AMOR SEM LIMITES

Versão para impressão

AMOR SEM LIMITESO personagem do monólogo lembra ter presenciado a condenação de um homem que não merecia. Este homem era Deus. Muitos não creram...

Músicas e projeções compõem a mensagem. Multimídia.

Personagem: apenas uma pessoa trajada com roupas típicas israelenses no tempo de Jesus (por baixo deverá estar com roupa comum dos dias de hoje).
Música: Para as músicas deverá haver solistas e o coral ou grupo
Durante cada hino serão projetadas imagens ou vídeos alusivos ao que se está cantando.

Obs. Os hinos são apenas sugestões, podendo ser substituídos conforme a disposição de cada igreja.

 

Parte I: Monólogo
Tanto tempo já passou,
Os homens se modificaram,
O mundo se modificou!
Fecho meus olhos: (feche realmente os olhos)
Parece que foi ontem!
As cenas terríveis daquele dia
Reaparecem vivas diante de mim:
(hino: Via Dolorosa)

 

ParteII: Monólogo
Um homem, um Deus!
O Senhor Poderoso!
Posto de lado, judiado.
Vejo meu Senhor ser julgado,
Vejo Jesus condenado,
Vejo Jesus numa cruz!
Morrendo pelos meus pecados!
Vejo suas mãos feridas,
Seus pés, sua fronte, sua vida!
Vejo meu Deus se entregar
Às mãos por Ele criadas,
Mas pelo Mal transformadas
Em armas do mal, tão cruéis!
Ouço em meio aos murmúrios
Uma voz sofrida, mas doce.
Ouço a voz do meu Senhor
Ao morrer numa cruz por amor.
(hino: Tem coisas que a gente não esquece -Cristina Mel;
ou Foi por você – Alessandra Samadello)

 

Parte III: Monólogo
Por um momento eu choro,
Me desespero, me apavoro!
Vejo meu Deus reduzido
A homem da vida banido...
Vejo seu corpo ferido
Sem vida, pelas lágrimas de sua mãe banhado,
Sob o olhar de seu amigo amado.
E reflito nesse momento
Em tudo o que ocorreu:
Choro, sofro e lamento
Ao ver que o sofrimento
Do meu Senhor era meu!
(hino: Ao pé da cruz – Cristina Mel)

 

Parte IV: Monólogo
Vejo meu Senhor ser levado
Seu corpo ser colocado
Num sepulcro escavado em pedra
E em pedra ser selado!
Seria o fim da história? Seria o fim da história?
Cai a noite sombria...
Onde estaria sua glória?
Vem o alvorecer...
Percebo nesse instante
Algo tremendo e intrigante:
Vejo a pedra removida
Vejo mulheres aturdidas,
Vejo figuras brilhantes
Vejo os lençóis de linho
Abandonados, sozinhos,
Pois o corpo do meu Senhor
Ali já não se encontra!!!
Meu ser se enche de gozo.
Meu coração se rejubila.
Agora vejo glória
Daquele que nos deu vitória,
Mudou o curso da história
Ao derrotar a morte inimiga
Pois ele deu sua vida
Por amor de todos nós.
Ouço o coro dos anjos...
Bem perto, mais perto a cantar:
Jesus ressuscitou!!!
(coral ou grupo: Cristo já ressuscitou)

 

 
Parte V: Monólogo
(nesse momento deve-se retirar os trajes típicos e se apresentar de forma atual)
Abro meus olhos!
Estamos no terceiro milênio
Muitos já se esqueceram
Outros jamais sequer creram,
Em tudo o que sucedeu.
Esse Jesus, meu amigo,
Morreu também por você!
Ele quer que você o conheça
Quer você ao seu lado,
Quer ter o seu coração!
Ele é nossa vitória,
Pois desceu lá da glória
Para nos dar salvação.
(hino: Imenso Prazer – Cristina Mel)

 

Marilaine Guadalajara
Igreja Batista Bethléem
Vitória da Conquista

 

BLOG da autora

 

OS HINOS:

Via dolorosa
Pela via dolorosa triste vi em Jerusalém
Os soldados abriam caminho a Jesus
Mas o povo se aproximava para ver o que levava aquela cruz
Ele sangrava pelos golpes que nas costas recebeu
Com espinhos coroado foi o Senhor
E com cada passo viu o desprezo do povo que Ele amou
Pela via dolorosa, e é a via da dor
Como ovelha veio Cristo, Rei e Senhor
E foi Ele quem quis ir por amor a ti e a mim
Pela via dolorosa ao calvário a morrer
Pela via dolorosa triste vi em Jerusalém
Os soldados abriam caminho a Jesus
Mas o povo se aproximava para ver o que levava aquela cruz
Pela via dolorosa...
O sangue que hoje nos limpa pela fé
Deixou seu sinal em Jerusalém
Pela via dolorosa...

Tem Coisas Que A Gente Não Esquece
Cristina Mel

No movimento do coqueiro
Que do barco o moço avistou
Na beira da praia
Tem coisas que na vida a gente
Não consegue esquecer jamais
Como alguém que morre por amar
Saber da dor de jesus
Me fez chorar
Mas lembro ainda hoje
A dor das mãos a dor dos pés
A dor dos espinhos
Sofreu jesus de nazaré
Por me amar demais
Sentado à beira da estrada
Vejo tanta gente sem viver
Sem gozar a vida
São insensíveis a saber
Do grande ato de jesus na cruz
Que morreu por todos nós
Saber da dor de ...

Foi Por Você
Alessandra Samadello

Os cravos nas mãos, o sangue nos pés
Posso ver o meu Senhor crucificado
O vento a soprar, mulheres a sofrer
Jesus está morrendo só por você
O rio de sangue, a escuridão
De Jesus a natureza se esconde
Seu lado rasgado, sua alma em dor
Estão crucificando meu Salvador
Não posso olhar o seu sofrer
Pois era eu que deveria ali morrer
Mas ouço Cristo me chamar
Com ternos olhos a me olhar
De repente posso ouvir Jesus falar:
"Foi por você, só por você
Estou dando minha vida por você
Foi por você, meu filho amado
Não diga não, este é o perdão
A salvação"
E de repente eu olho para o céu
O universo em silêncio assiste a dor
Jesus levanta seus olhos ao céu e grita:
"Terminou!"
"Foi por você, só por você
Estou dando minha vida por você
Foi por você, meu filho amado
Não diga não, este é o perdão
A salvação"
"Foi por você, só por você
Estou dando minha vida por você
Foi por você, meu filho amado
Não diga não, este é o perdão
A salvação
Não diga não, este é o perdão
A salvação".

 

Ao Pé da Cruz
Cristina Mel

Estou ao pé da cruz
Sabendo que pequei
E o que me faz sofrer
É saber que ali é o meu lugar
E que ainda estou ao pé da cruz
E um fio carmesim
Ligou Jesus a mim
Senti meu coração
Arder quando eu ouvi a voz
De quem estava em meu lugar
Me perdoar...
E ao pé da cruz estou, vendo Jesus morrer
Me dói reconhecer que esse lugar é meu
Jesus, eu que pequei e a cruz herdei
Mas de lugar trocou, foi Seu amor
Que me deixou ao pé da cruz
Que dor Jesus sentiu
Maior no coração
E ao mundo que o negou, perdoou
E fez entender que a gente errava sem querer
E em troca desse grande amor, eu me declaro seu
E a cada dia , se preciso for , eu morrerei
E ao pé da cruz estou... (vendo Jesus morrer)
Me dói reconhecer que esse lugar é meu
Jesus , eu que pequei ... (e a cruz herdei)
Mas de lugar trocou, foi seu amor que me deixou
Ao pé da cruz.

Cristo Já Ressuscitou

Cristo já ressuscitou. Aleluia!
Sobre a morte triunfou. Aleluia!
Tudo consumado está. Aleluia!
Salvação de graça dá. Aleluia!
Uma vez na cruz sofreu. Aleluia!
Uma vez por nós morreu. Aleluia!
Mas agora vivo está. Aleluia!
E sempre reinará. Aleluia!
Gratos hinos entoai. Aleluia!
A JESUS, ao Rei dos reis. Aleluia!
Pois á morte quis baixar. Aleluia!
Pecadores pra salvar. Aleluia!
Cristo já ressuscitou. Aleluia!
Sobre a morte triunfou. Aleluia!

Imenso Prazer
Cristina Mel

Estou sempre perto de você
Será imenso o Meu prazer
Que me conheça, pois eu Sou
Quem na morte expressou
Um sentimento que ninguém sentiu
Amor assim jamais se viu,
O que Eu pude fazer, por você Eu fiz
Esforço não medi, pra poder te dar salvação
Minha parte Eu cumpri
Numa cruz morri por você

Eu posso ainda fazer algo em seu favor
Depende só de você
Pra receber Meu amor
Sei que mereço
Por tudo que passei
Um lugar em seu coração
Se dependesse de Mim, faria tudo outra vez
Um alto preço paguei, porque amei você
Não acredito ser difícil entender
Tudo que fiz, foi por amor
Me deixa ser, pra você, salvação.
 

 

Blog da autora desta peça

Datas: 
Temas: 
Diversos: