ADÃO E EVA

Versão para impressão

ADÃO E EVA - Teatro Cristão A história de Adão e Eva, a sedução do fruto da árvore proibida. A Serpente induzindo Eva a desobedecer...
Sugestão de montagem: Teatro de sombra ou marionetes.

Há também a peça ADÃO EVA E Cia Ltda  no site.

 

NARRADOR:  Nos primeiros dias, quando a terra era nova, Deus passeava em seu belo jardim.
Ele gostava de observar todos os animais que havia feito.
O que mais gostava era de visitar o homem e a mulher que havia feito. Eles eram seus amigos. Chamavam-se Adão e Eva.
Em geral Deus vinha vê-los à tardinha, antes de escurecer, quando o ar era fresquinho.
Eles lhe contavam o que haviam feito durante o dia.
Adão e Eva gostavam do jardim que Deus havia feito. Cuidavam das plantas e colhiam as frutas quando estavam maduras.
Deus havia dito que a terra estava ali para se alegrarem com ela.
Eles tinham escolhido os nomes para os animais e brincavam com eles.
Tomavam banho no rio e observavam as nuvens.
DEUS:  Vocês podem comer de todas as frutas do jardim.  Só daquela árvore no meio do jardim não devem comer.
NARRADOR:  Era fácil obedecer, porque havia muitas outras coisas boas para comer.
Todos os animais gostavam de Adão e Eva. Eles não tinham medo um do outro.
Mas havia entre eles alguém diferente. Era uma cobra esperta. Ela não gostava quando via que o homem e a mulher eram amigos de Deus.
Certo dia, quando Eva estava no jardim, a cobra falou com ela.
SERPENTE:  Por que não experimenta a fruta da árvore no meio do jardim? Não disse Deus que podiam pegar para comer tudo que quisessem?
EVA:  Podemos comer de qualquer destas belas árvores e plantas.
Mas de jeito nenhum devemos comer a fruta daquela árvore. Porque então vamos morrer.
SERPENTE:  Como vocês são bobos em acreditar numa coisa dessas! (silvou a cobra esperta)
Vocês não vão morrer, não! Se comerem dessa fruta, ficarão sábios como Deus. Experimente, e verá que tenho razão.
NARRADOR:  Eva se virou devagarinho e foi até aquela árvore. Acariciou seu tronco e olhou para suas folhas.
As frutas eram vermelhas e brilhantes. Ficavam lindas ao brilho do sol.
Estavam penduradas bem baixas.
Ela justamente podia alcançá-las com a mão. Eva pegou uma fruta e deu uma mordida.
EVA:  É deliciosa mesmo.
NARRADOR:  A cobra esperta sumiu para baixo de um arbusto e ficou observando.
Logo em seguida Adão veio procurá-la.
Ele a encontrou debaixo daquela árvore, comendo a fruta.
EVA:  Esta é melhor que todas as outras frutas, experimente.
NARRADOR:  Ela lhe estendeu a fruta e Adão deu uma mordida. Neste momento a cobra esperta sorriu.
Adão e Eva, porém, de repente sentiram medo.
Fizeram roupas de folhas para se cobrir.
ADÃO:  E agora?  Quando Deus vier para nos visitar, vai saber que lhe desobedecemos. Temos que nos esconder depressa.
NARRADOR:  Antes nunca eles se haviam escondido de Deus, porque eram amigos dele. Quando Deus veio à tardinha, ele chamou:
DEUS:  Onde estão vocês?
Por que têm medo?
Por acaso comeram da fruta da árvore no meio do jardim?
NARRADOR:  Devagarinho Adão e Eva saíram de seu esconderijo.
DEUS:  Por que comeram desta fruta?
NARRADOR:  Adão apontou para Eva.
ADÃO:  Foi ela que me fez comer
NARRADOR:  Deus disse a Eva:
DEUS:  Por que você comeu desta fruta?
NARRADOR:  Eva apontou para a serpente.
EVA:  Foi ela que me fez comer 
NARRADOR:  Disse Deus a Adão e Eva:
DEUS:  Vocês estragaram todos os planos que eu tinha para vocês, porque me desobedeceram.
Agora vocês tem que sair de meu jardim para sempre. De agora em diante vocês vão ter que trabalhar duro.
Vão sentir dores. Nunca mais poderei concentrar-me com vocês aqui.
E quando ficarem velhos terão que morrer.
NARRADOR:  Assim Adão e Eva foram expulsos do jardim.
Deus estava triste porque não podia confiar neles.
O homem e a mulher estavam tristes porque tinham desobedecido a Deus.
Era trabalho duro produzir seu próprio alimento.
Estavam tristes porque os animais não confiavam mais neles.
Mas acima de tudo sentiram a falta do amigo Deus.

Peça recuperada, estava no site em 2005

 

Estilos: 
Idades: 
Diversos: