ESPERA SÓ UM POUQUINHO

JOGO DOS SETE ERROS NA ORAÇÃO “POR QUE MINHA ORAÇÃO NÃO DÁ CERTO?”

Erro Nº 7
ESPERA SÓ UM POUQUINHO

 

(Jovem que faz a oração errada, pedindo para não ser pega na desobediência)
(cenário montado com um jantar romântico. Entra Maria)
MARIA: "Senhor, você conhece os meus pais, eles são muito caretas e não permitem que eu traga o meu namorado aqui em casa, eu conheço tua palavra, sei o que devo e o que não devo fazer. Senhor, hoje eu chamei meu namorado aqui em casa, mas nós não vamos fazer nada de errado, mas o senhor conhece os meu pais, e como Eles estão viajando, não permita que aconteça como nos filmes, e que eles voltem antes do tempo, e sim aconteça tudo na maravilhosa graça do Senhor, é o que eu Te peço e desde já te agradeço, pois sei que Tu és misericordioso, Amem."
(Toc-toc-toc )
MARIA: Quem é?
ROBERTO: Sou eu amor.
MARIA: Pode entrar a barra ta limpa.
ROBERTO: oi amor, a paz do Senhor, isso aqui é para você!
MARIA: Pra mim, que gentileza! Amor, eu fiz um jantar pra gente.
ROBERTO: E foi amor, você aprendeu a cozinhar?
MARIA: Amor, assim você me deixa sem graça, eu sou ótima fazendo lasanha, só não sei fazer de outro tamanho, mas o sabor, você vai ver, se não estiver fora da validade vai estar ótimo.
ROBERTO: Amor, você é uma comédia. Podemos comer?
(sentam-se a mesa e começam a comer)
MARIA: Gostou?
ROBERTO: Parece a mesma lasanha que o meu amigo preparou pra mim.
MARIA: Hum, deve ser a mesma receita. Amor eu chamei você aqui pra disser que te amo muito.
ROBERTO: Eu também... (vai sentar ao lado dela, começa a abraçá-la)
MARIA: Eu quero casar com você.
ROBERTO: Cof cof cof. Casar? Já? (volta pra o lugar de antes)
MARIA: Já não, mas planejar.
ROBERTO: É que...
MARIA: Esse é o meu sonho, casar com você. Termos 3 filhas lindas, morar numa casa bem grande com empregadas, você me amando pra sempre, me sustentando, mas eu precisaria de uma mesada, pois sabe como é, homem não gosta de mulher que trabalhe.
ROBERTO: Mas...
(Toc-toc-toc )
MARIA: quem e?
ALBERT: Abre logo sou eu seu pai, e estou com sua Mãe.
(levanta-se desesperada)
MARIA: ·Senhor Jesus, o que foi que eu te pedi?
ADRIANA: Abre a porta filha.
MARIA: Se esconde Roberto.
ROBERTO: Eu não, você que tem que se esconder. Podem entrar.
ALBERT: Quem falou? (Entrando) Quem é você?
ROBERTO: eu sou o Ex-namorado da sua filha. Prazer e tchau! (vai embora)
MARIA: Ex, por que amor? Volta aqui.
ALBERT: fique onde você está mocinha que nós vamos ter uma conversa.
MARIA: Mãe olha o papai.
ADRIANA: Vai com calma amor.
ALBERT: Calma?!! Ela vai ver a calma. Passa pra o quarto. (tira um cinto pra bater nela)
(filha sai correndo, o pai atrás dela brigando)
MARIA: Mãeeeeeeeee
ADRIANA: Calmaaaa querido.
(gritos fora de cena)
ALBERT: toma
MARIA: aiiiiiiiiiiiiiii...
FIM
Diversos: 
Autores: 
Estilos: