A VERGONHA DE BAAL E A GLÓRIA DE DEUS

Versão para impressão

A Vergonha de baal e a Glória de Deus - Teatro Cristão Baal e seus profetas foram confrontado por Elias, o profeta do Senhor.
História bíblica baseado em 1Rs 16.29-34 e 17.1-40
Adaptada para ser apresentada teatralmente.

Personagens: Rei Acabe, Jezabel, Elias e profetas de Baal. Participação das crianças como povo.

Obs.: Para os cartazes citados não temos o texto, sem conseguir contato com o autor sugerimos a criação dos mesmos pelo grupo.

NARRADOR:  Hoje vamos contar a história de um rei muito mal, que se mostrou rebelde e desobediente ao Senhor.
Alguns reis antes dele já haviam sido desobedientes ao Senhor, mas este foi mais desobediente do que todos os reis de Israel antes dele.
O nome deste rei era Acabe.
Vamos ouvir um pouquinho da conversa deste rei com sua mulher? Assim, entenderemos porque o Senhor ficou tão bravo com ele.
(Entram o Rei Acabe e Jezabel sua esposa.)
JEZABEL:  (de modo presunçoso) Acabe, agora que estou casada com você, deixa eu dizer uma coisa.
REI ACABE:   Pode falar, minha querida, sou todo ouvidos!
JEZABEL:   É bom mesmo me ouvir, senão...
REI ACABE:   Como disse, pode falar que estou ouvindo...
JEZABEL:   Já ouviu falar da ridícula história de seu povo e de como serviram a um certo Deus... Esta história de atravessar o mar vermelho, de lançar pragas ao povo do Egito, de ser protegido no deserto durante 40 anos e outras ladainhas, mas não admito aqui em casa.
Nada de ensinar isto a nossos filhos!
REI ACABE:   Que isto não seja preocupação para você, minha querida. Já decidi abandonar os caminhos deste Deus. Quero ser como foi Jeroboão, que reinou antes de mim.
JEZABEL:  (confiante) Agora, sim começamos a nos entender!
REI ACABE:   Tenho ouvido falar muito bem de um certo deus de nome baal. Quero ser servo dele. Sei que é um deus que cuida muito bem de seus servos.
Você já viu o templo que estou terminando em Samaria? Um colosso, não?
Tudo dedicado ao grande deus baal.
JEZABEL:   Este é meu deus desde minha infância. Toda minha família é devota deste deus. Aqui em casa só se servirá a este deus. Vou trabalhar para acabar com o culto a este Deus de seus antepassados e mandarei matar todos os seus sacerdotes. Assim, não haverá nenhuma concorrência ao meu baalzinho querido.
REI ACABE:  Tudo o que você falou está correto e concordo!
JEZABEL:   Acabe! Não são horas do sacrifício da noite ao meu baal? Vamos! Não vamos deixar baal esperando!

NARRADOR:  Pessoal, vocês observaram o que aconteceu aqui?
Vocês acham que Deus aprovou esta conversa?
Acontece que Deus mandou um profeta chamado Elias dizer a Acabe que Deus mandaria uma seca muito forte para a terra dele como castigo por sua decisão de seguir a um deus falso.
Jezabel ficou furiosa! Ela mandou matar os profetas do Senhor.
Todos passaram a ter muito medo dela.
Mas um dia o senhor fez uma coisa que ninguém esperava... vamos precisar da ajuda de vocês para que possamos mostrar o que aconteceu naquele dia.
Tenho aqui comigo estes cartazes (mostrar os cartazes). Quando eu levantar estes cartazes vocês vão lê-los bem alto ok? (vamos treinar?) muito bem. Agora estamos prontos para ver o que aconteceu...
Entra o rei Acabe...
REI ACABE:   Que seca terrível. Já não há água nem para o rei se banhar!
Como pode uma coisa destas?
Meu gado está morrendo e as plantações estão secas. Por que baal não me ouve? Tenho pedido tanto a ele por chuva.
Sonho com o barulhinho de chuva no meu telhado à noite. Que saudade de uma chuvinha...
(O rei anda de um lado para outro)
REI ACABE:  ( mudando o humor) Agora me lembro! É culpa daquele profetinha Elias.
Bem feito Jezabel, minha esposa, querer matá-lo!
Foi ele quem disse para não chover! Ah se encontro este homem pela frente...
(Neste momento entra o Profeta Elias)
REI ACABE:  (Exclamando) Ora, ora finalmente encontro o homem que tem tirado a paz de nosso meio e ensinado coisas radicais a respeito de sua religião.
ELIAS:  Não tenho tirado a paz de Israel, mas ensino sim fidelidade ao Senhor nosso Deus. Ele não aceita que o sirvamos e a deuses estranhos e fracos.
REI ACABE:  (irritado) Alto lá! Baal não é fraco!
ELIAS:  Então vamos ver quem é mais forte. Se o Senhor ou baal. Chame os sacerdotes de baal aqui e vamos hoje decidir este negócio!
PROFETAS DE BAAL: (Entram os profetas de baal  - fazendo mesura ao rei): -mandou nos chamar, ó Rei?
REI ACABE:   Mandei sim. Elias está propondo um desafio para nosso baal.
(1º. Cartaz)
PROFETAS DE BAAL:  Que assim seja. Baal nos dará vitória!
ELIAS:  Até quando vocês vão oscilar para um lado e para o outro, sem confiar no senhor? Se o SENHOR é Deus, sigam a ele; mas, se baal é deus, sigam-no. Tão somente não queiram servir aos dois!
(1º cartaz)
ELIAS:  Eu sou o único que restou dos profetas do SENHOR, mas vocês são quatrocentos e cinquenta profetas de baal. Preparem um sacrifício ao deus baal neste altar. Deixem tudo pronto, mas não ponham fogo. Invoque então a seu deus e ele mandará fogo do céu!
(1ª cartaz!)
(Então os profetas de baal começaram a clamar a seu Deus)
(2ª Cartaz!)
(Os profetas em pantomimia gritam por baal, enquanto as crianças leem o segundo cartaz...)
ELIAS:  Vejam vocês estão clamando por baal desde o nascer do sol e já passa do meio dia! Será que não deviam gritar mais alto? Quem sabe baal esteja pensando na vida, talvez viajando. Já sei ele dorme! Gritem que talvez acorde!
Crianças: cartaz 2
ELIAS:  Agora chegou minha vez. Vocês verão como Deus é fiel e atende ao que a ele clamam e como não despreza seus servos como faz baal. Para que não restem dúvidas quanto ao poder do Grande Deus que fez os céus e a terra, molhem bem este altar. Poderia este altar se incendiar estando tão molhado se não fosse um poder extra-ordinário como só Deus tem?
ELIAS:  (ergue os olhos ao céu e ora a Deus) Senhor, meu Deus e Deus de nossos pais, faça saber a este povo quem é o Senhor e que por tua ordem faço tudo isto agora. ó SENHOR, responde-me, para que este povo saiba que tu, ó SENHOR, és Deus, e que fazes o coração deles voltar para ti.
(Imediatamente o altar se incendeia)
(Crianças: Cartaz 3)
ELIAS:  Glória e honra sejam a ti Senhor. Envergonhados sejam todos os que buscam a deuses estranhos que não podem ouvir nem agir.
PROFETAS DE BAAL:  Socorro! Salve-nos porque esperávamos num deus falso Só o Senhor é Deus!
ELIAS:  (perseguindo os profetas) Prendam os profetas de Baal. Não deixem nenhum escapar!
Fim!

 

Fonte: Blog do autor SER PENSANTE

Estilos: 
Temas: 
Diversos: