DESCULPA AÍ

PARE de desculpas!

 DESCULPA AÍ, é uma história que ilustra o fato de colocarmos desculpas pra um monte de coisas, ou seria colocar um monte de desculpa para as coisas?
As desculpas tentam dar a ideia de “um caminho mais fácil” para viver, porém não corresponde aos fatos.
Cadeiras representam as desculpas e nelas os personagens vão ficando presos sem perceber...

DESCULPA AÍ!
PERSONAGENS: DESCULPA, JESUS, BETO, CAROL, RAFA.

CENA 1

(A pessoa que interpreta “A desculpa” entra em cena. Com uma camiseta escrito desculpa (opcional) ou vestido de preto. No palco estão 3 cadeiras (ou banquinhos) que estão no centro do palco. Em seguida a desculpa senta na cadeira do meio, olha para o público e diz:)
DESCULPA:    Muitos de vocês andam comigo. E todos os dias, com as mais diversas respostas para qualquer situação. Eu nem preciso fazer esforço, pois vocês colaboram com o meu trabalho que é afastar do que realmente importa: a presença de Deus.
JESUS:    E eu estou aqui pra ajudar vocês a acabar com as desculpas (fala olhando para o publico)
DESCULPA:    Lá vem Ele! (fala com ar de ironia...)
Jesus, o que veio fazer aqui?
Você sabe... as pessoas estão do meu lado.
Por mais que tentem, sempre tem uma boa e velha desculpa pra tudo.
JESUS:    Mas a palavra que diz que ”Posso todas as coisas naquele que me fortalece”.
DESCULPA:    Vamos ver... vou investir naqueles jovens ali oh! (aponta para Beto, Carol e Rafa).
(Jesus fica observando o agir da personagem desculpa nos jovens.)

CENA 2

(Os jovens estão entrando em cena olhando o celular, sorrindo e conversando entre si. Beto está olhando uma mensagem de sua mãe ( ele sorri) quando Rafa diz:)
RAFA:    O que foi Beto? Tá rindo de que?
CAROL:    É! Conta pra gente!
BETO:    É minha mãe. Acabou de dizer que vai fazer uma lasanha hoje no almoço. Bem que vocês podiam ir comigo lá pra casa. Minha mãe ia adorar ver vocês!
RAFA:    Oh Beto! Nem posso. Ainda tenho matéria pra revisar. O vestibular tá aí...
(A desculpa começa a chegar perto ela e oferece uma cadeira que simboliza “se apoiar” em uma desculpa).
(Ela se senta na cadeira - ou banquinho - colocada pela desculpa.)
BETO:    Rafa, você não cansa de estudar não? Oh, só de pensar em matéria pra revisar, ler , fazer anotações...eu já me cansei! Foi por isso que eu chamei vocês pra ir no shopping hoje. Pra gente esquecer um pouquinho do vestibular.
(Atenta a conversa dos 3 a desculpa vai ficando animada...
Beto continua...)
BETO:    Já que a Rafa nerd não pode...e aí Carol vamos?
CAROL:    Rafa, você sabe que hoje é o dia que o Edu vai lá em casa. O único dia que ele pode ir...então não posso desmarcar.
BETO:    Ah esqueci! Mas também se você fosse só uma vez não ia ter problema né? Vamo Carol!
CAROL:    Beto, não dá pra desmarcar com o Edu. Eu sempre te falo! Você esquece...dia de hoje não posso marcar nada por causa do Edu.
(Nesse momento a desculpa fica alegre e também puxa uma outra cadeira ou banquinho).
(Carol senta.)
BETO:    Tá beleza então. Vocês não sabem o que vão perder. A lasanha que minha mãe faz é top!
(No mesmo instante a mãe de Beto liga para o celular dele).
BETO:    Oi mãe! Tô indo. É...Eu tinha convidado, mas elas não podem. O que? Mercado? Mãe, já é quase meio dia! Tô morrendo de fome e a senhora vem me pedir pra comprar isso agora?
(fala de modo estressado. Falar dando pausas como se a mãe tivesse respondendo a ligação).
Eu vou, mas vai demorar viu? Essa hora deve ter uma fila enorme! Tá, tá bom!!! Desliga o celular.
(fica com raiva porque odeia fila, mas já diz que vai demorar e depois disso “A desculpa” já puxa a cadeira para Beto também – que se senta).
(Enquanto isso, as amigas de Beto continuam sentadas em suas “cadeiras da desculpa”. Elas ficam conversando entre si (sem emitir som - apenas simulação).
CAROL:    O que foi? Não vai ter lasanha? (começa a sorrir)
RAFA:    Pelo jeito vai demorar a sair essa lasanha (também sorri dele)
BETO:    Não sei porque a graça! Eu chamo vocês pra comer lá na minha casa e vocês ficam rindo de mim?
Ah não!!! Tenha santa paciência!
CAROL:    Oh Beto desculpa! É que não aguentei. Você todo empolgado aí com o almoço e de repente vai ter que comprar alguma coisa pelo que entendi né?
BETO:    É. Ela pediu pra comprar mais queijo e molho pra lasanha. Só de pensar na fila que vou ter que enfrentar, já perdi a vontade de comer (fala desanimado).
(De repente os 3 paralisam como se estivessem “congelados”.
Nesse momento “A desculpa” olha para Jesus e diz:)
DESCULPA:    Olha aí Jesus! Não te falei... As pessoas sempre tem desculpas. Ha ha ha (risadas) Eu sou o máximo mesmo!
JESUS:    Você não vai conseguir por muito tempo...
DESCULPA:    Então vamos ver.
(fala com ar de quem quer dominar os personagens Beto, Rafa e Carol).
(Em seguida Jesus e a desculpa começam a olhar a conversa dos 3 amigos)

CENA 2

(De repente os personagens “descongelam” e voltam a falar...)
RAFA:    E aí Carol, quando você vai trazer o Edu pra gente conhecer?
CAROL:    Calma Rafa! A gente fez um mês de namoro. Ele é um pouco tímido sabe...mas vou ver se eu marco alguma coisa pra vocês conhecerem (enquanto as meninas conversam, Beto fica mexendo no celular… está muito concentrado).
RAFA:    Já sei! Leva ele no acampamento. Você vai?
CAROL:    Nem sei. Até quando é a inscrição?
RAFA:    Até semana que vem. Mas se vocês forem eu vou! Já separei a grana para o acampamento, mas só vou se vocês forem. Né Seu Beto?
(Beto que está distraído, ouve o nome dele e diz...)
BETO:    O que? Eu o que?
RAFA:    O acampamento. Tava falando pra Carol que se vocês forem eu vou. E que se ela for leve Edu pra gente conhecer.
BETO:    É isso mesmo! A Carol namorando e nem apresentou para os amigos. Que vergonha Dona Carolina (e começa a sorrir).
CAROL:    É que...é(começa a dar uma desculpa, vai indo para frente e para trás sentada na cadeira – mexendo as costas, como se quisesse sair da cadeira, mas não consegue).
É que...ele não gosta de nada da igreja (Ela fala com ar sem graça)
RAFA:    Como assim não gosta? Não vai me dizer que ele não é cristão?
CAROL:    É. Você acertou! Ele não é cristão. (fala e abaixa a cabeça envergonhada)
RAFA:    Como é? Tantos caras pra você namorar e você namora alguém que não é da igreja?
BETO:    É Carol...tá explicado porque você não apresentou ele pra gente.
BETO:    Mas eu concordo com a Rafa...Lá na igreja tem pessoas que você poderia namorar. Eu até já disse pra Mônica... sou feliz porque Deus colocou ela na minha vida. Porque podemos caminhar juntos, que temos a mesma fé em Jesus. A gente aproveita o tempo juntos.. Porque eu trabalho tanto. Aí sempre que dá vamos ao cinema, praia, vou à casa dela. A Mônica é uma ótima namorada. Tenta sempre me motivar a ler mais a bíblia, orar. Eu sei que preciso ler mais...é que trabalho tanto! ( começa a ficar preso na cadeira. Tenta levantar mas se sente colado). É tanta coisa...trabalho igreja, o vestibular ...que eu chego morto de cansado e nem consigo ler muito a bíblia. Mas seria bom se você namorasse alguém da igreja também.
CAROL:    Eu sei gente. Sei que vacilei com vocês. Foi mal! Mas é que o Beto teve a sorte de encontrar alguém na igreja. Já eu...acho que todos são meus irmãos em Cristo e amigos. Não me vejo namorando ninguém lá na igreja.
RAFA:    Ai amiga! Que desculpa! Conheço pessoas que seriam ótimas pra você. Mas essa aí não cola viu? Todo mundo é meu amigo e irmão em Cristo! (começa a sorrir)
(Nesse momento todos congelam de novo...)
(A desculpa que estava com Jesus observando , volta a falar...)
DESCULPA:    Tá vendo Jesus! Essa aí é a velha desculpa pra arrumar um namorado do mundo. Assim que eu gosto! É isso aí garota! Namora alguém fora da igreja que logo logo você sai de lá
(há ha hahaha risada com ar malvado).
JESUS:    Não se ponham em jugo desigual com descrentes. Pois o que têm em comum a justiça e a maldade? Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas?
(Após o versículo, Jesus olha para o público e diz...)
JESUS:    Sei que alguns de vocês já pensam assim como a Carol. Mas saibam esperar o tempo certo! Deus separou alguém especial para cada um. E não há melhor lugar do que na casa de meu Pai.
DESCULPA:    Ah Jesus! Pára!!! Você conhece os jovens de hoje. Doidos por novas aventuras...é tanta coisa pra se arrumar alguém. E uns de vocês aí? (olha para a plateia)...nunca foram naquele site de bate papo? É ...aquele que ninguém sabe que você usa. Mas usa sim! Que eu sei (ha ha hahaha) e os nudes? Ha ha ha!!! Agora é o seguinte Jesus... E vou dominá-los e vou te mostrar que eles tem potencial pra dar desculpas ( Hahahaha!!!)
(Jesus e a desculpa voltam a olhar os 3 personagens...)

CENA 3

(Os amigos descongelam mais uma vez...)
RAFA:    Pois é amiga! O Beto tem toda razão. Eu até entendo que você tenha vergonha por ele não ser crente, mas não apresentar pra nós...aí é vacilo também né? Eu mesma não quero ninguém agora. Tô bem sozinha. O vestibular vem aí e namorar alguém só ia me distrair. Eu já tentei tanto medicina que dessa fez ou vai ou racha! Me dedicando ao máximo pelo meu sonho...Eu nem tô pensando em namorar alguém da igreja nesse momento. Até porque eu nem tô indo muito. (Fica se balançando na cadeira tentando sair...se levantar, mas tá “presa nas desculpas”)
BETO:    É verdade! Essa aí tá demais!!! Tá desviada é “fia”? Só quer saber de estudar. Vai orar, vai! Tá difícil...uma não vai mais na igreja por causa de vestibular e a outra com namorado do mundo.
(Nessa hora Carol que está envergonhada e sem graça recebe uma ligação [som de celular tocando])
CAROL:    Eu sei gente...peraí!! é o Edu ligando.
(Enquanto Carol fala com Edu, Beto e Rafa ficando gesticulando)
(Beto balança a cabeça pra Rafa, olhando pra Carol e falando que Rafa e ela estão erradas – apenas gestos sem som *simulação de conversa).
(Enquanto Beto discute com Rafa sobre vestibular e igreja e sobre namoro de Carol...Edu está dizendo a Carol que vai ao Carnaval e se ela não for com ele não vão mais continuar o relacionamento (Carol começa a ficar triste e ao mesmo tempo quer explicar porquê não pode ir com Edu para a festa) mas ele desliga terminando tudo...)
CAROL:    Edu? Edu?! (fala arrasada)
BETO:    O que aconteceu?
RAFA:    Vocês brigaram?
CAROL:    Ele terminou. (começa a se desesperar...)
RAFA:    Calma amiga! Vocês vão se entender.
BETO:    O que ele te disse?
CAROL:    Vocês não entendem! Já era!!! Ele terminou comigo porque não quis ir ao baile de carnaval.
(começa a chorar e vai escorregando da cadeira até cair no chão)
(Carol chora muito sentada no chão, cabeça baixa)
RAFA:    Oh amiga! Não chora…
(ela tenta sair da cadeira mas não consegue).
Opa! Perai...eu preciso sair daqui! Me ajuda Beto! Parece que tem um negócio me segurando...
(A desculpa começa a passar pelo meio deles e ficar rondando os 3). Jesus continua vendo tudo.
BETO:    Eu também não consigo sair daqui (fica com medo, porque está preso a cadeira)
(Olha para Rafa e diz:)
RAFA e BETO:    Estamos presos!!! (falar com desespero)
Carol olha para os dois amigos tenta se levantar para ajudá-los, mas não consegue, pois está tão envolvida com as desculpas que não tem forças para levantar. Então ela vai se arrastando até os amigos. Quando chega junto a eles os 3 gritam:
BETO, RAFA e CAROL:    Socorro!!!!
DESCULPA:    Hahahahaha!!! Viu só Jesus? Consegui envolver esses 3 em tantas desculpas que não tem forças pra nada! Hahahaha!!!
(Mas na mesma hora que “A desculpa” comemora Beto diz:)
BETO:    Peraí gente! Não vamos nos desesperar...vamos chamar quem pode nos tirar dessa situação.
RAFA e CAROL:    É isso mesmo!
BETO, CAROL e RAFA:    Jesuuuuus!!!!
(Na mesma hora Jesus vai ao encontro dos 3. A desculpa grita...)
DESCULPA:    Não!!!! Jesus Não!
(sai de cena com as mãos nos ouvidos porque não aguenta ouvir o nome Jesus no clamor dos personagens)
(Jesus vai até eles e Rafa diz)
RAFA:    Senhor , que bom que veio ajudar a gente! (fala feliz)
BETO:    É Jesus! Estamos presos.
CAROL:    Obrigada Jesus!
(Ele levanta Carol [usa um braço e ela segura o braço de Jesus e levanta] abraça-o e agradece. E assim da mesma forma levanta os outros amigos de Carol. Segurando nas mãos de cada um.)
(Os 3 abraçam o Mestre [Jesus] e olham para o público. Em seguida Jesus diz:)
JESUS:      Estou com vocês todos os dias.
Tenham uma vida de oração, procurem saber qual a vontade de Deus em tudo que fizerem.
Que nada te prenda e não se apegue a nenhuma desculpa, pois chegou o tempo!
O tempo de estarem mais próximos a Deus.
Fazer a Sua vontade, que é boa, perfeita e agradável.
Não deixem as desculpas e mentiras do inimigo dominarem suas vidas.
Estou sempre disposto a ajudar a quem me buscar.

FIM

 

BLOG DA AUTORA Thais Belo Mamede

Estilos: 
Diversos: 
nº de personagens: