BRECHAS

Versão para impressão

A historia se passa dentro de uma casa, onde todos são evangélicos. Porém apenas um deles busca o Senhor em espírito e em verdade e guarda a palavra de Deus dentro do seu coração.

No site já tem duas peças homônimas A BRECHA e A BRECHA
Cenário: Uma típica sala de estar de uma família de classe media. No centro temos um sofá de dois ou três lugares e ao lado do sofá uma mesa com um telefone. Os demais objetos devem ser desenhados no painel de fundo.
Personagens:
• Anjo do Senhor
• Inimigo
• Missionário Gregório
• Neide (mãe)
• Karine (filha)
• Gabriel (filho mais novo)
• Igor (filho mais velho)
• Fernanda (namorada do Gabriel)
• Irmão Raphael.
 
ATO I

 

A língua é o veiculo mais rápido para o inferno.
(As cortinas se abrem e a Karine está deitada no sofá ouvindo uma musica mundana no diskman e cantando bem alto e desafinadamente. Atrás do sofá e inclinado sobre as costas do mesmo, esta o inimigo curtindo tudo aquilo)
INIMIGO: Ai! Ai! Esses jovens inteligentes são os meus favoritos. Eles são incríveis mesmo! Costumam ter resposta pra tudo, mas de todas as respostas a que eu gosto mais e a famosa “nada haver!” O cara ta cantando uma letra de uma musica que amaldiçoa a vida dele e se alguém fala alguma coisa, sabe o que ele responde? “Nada haver!”. É incrível mesmo! O cara ta cantando uma musica que diz tudo ao contrario do que o Deus que ele acredita, e se alguém fala alguma coisa sabe o que ele diz? Tentem adivinhar! Ele responde “nada haver!”. Só que quando você for ver a criatura, você já vai estar na minha mão. E pra voltar pra esse teu Deus! Você vai ter que aguentar eu e mais sete.
(De repente o telefone toca e a Karine que esta deitada ao lado do telefone, para de cantar tira o fone dos ouvidos e atende).
KARINE: Alo!... MÃE... OH MÃE!
NEIDE: O Quê que é garota? To ocupada!
KARINE: Telefone pra senhora!
NEIDE: Quem é?
KARINE: É a sua companheira de fofoca, a Renata.
NEIDE: Olha o abuso em garota! Nos não fazemos esse tipo de coisa, tudo o que nós fazemos são pequenos e simples comentários.
KARINE: Pelo amor de Deus! De pequenos e simples eles não tem nada. E eu não sabia que falar mal do outros havia trocado de nome. “Comentário” é o quê? Gíria ou apelido carinhoso pra fofoca?
NEIDE: Karine eu vou falar desse seu comportamento pro seu pai!(pega o telefone).
KARINE: Boa Sorte! Se a senhora conseguir falar com ele, coisa que duvido! Porque ele não tem tempo pra gente, só sabe ficar por ai pregando a palavra de Deus se sentindo o missionário maravilha (sai da sala).
INIMIGO: É filha, continua com essa língua quente, que logo, logo você vai tá comendo dos meus manjares e se ajoelhando perante a mim (em seguida o inimigo começa a rodear a Neide e prestar a atenção. A Neide senta no sofá e começa a falar no telefone).
NEIDE: Oi minha amada! A paz do Senhor... Tudo ótimo!... Hum! Já fiquei sabendo... Ai! Eu também acho um absurdo, é o quarto namorado em menos de dois meses... É verdade! Imagina se não fosse filha de presbítero, com certeza já seria mãe solteira...
INIMIGO: Sem duvida eu adoro comentários desse tipo. Eles são muito úteis pra mim. Porque como diz a sagrada escritura: “uma fonte não pode jorrar dois tipos da águas, ou jorra água limpa ou jorra água suja”. E quanto mais fofoca, insinuações ilícitas ou comentários pecaminosos você fizer! Mais perto de mim e mais longe de Deus você vai ficar. E ai você vai ver como isso é bom!... Pra mim é claro! (enquanto o inimigo fala com a igreja a Neide continua falando no telefone e só desliga depois que o inimigo para de falar).
NEIDE: Ta bom minha amada!Agora eu tenho que desligar! To preparando o almoço pras crianças, a gente conversa mais no culto, mas qualquer novidade me liga, thauzinho fica na paz.
(Depois que a Neide desliga o telefone, o Gabriel entra na sala acompanhado do anjo e o inimigo já começa a ficar inquieto)
GABRIEL: Bom dia mãe! Benção!
NEIDE: Deus te abençoe meu filho! Olha não faz muito barulho não! Pra não acordar o seu irmão, ele chegou quase de manhã da vigília.
GABRIEL: (surpreso) Vigília? Ele disse pra senhora que tava na vigília?
NEIDE: Disse sim! E ele me disse que você chegou antes dele porque você estava com sono!
GABRIEL: A senhora ta falando serio?
NEIDE: Tô meu filho! Por quê?
GABRIEL: Por nada! Eu vou comer alguma coisa.
NEIDE: Agora já é hora de almoço. E almoço já tá quase pronto, espera só um pouco.
(Neide se levanta do sofá e sai de cena. O Gabriel anda um pouco pela sala sem acreditar no que ouviu e quando ele se senta o Igor entra em cena).
IGOR: E ai mané?
GABRIEL: Bom dia Igor! Quer dizer que você tava na vigília ontem?
IGOR: Você não contou a verdade pra mãe não, né?
GABRIEL: Ainda não! Você sabe como é que é? Eu tava com muito sono, ao ponto de sair mais cedo da vigília.
IGOR: (riso) Foi mal! Mas eu tinha que inventar uma desculpa por ter chegado tanto tempo depois de você. Mas você não vai me cagoetar pra ela não, né?
GABRIEL: Eu vou dizer a verdade, não por causa disso, mas por que você tá precisando de ajuda! (O inimigo vai ate o ouvido do Igor e diz)
INIMIGO: Vai deixar um pirralho te dizer o que é certo e errado?
IGOR: Quem é você pra me dizer o que eu preciso? Você é um pirralho que nem conhece o mundo.
GABRIEL: Eu não preciso conhecer o mundo, eu preciso é conhecer mais a Deus.
INIMIGO: Vai deixar ele falar isso de você, ele falou que sua vida e insignificante. Ele é mais novo do que você, mas se sente mais superior. Mostra pra ele quem é superior (Igor vai à direção do Gabriel com a mão fechada e com a voz ameaçadora)
IGOR: Você ta se achando superior a mim, é isso?
(Em seguida o anjo entra na frente do Gabriel para protegê-lo e o inimigo se fasta imediatamente. Em seguida a Neide sai da cozinha perguntando).
NEIDE: Que gritaria é essa?
GABRIEL: Nada de mais! Da licença eu vou tomar um banho antes de almoçar.
(O Gabriel sai da sala e o Igor continua parado no mesmo lugar, e o anjo do Senhor vem em direção do inimigo e o inimigo começa a tremer).
ANJO: Como você se atreve a atacar um ungido do Senhor?
INIMIGO: Iiiiiiiiii! Sem stress! É natural irmãos brigarem entre si.
ANJO: É natural também eu te expulsar daqui com a minha espada.
INIMIGO: Já estou saindo, mas você não pode impedir que eu volte pelas brechas que a toda hora eles abrem.
 
Ato II

 

Ouvir mais e falar menos.
 
(Abrem as cortinas e o anjo entra falando):
ANJO: É tempo de vigiar, o inimigo das vossas almas anda ao derredor de vocês tentando descobrir os seus pontos fracos para ali abrir brechas trazendo desgraças para a sua vida. E até mesmo aqueles que na aflição e na angustia começam a clamar ao Senhor, se esquecem de parar e ouvir a voz de Deus. Evite abrir brechas, Deus te deu dois ouvidos e uma boca, ou seja, ouça mais e fale menos.
(Em seguida o anjo sai de cena e chega o Igor, a Karine e a Neide)
NEIDE: O culto hoje foi maravilhoso, vocês não acharam?
(Antes de a Karine responder, o Igor olha pra ela apavorado).
KARINE: É eu também gostei! Achei o culto de hoje muito bom.
(Em seguida o Igor responde desorientado)
IGOR: É... Bom!... Tava ótimo!
NEIDE: Engraçado Igor eu não te vi dentro da igreja!
IGOR: Como a senhora não me viu? Eu tava dois bancos atrás da senhora!
KARINE: Impossível agente sentou na ultima fileira.
IGOR: Caramba! Eu fiz confusão! Eu tava duas fileira do lado da senhora, duas cadeiras atrás da senhora foi no domingo passado.
KARINE: Pois é! O culto tava tão bom que você nem sabia onde tava sentado?
NEIDE: Karine para de implicar com o seu irmão! Você não ta vendo que ele ta cansado? Ele ficou ate o final da vigília e ainda acordou cedo hoje!
(Enquanto ela diz vai saindo de cena)
KARINE: Não acredito! Você foi pro baile ontem, chegou de manhã em casa e ainda disse que tava na vigília?
IGOR: Disse! E como sempre ela acreditou!
(O inimigo que já estava atrás do sofá começa a falar e os dois ficam parados sentados).
INIMIGO: Como dizem: “o conhecer vem do ouvir a palavra de Deus” e pra minha sorte eles conversam o culto inteiro (risos). São criaturas vazias, sepulcros caiados, são as minhas marionetes. Lá no inferno nos temos um slogan: “Você abre a brecha e nos fazemos à festa”. Em falar em festa, é hora de eu me divertir com esses dois... (Em seguida o inimigo vai pra perto do Igor e começa a falar no ouvido dele)... Igor você não é ninguém, a sua mãe vive tomando conta da vida dos outros, por que a sua vida é insignificante. Ela não te ama, se te amasse ela se orgulharia de você que nem ela se orgulha dos seus irmãos... (em seguida ele ai ate o ouvido da Karine e diz)... Onde ta o seu pai? Você não sabe né? Viu ele ama mais as outras pessoas do que a própria filha.
IGOR: Karine que sabe da verdade? Ela só acredita nas minhas historias porque ela ta sempre ocupada de mais falando da vida dos outros e nem liga pra mim.
KARINE: Eu sei bem o que você que dizer. Olha o pai nem tempo pra gente. Ele ama mais as outras pessoas do que agente.
(em seguida o Gabriel, o anjo e a Fernanda entram em cena).
FERNANDA: Paz do Senhor gente! Boa noite! (o Igor e a Karine respondem secamente, ela vira para o Gabriel e diz): Ai! Eu to sentindo um clima estranho aqui! Mas ta repreendido em nome de Jesus (e o inimigo é jogado com força no chão)
GABRIEL: Me espera aqui, que eu vou falar com a minha mãe na cozinha.
FERNANDA: Ta bom!
(no segundo seguinte o Igor se levanta dizendo):
IGOR: Fernanda senta aqui no meu lugar.
FERNANDA: Não precisa, não!
IGOR: Não! Pode sentar, eu vou assistir à televisão lá no meu quarto.
FERNANDA: Obrigada (Fernanda se senta do lado da Karine e começa conversar). E ai como você ta Karine?
KARINE: Eu to bem!
FERNANDA: Desculpa se eu to sendo intrometida, mas você não me parece nada bem!
KARINE: É verdade! Pode não parecer, mas essa casa ta um caos!
FERNANDA: Serio! Ah! Repreende isso em nome de Jesus!
(O inimigo e lançado com força no chão novamente)
INIMIGO: Maldita!
KARINE: Eu sei! Mas eu ando meio que de mal com Deus, por que, por culpa Dele eu nem vejo o meu pai direito, o meu pai só sabe fica evangelizando, a minha mãe só sabe falar da vida dos outros e fechar os olhos pras coisas que o Igor anda fazendo. Ela que viver de aparência de uma maneira absurda. E pra falar a verdade ando me sentindo um lixo ultimamente.
FERNANDA: Nossa! A coisa ta feia mesmo! Mas a culpa do seu pai só ficar evangelizando por ai, e se esquece da família, não é de Deus não. As coisas que estão acontecendo na sua casa e na sua vida podem ser mudadas com uma só palavra de Deus se você crê. A primeira coisa que você tem que fazer é ordenar que essas coisas todas saiam da sua vida.
KARINE: Eu ainda não tenho forças, pra tomar uma atitude dessas.
INIMIGO: (furioso) Não tem mesmo não, você fraca, você e minha.
FERNANDA: Você pode não ter força, mas eu tenho fé no Deus que eu sirvo. E eu amarro, (os punhos do inimigo se juntam) eu exorto (os pés se juntam e os punhos vão em direção aos pés) eu repreendo em nome de Jesus (o inimigo é lançado longe, e o anjo olha pro inimigo sorrindo).
INIMIGO: Maldita eu vou te matar.
FERNANDA: Karine eu to sentido do meu coração de fazer uma oração por você, posso?
INIMIGO: Diz que não, diz que não! (grita o inimigo enquanto tenta se levanta)
KARINE: Ah!... Não sei!... Pode!
INIMIGO: Eu não vou desistir fácil (ele se levanta e sai correndo e sai da cena. Quando a Fernanda começa a orar a Neide grita de dentro da cozinha).
NEIDE: Karine! Vem aqui agora de pressa preciso da sua ajuda.
KARINE: Espera só um minuto mãe!
NEIDE: Karine eu disse agora! (gritando)
KARINE: Desculpa Fernanda, deixa isso pra uma outra hora.
(a Karine sai de cena e o inimigo volta pra cena fazendo careta pro anjo cantarolando):
INIMIGO: Ainda não foi dessa vez!
(Em seguida o Igor volta pra sala)
IGOR: Alguém tava me chamando?
Fernando - Não a sua mãe tava chamando a Karine!
IGOR: (diz meio arrastado e olhando nos olhos dela) E a Karine e Gabriel te deixaram aqui sozinha.
FERNANDA: Não tem problema, não! Aqui nessa casa não tem nada e nem ninguém que representa perigo pra mim.
(O Igor senta no sofá ao lado dela e ela levanta)
IGOR: Sabia que se você não fosse namorada do meu irmão, eu com certeza te faria muito feliz.
FERNANDA: Sabia que se você saísse da minha frente você ia me fazer mais feliz do que já mais você conseguiria um dia?
(o inimigo corre pro ouvido do Igor e começa a falar):
INIMIGO: você vai deixá-la falar isso de você, mostra pra ela que você é o cara!
(em seguida o anjo vai na direção do inimigo e ele se afasta do Igor. O Igor sai de cena mudo e sem ação. E anjo começa falar).
ANJO: Desista de tentar atacar aqueles aos quais adoram e servem a Deus em espírito em verdade. Nesses você jamais poderá tocar e jamais poderá amaldiçoar. As lutas que eles passam são só aquelas que Deus permite, e ao contrario de você, eles já são mais do que vencedores.
INIMIGO: To ligado anjinho! Fica relax! Vocês não dão uma folga, em!... Uma pergunta vocês nunca tiram férias, não? Cara vocês trabalham direto! Você não quer vim trabalhar pra mim, não? Pros meus funcionários lá no inferno eu dou férias e ainda dou participação nos lucros. Que vim trabalhar pra mim, não?
ANJO: Você não tem nada a me oferecer ate porque todas as coisas pertencem a Deus. Eu já sei qual é o seu futuro, e pra sua informação eu não curto piscina de água quente!
INIMIGO: (Dá um riso deboche) Engraçadinho! Eu sei que o meu futuro e queimar no fogo eternamente, eu vou (diz olhando pra igreja), mas saiba que eu não vou sozinho.
 
Ato III

 

Pra Onde tens olhado?
(As cortinas se abrem e entra em cena o missionário Gregório com uma bíblia grande debaixo do braço, com uma blusa social grande sem esta dobrada, uma calça e um sapato social).
MISSIONÁRIO GREGÓRIO: Mas um dia servindo ao Senhor! Se não fosse pelo meu árduo trabalho eu nem sei o que seria dessas almas.
(Em seguida entra a Neide e o inimigo surge atrás do sofá no meio da fala da Neide).
NEIDE: Oi meu amor! Quantas almas você salvo hoje?
MISSIONÁRIO GREGÓRIO: Não sei meu amor! Eu salvei umas quinze ou mais, eu não parei pra contar. (Em seguida o inimigo começa a dar altas gargalhadas e senta no sofá. O Gregório olha em volta da casa e diz): Esta tudo bem aqui?
NEIDE: Esta sim, por quê?
MISSIONÁRIO GREGÓRIO: Porque essa casa esta uma bagunça! Tudo fora do lugar, quando eu casei com você, você não era assim!
NEIDE: Que isso Gregório não tem nada fora do lugar!
MISSIONÁRIO GREGÓRIO: Do lugar atual? Porque essa bagunça deve ser constante!
NEIDE: (exaltada) Eu não admito que você fale assim comigo, enquanto você esta na rua evangelizando eu estou cuidando da casa e educando os nossos filhos.
(em seguida a Karine entra em cena)
KARINE: Que gritaria é essa! Da pra ouvir lá do quarto! (em seguida ela olha pro Gregório e diz): Pai? (sarcasticamente) É verdade o senhor mora aqui, e que como o senhor quase não aparece, às vezes eu esqueço disso!
MISSIONÁRIO GREGÓRIO: (exaltado) É esse tipo de educação que você anda dando pro seus filhos
NEIDE: Eles não são só meus filhos... (Toca o telefone todos se calam e a Neide pega o telefone e atende grosseiramente) Alo!... (mudando o tom da voz e falando mais serena) Irmão Raphael a paz do Senhor... Claro! Aqui está tudo ótimo... O que? Mas isso impossível! A minha família esta ótima no momento estamos todos cheios da unção... Ah! Sim!(ela olha para o Gregório, tampa o telefone e fala grosseiramente): O irmão Raphael que falar com você!
MISSIONÁRIO GREGÓRIO: (pega o telefone e fala empolgado) A Paz do Senhor meu irmão em Cristo amado... Se você tem algo da parte do Senhor pra me entregar, eis me aqui.
(no segundo seguinte o anjo entra em cena e vai em direção ao Gregório, porem o inimigo entra na frente)
INIMIGO: O que você esta fazendo aqui?
ANJO: Eu vou a ministrar a cura do senhor sobre ele.
INIMIGO: E porque você faria isso por ele? Ou por qualquer outro dessa família? A não ser o porre do Gabriel. Eles não merecem nada de Deus, os olhos deles não estão voltados pra Deus, eles estão vazios, só sabem viver de aparência.
ANJO: Mas o Senhor honra as orações daqueles que o buscam, que o amam e que O adoram em espírito e em verdade. E o Gabriel vem orando incessantemente pela cura da vida espiritual da família dele.
INIMIGO: Mas eles não querem ser curados! Eles já conhecem a palavra e desejam ser assim. Eles sabem que tudo que estão fazendo está errado, mas nem por isso o missionário Gregório deixa de achar que ele é que salva as pessoas, ele ta cego ao ponto de não ver o que eu estou fazendo na família dele e que ele ouve mais a minha voz do que a de Deus.
ANJO: Mas Deus o ama, e ele ainda tem chance de obter a salvação.
(Desconcertado o inimigo continua):
INIMIGO: E ela (apontando para a Neide) Ela é uma mulher de língua impura, ela amaldiçoa a todo tempo a vida dos outros e é através dela que eu espalho as minhas maldiçoes, ela e fofoqueira e isso não de Deus, é? Ela se preocupa tanto em falar da vida dos outros que ela não vê o que eu faço com os filhos dela na frente dela.
ANJO: Mas Deus a ama, e ela ainda tem chance de obter a salvação.
(Desconcertado o inimigo continua):
INIMIGO: Você vai dizer que a Karine e o Igor também tem a chance de obter a salvação? Mesmo ele sendo um mentiroso e ela sendo uma mal criada respondona. Os dois não honram os seus pais para que os seus dias se prolonguem na terra. Eles estão contra um dos mandamentos do Senhor e você vai me dizer que eles ainda têm chance de obter a salvação.
ANJO: Vejo que você já entendeu!
INIMIGO: Não isso não pode estar acontecendo.
MISSIONÁRIO GREGÓRIO: Está ótimo irmão Raphael! Amanhã de manhã agente faz um culto aqui em casa... Não se preocupe toda a minha família estará presente nesse culto... Não! Eu já repreendo qualquer empecilho em nome de Jesus. (o inimigo e lançado no chão e em seguida sai de cena).
(As cortinas se fecham enquanto o anjo vem ministrar a benção no Gregório).
 
Ato IV

 

Só Deus fecha as brechas e transforma todo ser
(As cortinas se abrem e aparece o Gabriel ajoelhado do lado do sofá e com o anjo do lado dele com as mãos impostas sobre ele e ministrando a unção do Senhor na vida dele)
GABRIEL: Meu Deus, meu Pai amado. Eis me aqui na sua presença Senhor. Meu Deus a minha família anda em decadência na sua presença, eles não estão mais com os olhos voltados para Ti e parecem não acreditar mais em ti. Estão provando os manjares do mundo, estão sem força pra Adorar a Ti e declarar vitórias na vida deles. Estão amaldiçoando mais do que abençoando, e estão acreditando mais na força do seu próprio braço do que no seu braço forte meu Pai. Eles estão cheios de religiosidade e sem visão do Seu Santo Espírito. Pai eu sei que nada sou e que nem sou ninguém pra fazer com que eles mudem, mais Pai não desista da minha família esteja curando, transformando e libertando eles meu Deus. Senhor fecha todas as brechas que eles abriram no decorrer das suas vidas e corta todo laço do inimigo em nome de Jesus, meu Deus. É o que eu te peço meu Deus fiel amado, Amém.
(Quando ele termina de orar ele se senta no sofá e a Neide aparece em Cena)
NEIDE: Já acordo tão cedo? Que ótimo então vem me ajudar a preparar alguma coisa pra depois do culto.
GABRIEL: Vai preparar um lanche pro irmão Raphael comer depois do culto?
NEIDE: É claro! As pessoas só aparecem nos cultos dos lares por causa da comida!
GABRIEL: Misericórdia mãe! Julgar e pecado!
NEIDE: Gula também é! Agora cala a boca e vem me ajudar!
(Gabriel obedientemente se levanta e sai de cena com a Neide e o inimigo entra em cena e fica andando de um lado para o outro)
INIMIGO: Droga! Droga! Ta dando tudo errado! Eles já eram meus. Maldito seja esse Gabriel, porque ele tem que fica orando pela família, ele podia ser mais egoísta! Eu não vou desistir não! Já sei o que eu tenho que fazer (olha pra igreja) Eu vou mudar de tática!
(sai correndo da cena em seguida entra o Missionário Gregório com bíblia debaixo do braço)
MISSIONÁRIO GREGÓRIO: Bom acho que está tudo arrumado! Já ta tudo pronto e o irmão já deve ta chegando. (toca a campainha e o Gregório vai atender e quem aparece e a Fernanda)
FERNANDA: Paz do Senhor tio Gregório!
MISSIONÁRIO GREGÓRIO: Paz do Senhor minha linda! Veio pro culto?
FERNANDA: Vim sim tio!
MISSIONÁRIO GREGÓRIO: Senta ai! Que nos já vamos começar! Só estamos esperando o irmão Raphael.
(enquanto ela se senta entra em cena o Igor, a Karine e o Inimigo. e o Gregório sai de cena)
KARINE: (entusiasmada) Ai! Que bom você veio também pro culto!
FERNANDA: Vim sim! Cadê o Gabriel?
KARINE: Deve ta ajudando a minha mãe na cozinha! Espera ai que eu vou lá chamar ele.
(Quando a Karine sai de cena o inimigo da um toque na costa do Igor e ele se senta ao lado da Fernanda no sofá)
IGOR: Oi!
FERNANDA: (secamente) Oi!
IGOR: Olha, eu queria te pedir desculpas pelo que eu fiz naquele dia! Eu realmente não sei o que deu em mim!
FERNANDA: Tudo bem! Deixa pra lá!
IGOR: Obrigado!
(Em seguida a campainha toca e todos entram em cena inclusive o Irmão Raphael)
IRMÃO RAPHAEL: A paz do Senhor (a Fernanda e o Igor respondem) Bom gente, vamos começar logo o culto. Vamos abrir a palavra de Deus em Salmos 91. (Apos ler todo o Salmo 91o irmão diz): Onde tens habito o seu coração, Vocês tem se separado pra Deus. Pra onde estão voltados os seus olhos. Você tem confiado no Senhor ao ponto de descansar debaixo das asas dele e de para de travar lutas com os seus próprios braços? Os seus lábios, você têm usado como instrumento de adoração ou de maldição? Tem estado firme na rocha ao ponto de dizer que Jesus e seu refugio e fortaleza e que na batalha mil cairão ao teu lado e dez mil a tua direita e tu não serás atingido. Vamos orar meus irmãos, porque eu vejo aqui uma opressão muito forte vindo da parte do inimigo. Estejamos em oração.
(Todos se calam e anjo e o inimigo começam a conversar)
ANJO: A vitória deles já e certa!
INIMIGO: Eu ainda não desisti deles.
ANJO: Quando o Raphael orar, o Senhor Deus ira curá-los e libertá-los.
INIMIGO: Se ele orar por eles.
ANJO: O que você que dizer com isso?
(O inimigo vai ate o Igor e fala no ouvido dele o Igor da um pulo e grita):
IGOR: Gloria Deus!
(Em seguida o inimigo pega nos ombros da Karine e começa colocar ela pra rodar)
ANJO: O que você esta fazendo?
INIMIGO: Simulando! Só estou fazendo o que eu sei fazer de melhor, me passando por Deus.
(Em seguida o irmão Raphael olha pra Karine e pro Igor e diz):
IRMÃO RAPHAEL: Eu repreendo em nome de Jesus todo espírito maligno e toda armação do diabo em nome de Jesus!
(A Karine e o Igor caem no chão e o inimigo e lançado ao chão novamente)
INIMIGO: O que aconteceu?
ANJO: Deus é o Deus que tudo sabe! Ele é mais do que vencedor e sabe capacitar os seus soldados. Ele tem discernimento de espírito e viu que o que se manifestava não era de Deus.
IRMÃO RAPHAEL: Por favor, Gabriel coloque as mãos sobre o seu pai, Fernanda coloque as mãos sobre a irmã Neide (ele vai ate a Karine e o Igor empoe as mãos sobre eles) Estejam ligados e hora de libertação.
INIMIGO: Não isso não pode estar acontecendo!
(O inimigo se levanta e vai com fúria em direção a eles, porem o anjo tira a espada e aponta pra ele. O inimigo para e cai no chão).
ANJO: Essas vidas não pertencem mais a você... Vai embora Satanás.
(O inimigo sai gritando pelo meio da igreja e o irmão Raphael termina de orar)
IRMÃO RAPHAEL: O inimigo não tem mais autoridade na vida de vocês. Vocês estão libertos pra honra e gloria de Jesus Cristo.
(O anjo se volta pra igreja e diz):
ANJO: Agora sois livres! Livres pra adorar, exaltar e glorificar a Deus, ter uma vida de intimidade com o Pai e conhecer de perto quão e grande é o amor dele por voz. Também sois livres pra fazer outras escolhas. Agora a decisão e sua! Ou você vive uma vida de ilusões e sofrimento eterno. Ou você se entrega pra Deus e vive as bênçãos e os sonhos do Pai. Porem eu voz digo fechem as brechas!
(As cortinas se fecham)
Fim
 
Diversos: