A ARMA SECRETA DO CRISTÃO

Versão para impressão
Bíblia aberta mãos em posição de oração

Um jovem passa por um momento ruim de sua vida;
Seus pais estão se separando;
A decisão do jovem é orar;
O Inimigo se encarrega de  distraí-lo com atividades e pensamentos

 

Personagens desta peça já participaram de outras: A LIBERDADE COMEÇA COM A VERDADE  e  também  O DIABO QUER TE TIRAR DA IGREJA
RECOMENDO! Aproveite a preparação do personagem e figurinos.

Personagens:
1 – NARRADOR;
2 – CHAMUSCADINHO;
3 – CHAMUSCADO;
4 – MALVADO
5 – CARLOS;
6 – DANIEL;
7 – CLÁUDIA;
8 – VOZ DA MÃE;
9 – VOZ DO PAI;

CENA 1 (na rua)

NARRADOR:  Dois pequenos demônios estão em atividade. E, lá vem seu famoso e assombrador chefe Malvado.
O Malvado veio buscar um relato do trabalho que foi destinado a estes dois demônios. A função deles é afastar Carlos de Cristo

MALVADO:   Então? Qual o progresso vocês conseguiram no projeto de afastar o Carlos de Cristo?
CHAMUSCADO:  Estamos perdendo. Os jovens conhecem o grande poder contido na Bíblia e têm resistido nossas investidas. Quando tentamos evitar que ele leia a Bíblia.
MALVADO:  Mas eles ainda não têm consciência do grande poder da oração, não é verdade?
CHAMUSCADO:  Não! Só falta eles aprenderem que nada é impossível pra Deus, e que sempre devem orar,  e que devem orar por tudo, e que nunca devem desanimar…
CHAMUSCADINHO:  E se perseverarem na oração, que podemos fazer?
MALVADO:   Coloquem dúvidas, muitas dúvidas! Vocês devem dizer coisas como: “Você não é digno de orar! A semana passada discutiu com a tua mãe, levantou a voz pra ela. Isso não é atitude de um cristão. Assim, Deus não quer ouvir um cristão falso do teu tipo.”
MALVADO:  Também devem dizer: “viu?  Deus não atendeu a tua oração. Sabe o que isso quer dizer? É! Deus não quer nada contigo.”
MALVADO:  Ah, também devem lembrá-los de que Deus sabe de todas as coisas, e se Deus sabe, não é necessário orar.
CHAMUSCADINHO:  Sim, mas se eles lerem a bíblia vão encontrar “Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus.” Filipenses 4:6 Eles vão entender que devem orar mesmo que Deus já saiba antes.
MALVADO:  Vocês são muito covardes! Eu é que vou nos cristãos mais fortes, nos seus momentos mais difíceis  para introduzir algumas dúvidas e eles vão me escutar. Claro que depois de algum tempo, se voltarem a ler a Bíblia e ter contato com outros  cristão eles vão acabar com as dúvidas. Mas enquanto estiverem com as dúvidas nós vamos nos divertir muito. Vocês não sabem a satisfação que dá atormentar os cristãos.
CHAMUSCADO:   Vamos! Ao ataque!

 

CENA 2 (Carlos em casa, perto do telefone)


(Telefone toca)

DANIEL:  (voz) Alô Carlos. O que que aconteceu?
CARLOS:  Meus pais estão brigando muito. Estão falando em separação. Não sei o quê fazer.
DANIEL: Vamos fazer o que os Cristão sempre fazem quando têm um problema grande. Escuta: Então Jesus contou aos seus discípulos uma parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar.
Ele disse: "Em certa cidade havia um juiz que não temia a Deus nem se importava com os homens.
E havia naquela cidade uma viúva que se dirigia continuamente a ele, suplicando-lhe: ‘Faze-me justiça contra o meu adversário’.
"Por algum tempo ele se recusou. Mas finalmente disse a si mesmo: ‘Embora eu não tema a Deus e nem me importe com os homens,
esta viúva está me aborrecendo; vou fazer-lhe justiça para que ela não venha me importunar’ ".
E o Senhor continuou: "Ouçam o que diz o juiz injusto.
Acaso Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite? Continuará fazendo-os esperar?
Eu lhes digo: ele lhes fará justiça, e depressa.” Lucas 18:1-8
Vamos orar agora, pelo telefone mesmo. “Senhor, Tu és nosso pai celestial. O Deus de Todo Poder e Honra. Tu conheces o problema entre os pais do Carlos; Senhor, oramos para que eles aceitem Teu filho como Salvador e que tu resolvas seus problemas. Em nome de Jesus, amém.
CARLOS:   Obrigado Daniel. Vou orar, orar e orar. Nos vemos. Tchau
CARLOS:  (orando) Senhor, ajuda meus pais. Que eles recebam de ti o que necessitam para viver em harmonia e amor.
CHAMUSCADO:  Carlos, não lembra que gritou com tua mãe na semana passada. Isto não é atitude de um Cristão. Deus já não te ama mais. Como tu espera que Ele te escute? Você vacilou, agora não tem mais jeito.
CHAMUSCADINHO: Além disso quando teve a oportunidade não deu testemunho de Cristão. Você não passa de um hipócrita tentando orar como um cristão verdadeiro.
CHAMUSCADO: E, te lembra? Quando tinha 10 anos tu e teus amigos mataram o cachorro da Dona Maria Fofoca? Pensa que Deus vai responder tuas orações? Esquece!
(Entra Daniel)
CARLOS:  Daniel! Que bom te ver!
DANIEL:  Cancelaram a minha aula de inglês e eu pensei que deveria te dizer que faremos a prova juntos.
CARLOS: Que bom que veio. Eu estava tentando orar, mas a minha mente está me atormentando com as maldades que já fiz. Não sou digno de orar. Não sou um bom cristão. Como Deus vai ouvir a oração de alguém com tantas maldades como eu sou?
DANIEL:   Quero te perguntar uma coisa; Tua salvação é pela fé ou pelas obras? Foi salvo por que é uma pessoas justa e perfeita ou foi Jesus [o Justo e Perfeito] que derramou Seu Sangue por ti?
CARLOS:  Sou salvo pela fé! Jesus Cristo, sendo Perfeito, derramou seu sangue por mim. Não há justiça em mim.
DANIEL:  Pensa comigo; Tem o direito de orar a Deus porque é justo? Ou o  por ter sido perdoado, tem direito de falar com Deus?
CARLOS:   Oh! Entendo. Nunca poderei ser Justo. Só tenho o direito de orar porque sou perdoado.
Somente quando eu nego a confessar meus pecados e receber o perdão é que Deus não me escuta.
Era o Demônio que me lembrava os meus pecados que já foram perdoados. Me acusando para me convencer que não posso orar. Satanás é um mentiroso.
DANIEL:  Escuta aqui o que está escrito na Bíblia “ pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado.
Assim sendo, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade. Hebreus 4:15,16
DANIEL:  Cristo nos entende porque passou por todas a tentações que passamos e sem pecar. Sempre podemos orar, sim temos pecado. Primeiramente precisamos confessar e pedir perdão, já com a certeza que Ele tem misericórdia de nós. Depois que tiver confessado, teu pecado será perdoado.
DANIEL: Deus disse em Isaías 43:25 "Sou eu, eu mesmo, aquele que apaga suas transgressões, por amor de mim, e que não se lembra mais de seus pecados.”. Depois disso podemos orar pela graça de Deus em todas as nossas necessidades.
CARLOS: Nunca mais vou dar ouvidos ao que o Diabo falando que não sou perdoado e não posso orar por causa de alguma coisa errada que fiz, no passado ou mesmo hoje.
DANIEL:  Assim mesmo que se fala. Bom Carlos, tenho que ir. Tenho um compromisso com a Fabíola. Vamos tomar um sorvete. Tchau
CARLOS: Tchau…
CARLOS: (orando) Senhor, oro pelos meus pais. Tu és O Todo Poderoso, só Tu podes fazer o milagre e resolver os problemas por amor aos meus pais.
(em off)
VOZ DA MÃE: Carlos Manuel Gutierrez Nunes, de onde veio esta marca de batom na tua camisa? É cor de Laranja, eu nunca usei batom desta cor. Quem é esta outra mulher? Pode pegar uma mala com o que é teu e nunca mais volte pra cá. Pode ir com ela. Aqui nesta casa nunca mais!
VOZ DO PAI:  Olha se é razoável. Isto não é batom. É marcador de texto. Mas se vai ficar desconfiando de tudo, colocar um detetive 24h por dia me seguindo(ou perseguindo). É melhor eu ir mesmo! Há mulheres mais bonitas e mais jovens, que ficariam muito satisfeitas com um homem trabalhador e que ganha um bom dinheiro.
VOZ DA MÃE: Sempre mentindo. Outra mentira, além disso está borracho! Quanto do nosso dinheiro foi em apostas que perdeu esta noite?
VOZ DA MÃE: É melhor eu ir. Vou pra casa da minha mãe. O Carlinhos pode viver comigo lá. Tu pode viver sozinho, muito melhor.
CHAMUSCADO:  Viu Carlos? Viu o resultado das tuas orações? Se com a tua oração a situação ficou pior, é melhor nem orar.
CHAMUSCADINHO: Algumas pessoas oram e recebem resultados, mas não é o que acontece contigo. Você é um fracasso.
CARLOS: Jesus falou para seus discípulos que eles deveriam orar sempre sem nunca desanimar. E Eu vou crer no que está escrito na bíblia e não no que dizem os demônios e ponto.
CHAMUSCADO: Mas a Bíblia diz que Deus sabe todas as coisas, pra que orar então?
CARLOS:   O mandamento da bíblia é orar. É parte do plano divino dar-nos o privilégio de orarmos. Eu realmente não entendo, mas vou obedecer a palavra de Deus.


CENA III ( Os demônios na rua)


CHAMUSCADO: O que vamos fazer? O Carlos está aprendendo muito rápido como crescer na vida cristã. Ele crê na bíblia, nos fracassamos.
CHAMUSCADINHO: Quando eles decidem com firmeza obedecer a Palavra de Deus, mesmo sem entender… nós ficamos em problemas.
(entra o Malvado)
MALVADO: Vocês nunca me trazem boas notícias. É porque são covardes, idiotas, preguiçosos, incapazes, inúteis…
CHAMUSCADO:   (desesperado) Mas este nosso trabalho é impossível. Cristo garantiu a vitória faz dois mil anos, na cruz. E todos cristãos sabem bem que têm a garantia da vitória. Além do que nós vamos perecer no final. É horrível essa nossa existência.
MALVADO: Basta! Chega de se fazer de vítima. Vocês podem apagar a sua fé. Convencê-lo de que a situação é normal, deixá-lo tão ocupado que não tenha tempo para orar. Atrapalhar a concentração no momento que ele for orar.
Nunca nos rendemos! Nossa vingança é o que todos se percam. A ideia que Carlos nunca peça ajuda aos seus pai nem de ninguém. Cada um se tornando miserável, cada vez mais.
CHAMUSCADO:   Ao ataque.
CHAMUSCADINHO:   Sim, podemos ajudar o Carlos a se apaixonar por uma pagã. Ou até mesmo por uma cristã…
CHAMUSCADO:  Boa ideia. Então não vai ter tempo para orar.

 

CENA IV (antes da reunião de jovens)

(Carlos esta sentado esperando Daniel e chega a Cláudia)

CLÁUDIA: Olá Carlos! Parece que está triste, que aconteceu?
CARLOS:  Meus pais estão a ponto de se separar. Eu sou o menor, meus irmãos já casaram. Não está fácil na minha casa.
CHAMUSCADO:   Cláudia, esta é a tua oportunidade de pegar um homem.
CLÁUDIA:  Os meus pais também. Eu sei como a gente se sente. Faz três anos que vivo esta situação. E, não tem nada que se possa fazer. Tenho me refugiado com os amigos, não é fácil. Mas precisamos aceitar, a vida é assim.
CARLOS:  E se eles resolverem se separar mesmo? O que pretende fazer?
CLÁUDIA:  É provável que eu vá viver com a minha vovozinha. Sou sua neta preferida.
CHAMUSCADO:  Vai, comece a flertar! Lembre de parecer uma boa cristã…
CLÁUDIA:   Não vamos falar de coisas tristes… Já tinham me falado que você era muito bonito e encantador.
CARLOS:  Bem, então…
CLÁUDIA:  Quais os teus sonhos para o futuro?
CARLOS:   Quero ser médico cristão e ajudar muita gente.
CLÁUDIA:   Que meta bacana! Eu sempre sonhei em ser enfermeira.
NARRADOR:  Carlos começou a sair com a Claudia. Ela era muito compreensiva. Os pensamentos dela estavam afinados com os de Carlos. Mas eles raramente leem a bíblia.

CENA V (quarto de Carlos)

NARRADOR:   Chega Daniel para visitar

CARLOS:  Que bom te ver! Como está?
DANIEL:  Estou bem, mas preocupado contigo…
CARLOS:  Mas, porquê?
DANIEL:   Me fala a verdade. Está lendo a bíblia e orando todos os dias?
CARLOS:   É... Com o trabalho, a escola e a minha namorada… Quase não tenho tempo.
DANIEL:  Sabe se a Cláudia tem o hábito de ler a Bíblia e orar?
CARLOS:   Não sei… Mas ela ficou de ir comigo na igreja. Ah, e também nunca vi ela falar nada contra as coisas de Deus.
DANIEL:   Quem é mais importante pra ti? Deus ou a Cláudia?
CARLOS:   Ora, é Deus, é Claro.
DANIEL:  Mas não está dando mais valor a Cláudia do que a Deus? Ouve sempre os conselhos dela, mas não tem tempo de buscar a Sabedoria de Deus, na Bíblia?
DANIEL:  Tem orado pelos teus pais? Ou tem agido como a Cláudia deixando de lado e considerando algo normal?
DANIEL:   Como cristão você está desnutrido…
DANIEL:  Carlos, a Fabíola e eu vamos começar a estudar a Bíblia três vezes por semana. Está convidado! Pode ir com a Cláudia, até mesmo sem ela, mas venha estudar conosco.

NARRADOR: Quando Carlos convidou a Cláudia para os estudos bíblicos, ela reclamava sempre e dizia que desejava ir para outro lugar.
Enfim Carlos estava percebendo que teria que escolher entre Cláudia e Deus.
NARRADOR:  Para você também o Diabo tem mil maneiras para distrair e te impedir de orar. Decida não cair nos seus truques!
É ensinamento bíblico. “Orai sem cessar”. 1 Tessalonicenses 5:17

Text publicado originalmente em espanhol no blog Dramas Cristianos

 

Estilos: 
Diversos: 
nº de personagens: