A APOSENTADORIA DE SATANÁS

Versão para impressão

Entrevista para emprego, a vaga é para ser o novo Diabo, o Diabo Velho vai se aposentar.

O próprio Satanás está escolhendo seu substituto.

Durante esta entrevista são expostas várias situações vividas pelo “príncipe deste mundo”, durante o seu trabalho.

Veja a Nota do autor no final do texto.

Peça montada em apenas um ato.
Cenário: um escritório. (mesa e duas cadeiras, no mínimo). Arrumar a mesa de modo que nenhum personagem fique de costas para a plateia).
Material: uma mala de viagem e recorte (ou meia página) de jornal de posse do candidato
Personagens: 2    Satanás e Candidato
 
(Candidato bate à porta. Satanás atende)
SATANÁS - Pois não?
CANDIDATO - Vim pelo anúncio no jornal.
SATANÁS - Por favor, entre e sente-se.
CANDIDATO - Obrigado. (o candidato senta).
SATANÁS - Vou apresentar para você o serviço, salário e benefícios. (satanás senta no outro lado DA mesa)
CANDIDATO - Fiquei impressionado com o anúncio.
SATANÁS - Ali está apenas o básico, você vai ver que o serviço é melhor do que parece.
CANDIDATO - O anúncio diz que é apenas quatro horas por dia.
SATANÁS - É, às vezes nem é preciso quatro horas rigorosas.
CANDIDATO - São duas férias por ano mesmo?
SATANÁS - Julho e Janeiro, é que no carnaval nós fazemos um plantãozinho, mas não temos muito serviço não.
CANDIDATO - Por falar em serviço, qual será a minha função?
SATANÁS - É um serviço leve, básico apenas.
CANDIDATO - O que eu tenho que fazer?
SATANÁS - Vou te falar uma coisa, antigamente, era trabalho duro, 24 horas por dia, sete dias por semana, trinta dias por mês e nunca tirávamos férias.
CANDIDATO - Isso é quase uma escravidão.
SATANÁS - Você não imagina como o trabalho era duro?
CANDIDATO - Sem folga, o trabalho é muito cansativo.
SATANÁS - Antigamente, era preciso cem dos nossos para ficar tentando uma pessoa.
CANDIDATO - Cem por um?
SATANÁS - E ainda assim não tínhamos muito sucesso, as pessoas resistiam, nosso rendimento era insignificante.
CANDIDATO - É sem resultados dá para desanimar.
SATANÁS - E quando a gente topava com aqueles cristãos convictos?
CANDIDATO - Eles dificultavam o trabalho?
SATANÁS - Dificultavam? Era quase impossível, por mais persistência que tínhamos, eles não cediam.
CANDIDATO - Como vocês faziam?
SATANÁS - Era preciso criatividade, estratégias e muita inteligência, mesmo assim a gente levava a pior na maioria das vezes.
CANDIDATO - Eles eram duros?
SATANÁS - Duros? Você podia torturar eles, seus parentes, acabar com seus sonhos, fazer misérias. Mesmo assim eles ainda acreditavam no homem lá de cima (Satanás aponta o dedo para cima) e agradeciam por sofrer por Ele. (com sarcasmo na voz).
CANDIDATO - Como são tolos.
SATANÁS - Tolos? Um bando de imbecis. (sentimento de ódio). Desculpe, fiquei com ódio.
CANDIDATO - Não tem problema, não.
SATANÁS - Nós tínhamos que forjar armas poderosas, setas voadoras, dardos inflamados, jogar praga na tenda, semear intrigas, oprimir e tentar constantemente.
CANDIDATO - É, dá para perceber que o trabalho era duro mesmo e pouco frutífero.
SATANÁS - Para que adulterassem era preciso mulheres maravilhosas e muita insistência. (com voz de frustração).
CANDIDATO - É, conheço isso como concupiscência dos olhos.
SATANÁS - O ódio era muito raro, ficava difícil criar brigas, facções e mortes.
CANDIDATO - Concordo que sem ódio no coração FICA difícil agredir, maltratar ou machucar outra pessoa.
SATANÁS - Odeio o amor, o amor dificulta muito o meu trabalho porque gera piedade, compaixão e fraternidade.
CANDIDATO - O amor torna OS corações brandos e tardios em irar.
SATANÁS - O ódio é muito bom, um pouco de tentação e o barraco está armado. Fica muito fácil jogar pai contra filhos, amigos contra amigos e pessoas contra pessoas.
CANDIDATO - É uma porta escancarada para as desavenças. Para levar a agressão e ao homicídio não precisa nem Dar um empurrão.
SATANÁS - Estou gostando de você. Parece ser um profissional qualificado para o cargo!
CANDIDATO - Tenho pós-graduação em maldade.
SATANÁS - Isso não vai ser muito necessário em nossos dias, hoje o trabalho é bem mais fácil e OS recursos que usamos são bem mais simples.
CANDIDATO - Aprendi novas metodologias sobre indução ao pecado.
SATANÁS - Há algumas décadas passadas, seria de muita importância, mas hoje são obsoletas.
CANDIDATO - Como assim? Estou qualificado para usurpar, corromper, seduzir e induzir as pessoas a praticarem maldades.
SATANÁS - Hoje isso é completamente obsoleto, as pessoas são más sem precisar mais do capeta, é por isso que eu quero me aposentar.
CANDIDATO - Não é possível! Tantos anos de estudos para não aplicar nada daquilo que eu aprendi.
SATANÁS - (Satanás levanta-se aproxima-se do candidato e coloca sua mão no ombro dele). Veja bem. As pessoas são tão sínicas que eu não fiz nada e elas dizem que seus erros são culpa do capeta. (Risos) Eles aprontam e a culpa é minha!! (Risos)
CANDIDATO - Mas e o trabalho? Você não trabalha mais????
SATANÁS - Não, estou tão frustrado que quero minha aposentadoria. Chega, foram anos e anos de dedicação exclusiva e integral. O trabalho aqui está muito monótono. Quero aposentadoria.
CANDIDATO - Veja eu trouxe o anúncio do jornal. (O candidato retira um papel do bolso e lê) PRECISA-SE DE GERENTE PARA ADMINISTRAR EMPRESA EM PLENO DESENVOLVIMENTO E TOTALMENTE AUTOMATIZADA. Para de ler e pergunta: Totalmente automatizada?
SATANÁS – (Satanás retorna a seu lugar) Sim, seu trabalho é mínimo. Apenas restam alguns poucos cristãos realmente fiéis, esses dão um trabalho terrível e a produção é próxima de zero.
CANDIDATO - Pelo menos terei alguma diversão.
SATANÁS - Diversão? É um bando de fanático, tapado e esperto. Vivem com a bíblia na mão falando das leis de Deus.... (Cospe no chão).
CANDIDATO - Leis de Deus, mas Cristo não reduziu?
SATANÁS - É acho que ele pensou que dez era muito, então reduziu para dois, mas mesmo esses dois o pessoal não consegue cumprir. Porque amar a Ele (aponta para cima) é fácil, mas amar o próximo (risos).
CANDIDATO - Vou continuar a ler o anúncio. (O candidato volta ao papel). AMBIENTE AGRADÁVEL E PROPÍCIO AO CRESCIMENTO PROFISSIONAL. Como assim crescimento profissional?
SATANÁS - Pule essa parte é mais uma das mentiras do Pai da mentira!!
CANDIDATO – (lendo o anúncio) 20 HORAS SEMANAIS E DESCANSO SEMANAL REMUNERADO? É outra mentira?
SATANÁS - Não!!! Eu falei que o trabalho aqui é moleza. Você não precisa fazer nada, mas leva a fama de tudo.
CANDIDATO – (lendo o anúncio) HABILIDADE PARA DISSIMULAR, MENTIR E TRAPACEAR. Bom pelo menos é preciso qualificações.
SATANÁS - Fique frio, isso não é mais preciso. Somente usamos isso quando Deus nos convoca para reuniões.
CANDIDATO – (lendo o anúncio) CAPACIDADE DE PERSUAÇÃO E INDUÇÃO. E esse, ainda é usado?
SATANÁS - Usamos, mas somente com cristão convictos (cospe) Odeio esses fanáticos!!! Mas já vou adiantando, é de pouca eficácia.
CANDIDATO - Vocês não desenvolvem planos, forjam armas e ciladas astutas?
SATANÁS - Desenvolvemos, mas eles estão sempre em oração, jejuns e buscam contato com Ele (aponta para cima) E ainda percebem nossa presença e nos expulsam.
CANDIDATO - Ainda existe gente assim? Que coisa mais brega.
SATANÁS - Odeio quando eles me expulsam.
CANDIDATO - Esse tipo de gente é ultrapassada.
SATANÁS - Ah, mas quando conseguimos derrubar um deles. Jurupoca canta fino
CANDIDATO - Deve ser uma festa tremenda!
SATANÁS - Sabe o melhor dessa festa? Todo mundo abandona o caído. (expressar orgulho na fala).
CANDIDATO - Abandonam?
SATANÁS - Ainda nos ajudam com calúnias, desprezo e fazem-no passar por uma vergonha.
CANDIDATO - Não acredito que as coisas ficam tão boas assim.
SATANÁS - É banido da igreja pelos “santos” (risos) nossos santos (risos e piscada para a plateia). Família, amigos, trabalho, identidade cristã, perde tudo, (com sarcasmo e pausado) T U D I N H O.
CANDIDATO - O que vocês fazem com esse tal que caiu??
SATANÁS - O estado desse tal passa a ser sete vezes pior, levamos ele além da lama.
CANDIDATO - Estou gostando disso, o trabalho estava parecendo muito monótono.
SATANÁS - E quando conseguimos levar ele ao suicídio?
CANDIDATO - Suicídio? (dar ênfase na expressão).
SATANÁS - Suicídio é maravilhoso.
CANDIDATO - TENDÊNCIAS SENSUAIS E SEXUAIS. (volta a ler o anúncio)
SATANÁS - Outra mentirinha do papai aqui (bate no peito). Neste setor trabalhamos duro.
CANDIDATO - Não tem o que fazer?
SATANÁS - Começamos usando revistas eróticas.
CANDIDATO - É uma boa estratégia.
SATANÁS - Depois entramos no cinema com filmes eróticos.
CANDIDATO - Está melhorando.
SATANÁS - Fomos para a TV, primeiro as novelas. Agora estamos colocando erotismo em tudo e no horário nobre.
CANDIDATO - Muito bom, assim pegamos algumas crianças e muitos adolescentes.
SATANÁS - Agora estamos na internet. Somos os primeiros colocados com sites pornográficos.
CANDIDATO - Puxa, vocês realmente trabalharam duro e pelo que posso ver foi um sucesso total!
SATANÁS - Quer saber de uma coisa. (ambos levantam-se e ficam lado a lado, Satanás abraça o candidato e ficam os dois de frente para a plateia). Aqui não tem, mas em outros lugares existe muita gente viciada em pornografia na internet. Temos mais de um bilhão de web sites. (retornam a seus lugares).
CANDIDATO - Eu não acredito.
SATANÁS - Estamos começando com os adolescentes de onze anos. Viciados em masturbação.
CANDIDATO - Verdade?
SATANÁS - Não são apenas os homens, temos muitas mulheres também!
CANDIDATO - Sensacional.
SATANÁS - Não apenas os solteiros, casados também
CANDIDATO - Que coisa mais maravilhosa!!!
SATANÁS - Fornicadores, adúlteros, impuros, devassos, sodomitas, maliciosos, homossexuais. (esfrega as mãos enquanto diz e corre os olhos pela plateia). Eu amo vocês! Vocês são meus! (abraça o peito).
CANDIDATO - Calma chefe, o senhor está se empolgando.
SATANÁS - É mesmo, vamos voltar ao anúncio.
CANDIDATO – (lendo o anúncio de jornal) HABILIDADES EM SEMEAR CONTENDA, DIVISÃO E BRIGAS. Isso é comigo mesmo.
SATANÁS - Outra mentirinha. Agora mesmo tem gente aqui doida para matar eu e você porque estamos cutucando as feridas deles. (Aponta para a plateia).
CANDIDATO - Eu não acredito, fazer mal para nós? Eu amo você!!! (Olha para a plateia).
SATANÁS - Hoje é muito mais fácil uma pessoa odiar outra do que amar.
CANDIDATO - Odiar é bom.
SATANÁS - Ele (aponta para cima) manda amar os inimigos (risos), nem os amigos eles (aponta para o mundo como um todo) conseguem amar, nem os pais e irmãos, cada um no seu quadrado e eles (aponta o mundo) ainda adoram a individualidade, cada um para si.
CANDIDATO - Isso torna o trabalho mais fácil e agradável. Amar é frescura, tem mais é que detonar esses manés!!! (faz as mãos na forma de arma a aponta o indicador para o chão)
SATANÁS - Gostei de você. Você é "marvadinho"!!!
CANDIDATO - "Marvadão". Eu odeio todas as pessoas. Odeio!!! Vamos ver aqui (voltando ao anúncio) ADMIRADOR DAS COISAS ABOMINÁVEIS? O que é isso???
SATANÁS - Esse é o meu pecado favorito, embora não seja o mais usado. Diz satanás. São aquelas pessoas que praticam pedofilia, zoofilia, necrofilia e todo tipo de torpeza contra o próprio corpo. Nunca se satisfazem com a porcaria e sempre querem mais.
CANDIDATO - Sensacional, este pecado eu não conhecia. Também é pouco divulgado.
SATANÁS - Era, meu querido, era. Agora está virando o coqueluche do momento. Seja abominável e receba seu galardão no inferno!!!
CANDIDATO - É são redes e mais redes de pedófilos. O sexo é um lixo abominável. O homem não mais o que inventar. Até entre pai e filha, mãe e filho, irmão com irmã.
SATANÁS - Estamos com muitos planos nessa área. Vamos induzir ao sexo em grupo e, aos poucos, introduziremos o bissexualismo, tanto para homens como para mulheres.
CANDIDATO - Você é muito criativo. O sexo é uma área que pode ser muito explorada. (retorna ao anúncio) O CANDIDATO DEVE POSSUIR ARGUMENTAÇÃO ESTRATÉGICA?
SATANÁS - Isso é fácil, quando a pessoa estiver sofrendo, faça-a reclamar dEle (aponta o céu) e culpar Ele. Quando a pessoa pecar, jogue a culpa em mim ou diga que ela é fraca.
CANDIDATO - Estou entendendo.
SATANÁS - Use argumentos como: você é fraco. Ele (aponta o céu) é pai e perdoa tudo.
CANDIDATO - Enganar os incautos?
SATANÁS - Sim, usar meias verdades é fundamental. Faz parecer que é verdade.
CANDIDATO - Estou entendendo.
SATANÁS - Faça as pessoas se revoltarem contra Ele (aponta o céu). Isso as afasta dEle. Longe dEle, é "nóis mano"!!!
CANDIDATO - Entendi! Diz o candidato e volta-se para o anúncio. PODER DE MUDANÇA DE FOCO, nossa essa é forte!!!
SATANÁS - Sim torne as coisas mais suaves. O céu é chato, monótono, branco e com música clássica. O inferno é legal, muita música quente, bebida, comida, sexo, diversão... um lugar lindo!
CANDIDATO - Isto é bem produtivo.
SATANÁS - Todos são filhos de Deus, qual pai que quer o mal do seu filho? Você acha que Ele (aponta o céu) vai jogar um filho no fogo eterno? Claro que não, Ele é amor.
CANDIDATO - Muitos vão acreditar nisso. (Volta para o anúncio). INDUÇÃO À SABEDORIA SUPERFICIAL?
SATANÁS - Sim, outras meias verdades. Seja religioso sem ser fanático. Não precisa sacrifício para ir ao céu. Quem precisa aprender, orar e consagrar é o sacerdote.
CANDIDATO - Quem pouco conhece, pouco argumenta.
SATANÁS - Pouco se envolve, pouco realiza. É um dos nossos!!!
CANDIDATO - COOPERAR PARA A DUALIDADE DE CARÁTER. (retornando ao anúncio)
SATANÁS - Sim, duas caras. Vida dupla, aqui santo, lá pecador. Ser meio honesto, meio sincero, meio fiel. Acreditar que está certo e não querer mudança.
CANDIDATO - Vivendo meio a meio, indo inteiro para o inferno!
SATANÁS - Olha esse anúncio também não é de todo verdadeiro. Eu acho que tudo tem que ter uma mentirinha, para dar emoção sabe como é?
CANDIDATO - Não é verdadeiro?
SATANÁS - Não, na realidade você terá pouco trabalho. Afinal foram dez mil anos de trabalho duro
CANDIDATO - Poxa tudo isso?
SATANÁS - No começo foi muito difícil. Tentei dar um golpe de Estado no chefão (aponta o céu)
CANDIDATO - Eu sei você fracassou.
SATANÁS - Eu era lindo, perfeito, regente do coral celestial, charmoso, maravilhoso, incomparável, fenomenal (orgulho enquanto fala). A rebelião me levou à queda.
CANDIDATO - Mas você ainda está em pé!
SATANÁS - É, destituído da glória de Deus (coloca as mãos no rosto). Mas isso é passado (recompõe-se)
CANDIDATO - O importante é que você está em pé.
SATANÁS - Depois foi Eva. Três anos de trabalho duro, mascarando verdades eternas
CANDIDATO - Convincentes, não posso negar.
SATANÁS - Você tinha de ver a cara do Adão. Apenas olhava sem dizer nada (risos). Comeu do fruto sem contestar, idiota!!! Entregou o reino deste mundo em minhas mãos!!! (risos) Eu, o Príncipe das Trevas, governante deste mundo! (risos)
CANDIDATO - A terra foi amaldiçoada por isso.
SATANÁS - Sim, mas agora a terra era minha. Aquela criatura desprezível criada à semelhança do Altíssimo não pode ser comparada a mim, a perfeição de toda a criação!!!! (com orgulho). Acabei com o relacionamento deles (risos). Eu odeio os homens!!!
CANDIDATO - Nossa seu ódio é quase concreto. Quase pode ser tocado.
SATANÁS - É, meu velho,nesta trajetória tive grande vitórias. Primeiro venci Eva e Adão, depois Caim.
CANDIDATO - É, mas perdeu para Enoque. Diz o candidato
SATANÁS - Esse era um fanático idiota, só pensava em Deus, só falava em Deus. Imbecil!!! (esmurra o ar), foram apenas trezentos anos. Aí ele sumiu, dizem que Ele (aponta o céu) levou para junto dEle.
CANDIDATO - Aí veio o tal do Noé da Arca.
SATANÁS - Fiz todo mundo pensar que ele era louco. Ninguém acreditou nele.
CANDIDATO - É, mas todo mundo que não acreditou, morreu no dilúvio.
SATANÁS - Usei o filho dele, Cam. Para envergonhar o pai. Esse era dos meus, foi amaldiçoado!!! Vitória minha!!!
CANDIDATO - É, mas perdeu para Abraão.
SATANÁS - Outro fanático!!! Pior que Enoque, cria no que não via. Chegou ao cúmulo de quase matar o próprio filho e, por mais que eu tentei, não ficou com medo. Que ódio!!! Odeio esses fanáticos, fé tem que ser pensada, não cega.
CANDIDATO - Dizem que ele ficou conhecido como o pai da fé.
SATANÁS - Pai da fé, pai da fé. Povinho ignorante, sem estudo e tapados. Fé, isso é besteira, fé para que? Você precisa ver o que eu fiz em Gomorra e Sodoma.
CANDIDATO - Obra perfeita!!! Com toda a sorte de torpeza sexual.
SATANÁS - Era maravilhoso. Mas aí vem o chefão (aponta o céu) e destrói tudo.
CANDIDATO - Que pena, devia ser tão bom lá.
SATANÁS - É, mas restou Ló, sobrinho do fanático. Tentei as filhas dele e... BINGO! Incesto!!!!
CANDIDATO - Bom trabalho. E o tal do Isaque?
SATANÁS - Isaque, Jacó, cambalearam, mas não caíram.
CANDIDATO - E José?
SATANÁS - Esse é outro fanático. Com fanático o trabalho é duro e não rende nada.
CANDIDATO - E Moisés?
SATANÁS - Moisés, até o corpo dele sumiu e eu não sei onde foi parar. Ele (aponta o céu) deve ter levado.
CANDIDATO - Venceu Sansão.
SATANÁS - Dalila era uma mulher maravilhosa. Hoje, qualquer "baranga" faz o serviço.
CANDIDATO - Venceu Eli, o sacerdote.
SATANÁS - Esse tinha dois filhos que não conheciam o chefe (aponta o céu). Foi moleza.
CANDIDATO - Jó venceu você.
SATANÁS - Aquela mulher incompetente. Não conseguiu fazê-lo reclamar nem negar seu Deus. E ainda tive que aguentar o sorriso vitorioso do Altíssimo!!! Viu meu servo Jó?
CANDIDATO - Isso é deprimente.
SATANÁS - Nos reis de Israel, venci e perdi. Ganhei em Saul, perdi em Davi, aquela harpa era horrível, suas notas eram como socos no estômago, fazia a gente correr.
CANDIDATO - Como pode uma música fazer você correr?
SATANÁS - É que o perfeito louvor atrai a presença do Altíssimo e seus anjos, capeta nenhum consegue resistir. (aponta o céu) busca esses adoradores fanáticos.
CANDIDATO - E de música você entende, é maestro.
SATANÁS - Fé e adoração formam uma muralha intransponível. Quando eu regia o coral celestial tudo entrava em perfeita harmonia.
CANDIDATO - Parece maravilhoso.
SATANÁS - Finalmente, depois de tanto trabalhar duro, eu sou o vencedor.
CANDIDATO - Como assim, estamos no final dos tempos, mas ainda não acabou.
SATANÁS - Veja o resultado do trabalho. Diz satanás. 1960 revolução sexual, o inicio do sexo livre; 1970 revolução feminista, a mulher é independente do homem; 1980 revolução familiar, desquite, divórcio, separação, desestruturação da família, 1990 revolução moral, sexo livre, GLS, o importante é ser feliz. 2000 revolução espiritual, o homem se superou, imoralidade, promiscuidade, perversidade, etc. Hoje eu posso pensar em aposentadoria.
CANDIDATO - Aposentadoria?
SATANÁS - Sim, só preciso deixar um gerente geral no inferno, que é você. E me aposentar.
CANDIDATO - Mas o diabo precisa fazer seu trabalho.
SATANÁS - Com as coisas do jeito que estão hoje. Falta amor nas pessoas e, faltando o amor, temos violência, crueldade, homicídios banais, afronta aos valores morais e éticos, um pandemônio, anarquia total.
CANDIDATO - Você considera ter cumprido sua missão?
SATANÁS - As coisas estão tão fora de controle que eu sou simplesmente descartável. Para que diabo, se o homem está pior que eu?
CANDIDATO - Ai você tem razão, mas se aposentar? Pense nos fanáticos, então. Diz o candidato. Quem vai tentá-los?
SATANÁS - Esses fanáticos são poucos, a maioria é somente fachada. E, pensando bem (coloca a mão do queixo pensativo), fanático não cede, é tempo e trabalho perdidos.
CANDIDATO - Você vai desistir deles assim?
SATANÁS - Estou prestes a me aposentar, além do mais, esses fanáticos irão no primeiro arrebatamento. Fazem parte da noiva do Cordeiro, não poderei tocar na noiva.
CANDIDATO - Essa aposentadoria é apenas temporal? Você vai voltar?
SATANÁS – Aposentadoria temporal sim, depois do Governo Milenar de Cristo, então eu voltarei com força total e vou ganhar muitos. (estufa o peito). E farei a revolução final, vou derrotar o Altíssimo e estabelecer meu reino.
CANDIDATO - Será que você consegue?
SATANÁS - Claro, serão mil e alguns anos planejando estratégias. Quem não fizer parte do primeiro arrebatamento poderá ser seduzido por mim e perder a vida eterna. (risos)
CANDIDATO - Puxa vida, eu não tinha pensado nisso!!!
SATANÁS - Suas qualificações são suficientes para gerenciar o inferno enquanto eu me aposento. Eu apareço para as festas e comemorações. (apanha a mala de viagem). Até qualquer dia e não deixe a peteca cair.
CANDIDATO - Enquanto isso vou ver se eu ainda consigo desviar alguns desses fanáticos.
SATANÁS - Será preciso paciência e muita luta, os fanáticos são convictos. Tchau. (Satanás vai embora).
CANDIDATO - Acho que vou começar por aqui.(vira-se para a a plateia). Pessoal, tenho muitos lugares para o segundo arrebatamento, que tal curtir a vida adoidado e deixar para a segunda viagem? Quem vai querer?
 

 

Nota do Autor
Ev. Sérgio Alexandrino
Por favor, avisar sobre montagem e dia de apresentação, se possível estarei presente. Contato
 

Diversos: