DIZIMISTA FIEL

Versão para impressão

Malaquias, Omizid e Malaquias Junior formam uma família, brasileiros. Há uma dificuldade financeira... A forma que está sendo encarada esta dificuldade, as atitudes diante do dinheiro são diferentes, os pais de uma forma, o filho de outra...

(Aguardo seu e-mail para interceder pela montagem em sua igreja  mipraide@yahoo.com.br

(CASA DA FAMÍLIA EVANGÉLICA – ENQUANTO TOCA PARTE DE UM LOUVOR -A ESPOSA COM AR DE CANSADA PRONTA PARA IR A IGREJA – RETOCA A MAQUIAGEM -DOBRA OS JOELHOS E ORA A DEUS - AO SE LEVANTAR SENTE TONTEIRA)

MALAQUIAS - (chamando-a) Omizid vamos embora amor!

OMIZID - Estou pronta querido!

MALAQUIAS - (entrando de terno e bíblia) Amém! (empolgadíssimo) Consegui o dinheiro com o Antônio para a gasolina.

OMIZID - (censura) Amor!

MALAQUIAS - Amor no pagamento eu pago a ele.

OMIZID - Não tenho mais cara pra olhar pra esposa dele. Pagamos o Antônio na semana passada e já estamos pedindo outra vez! Se o Juninho souber que estamos pegando dinheiro com a vizinhança... ai, ai, ai, ai, ai!

MALAQUIAS - O nosso filho não precisa saber. (olha a esposa) Peguei por uma causa justa. Para irmos a igreja!

OMIZID - (conformada) Tudo bem!

MALAQUIAS – (confortando-a) Tenha paciência, nós vamos sair desse deserto amor. Você vai ver! Quando sobrar um dinheiro, vamos fazer uma viagem daquelas, que tal? (T) Amor tenha fé no nosso Deus, Ele é provedor!

OMIZID - Amém! (simpática) Agora eu quero saber se você já tomou o remédio pra sua coluna. (T) Não acabaram os comprimidos ainda. Acabaram?!

MALAQUIAS - Não!!! Dessa vez comprei três caixas.

OMIZID - Muito bem! Isso mesmo! Não pode faltar o seu remédio, o creme de barbear (sorrindo) e como não sou desleixada, os meus xampus e perfumes, também não podem faltar.

MALAQUIAS – Você esqueceu dos seus vestidos, porque você fica linda dentro deles! Ah! Na semana que vem vou à casa do papai pegar um dinheiro com ele e você querendo ou não vai naquele médico que te falei. Precisa ver esses desmaios, cuidar da sua saúde amor!

OMIZID - O Senhor é o meu remédio.

MALAQUIAS - (olhando o relógio) Vamos, vamos amor!

OMIZID - Ah! A só falta a minha bolsa! Volto num instante....

MALAQUIAS - Desse jeito não saio hoje daqui. Você não disse que estava pronta amor?! Vamos embora!

OMIZID - Senhor Malaquias não comece a murmurar que é pecado.

MALAQUIAS - Perdão Senhor!

OMIZID - (voltando) Precisamos ser vigilantes em tudo amor. Não podemos dar brechas a satanás!

MALAQUIAS - Eu sei. Agradeço a Deus todos os dias por eu ter uma mulher sábia ao meu lado! Te amo.

OMIZID - Como é bom ouvir isso de você! As irmãs na igreja reclamam de seus maridos que não fazem mais declaração de amor. E que ultimamente só escutam: EU TE AMO, quando o pastor pede pra dizer um pro outro na igreja.

MALAQUIAS - Parece engraçado amor, mas é triste!

OMIZID - Já ouvi e falei eu te amo pra gente que nem sei sequer o nome!

MALAQUIAS - Omizid esse amor que expressamos aos irmãos e aos estranhos é o amor de Cristo. Devemos amar as pessoas. É o segundo mandamento: amar o próximo como a ti mesmo.

OMIZID - E você ainda diz que eu é que sou sábia! Você é o marido que toda mulher pediu a Deus.

MALAQUIAS - (pausadamente) Eu te amo! Você é a melhor esposa do mundo.

OMIZID - É melhor eu ir pegar logo essa bolsa, se não vou acabar borrando a minha maquiagem e não quero chegar na igreja na hora do amém!

MALAQUIAS - (carinhosamente) Vai menina dos olhos de Deus! (ela sai – ele fala mais alto) Não precisa essa correria amor, ainda há tempo!
(igreja) A mulher sábia edifica a casa, a tola a destrói. E a Omizid é aquela que edifica. Ela é minha bênção! Sempre esperei no Senhor uma esposa. Hoje tenho uma família linda e abençoada! (T)
A Omizid vocês já conheceram, ela é uma esposa encantadora, excelente dona de casa, faz uma feijãozinho como ninguém! Mesmo faltando alguns mantimentos ela sempre providencia uma comida saborosa. (T)
Ganho direitinho, mas, não podemos comprar tudo que gostamos. A situação do país está braba! Somos brasileiros.
Vocês também vivem no Brasil não vivem? (pergunta até a igreja responder) A situação financeira não está difícil pra todos nós? Não está igreja? Aqui em casa não é diferente. (aponta em direção a esposa)
Vamos parar de murmuração que ela não gosta! (senta)
Vou falar do meu meninão! O meu querido filho Juninho. Ele.... (Juninho entra apressado para o culto e interrompe o pai) chegou!

JUNINHO - Sua bênção pai! (beija a cabeça do pai).

MALAQUIAS - Deus te abençoe filho!

JUNINHO - (curioso) Tava falando sozinho pai?!

MALAQUIAS - Imagina! (aponta a igreja) Estava contado a eles um pouco da nossa família.

JUNINHO – Pai o que o senhor andou falando de mim?!

MALAQUIAS - Você entrou justamente na hora que eu ia falar.

JUNINHO - Desculpa por ter interrompido paizão, pode continuar!

MALAQUIAS - O Juninho é um milagre de Deus. A Omizid não podia ter filho, era estéril. Fizemos um propósito com o Senhor e ela engravidou no ano seguinte. Hoje esse milagre de Deus continua nos fazendo feliz. É atuante na casa de Deus e sempre arruma um tempinho pra ministrar peças de teatro na rua, presídios, hospitais...

JUNINHO - Que isso paizão! Faço muito pouco diante da vida que Deus meu deu, diante da eternidade, da coroa da vida que receberei.  (igreja) Jovens precisamos anunciar ao mundo que Jesus sofreu, morreu e ressuscitou ao terceiro dia, para recebermos de Deus o perdão dos nossos pecados. (olhando o céu) Jesus Cristo voltará para nos buscar. (pausadamente) Ele nos levará para o céu!!! Levar para a sua casa. Eu vou para o céu!!! E você vai para céu quando o Senhor voltar para buscar os seus?

MALAQUIAS - Esse é o meu filho!

JUNINHO - (igreja) Agradeço a Deus pelo pai que Ele me deu. Esse homem que está aqui ao meu lado é um testemunho pra mim de vida com Deus. De intimidade e obediência à palavra de Deus. Pai eu te amo!

OMIZID - (entra com a bolsa e bíblia na mão) Ouvi a voz do meu Juninho. Dá um beijo na mamãe!

JUNINHO - Sua bênção mãe!

OMIZID - Deus te abençoe.

JUNINHO - Mãe, pai tenho uma notícia!

OMIZID - Espero que seja uma boa notícia filho.

JUNINHO - Fui promovido e ainda recebi uma gratificação.

MALAQUIAS - Glória a Deus!

OMIZID - Amém! (rodeia o filho) Filho você compra um secador de cabelo pra mamãe, o meu pifou e não adianta consertar.

MALAQUIAS - O papai não está precisando de nada. Tenho umas dívidas, mas pago quando eu receber o meu salário.

JUNINHO - Claro mãe! Vou comprar o seu secador, depois de separar o dízimo do Senhor e também uma boa oferta.

OMIZID - Que bênção é esse nosso filho Malaquias!

JUNINHO - Também vou aproveitar pra consertar a máquina de lavar e o vazamento. Ta chovendo mais aqui dentro de casa do que lá fora!

MALAQUIAS - Tem mais de um ano que tento separar um dinheiro pra essa reforma, mas não sobra nada!

JUNINHO - (pausadamente) Pai, mãe tem uma coisa que ta me intrigando!

OMIZID - Desculpa meu filho, mas fala rápido, porque que estamos atrasados.

JUNINHO - (pensativo) Na volta a gente conversa então. Preciso só jogar uma água no corpo e depois eu vou.

MALAQUIAS - Filho o que está te intrigando? Parece tão preocupado!

JUNINHO - (observando os pais) Pai não pode ser o que eu to pensando! (T) Não... isso não!

OMIZID - Já decidimos conversar na volta. (puxando o marido) Vamos Malaquias!

JUNINHO - Vou tomar meu banho. (e sai).

OMIZID - (fala alto) Filho atenção no trânsito, porque ninguém respeita motoqueiro!

JUNINHO - Pode deixar mãe!

(FUNDO MUSICAL SUAVE E BAIXO - DOIS HOMENS DE BRANCO ENTRAM - HOMEM 1 COM UM ROLO DOURADO E HOMEM 2 COM BÍBLIA)

HOMEM 1 - Que a paz de Jesus Cristo esteja presente neste lar.

OMIZID - O que está acontecendo em minha casa? Que invasão é essa meu Deus!

MALAQUIAS - Calma Omizid! (T) Boa noite! Os senhores me desculpem, mas não queremos comprar nada. Estamos atrasados para um compromisso com Deus.

HOMEM 2 - (surpreso) Compromisso com Deus?!

OMIZID - Sim! Por que a surpresa?! Estamos indo para o culto de adoração ao Senhor. Os senhores cometeram um engano e erraram de casa, só existe essa explicação. Precisamos ir, com licença!

HOMEM 1 - Não erramos, porque quem nos enviou não erra e jamais errará. (lendo o rolo e apontando o casal) Seu nome é Malaquias e o seu é Omizid. Estamos aqui para cumprir uma ordem...

JUNINHO - Pai, mãe quem está aí? (olhando os homens admirado) O que ta acontecendo aqui?

HOMEM 1 - Tu és uma bênção Malaquias Junior, o Senhor tem se alegrado de tudo que você tem feito. Sua descendência será próspera! Muitos têm ido a Cristo através do prático ministério que você vem desenvolvido entre os que não conhecem a salvação. Você tem sido obediente na prática do Ide de Jesus. Tem dado testemunho do Deus de sua vida. Tem sido fiel nos dízimos e ofertas.

MALAQUIAS - (cortando-os) Filho vai lá para o seu quarto.

JUNINHO - (assustado) Pai!

OMIZID - (implorando) Vai filho, por favor!

JUNINHO - Pai, mãe eu disse que estava intrigado com algo. Tenho orado tanto ao Senhor, porque essa preocupação tem tirado o meu sono. Não perguntei a vocês, porque achei que poderia magoá-los e eu não esperava que vocês pudessem...

MALAQUIAS – (amedrontado) Não esperava o quê?

OMIZID - Cuidado filho com suas palavras!

JUNINHO - (triste) Me perdoa mãe, mas o que vocês estão fazendo é muito grave. Porque não me disseram eu poderia cobrir as despesas da casa, e assim...

OMIZID - Não fica assim filho quando a situação melhorar a gente dá o dízimo.

JUNINHO – Dar?! Não podemos dar algo que não nos pertence. (pausadamente) Nós devolvemos, não foi assim que vocês me ensinaram? Ficamos com 90% e devolvemos somente 10, 10% ao Senhor.

MALAQUIAS - Não fala assim com sua mãe. Você está fazendo uma tempestade...

JUNINHO - Pai a palavra de Deus é bem clara. Vocês sabem o que estão fazendo.

MALAQUIAS - (gritando apavorado) Eu sei! (cai de joelhos e Omizid o abraça e permanecem juntos no chão)

JUNINHO – (triste) Vocês estão roubando Deus!

HOMEM 1 - É por este fato que fomos enviados aqui pelo Senhor. Estão roubando há anos os dízimos e as ofertas do Senhor. Vocês estão presos!

(O CASAL GRITA DESESPERADAMENTE)

MALAQUIAS - Senhor piedade!

OMIZID - Não nos abandone Pai! Não nos abandone!!!

(JUNINHO FICARÁ DE JOELHOS EM ORAÇÃO)

HOMEM 2 - (lendo a bíblia) Roubará o homem a Deus? Todavia, vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, vós, toda a nação. Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro,para que haja mantimento na minha casa; e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós bênção sem medida. Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o frutoda terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos. Todas as nações vos chamarão felizes, porque vós sereis uma terra deleitosa, diz o Senhor dos Exércitos. (fechando a bíblia) Está no livro de Malaquias: capítulo 3, do versículo 8 ao 12.

HOMEM 1 - (lendo a folha dourada) Malaquias como esquecer de separar o dízimo do Senhor! O seu nome, Malaquias, trás a memória o livro de Malaquias, que expressa claramente sobre os dízimos e ofertas. E se olhar para a sua esposa, para o seu nome, Omizid - lerá de trás para frente DÍZIMO. Devido a sua não devolução dos dízimos à casa do Senhor, muitos missionários deixaram de ser enviados aos campos para anunciar a salvação contida na escritura sagrada. Muitos, assim como vocês, estão roubando o Senhor.

MALAQUIAS - Tenha piedade.

OMIZID - Não nos prenda, por favor! (implorando) Não nos prenda!

HOMEM 1 - Vocês estão presos às inúmeras contas vencidas, presos ao cadastro do serviço de proteção ao crédito, presos aos favores dos vizinhos, as farmácias, as consultas médicas, presos ao luxo da vaidade. O devorador tem administrado a vida financeira de vocês, porque encontrou brecha. E nós estamos aqui para entregar a mensagem do Deus misericordioso. O Malaquias Junior veio a este mundo através do teu ventre, de uma estéril. Este servo fiel tem orado a Deus pela vida espiritual de vocês. Ele tem lutado para que uma providencia do céu viesse sobre sua família e aqui estamos.

HOMEM 2 - (abrindo a bíblia) Quem é fiel no mínimo, também é fiel no muito, quem é injusto no mínimo, também é injusto no muito. (Lucas 16. 10)

HOMEM 1 E 2 - (imposição de mãos, individualmente, intercalando sobre a família) O Senhor te abençoe e te guarde; que o Senhor faça resplandecer o rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; que o Senhor sobre ti levante o rosto e te dê a paz. (e saem - a família estará de joelhos em oração).

MALAQUIAS - Senhor obrigado pela mensagem vinda do teu coração.

OMIZID - Obrigada Senhor por nos mostrar o quanto estamos sendo infiéis a tua palavra.

MALAQUIAS - Guarda Pai a vida daqueles que estão nos campos missionários e que deixaram de ouvir a tua palavra por nossa falta.

OMIZID - Não permita que venham falecer antes de conhecerem a tua palavra de libertação através de Jesus Cristo.

MALAQUIAS - Assumo diante da minha família que não permitirei Satanás ou os apelos mundanos desviarem a minha atenção no momento da separação do dízimo da tua casa meu Deus. Primeiramente o Senhor, o teu Reino.

OMIZID e MALAQUIAS - Em nome de Jesus, amém!

JUNINHO - Ainda na tua gloriosa presença Senhor. Agradeço pelo milagre da vida, pela tua misericórdia com a minha família. Obrigado pelo pai, pela mãe que o Senhor me deu. Eu os amo e estarei sempre ao lado deles. Muito obrigado Senhor por ter ouvido as minhas orações, em nome do meu Senhor e redentor Jesus Cristo. Amém!

MALAQUIAS - Filho tudo começou quando fiquei num mês apertado demais. Então conversei com o Senhor e resolvi devolver o dizimo no mês seguinte e virou uma bola de neve.

OMIZID – Aconteceu há três anos!

JUNINHO - Tudo vai ser diferente daqui pra frente, em nome de Jesus. O devorador não vai tocar mais em nada mãe! Por isso que tudo

estava quebrando aqui em casa. Vocês gastando além do normal em farmácia. Basta!

MALAQUIAS – (determinado) Vamos sair desse deserto!

JUNINHO - (Igreja) Existem duas possibilidades de se chegar ao deserto. A primeira é sendo conduzido pelo Espírito Santo para crescimento espiritual. A segunda é ser conduzido por você mesmo, através de suas atitudes errôneas. Na primeira hipótese você encontrará força para vencer as tentações, porque estará firme no Senhor, mas na segunda hipótese será mais difícil encontrar a saída, mas não culpe o Senhor. Lembre-se você procurou! Cuidado! Acorde. Não devolver o dízimo é roubar a Deus. A bíblia é clara! E você sabe o nome que se dá a quem rouba. Ladrão.

MALAQUIAS - Verdade filho! Dízimo quer dizer, décima parte. Não é o pastor que determina é a palavra de Deus. Não se calcula o dízimo das sobras e sim de tudo que vem as nossas mãos. Ficamos com 90 % do salário, muitas bênçãos e a proteção de Deus contra o devorador.

OMIZID - Deus não tem cobradores para bater de porta em porta como aconteceu aqui, mas um dia você estará diante dEle e prestará contas. Essa história que vocês presenciaram em nossa família é real na vida de muitos que estão aqui.

JUNINHO - Eu poderia fazer uma pergunta nesse exato momento e é claro que você não poderia mentir, porque complicaria ainda mais a sua vida com Deus. Já pensou se eu perguntasse assim: quem aqui está devolvendo certinho o dízimo do Senhor? Ou ainda, quem aqui não tem dizimado ao Senhor corretamente? Pode respirar, porque não vou fazer essas perguntas. Entretanto, não deixe passar essa noite, essa oportunidade, sem se consertar com o Senhor.

MALAQUIAS - Aqueles dois homens vieram enviados de Deus para falar não só a minha família, mas a sua também. Vieram falar diretamente a você.

OMIZID - Quantas Omizids, quantos Malaquias existem aqui nesta noite?(chamando-os) Omizid!!!

MALAQUIAS - Malaquias!!!

JUNINHO – Malaquias, Omizids!!! (T) Os meus pais sempre foram exemplos para a minha vida. Por isso que me incomodou bastante a situação de estarem roubando a Deus. Você papai, mamãe tem sido um espelho, um modelo de obediência e fidelidade ao Senhor dentro da sua família? Será que os seus filhos ficariam surpresos com a possibilidade de vocês estarem fazendo o mesmo que os meus pais faziam? Sabem porque eu me surpreendi com eles? Porque eles eram fiéis e assim me instruíram dentro da palavra de Deus.

OMIZID - O nosso filho desde garoto quando recebia um trocado por capinar o quintal do vizinho ou qualquer outro servicinho que arrumava, chegava em casa e dizia, pai, mãe esse é o dízimo do Senhor, guarda que domingo eu levo a igreja. E assim ele cresceu e o Senhor tem honrando a vida dele.

MALAQUIAS - Seja, em nome de Jesus, um dizimista fiel.

JUNINHO - Não devolva somente qualquer puder, porque ainda assim será ladrão. Devolva sempre, cada vez que receber o seu salário. Não se preocupe com o que falam lá fora, que vai enriquecer a igreja, pastor. O importante é devolver como expressa a escritura sagrada, como diz o Senhor dos Exércitos. Não devemos roubar o Senhor nem duvidar da sua providencia e justiça.

MALAQUIAS - Louve a Deus não somente com a sua voz, com o seu corpo, mas acima de tudo meu irmão com obediência a palavra de Deus. Louve ao Senhor com suas atitudes dentro e fora dessa estrutura física. Você é a casa de Deus independente do espaço físico que esteja ocupando. Você é templo do Espírito Santo de Deus. Louve a Deus com seu dízimo, com suas ofertas. Vidas serão resgatadas das garras de Satanás através de sua obediência a Deus.

OMIZID - Meu irmão, minha irmã faça uma declaração de amor ao Senhor. Diga a Ele: Distante de Ti Senhor não posso viver, não vale a pena existir. Afasta as minhas transgressões, preciso de Ti.

JUNINHO - Coloque diante do Senhor um coração disposto a ser transformado. Diga: Senhor preciso de Ti, mas que o ar que eu respiro, preciso de Ti. Ele ouvirá do céu o teu clamor e tudo mudará. Assuma nesta noite um compromisso de ser fiel em tudo, no pouco e no muito. Creia, creia meu irmão, as janelas do céu se abrirão sobre sua vida.

OMIZID - Amém! Vamos, vamos correndo para a igreja que ainda pegamos o culto.

MALAQUIAS - Vamos conosco filho, toma banho na volta!

JUNINHO - (indicando a igreja) Já estamos na igreja. Vamos sentar, porque a igreja vai adorar ao Senhor com um louvor tremendo!

MALAQUIAS - Amém! Então vamos sentar.

JUNINHO - (sinaliza para esperar) Assuma, com o Deus, durante o louvor o compromisso de se tornar um dizimista fiel.(pausadamente) Dizimista fiel! Amém. Guarde em sua memória esta noite para o seu próprio bem e não roube o Deus que te criou. Cuidado!

OMIZID - Vamos!

JUNINHO - Amém! Deus seja louvado!

(LOUVOR - PRECISO DE TI COM TODA IGREJA)

Fim

Contato com o autor mipraide@yahoo.com.br

O Autor no Facebook: Gilmar Branco Oficial

Autores: 
Estilos: 
Diversos: