DEUS NÃO OLHA APARÊNCIA

Versão para impressão
DEUS NÃO OLHA APARÊNCIA, Deus vê o coração

Pouco antes do início do culto um casal fica na porta da igreja para bem receber membros e visitantes.
Cada um que chega o casal observa, critica, julga…
Preconceitos, intolerância e hipocrisia são expostos no decorrer da peça.

Recebi esta peça e não sei de quem, autor(a), por favor faça contato.

CENÁRIO: a própria Igreja

[TITO e ROBERTA chegam à igreja, ainda vazia]
TITO:    Eu falei pra você segurar na mão deles, Roberta!
ROBERTA:   Você não disse, Tito! (e ficam teimando até que Tito percebe que está na igreja)
TITO:    Vamo parar em nome de Jesus?! A gente tá na igreja!!!
ROBERTA:   Você que começou!
TITO:    Tá, tá!!! Cadê os meninos?
ROBERTA:   Lá fora como sempre!
TITO:    Mas era só o que faltava! No dia que a gente finalmente chega cedo na igreja eles resolvem ficar lá fora?! Eu vou lá agora!
ROBERTA:   Ah, mas não vai mesmo! Deixa que eu vou! É capaz de você fazer um barraco na frente da igreja! (sai)

TITO:   (se ajoelha em oração) Meu Deus, obrigado por ter chegado na tua casa, Senhor! Sou grato a ti pela minha vida, pela minha saúde, pela minha esposa... apesar de às vezes ela ser bem chata e incompreensível... mas o Senhor sabe todas as coisas Jesus! Te agradeço pelos meus filhos, ainda que sejam bem... agitados, né? Pra não dizer coisa pior! Mas são bênção do Senhor, glória a Deus! Abençoa Jesus esse culto, fala conosco e nos usa em tuas mãos, em nome de Jesus, amém!

PASTOR:   (chega) Irmão Tito, a paz do Senhor amado!
TITO:    Meu pastor querido, a paz do Senhor!
PASTOR:    Como você está? Como tem passado? Sua família como está?
TITO:    Eu estou bem graças a Deus! Minha família, er... bom...

ROBERTA:  (entra com os filhos)  Quantas vezes eu já disse pra você não bater no seu irmão, Caim?
CAIM:   Foi ele que começou, mãe! Eu tava quietinho na minha!
ROBERTA:   NÃO QUERO SABER! (vê o pastor e acalma) Pastor! Nossa, eu nem vi o senhor entrando... (sorriso amarelo)
PASTOR:    É, você parecia bem ocupada com o Caim e o Abel!
ROBERTA:   Pois é, hahaha! Os filhos são uma bênção, não é verdade?
PASTOR:    Com certeza!
ROBERTA:   (se aproxima de Tito e sussurra) Por que você não falou que ele já tinha chegado?!
TITO:    Como é que eu ia saber que você ia entrar gritando na igreja?!
PASTOR:    Er... meus irmãos, hoje a tarde teve evangelismo, por que não foram?
TITO:    Pastor o senhor acredita que o Abel ficou doente?!
ABEL:    Fiquei?
TITO:    (tapando a boca do filho) Claro que ficou hahaha! Não lembra filho?
ROBERTA:   Pois é pastor, e eu tinha tanta roupa pra lavar que nem deu pra vir!
CAIM:    Mãe, a senhora passou a tarde na novela!
ROBERTA:   MAS QUE COISA! Onde já se viu se meter em conversa de adultos, heim? E vocês nem cumprimentaram o pastor! Andem!
OS DOIS:  A paz do Senhor pastor!
PASTOR:    A paz pequeninos, Deus abençoe vocês! Bom, irmão Tito e irmã Roberta, hoje o evangelismo foi uma bênção, nós convidamos muitas pessoas desviadas, pessoas sem esperança na vida, aprisionadas pelo pecado, para virem assistir ao culto hoje!
TITO:    Eta glória, que bênção pastor!
ROBERTA:   Pois nós fazemos questão de ficar na porta recepcionando-as!
TITO:    Exatam... O quê?
ROBERTA:   É meu amor, nós adoraríamos receber as pessoas, não é? (olhando fixamente)
TITO:    C-claro! Claro que sim, pastor! Inclusive, se o senhor quiser a gente pode até limpar a igreja depois do cul...
ROBERTA:   (empurrando o marido) A gente já vai pastor! Pode dirigir o culto normalmente! Tito, não exagera pelo amor de Deus! Eu já limpo a casa todo dia e você ainda me vem com história de limpar a igreja?!
TITO:    Foi você que começou com história de recepcionar!
ROBERTA:   É com-ple-ta-mente diferente Tito! E silêncio, parece que já vem vindo um visitante!
TITO:    O quê que é aquilo no braço dele?
ROBERTA:   Ah meu Deus, é uma aranha! Como foi que esse homem não sentiu, gente?
TITO:    Ele tá chegando, disfarça! Boa noite, querido, seja muito bem vindo!
TATUADO:  Obrigado! (sai)
OS DOIS:   (sussurrando indignados) É uma tatuagem!!!
TITO:    Pelo amor de Deus, como é que o pastor convida uma pessoa desse nível pra vir pra igreja?!
ROBERTA:   Tito, pelo amor de Deus, ele não entende que isso é abominável, né?
TITO:    Será que não dava pra tirar a tatuagem pra vir pra igreja?!
ROBERTA:   (pausa) É uma tatuagem, Tito!!!
TITO:    Schiiii!!! Fala baixoo!!! Tá querendo que o tatuado escute e venha aqui dar um supapo na gente?! Meu Deus, olha o calça que o irmão Afonso escolheu pra vir pro culto! Será que ele não achou coisa melhor não?
ROBERTA:   (ri) Sabe que eu pensei a mesma coisa?! Lá vem ele! Paz do Senhor, irmão Afonso, cadê irmã Vanuza?
AFONSO:  Ah, ela tá um pouco adoentada, preferiu ficar em casa!
ROBERTA:   Ah tá! (sorriso amarelo, Afonso sai) Adoentada! Sei! Qual vai ser a doença dessa vez? Semana passada foi febre, hoje vai ser o quê? Diarreia?
TITO:    Eu acho que ela finge só pra não vir pra igreja!
ROBERTA:   Né isso? Ih, lá vem outro mundano! Olha a roupa dessa mulher, meu Deus do céu! Gente, tudo bem a pessoa ser do mundo, mas precisa deixar isso tão claro?! Misericórdia, essa maquiagem tá forte demais! Jesus amado, me arrebata!
TITO:    Ela tá chegando, Roberta! Boa noite querida! Vamos entrar, seja bem-vinda!
SONINHA:   Obrigada! (sai)
ROBERTA:   Tá parecendo uma meretriz, isso sim!
TITO:    Como assim, tá parecendo? Ela É uma meretriz, Roberta! Não tá conhecendo não? É a Soninha!
ROBERTA:   (olha pra trás) Misericórdia! O pastor convidou essa meritriz pra vir pra igreja?! Onde já se viu?!
TITO:    Foi-se o tempo que a igreja era lugar de decência! Agora qualquer um pode entrar sem problema nenhum! A gente tem que conversar seriamente com o pastor! Ah finalmente um crente de verdade apareceu!
ROBERTA:   Crente de verdade? Semana passada ele fugiu pra não pagar o aluguel e ainda mandou dizerem pro dono da casa que ele tinha viajado.
TITO:    Ah, e daí Roberta? O importante é que ele prega bem, tem unção! Ô irmão Nabuco, a paz do Senhor!
NABUCO:   Paz amado!
TITO:    Como estão as coisas?
NABUCO:   Rapaz eu to um pouco endividado né, mas é aquela coisa: Deus já tinha falado que nós iríamos sofrer perseguição por causa da nossa fé!
TITO:    É isso mesmo irmão Nabuco! Isso tudo é perseguição de pessoas enviadas pelo inimigo!
NABUCO:   Pois é, agora deixa eu orar, né? A paz irmã Roberta!
ROBERTA:   Paz. (Nabuco sai) Eu heim? Tudo pra esse homem é motivo de perseguição!
TITO:    Roberta não começa! Ah, meu Deus! Olha ali, Roberta!
ROBERTA:   Olha ali o quê homem de Deus?
TITO:    É o Vitão! (se esconde atrás dela)
ROBERTA:   Ah, meu Deus, era só o que faltava! O pastor chamou esse bandido matador pro culto? Misericórdia Jesus, será que ele tá armado?
TITO:    Pelo amor de Deus, não pergunta isso pra ele!
VITÃO:  E aí!
ROBERTA:   O-oi, Vitão! Tudo bom? Vamos entrar, seja bem-vindo!
VITÃO:  Valeu! (olha para Tito) Ele tá se escondendo de quê?
TITO:    Eu? Não, é que... caiu uma moeda aqui, aí eu desci pra pegar!
VITÃO:   Ah tá...
ROBERTA:   Jesus amado! Ele deve ter vindo só pra caçar outra vítima.
TITO:    Eu não quero morrer não, Roberta!
ROBERTA:   Tito, para de ser medroso! Ah, mas isso eu não vou tolerar, vou falar com o pastor e é agora! (vai saindo, Tito impede)
TITO:    Você não vai pra lugar nenhum! Onde é que já se viu!
ROBERTA:   Tito, você não tá percebendo o absurdo que tá acontecendo?! O pastor tá querendo transformar nossa igreja numa roda de escarnecedores! Só falta agora um homossexual vir assistir o culto também!
TITO:    Dito e feito! Olha a irmã Ritinha com o filho dela!
ROBERTA:   Misericórdia! Não, tudo bem, coitada da irmã Ritinha, né? Faz tanto tempo que ela luta pra esse filho largar essa vida... Mas eu não vou tolerar a presença dele aqui não! (sai)
TITO:    Roberta!
ROBERTA:   Escuta aqui irmã Ritinha, eu sei que você quer muito que seu filho seja liberto dessa pomba-gira, mas aqui ele não pode entrar!
RITINHA:  O quê?
ROBERTA:   Isso mesmo! Aqui é a casa de Deus e eu não vou permitir que essa... essa aberração envergonhe a igreja!
RITINHA:  Mas isso é um absurdo! Você tem noção do que está dizendo?!
PASTOR:    Mas o que está acontecendo aqui?
ROBERTA:   Pode ficar tranquilo pastor, por que essa pessoa que está do lado da irmã Ritinha não vai envergonhar o nome da igreja de jeito nenhum! Aqui é um lugar santo, não é qualquer um que pode entrar aqui não! Se quiser interceder pelo seu filho, irmã Ritinha, interceda com ele lá fora!
TITO:    Roberta!
FILHO:  Mãe, acho melhor eu ir embora...
RITINHA:   Não filho, você fica! Hoje finalmente eu convenci ele a vir comigo pra igreja. Fazia tanto tempo que eu tentava, mas ele se negava a vir... Agora eu sei por que ele não queria! Tem tanta gente que se diz santa e se acha no direito de julgar os outros por achar que os pecados deles são maiores.
TITO:    Como é que é, irmã Ritinha?
RITINHA:  Vocês acham que eu concordo com ele? Claro que não, Deus abomina e nós sabemos disso! Mas não é por isso que temos que excluir, que nos achar superiores, só Deus sabe o quanto eu tenho sofrido e eu tenho certeza que ele tem sofrido mais ainda.
TATUADO:   Pastor, eu hesitei muito em vir hoje, por que eu tenho conhecimento de que em muitas igrejas existem pessoas como esse casal aí! Aqui eu não fico mais!
PASTOR:    Espere um instante, por favor!
SONINHA:  Eu to precisando de alguém que me ajude! Eu pensei que hoje fosse o dia que Deus me daria uma chance, mas pelo visto eu estava enganada...
PASTOR:    Não Soninha, você não está enganada! Deus tem muito pra fazer por você ainda, Ele te ama! Ele quer escrever uma nova história na tua vida!
VITÃO:   Tanta gente se atreve a me xingar, me chamar de marginal, de indigente... Eu pensei que aqui eu fosse ser acolhido, sem ninguém pra me olhar indiferente. Eu até gostei do senhor, pastor. Mas as pessoas dessa igreja pelo visto não seguem o que leem na Bíblia.
ROBERTA:   O que você entende de Bíblia, heim?! Uma pessoa que mata inocentes, que rouba!
VITÃO:   Pelo menos eu não sou hipócrita como você! Na Bíblia fala pra amar o próximo como a ti mesmo, você acha que está agindo como Deus quer?
PASTOR:    Não, de fato nem ela nem seu esposo estão agindo! Nós não somos ninguém pra julgar vocês, só Jesus pode julgar. Nós só queremos que vocês escutem algo da parte de Deus hoje, Ele é o único que pode mudar as vossas vidas! E então, querem?
TODOS:    Sim.
PASTOR:    Amém. Ah, irmã Roberta e irmão Tito, depois do culto quero ter uma conversa com vocês. (os dois abaixam a cabeça) Vamos começar o culto. Por favor, sintam-se à vontade.
PASTOR:    Senhor meu Deus, te agradeço pela minha vida e pela dos demais que aqui estão. Nesse momento quero te apresentar esse culto de hoje. Abençoa Jesus e fala conosco através da palavra e dos louvores. Opera em nosso meio, é o que te pedimos, em nome de Jesus. Amém.
PASTOR:    Bem, irmãos, antes de louvarmos, gostaria de trazer uma palavra sobre As Aparências. Em 1 Samuel capítulo 16 versículo 7 diz: Porém o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração...
[através dessa referência o ator que interpreta o pastor tem liberdade para trazer uma palavra acerca do tema]
PASTOR:    E agora, eu gostaria de pedir que você abrace esse irmão que está ao teu lado e diga pra ele que Jesus o ama, e que você também o ama.
ROBERTA:   (abraça o filho de Ritinha) Me perdoe, querido. Jesus te ama e eu também amo. Me perdoe, eu tenho certeza que Jesus tem bênçãos pra ti e pode transformar a tua vida.
FILHO:  Amém.
ROBERTA:   (abraça irmã RITINHA) Continua com essa força que o Senhor tem te dado! Você ainda vai cantar o hino da vitória.
RITINHA:   Amém querida.
TITO:    Vitão, eu... eu só vou te dar um abraço tá, e me perdoa pela minha esposa, ela...
VITÃO:   (abraça TITO)    Venha cá, parceiro!
SONINHA:  Pastor, quero aceitar Jesus! Não quero mais perder tempo, minha vida não tem mais sentido sem Ele.
PASTOR:    Que bênção, venha filha!
VITÃO:  Pastor, eu também quero aceitar.
TATUADO:   Eu também, pastor. Ore pela minha vida!
RITINHA:   Você não quer, meu filho?
FILHO:   Quero, mas eu...
RITINHA:   Eu sei, mas Jesus pode transformar. É só você querer!
PASTOR:    Deus tem uma história linda pra escrever pra você, filho! A decisão é sua!
FILHO:   Eu quero!
TODOS:    GLÓRIA A DEUS!
PASTOR:    Venham até aqui, vou orar por vocês! (pastor ora)

ROBERTA:   Você já parou pra pensar em quantas vezes você tem julgado?
TITO:    Quantas vezes você até tenha se comportado como nós?
ROBERTA:   Deus não faz acepção, e precisamos entender e aprender a não excluir e sim acolher.
TITO:    Todos aqueles homens estavam certos de que deveriam apedrejar aquela mulher adúltera, estavam certos de que era o melhor a se fazer.
ROBERTA:   Mas Jesus não permitiu. Ele simplesmente disse para aquela pecadora: Vá e não peques mais.
TITO:    Quantas vezes nos achamos no direito de apedrejar as pessoas pelo que elas fazem de errado? Mas Jesus disse: Aquele que não tiver pecado, que atire a primeira pedra.
ROBERTA:   Alguém aqui nessa noite acha que não tem nenhum pecado? (demora) Parece que não né?
TITO:    Então aprenda a acolher pessoas que precisam de ajuda, que precisam ouvir uma palavra de amor. O mundo inteiro já condena elas, vamos fazer a diferença.
TODOS:    Somos sal da terra e luz do mundo. Pois vamos agir como tal. Se nem Deus olha para a aparência, por que você continua olhando?

Estilos: 
Diversos: 
nº de personagens: