mãe é a culpada. Porque ao vê-lo entrar pela porta começa a dizer que eu e meu irmão nos comportamos mal... Por isso fica bravo... (para em frente do manequim) então eu vou colocar a cara de bravo no manequim ... Obrigado.
PROFESSORA: Um aplauso... quem está faltando? (Levanta a mão vestido de menina do paizinho) em frente Esmeralda (vem à frente)
ADRIANA: Boa tarde caros colegas...
Meu pai é o melhor do mundo professora... Ele ajuda a minha mãe... bem... na verdade ele faz todo o trabalho da minha casa. Tudo o que minha mãe diz. Lava, cozinha, limpa, cuida dos cães... e faz tudo... Eu tenho um super pai em casa (todos dizem woooow! Enquanto Adriana pega da caixa de um avental e uma frigideira) Portanto isso eu vou por isso para meu pai. Obrigado ...
PROFESSORA: Bom crianças agora vamos ver o resultado... (fiquei surpresa) Crianças vocês acreditam que este é o melhor pai do mundo? (Eles se voltam para ver e dizer não)
MAYRA: Claro que não, professora... Eu te disse que eu tenho o melhor pai lá em casa (todas as crianças começam a dizer que os seus pais são os melhores)
PROFESSORA: Crianças, crianças! Calma por favor! Silêncio!... (Silêncio) Eu queria apenas que vocês percebessem que o melhor pai do mundo é o que vocês têm em casa.
Muitas vezes pensamos que nosso pai é o pior e não nos quer.
Mas não é... como todo mundo viu... Seus pais têm qualidades que nenhum outro nunca vai ter... É isso que devemos ver neles... Quando ele repreender é para corrigi-los e não por mal ... Um pai sempre sabe quando é correto dizer não e sabe quando dizer sim.
Por isso não desprezem seus pais. Amem seus pais como eles amam e cuidam de vocês ... Vocês compreenderam bem?
CRIANÇAS: Sim!
PROFESSORA: Então podem ir para o recreio.
 

Texto encontrado na web
 

 

Diversos: