AMOR EM TRÊS ATOS

Versão para impressão

Soberania de Deus, criança deficiente, amor de mãe, anjo da guarda... texto emocionante.

DEUS- FAZ AS ESCOLHAS - Deus escolhe cada criança para cada mãe e até nisso Deus tem um propósito.

UM ANJO DE MÃE - No céu o dialogo entre Deus e uma criança que ainda irá nascer sobre o que essa criança encontrará na terra. Essa historia é fantasiosa, desconheço a existência de relato bíblico sobre conversas entre Deus e fetos. É apenas uma historia fantástica e muito bonita.

MINHA MÃE PRECISA SABER DISSO - Como Deus gostaria que as mães tratassem dos filhos.

Ato 1 - DEUS- FAZ AS ESCOLHAS

SINOPSE - Deus escolhe cada criança para cada mãe e até nisso Deus tem um propósito.

PERSONAGENS

Narradora – Deus- - Anjo

DEUS- FAZ AS ESCOLHAS

 

Narradora - Esse ano quase 100 mil mulheres se tornarão mães de crianças deficientes. Você alguma vez já pensou como as mães dos deficientes são escolhidas? Eu já. Uma vez imaginei Deus pairando sobre a Terra selecionando o seu instrumento de propagação com um grande carinho e compassivamente. Enquanto Ele observava Ele instruía um anjo a tomar nota em um grande livro.

Deus- - - (olha para a 1ª mãe imaginaria) Para Maria José, um menino, anjo da guarda Mateus.

(olha para a 2ª mãe imaginaria) Para Denise dos Reis, uma menina, anjo da guarda Cecília.

(olha para a 3ª mãe imaginaria) Para Neide da Silva, gêmeos, anjo da guarda, mande o Gerard ele está acostumado.

(olha para a 4ª mãe imaginaria) Dê a ela uma criança deficiente.

Anjo- (cheio de curiosidade) Por que a ela senhor? Ela é tão alegre...

Deus- Exatamente por isso. Como eu poderia dar uma criança deficiente para uma mãe que não soubesse o valor de um sorriso? Seria cruel.

Anjo- Mas será que ela terá paciência?

Deus- Eu não quero que ela tenha muita paciência porque aí ela com certeza se afogará no mar da auto-piedade e desespero. Logo que o choque e o ressentimento passar, ela saberá como se conduzir.

Anjo- Senhor, eu a estava observando hoje. Ela tem aquele forte sentimento de independência. Ela terá que ensinar a criança a viver no seu mundo e não vai ser fácil. E além do mais Senhor, eu acho que ela nem acredita na sua existência.

Deus- (sorri) Não tem importância. Eu posso dar um jeito nisso. Ela é perfeita. Ela possui o egoísmo no ponto certo.

Anjo- (engasga) Egoísmo? E isso é por acaso uma virtude?

Deus- (acena um sim) Se ela não conseguir se separar da criança de vez em quando, ela não sobreviverá. Sim, essa é uma das mulheres que eu abençoarei com uma criança menos perfeita. Ela ainda não faz idéia, mas ela será também muito invejada. Sabe, ela nunca irá admitir uma palavra não dita, ela nunca irá considerar um passo adiante, uma coisa comum. Quando sua criança disser "mamãe" estará presenciando um milagre. Quando ela descrever uma árvore ou um pôr do sol para seu filho cego, ela verá como poucos já conseguiram ver a minha obra. Eu a permitirei ver claramente coisas como ignorância, crueldade, preconceito e a ajudarei a superar tudo. Ela nunca estará sozinha. Eu estarei ao seu lado cada minuto de sua vida, porque ela está trabalhando junto comigo.

Anjo- Bom e quem o senhor está pensando em mandar como anjo da guarda?

Deus- (sorri) Dê a ela um espelho, é o suficiente.

Ato 2 - UM ANJO DE MÃE

SINOPSE - No céu o dialogo entre Deus e uma criança que ainda irá nascer sobre o que essa criança encontrará na terra. Essa historia é fantasiosa, desconheço a existência de relato bíblico sobre conversas entre Deus e fetos. É apenas uma historia fantástica e muito bonita.

PERSONAGENS

Narradora - Deus- - 1 criança

UM ANJO DE MÃE

Narradora- Um dia, Deus- estava conversando com um bebê, ainda no ventre da mãe. Mesmo sabendo que quando nascesse iria se esquecer daquele dialogo entre ela e Deus, a bebê estava muito inquieta e aflita.

Criança- Disseram-me que estarei sendo enviada à terra, como eu vou viver lá, sendo assim pequena e indecisa ?

Deus- Entre muitos anjos, eu escolhi um especial para você. Estará lhe esperando e tomará conta de você.

Criança- Mas Deus, diz pra mim, aqui nesse lugar me sinto tão protegida e segura, o que é suficiente para que eu seja feliz. E eu serei feliz lá na Terra?

Deus- Seu anjo cantará para você. A cada dia, a cada instante você sentirá o amor do seu anjo e será muito feliz.

Criança- Como poderei entender quando falarem comigo, se eu não falo a língua que as pessoas da Terra falam?

Deus- Com paciência e carinho, seu anjo lhe ensinará a falar.

Criança- E o que eu farei quando eu quiser falar com você? Nunca mais poderei conversar com você?

Deus- Claro que voltaremos a conversar. Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a orar.

Criança- Eu ouvi que na terra há homens maus. Quem me protegerá?

Deus- Seu anjo lhe defenderá sempre, mesmo que signifique arriscar sua própria vida.

Criança- Mas eu serei sempre triste porque eu não te verei.

Deus- Seu anjo sempre falará sobre de mim, lhe ensinará a maneira de vir de mim e Eu estarei sempre dentro de você.

Narradora- Nesse momento havia muita paz no céu, mas as vozes da terra já podiam ser ouvidas. E a criança sabia que estava chegando o momento de ir para terra e nascer.

Criança- (apressada) Oh , Deus- , diga-me por favor, o nome do meu anjo.

Deus- Minha querida filha, você chamará seu anjo de Mãe.

 

Ato 3 - MINHA MÃE PRECISA SABER DISSO

SINOPSE Como Deus gostaria que as mães tratassem dos filhos.

Personagens

Narradora – Deus- - 4 crianças

MINHA MÃE PRECISA SABER DISSO

Narradora- Essa historia fala de como Deus- gostaria que as mães agissem com os filhos que receberam Dele.

Deus- Não dei filhos a vocês para serem estragados. Não deixe que eles adquirem maus hábitos. Seus filhos dependem de vocês para saberem o que é certo ou errado. Não os corrija com raiva e nem na presença de estranhos. Faça como eu, que te repreendo

em teu coração e com amor. Eles aprenderão muito mais vocês falarem com calma e em particular.

Criança 1 Não tenha medo de ser firme comigo, mãe, prefiro assim. Isto faz com que eu me sinta mais seguro.

Criança 2 Não me estrague, mãe. Sei que não devo ter tudo que quero. Só estou experimentando você.

Criança 3 Mãe, não me proteja das conseqüências dos meus erros. Às vezes, eu prefiro aprender pelo caminho mais áspero.

Criança 4 Mãe, não leve muito a sério minhas dores, necessito delas para obter a atenção que desejo.

Deus- Não faça promessa a eles que não poderá cumprir depois. Isto deixará seus filhos profundamente desapontado e tentado a dizer mentiras.

Criança 1 Não seja irritante ao me corrigir, se assim o fizer, eu poderia

fazer o contrário do que me pede.

Criança 2 Não desconverse quando faço perguntas, senão procurarei na rua

as respostas que não tiver em casa.

Criança 3 Não se mostre para mim como pessoa perfeita e infalível.Ficarei extremamente chocado quando descobrir algum erro seu.

Criança 4 Não diga que meus temores são bobos, mas sim me ajude a compreendê-los.

Deus- Não diga que não consegue controlar seus filhos. Eles julgarão que são mais fortes que você. Não desista de ensinar o bem,

mesmo que pareça não estar aprendendo. Não se canse de orar por seus filhos, porque eu ouço sempre a sua voz mãe!

Criança 1- Não viva me apontando os defeitos das pessoas que me cercam. Isto criará em mim desde cedo um espírito intolerante.

Criança 2- Não me trate como uma pessoa sem personalidade. Tenho o meu próprio modo de ser.

Criança 3- Se você errar e sentir vontade se desculpe comigo. Se eu errar me corrija.

Criança 4- E principalmente, mãe, sempre que sentir vontade diga que ama me ama.

Deus- Lembre-se, mãe, no futuro você verá neles o fruto daquilo que plantou.

 

 

Texto que faz parte da coleção O ÚLTIMO ATO/ Luiza Regina Reis  download aqui São 5 EBooks(peças e roteiros pra cinema)
A Luiza é autora do site Arena de Cristo
Ministra cursos e oficinas de teatro

 

Diversos: