DÉBORA

Versão para impressão
DÉBORA

Débora, a profetiza, empurra Baraque para a batalha. Em forma de comédia é contada a história bíblica da vitória sobre os cananeus. A história está lá em Juízes capítulo 4.

BARAQUE: (fracote, entra, torcendo as mãos, caminha olhando pro chão)
DÉBORA:  (entra, alegre) Relâmpago!  Você é exatamente o homem que eu queria ver.
BARAQUE:  Meu nome é Baraque.  Você acabou de me chamar de relâmpago, tá tirando onda de mim.
DÉBORA:   Não, Baraque, chamei de Relâmpago porque é isso que seu nome significa em hebraico.
BARAQUE:  Ah, sim, tudo bem. Como posso ajudá-la, Débora?
DÉBORA:   O Senhor quer que você conquiste os cananeus.
BARAQUE: (pigarro, tosse) Desculpe-me.  Eu pensei que você disse que o Senhor quer que eu conquiste os cananeus.
DÉBORA:   Foi o que eu disse.
BARAQUE: (tenta escapar) Oh, querida.
DÉBORA:  (agarra sua mão, oscilando em torno dele) Relâmpago, onde que você acha que está indo?
BARAQUE:  Eu vou procurar alguém para levar seu exército.
(Tenta escapar)
DÉBORA:  (agarra sua mão, andando em torno dele) Relâmpago, você parece não entender.  Você é a pessoa que Deus escolheu para conquistar os cananeus.
BARAQUE:  Você está falando sobre os mesmos cananeus que eu estou pensando?
DÉBORA:   Sim, é claro.
BARAQUE:  Você percebeu que o exército cananeu tem nove centenas de carros de ferro?
DÉBORA:   Bem, todo mundo sabe disso.
BARAQUE:  Você sabia que o comandante cananeu Sísera é o estrategista militar mais astuto e mais implacável do  mundo?
DÉBORA:   Sim.  Todo mundo já ouviu falar de Sísera.
BARAQUE:  E você espera que eu vá vencê-lo?
DÉBORA:   Eu não. O Senhor.
BARAQUE:  Isso não está acontecendo.  Isso tudo é apenas um pesadelo. (Tenta escapar) Eu vou acordar agora.
DÉBORA:  (agarra sua mão, circula em torno dele) Relâmpago, você está não sonhando.  O Senhor diz que você vai conquistar o Cananeus.
BARAQUE:  Uh huh.
DÉBORA:   Relâmpago, porque eu mentiria para você?
BARAQUE:  Bem, não mentiria.
DÉBORA:   Como você sabe que eu não mentiria para você?
BARAQUE:  Você é uma profeta de Deus.  Você sempre diz a verdade.
DÉBORA:   Então, se eu lhe disser que você não vai perder se você atacar Sísera, você acredita nisso?
BARAQUE:  Eu acho que sim.
DÉBORA:   Então, vá.  (pausa)
BARAQUE:  Mas você não disse ainda.
DÉBORA:   Dizer o quê?
BARAQUE:  Que eu não posso perder.
DÉBORA:   Tudo bem, aqui está.  Você não pode perder.
BARAQUE:  Oh, sim, eu posso.  (Tenta escapar) Sísera tem 900 carros de ferro.
DÉBORA:  (agarra sua mão, andando em torno dele)Relâmpago! BARAQUE:  Por favor, não me faça ir.
DÉBORA:   O que você quer de mim?  Eu já lhe dei garantias do Senhor que você não vai perder.  O que mais você quer?
BARAQUE:  Eu quero que você vá comigo.
DÉBORA:   Relâmpago!  Se eu for com você, a vitória não vai pertencer a você.  O Senhor quer que você tenha a vitória.
BARAQUE: (cai de joelhos, implora) Por favor?  Não me faça ir  sozinho!  Por favor?
DÉBORA:   Baraque.
BARAQUE:  Por favor!
DÉBORA:   Tudo bem, eu vou com você.  Mas porque você é tão covarde, o Senhor vai entregar-se Sísera pra uma mulher em vez  de você.  (Pontos para sair, cruzes)
BARAQUE: (agarra-lhe o braço, sai com ela) Tudo o que disser.  Só não me deixe.
(Eles se saem e entram novamente indo pra perto do público)
DÉBORA:   Bem, aqui estamos nós.
BARAQUE:  A batalha já acabou?
DÉBORA:   Você não entende, não é?  Quando o Senhor promete isso é certo que será feito.
BARAQUE: (olha para o público) Ooooo.  Olhe para todos aqueles  corpos mortos.  (Põe a mão no estômago, tenta se segurar) Eu acho que eu vou vomitar.
DÉBORA:  (agarra sua mão, gira em torno dele) Você não pode estar parar  ainda.
BARAQUE:  Por que não?
DÉBORA:   Porque Sísera ainda não foi entregue pra nós.
BARAQUE:  Sísera está aqui!  (se esconde atrás de Débora) Débora, o que  que vamos fazer?
DÉBORA:   Baraque, controle-se!
BARAQUE:  Sinto muito.  Eu perdi minha cabeça.  Você sabe, ele tem fama de ser implacável.
DÉBORA:   Não terá mais esta fama.  Agora ele foi capturado por uma mulher.
BARAQUE:  Não, você está apenas zombando de mim novamente.
DÉBORA:   Não, eu não estou.  Ele está naquela tenda, ali. (pontos para sair)
BARAQUE:  Isso é bom.  (Tenta escapar)
DÉBORA:  (agarra sua mão, gira em torno dele) Onde você acha que você está indo?
BARAQUE: Você disse que Sísera está ali.  Então eu vou por aqui.   
DÉBORA:   Baraque, você acabou de me surpreender.  O Senhor acaba de dar Sísera em nossas mãos e ainda assim você não vai enfrentá-lo.
BARAQUE:  Se essa é a tenda de Sísera, há provavelmente guardas armados e talvez cães.  Eu não sou muito bom com cães.
DÉBORA:   Não é a tenda de Sísera.  Sísera se escondeu em uma barraca que pertence a Heber.  A esposa de Heber, Jael é o único que conquistou Comandante Sísera.
BARAQUE:  Você tem certeza?
DÉBORA:   Eu sou uma profeta.  Certo?
BARAQUE: (tenta escapar) Tem certeza de que é uma profeta?  DÉBORA:  (agarra sua mão, gira em torno dele) Baraque.  O Senhor diz que ele já foi entregue a uma mulher.  Você não tem que se preocupar.  Agora, vai!
BARAQUE: (vai com cautela) Tudo bem, eu vou, eu vou.  Mas  se eu morrer, eu nunca mais vou falar com você de novo.  Esta barraca aqui, que você disse?
DÉBORA:   Essa é a tenda.  Ele provavelmente já está morto.
BARAQUE: (olha em volta, mãos no estomago) Ooooo.  Eu acho que sou vou vomitar.
DÉBORA:   Qual é o problema?  (Aproxima-se)
BARAQUE:  Há uma coluna da tenda cravada na cabeça de Sísera.  Coitado teve um acidente.
DÉBORA:   Isso não foi um acidente.  Foi um cumprimento da promessa de Deus.  Após Sísera adormeceu, esposa de Heber, Jael pegou uma estaca e cravou em sua cabeça com um martelo.
BARAQUE:  Eu acho que vou vomitar.  (Sai rapidamente)
DÉBORA:   Agora não, por favor aguarde até eu cantar minha música. Eu vou cantar uma música para o Senhor.
BARAQUE: (off, ruido de estar vomitando)
DÉBORA:  Pensando bem, eu vou cantar mais tarde.  Esta canção...  (Sai)

©2013 Bob Snook. Conditions for use: Do not sell any part of this script, even if you rewrite it. Pay no royalties, even if you make money from performances. You may reproduce and distribute this script freely, but all copies must contain this copyright statement. http://www.bobsnook.org  email: bob@bobsnook.org

Estilos: 
Diversos: