OS JOVENS DA COMUNIDADE

Poucos jovens se reúnem na igreja, muitos frequentam os bares. O pessoal da igreja é chato de tanto insistir com  a galera do bar, tentando levá-los à igreja. Um dia, uma briga, jovens bêbados, um racha, uma morte... Após, um encontro na igreja, a tristeza pela falta do amigo, novas promessas...

Poucos jovens se reúnem na igreja, muitos frequentam os bares. O pessoal da igreja é chato de tanto insistir com  a galera do bar, tentando levá-los à igreja.
Um dia, uma briga, jovens bêbados, um racha, uma morte... Após, um encontro na igreja, a tristeza pela falta do amigo, novas promessas...

Idades: 
Diversos: 

VAMOS FALAR DE HERÓIS

super heróis

Crianças vestidas de Super-Heróis representam as características de seus pais, os Heróis de verdade. Um narrador descreve e destaca cada pai, suas aptidões especiais, seus dons. É uma forma de homenagear e valorizar estes pais.

PERSONAGENS:
1 narrador e sete crianças caracterizadas de heróis (com capas, chapéus, máscaras, etc.). Cada uma pode trazer um escudo na mão, com os dizeres: PAI AMIGO, PAI VERDADE, PAI CONSOLO, PAI TOLERÂNCIA, PAI SABEDORIA, PAI CORAGEM, PAI AMOR.

Datas: 
Estilos: 
Idades: 
Diversos: 
Autores: 

AS PORTAS

Duas portas, uma larga outra estreita

As portas ganham vida e falam com os demais personagens. Uma porta é estreita a outra é larga . Diante delas passam um cientista, uma foliã... até uma igreja. Cada um toma a sua escolha, larga ou estreita. Os que fazem a escolha errada, voltam ao final pedindo uma nova chance.

Temas: 
Diversos: 

O HOMEM NO ESPELHO

O homem vive atormentado pelos seus pecados e suas manchas do passado, sendo essas estratégias do diabo para afastá-lo do amor e perdão de Deus, que se compadece do homem apesar de suas máculas e por ter por este um amor imutável, enviou seu filho Jesus, o Cristo, para derramar seu sangue na cruz e redimir o homem, através de tal sacrifício, de todos os seus pecados. Basta ao homem enxergar no espelho a face de um pecador que necessita de Deus e aceitar o sacrifício de Jesus, para quem não há pecado que não

O homem vive atormentado pelos seus pecados e suas manchas do passado, sendo essas estratégias do diabo para afastá-lo do amor e perdão de Deus, que se compadece do homem apesar de suas máculas e por ter por este um amor imutável, enviou seu filho Jesus, o Cristo, para derramar seu sangue na cruz e redimir o homem, através de tal sacrifício, de todos os seus pecados.
Basta ao homem enxergar no espelho a face de um pecador que necessita de Deus e aceitar o sacrifício de Jesus, para quem não há pecado que não possa ser perdoado, lembrando-se de uma verdade incontestável, que é a causa do ódio do adversário por todos os humanos, eles são a imagem de Deus.


A peça visa demonstrar aos espectadores que onde abundou o pecado, superabundou a graça de Deus  e que não há pecado que Jesus não perdoe.

 

Estilos: 
Diversos: 

Festas juninas e caipiras

TEATRO CAIPIRA Festas juninas e caipiras

É grande a busca por peças que abordem este tema, estão na sequência as peças que abordam a temática ou têm protagonistas caipiras, da roça ou afim.

VEM MINHA NOIVA

Aliança com o nome de Jesus

Jesus chama a todos.
Dramatização coreografada para a música da “Casa de Davi”, “vem minha noiva”.
O noivo Jesus está chamando a todos, mesmo os desprezados pela sociedade, para a festa da salvação.

O VÍDEO está aqui:  VEM MINHA NOIVA  podes assistir antes de montá-lo.

Estilos: 
Temas: 
Diversos: 
Autores: 

O ORELHUDO

Menino de orelhas grandes

Bullying é o tema desta peça. Um menino orelhudo é o alvo das piadas, brincadeiras e zoações dos colegas.
É um programa de reportagem sobre um menino de orelhas grandes.
Mesmo em meio a tanta zoação ele convida seus colegas para o seu aniversário.
A festa começa ainda com zoação, até o momento de um discurso anti-capitalista, e contrário ao “culto da beleza”, lembrando que fomos feitos a semelhança de Deus.

Estilos: 
Idades: 
Diversos: 

Páginas