A MAIOR PROMESSA

Versão para impressão

Que Deus cumpre Suas promessas todo mundo sabe, mas o que fazer quando tudo parece dar errado?

Desistir ou prosseguir?

Você seria capaz de confiar mesmo sem ver?

Conheça Alexandre, um jovem novo convertido, que apesar da falta de maturidade, não perdeu a fé, muito menos a confiança de que a promessa do Senhor iria se cumprir.

 

E está é a promessa que ele mesmo nos fez, a vida eterna” (I João 2:25)

 

CENA 01
(Alexandre chega do culto cantando)
 
ALEXANDRE: Tu és fiel, Senhor, meu pai celeste... (Hino 535 da Harpa Cristã).
 
D. MARIA: Boa noite filho, como foi lá na Igreja dos crentes?
 
ALEXANDRE: Uma benção mãe! Eu estava com a vida amargurada, vazia, presa no pecado e Jesus me libertou! Eu estou sentindo tanta alegria que não consigo nem explicar.
 
D. MARIA: Ah Jesus! O que fizeram com você? Não me diga que você virou crente?
 
ALEXANDRE: Isso mesmo mãe! Aceitei Jesus como meu único Senhor e Salvador, tô tão feliz... bem que a senhora poderia fazer o mesmo né?
 
D. MARIA: Eu já tenho Jesus, não preciso de religião, e nem vem tentar me convencer a virar crente.
 
ALEXANDRE: Não é religião mãe! Jesus é maravilhoso, só Ele pode nos salvar.
 
D. MARIA: Tá, chega desse assunto, vamos dormir.
 
ALEXANDRE: Melhor ir se acostumando ouvir de Jesus, mãe, porque Deus me prometeu que serei um ganhador de almas.
 
D. MARIA: Ganhador de Almas? Bem conversa de crente mesmo, acorda menino! Ultimamente você não tem ganhado nem dinheiro.
 
ALEXANDRE: Um dia a senhora vai entender...
 
D. MARIA: Já entendi tudo! Você endoidou e esqueceram de te avisar, mas fica tranquilo que já já isso passa.
 
ALEXANDRE: Deixa pra lá mãe, boa noite.
 
D. MARIA: Boa Noite. Duvido que isso dure mais do que uma semana... (resmungando)

 

 
CENA 02

 

 
(Alexandre no trabalho)
 
ALEXANDRE: Bom dia! (bem alegre)
 
MARCOS: Nossa, o fim de semana deve ter sido muito bom, pra você chegar nessa alegria toda heim.
 
ALEXANDRE: E foi mesmo, conheci a pessoa mais importante da minha vida.
 
RODRIGO: Deixa eu adivinhar... uma mulher linda e milionária que está apaixonada por você?
 
ALEXANDRE: Não Rodrigo, conheci Jesus!
 
MARCOS: Ah não cara! Você virou crente?
 
ALEXANDRE: Isso mesmo Marcos, além de salvo, feliz e curado vou ser um ganhador de almas!
 
RODRIGO: Ah não! Ninguém merece um crente chato!
 
Dr. GERALDO: Crente? Quem é crente aqui?
 
ALEXANDRE: Eu doutor! Aceitei Jesus ontem a noite, o senhor não pode imaginar como estou feliz.
 
Dr. GERALDO: Que bom, aproveita sua fé, e começa a fazer todos os relatórios da empresa, preciso de todos eles para o começo do mês.
 
ALEXANDRE: Sem problemas chefe.
 
Dr. GERALDO: Espero mesmo não ter problemas.
 
(Alexandre sai)
 
RODRIGO: Eu aposto R$5,00 que a crentisse dele não dura 05 dias.
 
MARCOS: Que otimismo Rodrigo! Eu aposto que não dura 03! E o senhor, Dr. Geraldo?
 
Dr. GERALDO: Eu não aposto nada... se eu pudesse sentir a paz que esse rapaz está sentindo pelo menos um dia em toda a minha vida, já estava feliz (lamentando)... mas deixem de conversa e voltem ao trabalho.

 

 
CENA 03

 

 
(Em casa)
 
D. MARIA: Boa noite filho, e aí ganhou muitas almas? (risos)
 
ALEXANDRE: Deus proverá mãe, nossa estou tão cansado, estou trabalhando em uns relatórios que parecem que vão durar a vida toda para ficarem prontos.
 
D. MARIA: Viu só filho, você achando que ia ganhar almas, e ganhou foi mais trabalho, bem feito, quem mandou acreditar no que crente diz.
 
ALEXANDRE: Mãe, Deus tem formas de trabalhar que nós muitas vezes não entendemos.
 
D. MARIA: Sei, sei, vai jantar vai, só não abusa do suco por conta da sua gastrite.
 
ALEXANDRE: Gastrite? Mãe, Jesus prometeu me curar da gastrite e eu creio!
 
D. MARIA: Pode parar! Fazer papel de ridículo até vai, mas nem pense em arriscar sua saúde, só porque Deus prometeu, e se Ele não cumprir?
 
ALEXANDRE: Mãe, Deus não é homem para mentir, com certeza Ele cumpre todas as promessas que Ele faz, se a senhora quiser, podemos ir ao médico.
 
D. MARIA: Vamos então, quem sabe do Dr. Júlio não tira essas ideias da sua cabeça.
 
ALEXANDRE: Tudo bem, marca para o começo do mês, porque assim termino os relatórios da empresa e saio mais cedo.
 
D. MARIA: Tudo bem, onde já se viu, agora tudo é Jesus na sua vida.
 
NARRAÇÃO: Um mês depois.

 

 
CENA 04

 

 
(No trabalho)
 
RODRIGO: Lá vem o ganhador de almas!
 
ALEXANDRE: Ai Rodrigo, se você sentisse um pouco da alegria que eu sinto em servir a Deus, não perderia seu tempo com brincadeirinhas bobas.
 
RODRIGO: Então tá certo, já que você não quer brincar, vou te fazer uma pergunta bem séria: Deus poderia criar uma pedra que fosse tão pesada que Ele mesmo não poderia carregá-la?
 
ALEXANDRE: (Meio sem jeito, mas sem perder a serenidade e a alegria) Rodrigo, eu posso não saber se Deus poderia criar essa pedra ou não, mas sei que Ele pode te salvar, trazer alegria ao seu coração e te dar paz e vida de verdade, e isso para mim já é o suficiente.
 
Dr. GERALDO: Alexandre, vem cá por favor.
 
(Alexandre sai e deixa Rodrigo sozinho)
 
RODRIGO: Deus, ele tem razão! Como sou idiota! Tem misericórdia de mim Deus, e me salva como o Senhor salvou o Alexandre.
 
 
CENA 05
 
ALEXANDRE: Pois não chefe?
 
Dr. GERALDO: Terminou o relatório?
 
ALEXANDRE: Graças a Deus terminei sim, aqui está, será que eu poderia sair mais cedo? Vou ao médico...
 
Dr. GERALDO: Pode sim, deixa eu ver (folheando o relatório).
 
ALEXANDRE: Alguma dúvida?
 
Dr. GERALDO: Sim, como eu faço para ter essa paz que você tem?
 
ALEXANDRE: Simples chefe! Basta o senhor reconhecer que é um pecador, crer que Jesus Cristo é o Filho de Deus e que é o único que pode salvar. Sabe chefe, a Bíblia diz para não andarmos ansiosos por coisa alguma, que antes nossas petições devem em tudo ser conhecidas diante de Deus, pelas orações e súplicas com ações de graça, e que a paz de Deus que excede todo o entendimento guardará nossos corações e mentes. Faça isso chefe, coloque seu coração em oração perante Deus, entrega teu caminho ao Senhor, confia nEle e o mais Ele fará.
 
Dr. GERALDO: Obrigado meu jovem, vou fazer isso que você me disse.
 
ALEXANDRE: Tenho que ir, minha mãe deve está me esperando.
 
(Alexandre sai e deixa Geraldo sozinho)
 
Dr. GERALDO: Deus, sei que não sou digno de Ti, sou mentiroso, arrogante, blasfemo, mas tem misericórdia de mim, e me faz um filho Teu. Em nome de Jesus. Amém.
 
 
CENA 06
 
(No médico)
 
ALEXANDRE: Boa tarde Dr. Júlio!
 
Dr. JÚLIO: Boa tarde Alexandre, sua mãe estava me contando que você se tornou cristão, é verdade?
 
ALEXANDRE: É sim doutor, aceitar Jesus foi a melhor coisa que eu poderia ter feito em toda a minha vida, aliás eu nem tinha vida antes de conhecer Jesus.
 
D. MARIA: Tô falando doutor, o menino ficou abestado, depois que passou a crente.
 
Dr. JÚLIO: Bom, faça o exame e depois traga para eu analisar.
 
(Alexandre sai)
 
Dr. JÚLIO: Nossa, ele me parece bem convicto de que quer continuar crente heim?
 
D. MARIA: Pois é doutor, eu achei que isso não ia durar nem uma semana, mas já passou mais de um mês ele até agora não desistiu, mas daqui a pouco ele desiste... sabe, ele disse que Deus prometeu que faria dele um ganhador de almas, mas até agora não ganhou nenhuma!
 
(Alexandre volta)
 
ALEXANDRE: Aqui está doutor.
 
Dr. JÚLIO: Deixe-me ver... O que aconteceu? Realmente não tem mais indícios de gastrite aqui!
 
ALEXANDRE: Viu só mãe! Não te disse, Deus prometeu que curaria e curou, Deus é fiel, glória a Deus!
 
D. MARIA: Isso está certo mesmo doutor?
 
Dr. JÚLIO: Está sim D. Maria, veja só!
 
D. MARIA: (vendo o exame boquiaberta) Menos mal, vamos para casa então.
 
ALEXANDRE: Obrigado doutor, espero não voltar aqui tão cedo.
 
Dr. Júlio. De nada.
 
(Mãe e filho saem, médico fica sozinho)
 
Dr. JÚLIO: Ah Senhor! Tu operando milagres e eu desviado de Seus caminhos, ah Deus, me aceita de volta por favor, não aguento mais essa vida de pecado, por favor pai, me perdoa em nome de Jesus. Amém.
 
 
CENA 07
 
(Eles voltam para casa)
 
ALEXANDRE: E agora, a senhora acredita?
 
D. MARIA: Que Deus é poderoso eu sei, mas nem vem querendo que eu vire crente.
 
ALEXANDRE: Porque não? É tão bom servir a Deus, fora as promessas...
 
D. MARIA: Promessas? Você vive dizendo que vai ser ganhador de almas e cadê? Até agora N-E-N-H-U-M-A.
 
(D. Maria sai de cena)
 
ALEXANDRE: Senhor, porque ó Pai? Eu te amo Deus e sinto prazer em Te servir, Tu me salvaste, curaste e me deste alegria, mas Senhor, Tu prometeste que ganharia almas para o Teu Reino, mas até agora nem minha mãe Te aceitou. Deus será que se esqueceste de mim? Tem misericórdia, Senhor.

 

 
CENA 08
(No trabalho, Alexandre preocupado, como quem sente dor.)
 
MARCOS: Bom dia ganhador de almas! O que foi cara, você tá triste?
 
ALEXANDRE: Triste nada rapaz, tudo posso nAquele que me fortalece.
 
MARCOS: Eu também queria ser assim...
 
ALEXANDRE: Mas você também pode! Basta crer em Jesus, é Ele quem me fortalece.
 
MARCOS: Eu sei, mas é tão difícil tomar essa decisão.
 
ALEXANDRE: Marcos, me perdoa, eu tô com uma dor no peito, amanhã, se Deus permitir converso mais com você.
 
MARCOS: Tudo bem, pode deixar que eu aviso o chefe, você quer que eu te leve ao médico?
 
ALEXANDRE: Não precisa, vou pra casa, é só um mal está, deve passar logo.
 
(Alexandre sai)
 
MARCOS: Deus, o Alexandre tem tanta confiança em Ti, nós vivemos zombando dele e ele lá, crendo que será feito o que o Senhor disse para ele, e eu sei que isso é verdade, pena que sou tão incrédulo, mas tem misericórdia de mim Deus, me perdoa, eu preciso ser mudado, me salva Deus, por favor!

 

 
CENA 09

 

 
(Em casa)
 
ALEXANDRE: Ai que dor no peito, uuuiiii ...
 
D. MARIA: O que foi filho?
 
ALEXANDRE: Meu coração está dando umas pontadas tão fortes...
 
D. MARIA: Ai meu Deus!
 
ALEXANDRE: Isso mesmo mãe, é Deus quem está me levando.
 
D. MARIA: (indignada) Ah! Então Deus deu pra mentir agora foi?
 
ALEXANDRE: Não mãe, Deus nunca mente.
 
D. MARIA: Mas você não vive dizendo que Deus prometeu que você seria um ganhador de almas? Você nunca ganhou uma, como pois vai morrer?
 
ALEXANDRE: Mãe, desde o dia em que aceitei Jesus, não era mais eu, e sim, Cristo vivendo em mim. Eu preguei a Palavra do Senhor por onde passei, e mesmo sem ter visto ninguém se convertendo, sei que ganhei muitas almas, pois a Palavra de Deus nunca volta vazia e Deus sempre cumpre Suas promessas.
 
D. MARIA: Mas se você fez tudo certo, porque Deus vai te levar?
 
ALEXANDRE: Mãe, Deus me prometeu que curaria a minha gastrite e curou, que me daria vitória no trabalho e me deu, que eu seria um ganhador de almas, e mesmo sem ter visto, sei que fui, aliás, nenhuma promessa caiu por terra sem que Deus cumprisse, mas chegou a hora de Deus cumpri a maior promessa, que é a da vida eterna de gozo e alegria ao lado dEle, não morra sem essa promessa mãe, ela está na Bíblia, Jesus oferece a salvação que só Ele pode dar, de graça, basta nEle crer.
 
(Alexandre morre)
 
D. MARIA: Deus, como pude ser tão cega todo esse tempo? Onde vou passar minha eternidade? Se eu morrer hoje para onde irei? Deus eu creio na Sua promessa, e Te aceito como meu único Salvador, me perdoa ó pai, em nome de Jesus.
 
(Termina com a música Deus de Promessas do Min. Apascentar de Nova Iguaçu.)

 

 
Obs.: No último hino citado, vem a frase “És Deus de perto e não de longe”, porém Deus é Deus de perto e TAMBÉM de longe, por isso, modifique a frase para: “És Deus de perto, e Deus de longe” (conf. Jeremias 23:23)
 
Fim.

 

 
Departamento de Teatro do Caad (Conj. de Adolescentes da Assembleia de Deus, Min. do Belém - SP)
Diversos: