EU NÃO SOU CACHORRO NÃO

Quem eu Sou? Onde estou?

Esta é uma  enquete  pra causar um impacto evangelístico. Todos personagens estão  numa grande busca.   Buscando saber quem são,  onde estão,  como devem agir, quais suas funções, pra que estamos aqui? São todos sensíveis as sugestões, mudam as atitudes várias vezes, mantém-se a procura.

Há no site outra versão desta peça EU NÃO SOU CACHORRO NÃO

Neste teatro há poucas falas, e o essencial é que os atores devem exagerar nos gestos e nas expressões faciais, provocando o riso da plateia. Este drama é ideal para ser apresentado em colégios, onde os alunos convivem com a religião, mas nem sempre conhecem realmente a Deus.    
Podem ser apresentados por 4 a 8 personagens (Fazer construção de personagem e dar nome para cada um). Deve explorar o palco, e interagir muito com o público.    
Cada personagem entra por um lado do local de apresentação. Por portas, janelas, lateral do palco. Os personagens vão entrando procurando algo, eles não sabem onde estão, eles vão dando encontrões, olhando para todos os lados e perguntando: Onde estamos? Quem somos?


CANIL
PERSONAGEM 1:    Pessoal, já sei onde nós estamos (Grita, e todos vão correndo ao palco)
PERSONAGEM 2:    Onde? Onde? Onde?
PERSONAGEM 1:    Eu acho que estamos em um canil...
TODOS:   Canil?
PERSONAGEM 1:    É, canil.
PERSONAGEM 3:   (Fala de forma animada). Então, se estamos em um canil, então somos cachorros.
(Todos começam a latir, e agir como cachorros, brigas, correr atrás do próprio rabo, e até mijar...)
(Demora uns 3 minutos e o personagem 4 para de agir como cachorro, e chama os outros, para conversar. Alguns atendem rápido, outros demoram para parar de latir)
PERSONAGEM 4:    Eiiii!!!! Não é por que estamos em um canil, que nós somos cachorros!
TODOS:   Aaaaaaah tá.
PERSONAGEM 1:    Mas, se a gente estamos no canil, mas não somos cachorros, então o que somos?
PERSONAGEM 4:    Aí, eu já não sei...
(Todos voltam a procurar onde estão, quem são...)

GALINHEIRO

PERSONAGEM 5:    Pessoal, eu acho que sei onde nós somos. Quer dizer quem estamos. Ops. Onde estamos e quem nós somos.
PERSONAGEM 2:    Onde? Onde?
PERSONAGEM 5:    Eu acho que estamos em um galinheiro...
TODOS:   Galinheiro?
PERSONAGEM 6:    Se estamos em um galinheiro, então nós somos galinhas.
(Todos começam a cacarejar, ciscar, botar ovo, e agir como galinhas).
(Demora uns 3 minutos e o personagem 7 para de agir como cachorro, e chama os outros, para conversar. Alguns atendem rápido, outros demoram para parar de latir).
PERSONAGEM 3:   Ei, ei, ei! Não é por que estamos em um galinheiro que nós somos galinhas.
TODOS:   Aaaah, tá.
PERSONAGEM 5:    Então, se a gente está no galinheiro, e não somos galinhas, então o que somos? Onde estamos?
PERSONAGEM 3:   Só Jesus sabe...
(Todos voltam a procurar, onde estão, quem são. Você sabe onde eu tô? Onde estou?)

GUERRA

PERSONAGEM 6:    Pessoal, já sei onde nós estamos (Grita, e todos vão correndo ao palco)
PERSONAGEM 1:    Onde?
PERSONAGEM 6:    Eu acho que estamos no campo de batalha.
TODOS:   Campo de batalha?
PERSONAGEM 6:    Sim, campo de batalha.
PERSONAGEM 5:    Se estamos no campo de batalha, então nós estamos em guerra.
(Todos começam a agir como membros de exército, imitam armas, tiros, bombas, granadas, fingem ser atingidas).
(Demora uns 3 minutos e o personagem 6 para de agir como em guerra, e chama os outros, para conversar. Alguns atendem rápido, outros demoram para parar de agir como em guerra).
PERSONAGEM 2:    Não é por que estamos no campo de batalha, que estamos em guerra.
TODOS:   Aaaaah, tá.
PERSONAGEM 4:    Se não é todo mundo que está no campo de batalha que está em guerra, então o que somos?
PERSONAGEM 2:    Pergunta lá no posto Ipiranga.
(Todos voltam a procurar, onde estão, quem são. Você sabe onde eu tô? Onde estou?)

CEMITÉRIO

PERSONAGEM 2:    Pessoal, já sei onde nós estamos (Grita, e todos vão correndo ao palco)
PERSONAGEM 4:    Onde?
PERSONAGEM 2:    Eu acho que estamos no cemitério.
TODOS:   Cemitério?
PERSONAGEM 4:    Se estamos no cemitério. Então, nós estamos mortos.
(Todos começam a agir como mortos, alguns caem no chão imitam mortos no caixão, outros imitam zumbis, outros dançam a música do Michael Jackson).
(Demora uns 3 minutos e o personagem 6 para de agir como morto, e chama os outros, para conversar. Alguns atendem rápido, outros demoram para parar de agir como mortos).
PERSONAGEM 6:    Não é por que estamos no cemitério, que estamos mortos.
TODOS:   Aaaaah, tá.
PERSONAGEM 5:    Se não é todo mundo que está no cemitério que está morto, então o que somos?
PERSONAGEM 6:    Isso eu não sei te responder.
(Todos voltam a procurar, onde estão, quem são. Você sabe onde eu tô? Onde estou?)

MUSEU

PERSONAGEM 4:    Pessoal, já sei onde nós estamos (Grita, e todos vão correndo ao palco)
PERSONAGEM 5:    Onde?
PERSONAGEM 4:    Eu acho que estamos no museu.
TODOS:   Museu?
PERSONAGEM 1:    Então se estamos no museu, nós somos estátuas.
(Todos ficam estátuas, por cerca de 2 minutos).
(Demora uns 2 minutos e o personagem 3 para de agir como estátua, e chama os outros, para conversar).
PERSONAGEM 3:   Não é por que estamos no museu, que somos estatuas.
TODOS:   Aaaah, tá.
PERSONAGEM 5:    Se não é todo mundo que está no museu que é estatua. Então o que somos?
PERSONAGEM 3:   Boa pergunta!
(Todos voltam a procurar, onde estão, quem são. VocÊ sabe onde eu to? Onde estou?)


IGREJA

PERSONAGEM 3:   Pessoal, já sei onde nós estamos (Grita, e todos vão correndo ao palco)
PERSONAGEM 2:    Onde?
PERSONAGEM 3:   Eu acho que estamos em uma igreja.
TODOS:   Igreja?
PERSONAGEM 4:    Se estamos na igreja, então somos amigos de Jesus.
(Todos assumem posição de oração – cada um ora de forma diferente – e procuram parecer santos).
(Demora uns 3 minutos e o personagem 6 para de agir como morto, e chama os outros, para conversar. Alguns atendem rápido, outros demoram para parar de agir como mortos).
PERSONAGEM 5:    Não é por que estamos na igreja, que nós somos santos e amigos de Jesus.
TODOS:   Aaaah, tá.
PERSONAGEM 6:    Então, se não é todo mundo que está na igreja é amigo de Jesus, então como ser um verdadeiro amigo de Jesus?
PERSONAGEM 1:    (Pega a bíblia, e mostra aos outros personagens) É neste livro que aprendemos como ser amigos de Jesus. A presença na igreja sem obediência não mostra o amor à Jesus. Jesus nos ensinou que se fizemos tudo se o amarmos, e amarmos uns aos outros, somos seus amigos. O preço da amizade de Jesus é a obediência a sua palavra. Os amigos de Jesus buscam e obedecem a palavra, e demonstram amor pela família e amigos.

PERSONAGEM 3:   Então, quem quer ser amigo de Jesus? (Todos os personagens falam – Eu quero)
PERSONAGEM 2:    (Apontam para o público) E você? Quer ser um amigo de Jesus?
TODOS:   Quem é você? Onde você está? Pense Nisso!

Estilos: 
Temas: 
Diversos: 
nº de personagens: