A MÁSCARA

Versão para impressão

AS MÁSCARAS - Teatro CristãoTudo acontece no dia de comemoração de 10 anos de casamento de Maria, mulher virtuosa, que é agredida pelo marido, Fausto.  Este é ciumento, possessivo e violento.

Um pastor que não ama sua igreja
A missionária é fofoqueira e soberba É uma má mãe de um filho revoltado.
O obreiro é  bêbado e mulherengo.

Há também duas peças cujo nome é 1ª MÁSCARAS e a 2ª MÁSCARAS

 

PERSONAGENS:
PASTOR FRANCISCO: Um renomado pastor que foi enviado a uma igreja no interior e não ama os membros da igreja
MARIA: dona de casa, mulher virtuosa, ela sofre agressões de seu marido constantemente.
FAUSTO: Esposo de Maria, ciumento, possessivo e hipócrita.
MISSIONÁRIA TATIANA: Braço direito do Pastor, fofoqueira e soberba.
SANDRINHO:  filho da Missionária, criança revoltada pela falta de atenção de sua mãe
GERALDO: bêbado, mulherengo e obreiro da igreja.
LÚCIO: Amigo de Geraldo, o único não crente.

ATO 1
CENA 1
(Luzes apagadas ouve-se a voz do narrador)
NARRADOR:  Ás vezes a máscara deixa de ser um mero adereço e passa a se tornar um símbolo de caráter enganoso. Vemos isso nas histórias em quadrinhos, a máscara não esconde somente a identidade, mas transforma a vida de quem a possui. Os personagens as colocam e se transformam naquilo que não são na frente dos outros; a máscara é um modo de disfarce que não deixa saber quem nós somos, mas naturalmente um dia ela terá que ser tirada...

(Acendem-se as luzes. A Irmã Maria se prepara pra receber os convidado do culto em sua casa). Entra Geraldo, Missionária Tatiana e Sandrinho.
GERALDO:  Ô de casa!
MARIA:  A paz irmãos entrem, fiquem a vontade.
MISSIONÁRIA TATIANA:  A paz querida, o seu esposo está em casa?
MARIA:  Está sim,
MARIA: (fala para o esposo)  Amor os irmãos já chegaram...
(Fausto entra da um beijo no rosto da esposa e cumprimenta os convidados)
FAUSTO:  Que bom que vocês já chegaram! Ué, mas cadê o pastor?
MISSIONÁRIA TATIANA:  Andes de vir eu liguei pra ele, ele mim disse que já estava chegando.
(Pastor Francisco entra assustado)
SANDRINHO: Olha, falando nele, Pastor o Senhor me parece um pouco assustado, algum problema?
PASTOR FRANCISCO:  Não é nada! A paz amados, vejo que já estão todos aqui, então vamos começar o culto de ações de graça pelos 10 anos de casamento da Irmã Maria.
(todos falam rindo: amém!).
CENA 2
PASTOR FRANCISCO:  Bem, vamos iniciar este culto com a oração do Pai nosso.
(todos falam:
Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;
Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;
O pão nosso de cada dia nos dá hoje;
E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;
E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém. )Mateus 6:9-13
PASTOR FRANCISCO:  Quão bom e suave é que os irmãos vivam em união, quero dizer que é muito bom estar aqui com vocês, o casamento da irmã Maria é um dos mais sólidos da igreja, é realmente um casal exemplar. Olhe para a pessoa do seu lado e diga eu te amo (assim o fazem). Tenho muito orgulho de ter uma igreja tão sadia como vocês. Amém! A oportunidade está com a Missionária Tatiana.
MISSIONÁRIA TATIANA:  Comprimento a todos com a paz do Senhor Jesus, fechem os seus olhos, coloquem a mão no seu peito e louve comigo.
(Tatiana louva um louvor fraternal)
(No meio do louvor todos congelam as luzes apagam-se e ouve-se a voz do narrador)
NARRADOR:  Aparentemente parece uma reunião como qualquer outra, com um louvor bonito, os irmãos se confraternizando, pessoas que se amam, nada fora do comum não é verdade? Não, vamos voltar no tempo, e ver como foram os últimos minutos antes de começar o culto...
ATO 2
CENA 1
(Pr. Francisco e Miss. Tatiana em cena).
PASTOR FRANCISCO:  Eu não aguento mais tanto probleminha de crente, será que eles acham que o meu ouvido é pinico. Aff
MISSIONÁRIA TATIANA:  Eu entendo pastor, mas se acalme.
PASTOR FRANCISCO:  Mas como eu posso acalmar, quando me mandaram tomar contar dessa congregação, eu não imaginava que ia ser tão difícil, logo eu um renomado teólogo, escondido neste interior onde Judas perdeu as botas, com esse povinho caipira, há meu Deus será que eu mereço tudo isso?
MISSIONÁRIA TATIANA:  Não se preocupe não lhe falaram que ia ser só por um ano, então aguente daqui a pouco acaba.
PASTOR FRANCISCO:  É, eu vou suportar mais um pouco, porque depois com certeza vão me enviar pra aquela igreja enorme que estão construindo na capital, (cochicho)eu ouvir dizer que as ofertas lá são boas
MISSIONÁRIA TATIANA:  Gloria Deus!
(Eles riem...)
MISSIONÁRIA TATIANA:  Há pastor me deixa te contar uma coisa: Aquela irmã nova convertida apareceu ontem no culto, ela me veio toda maquiada com uma minissaia e um par de brincos, olha eu não estou fofocando não, porque crente não faz fofoca, só comenta. O senhor pastor, tome cuidado e arrume um jeito de mandar aquela menina embora, pois lá não é o lugar dela.
PASTOR FRANCISCO:  Tá agora mais essa, depois eu vejo isso.
MISSIONÁRIA TATIANA:  E tem outra, hoje tem culto na casa da irmã Maria (fala com ironia).
PASTOR FRANCISCO: Ah não! Arrume alguém pra ir neste culto que eu não vou, hoje tem jogo da seleção e não da pra perder.
MISSIONÁRIA TATIANA:  Mas Pastor, você tem que ir, é comemoração dos dez anos de casamento deles, e também você se lembra de que eles prometeram te dar um carro novo este ano.
PASTOR FRANCISCO:  Ah essa Maria! Minha querida ovelhinha, pode deixar  que eu estarei lá sem falta. Se eu atrasar fala que eu estou chegando, vou ver se consigo assistir pelo menos o primeiro tempo. Mas agora tenho que ir, tem muita coisa pra resolver.
(Pr. Francisco saem de cena).

CENA 2
(Sandrinho entra em cena)
SANDRINHO: Oi mãe
MISSIONÁRIA TATIANA:  Moleque onde você estava? Você está todo sujo! Ah que menino nojento, só me dá trabalho.
SANDRINHO: Eu passei o dia todo na rua, e daí você não se preocupa comigo mesmo, só quer saber de igreja e se esquece de que tem filho.
MISSIONÁRIA TATIANA:  Cala boca peste, senão eu faço você engolir esta bíblia. Eu não pedir pra ter filho você é uma praga na minha vida, e vamos pra casa que eu tenho que preparar os louvores para culto de hoje à noite. E você cuide de se arrumar, porque eu não quero que pensem que eu tenho um filho desleixado.
SANDRINHO: Eu odeio você, odeio a sua igreja odeio tudo,  quando eu crescer vou tomar conta da minha vida.
MISSIONÁRIA TATIANA:  Ha, ha! Pare de falar besteira e vamos pra casa.
(Tatiana e Sandrinho saem de cena)
ATO 3
CENA 1
(Geraldo entra em cena com o amigo Lúcio que esta bêbado)
LÚCIO:  E aí Geraldo, ainda tá indo para aquela igreja?
GERALDO:  Claro que estou você não sebe disso!
LÚCIO:  Olha vê se você me arruma alguma irmãzinha daquela (risos)
GERALDO:  Cara você bebeu de mais.
LÚCIO:  E outra eu não entendi o porquê você não bebeu também?
GERALDO:  Cara hoje tem culto, e eu preciso ir porque sou obreiro.
LÚCIO:  (risos) Você obreiro?!  Se todo crente forem que nem você, o céu estava perdido. Deus me livre de ser crente e viver mentindo assim. O pessoal da tua igreja sabe das tuas noitadas?
GERALDO:  Lógico que não, e você não pode falar nada.
LÚCIO:  Hã... O teu pastor não sabe que você é um mulherengo, que não pode ver um rabo de saía.
GERALDO:  Cara, vamos embora logo, antes que alguém me veja com você.
LÚCIO:  Tá, vamos Obreiro Geraldo (risos) Geraldo é animal pega um, pega geral, Geraldo é animal pega um pega geral...
GERALDO:  Cala a boca e vamos logo...
(Geraldo e Lúcio saem de cena)
CENA 2
(Maria entra em cena e chega em casa, o seu esposo estar a esperando)
MARIA:  Amor xequeie!
FAUSTO:  Onde você estava este tempo todo?
MARIA:  Amor eu não disse que ia ao supermercado comprar as coisas para culto de ações de graça hoje.
FAUSTO:  Mas você demorou de mais, olha se eu souber que você anda me traindo eu te mato viu!
MARIA:  Calma amor não precisa ficar assim
FAUSTO:  E já vem você trazer esses comem e bebem aqui pra minha casa.
MARIA:  Amor eles não são comem e bebem, eles vêm aqui pra realizar o culto que tinha lhe falado.
FAUSTO:  Já chega! Cala a sua boca senão eu vou te encher de tapas. Tem o que pra comer?
MARIA:  Hoje eu não tive tempo pra cozinhar, mas tem umas frutas na geladeira.
(Fausto pega no cabelo de Maria)
FAUSTO:  Você tá de brincadeira com a minha cara sua inútil. Quer me dar frutinha pra comer, você não serve pra nada mesmo, eu devia mandar você de volta pra casa da sua mãe.
MARIA:  Fausto você tá mim machucando...
FAUSTO:  Eu só não quebro a sua cara agora, porque estes crentezinhos vêm pra cá, mas depois do culto você mim aguarde.
(Fausto a joga no chão e sai)
  CENA 3
(Maria levanta-se bate a poeira e começa a varrer o chão chorando)
MARIA:  Senhor, por favor, me tire dessa situação eu não tenho mais forças (choros). Todo o dia o meu marido me bate. Há meu Deus! Como as horas passam rápido, daqui a pouco os irmãos já estão chegando.
(Maria pega as cadeiras e arruma)
ATO 4
CENA 1
( A Irmã Maria se prepara pra receber os convidado do culto em sua casa). Entra Geraldo, Missionária Tatiana e Sandrinho.
GERALDO:  Ô de casa!
MARIA:  A paz irmãos entrem, fiquem a vontade.
MISSIONÁRIA TATIANA:  A paz querida, o seu esposo estar em casa?
MARIA:  Esta sim,
MARIA: (fala para o esposo ) Amor os irmãos já chegaram...
(Fausto entra dar um beijo no rosto da esposa e cumprimenta os convidados)
FAUSTO:  Que bom que vocês já chegaram! Ué mas cadê o pastor?
MISSIONÁRIA TATIANA:  Andes de vir eu liguei pra ele, ele me disse que já estava chegando.
(Pastor Francisco entra)
SANDRINHO: Olha, falando nele, olha ele aí.
PASTOR FRANCISCO:  A paz amados, vejo que já estão todos aqui, então vamos começar o culto de ações de graça pelos 10 anos de casamento da Irmã Maria.
(todos falam rindo: amém!).
CENA 2
PASTOR FRANCISCO:  Bem, vamos iniciar este culto com a oração do Pai nosso.
(todos falam:
Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;
Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;
O pão nosso de cada dia nos dá hoje;
E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;
E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém. )Mateus 6:9-13
PASTOR FRANCISCO:  Quão bom e suave é que os irmãos vivam em união, quero dizer que é muito bom estar aqui com vocês, O casamento da irmã Maria é um dos mais sólidos da igreja, é realmente um casal exemplar. Olhe para a pessoa do seu lado e diga eu te amo, tenho muito orgulho de ter uma igreja tão sadia como vocês. Amém! A oportunidade está com a Missionária Tatiana.
MISSIONÁRIA TATIANA:  Cumprimento a todos com a paz do Senhor Jesus, fechem os seus olhos, coloquem a mão no seu peito e louve comigo.
(Tatiana louva um louvor fraternal e Pastor Francisco a interrompe no meio do louvor)
PASTOR FRANCISCO:  Desculpe missionária, mas eu preciso falar algo: Quando eu estava vindo em direção a este culto, o Espirito Santo falou comigo e me disse que não era mais comigo, eu o perguntei por quê?
Ele mim disse: Eu não compartilho com mentiras e nem com o engano, enquanto você estiver agindo dessa forma eu estarei bem longe de você, você ainda conseguirá expulsar demônios, falar em outras línguas, curar em meu nome, mas eu não estarei com você.
Então eu caí de joelhos e confessei todos os meus pecados, e disse pra Ele:
Deus assim como Moisés não me faça sair daqui sem tua presença, e Ele me disse: vai e ensina o meu povo a verdade.
Por isso eu quero dizer: não importa o que você tem, ou o que você é, todos nós somos iguais diante de Deus, e tudo que Ele mais ama é a sinceridade;
Davi pra continuar com seu ministério teve que ser sincero e deixar toda a hipocrisia, portando eu convido a todos a fazerem o mesmo e se arrepender.
Em Tiago 4:5-10 diz
Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: O Espírito que em nós habita tem ciúmes?
Antes, ele dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.
Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.
Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações.
Senti as vossas misérias, e lamentai e chorai; converta-se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo em tristeza.
Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará.
CENA 3
(todos dobram o joelho e começam a lamentar e se arrepender, entra então uma bailarina com um espelho nas mãos, e ao som do louvor “Quem é você do Trazendo a Arca”, dança mostrando o espelho para plateia).

 

Blog do autor Alan Pereira

Autores: 
Estilos: 
Diversos: