BELA CANÇÃO 2

Versão para impressão
Bela Canção 2 - Teatro Cristão

Tudo começa com o casamento de Drica e Renan
Quando Drica descobre que não pode ter filhos torna-se revoltada, desequilibrada, irada… com os outros e com Deus.
Renan aceita a opção de adotar, o que é rechaçado pela esposa… Certo dia ele decide e impõe a adoção.
A menina adotada é doente, já no novo lar promove mudanças na vida de Drica...


Personagens Principais:
DRICA:   É uma mulher que após se casar, descobre que não pode ter filhos. Após a descoberta se torna uma pessoa desequilibrada.
RENAN:   Marido de Drica, sempre perseverante.
JÚLIA:   Menina órfã que acaba sendo adotada pelo casal, e termina ajudando Drica a recuperar a sua fé.
LÁZARO:   Pastor que realiza o casamento do casal.
RECEPCIONISTA:   Recepciona as pessoas no consultório.
DOUTORA:   Acompanha o casal e Júlia.
 
Os demais Personagens e/ou Figurantes:
2 crianças – CENA 1
1 empregada – CENA 3
coreografas - CENA 6
3 ou mais controles de cena (para realizar as trocas dos cenários) - EM TODAS AS CENAS
1 sonoplasta - EM TODAS AS CENAS

Roteiro:

CENA 1   -   Casamento de Drica e Renan (cenário da igreja)

(Renan já estará na frente com o pastor, em seguida entra Drica a caráter de noiva juntamente com daminhas e pajens)
Música: Marcha Nupcial
LÁZARO:   (Pastor) Boa noite a todos, nós estamos reunidos na presença de Deus e diante destas pessoas para solenizar diante do Todo-poderoso o casamento deste homem e desta mulher.
LÁZARO:   Oremos: “Senhor Jesus, pedimos que a bênção de tua presença seja uma realidade na vida deste casal, que a plenitude de tua presença seja uma realidade em todos os dias deste matrimônio, ó Senhor, manifesta a tua sabedoria, o teu amor e a tua direção neste casamento. Amém."
LÁZARO:   Renan, você promete, diante de Deus e destas testemunhas, receber Drica, como sua legítima esposa?
RENAN:   Sim!
LÁZARO:   Drica, você promete, diante de Deus e destas testemunhas, receber Renan como seu legítimo esposo?
DRICA:   Sim!
LÁZARO:   Eu vos declaro marido e mulher….
(Todos aplaudem e os noivos saem)
 
Música: O Agora e o Futuro – Arianne
 
 
CENA 2   -   Drica não pode ter filhos (cenário de uma recepção e consultório médico)
 
(Chegam Renan e Drica juntos no consultório)
DRICA:   Bom Dia….
RECEPCIONISTA:   Bom Dia, em que posso te ajudar?
DRICA:   Eu vim receber os resultados do meu exame.
RECEPCIONISTA:   Confirma o seu nome completo.
DRICA:   Drica Fernandes de Oliveira
RECEPCIONISTA:   Tudo bem Drica, peço que aguarde um instante e você será atendida. (A recepcionista vai até a doutora)
DRICA:   Ai Renan estou tão nervosa e animada ao mesmo tempo….
RENAN:   Eu também Drica, mas Deus sempre está no controle de tudo….
RECEPCIONISTA:   Podem vir!
DOUTORA:   Olá Drica, Renan…. Tudo bem?
DRICA:   Tudo bem. Só estou ansiosa pelos resultados….
DOUTORA:   Então Drica, estes são os resultados, (Doutora entrega o exame) infelizmente não tenho boas notícias.
DRICA:   O quê?! Como eu não posso ter filhos doutora?
DOUTORA:   Eu sinto muito Drica….
DRICA:   Você sente muito? É só isso que você tem a dizer?
DOUTORA:   Drica eu entendo sua dor, mas isto não é o fim, você pode adotar uma criança, que é uma outra forma muito linda de ser mãe….
DRICA:   Adotar?! Meu sonho sempre foi ver minha barriga crescer, comprar roupinhas de bebê, eu sonhava com o meu parto, a emoção de dar à luz, e você fala em adoção? Tá louca?
DOUTORA:   Drica tenha calma, Deus nunca nos dará algo que não podemos suportar, ele sabe até aonde vão nossas limitações, ele é bom e sabe o que faz.
DRICA:   Deus?! Bom?! Se ele fosse bom mesmo não deixaria isto acontecer comigo. Eu sempre falei dos meus sonhos pra ele, e olha o que ele fez!…. (empurra a mesa da doutora)
RENAN:   Chega Drica! Vamos para casa, você precisa se acalmar….
DRICA:   Se acalmar Renan?! Você tem noção do que é isto?!
DOUTORA:   Eu sinto muito!
(Drica sai chorando juntamente com Renan)
 
Música: Onde Está teu Deus? - Arianne
 

CENA 3   -   Renan traz Júlia (cenário de uma sala de estar)
 
(Drica estará mexendo no celular e ordenando a empregada)
DRICA:   Olha só! Tudo sujo!
EMPREGADA:    Mas eu acabei de limpar senhora….
DRICA:   Sério? (pega um copo com água e joga no chão) Pode limpar novamente!
(Som de batidas na porta)
DRICA:   Você não está escutando? Vai atender logo sua lenta!
RENAN:   Tudo bem?
EMPREGADA:    Tudo sim senhor….
RENAN:   Drica….
DRICA:   Oi amor
RENAN:   Tudo bem com você?
DRICA:   Tudo ótimo estava com saudades….
RENAN:   Trouxe uma surpresa pra você!
DRICA:   Surpresa?! E o que é?
(Entra Júlia com uma flor)
DRICA:   O que é isso Renan?
RENAN:   Como assim o que é isto? Esta é a Júlia, vamos adotá-la.
DRICA:   Adotar Renan?! Como é que você toma esta decisão sem me consultar antes? Pode levá-la embora!
RENAN:   Drica tá na hora de você dar uma chance a si mesma! Porque tanta ira em seu coração? Talvez o senhor não permita você engravidar por conta disto!
DRICA:   Como é que é?
RENAN:   É isto mesmo! Toda vez que você passa por lutas, você se ira contra Deus e contra todos! Ana era uma mulher estéril, mas Deus abriu a sua madre, sabe o porquê? Porque ela perseverou em oração, e você? O que tens feito? Olha, hoje é um dia muito importante no meu trabalho, principalmente pra mim... Um dos nossos maiores clientes pediu pra me conhecer pra assinar umas vendas, e sabe por quê? (Drica fica pensativa) Por respeito mútuo, confiança e lealdade! Ganhei isto dos meus colegas, e demorei pra construir isto! E é sobre estas mesmas palavras que eu quero falar com você! Respeito mútuo, onde eu respeito você e você me respeita! Confiança, porque quando esta conversa acabar eu vou sair daqui, e vou sair confiante de que você não vai entrar no bate-boca com a Júlia, e lealdade!, É resultado positivo de um relacionamento que pode começar assim que essas duas coisas forem postas em prática! Drica, já está na hora de você virar esta página, entrega nas mãos de Deus, pra que você siga em frente! É só entregar a Deus... Eu vou ao trabalho agora e quando voltar, eu espero que você não esteja mais assim!
DRICA:   (pensativa) Desculpa!…. Eu fui uma tola. Bom trabalho tá?
(Se abraçam e Renan sai)
DRICA:   (Sarcástica) E Como você se chama mesmo?
JÚLIA:   Júlia….
DRICA:   Então Júlia, o banheiro social da casa fica bem ali tá? O banho é totalmente gratuito (Vai empurrando a menina)
JÚLIA:   (tosse) Tá certo mãe….
DRICA:   Não precisa me chamar de mãe garota! Não mesmo! Você nem é do meu sangue!!
JÚLIA:   Olha…. Você não pode maltratar as pessoas só por causa da amargura que há em seu coração. (começa a tossir sangue)
DRICA:   (espantada) Menina, o que é que você tem? Meu Deus!…. (com a empregada) Pega uma cadeira sua lenta! Sente aqui, vou pedir ajuda. (faz ligações)
(Batidas na porta)
DRICA:   Você não está escutando a porta sua lenta?
(chega a doutora examina Júlia e conversa com Drica, em seguida chega Renan, e as luzes se apagam)
 
Música: Esperança – Diante do Trono

 
CENA 4   -   Júlia evangeliza Drica (cenário de um quarto)
 
(Renan e Drica estarão sentados, Júlia estará dormindo)
JÚLIA:   (Tosse) Bom dia….
RENAN:   Bom dia meu bem, como está se sentindo?
JÚLIA:   (falar de forma fraca) Sinto minha respiração cansada….
RENAN:   Eu tenho um presente pra você, (entrega uma bíblia)
JÚLIA:   Que legal pai, muito obrigada!
RENAN:   Tenho que ir ao trabalho agora, mas a Drica vai ficar te fazendo companhia…. (Dá um cheiro em Júlia, e fala com Drica e sai)
DRICA:   Que noite difícil hein? Você mal chegou e já causou…. Você já sabe o que tem?
JÚLIA:   Sim!
DRICA:   A doutora falou que seu pulmão está….
JÚLIA:   Está todo comprometido! É eu já sei. É o único pulmão que tenho e provavelmente eu não vou resistir às sequelas por muito tempo.
DRICA:   Fiquei muito assustada, eu estou preocupada….
JÚLIA:   Pois não fique!
DRICA:   Você não tem medo de morrer?
JÚLIA:   Maior é o que está em nós! Deus sempre se faz presente, e eu o sirvo de todo meu coração, e creio que em meio a esta situação delicada, ele está no controle, e tenho certeza que independente do que vier, eu estou pronta! Tudo aqui é passageiro, por isso eu não preciso me preocupar….
DRICA:   (fica pensativa) Me conta um pouco sobre sua história? Quem são seus pais biológicos?
JÚLIA:   Eu sou órfã, nunca conheci meus pais, minha vida era viver em abrigos, passei por muitas dificuldades, ninguém queria me adotar por causa da tuberculose. Mas onde eu mais me adaptei, foi em um abrigo cristão, lá eu conheci a Jesus, e  foi a partir daí que comecei a conhecer o que é um pai verdadeiro, um pai que me ama incondicionalmente. Não é fácil, já me senti só por muitas vezes, já me acordei várias noites de madrugada desejando só um abraço dos meus pais para me sentir protegida, mas foi em um desses momentos que eu abri minha bíblia em Lamentações 3:21. Toma, lê pra mim….
DRICA:   (espantada) Quero trazer a memória aquilo me dá esperança, graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis, as misericórdias se renovam a cada manhã; grande é a sua fidelidade! Digo a mim mesmo: A minha porção é o Senhor; portanto, nele colocarei a minha esperança. O Senhor é bom para com aqueles cuja esperança está nele, para com aqueles que o buscam….
JÚLIA:   E foi aqui que eu comecei a depositar a minha esperança no senhor a ter uma família de verdade, e comecei a acreditar que eu tão pequena, iria trazer alegria pra uma família, comecei a crer que Deus tinha um propósito para mim e para essa família também. E você? Me fale, porque és tão receosa em adotar-me?
DRICA:   (chorando) Eu não posso ter filhos, me revoltei porque meu sonho era viver todos aqueles momentos de gravidez, sentir minha barriga crescendo, o bebê chutando…. Eu sei que o parto é um momento doloroso, mas eu queria senti-lo, todas dizem que a emoção de dar à luz é inexplicável. Enfim, eu achava que Deus cuidava dos meus sonhos, afinal a família foi algo que ele instituiu, porque ele não quer que eu tenha filhos? “crescei e multiplicai” Isso não aconteceu comigo! E foi aí que me retraí.
JÚLIA:   Eu posso te chamar de mãe?
DRICA:   (emocionada e arrependida) Pode sim….
JÚLIA:   Mãe, a palavra de Deus fala que o Senhor projeta planos de bem e não de mal,  ele projeta um futuro cheio de esperança, é só clamar, orar e buscá-lo de todo o coração e ele nos atenderá.
(Drica continuará chorando)
JÚLIA:   Aceita ele como seu Salvador verdadeiramente mãe, entrega tudo a ele, e deixa-o trabalhar em sua vida….
DRICA:   (chorando) Sim! Sim! Eu quero o aceitar, não quero viver com esse jugo em minhas costas, não quero mais murmurar.
JÚLIA:   Repita comigo: Senhor Jesus, eu te confesso, como único, e suficiente, salvador da minha vida, perdoa os meus pecados, e me guia, aos teus braços de amor, a ti eu entrego a minha vida, e faz de mim um instrumento em tuas mãos. Obrigado senhor!
(as duas chorando se abraçam)
DRICA:   Eu te amo filha!
JÚLIA:   Eu também te amo mãe.
(Em seguida entra Renan e se abraçam)
 
Música: Deus de Amor – Diante do Trono
 
CENA 5   -   (Filmagem e/ou fotos dos melhores momentos entre família) (Drica, Renan e Júlia).
 
Drica se dedica a família. Em uns dos momentos de lazer, conversa com Júlia constantemente, correm, brincam…. Ao conversar alegremente com Renan, tomam um susto ao ver Júlia tossindo até sangrar...
Após ser internada, Drica abalada ora constantemente com Renan….  
 
 
CENA 6   -   A cura de Drica (cenário de um quarto)
 
(Renan estará olhando uma foto da família, em seguida entra Drica com papéis nas mãos)
DRICA:   (em voz oculta) ''Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança. Então vocês clamarão a mim, e virão orar a mim, e eu os ouvirei…. Eu agradeço muito a Deus por colocar a Júlia em meu caminho, ela me ajudou a se tornar uma mulher sábia, nunca diria que Deus mandaria uma pequenina para cumprir o seu chamado em minha vida. Eu aprendi que só vale a pena trazer à memória aquilo que nos traz a esperança, e me alegro muito, pois... ''
DRICA:   (alegre) Renan? Eu estou grávida! Eu estou grávida! Obrigada Senhor….
RENAN:   Sério?! Tú és fiel senhor...!!
(Em seguida entra Júlia)
JÚLIA:   Mãe? Pai? Porque tanta alegria?
DRICA:   Eu estou grávida filha!
JÚLIA:   Sério mãe? (Se abraçam juntamente com Renan) Obrigada senhor! Vou ganhar um irmãozinho... Tenho uma surpresa mãe...
DRICA:   Surpresa?
JÚLIA:   (Tira uma flor da bolsa e dar pra Drica) Feliz dia das mães…. Eu amo vocês!
(Todos alegres se abraçam)
 
Coreografia da Música: Um amor para recordar - Chris Duran
 
FIM
 
PEÇA REGISTRADA! 2017
Há direitos autorais, por este e-mail: jo5m@hotmail.com poderás ter autorização para usá-la e para os áudios, É SÓ ENVIAR UM EMAIL COM O NOME DA PEÇA.

OBS.: Caso seja feito vídeo da peça, colocar o nome do autor.


Fonte web CIA IEBM - Teatro com amor

Estilos: 
Idades: 
Diversos: 
nº de personagens: