O HOMEM CERTO

Placas indicativas de cadeirante e cego

O homem busca uma maneira de satisfazer a sua alma, indo por caminhos obscuros, tentando desesperadamente preencher esse vazio que só Jesus pode.

Um cego e um paralítico, um com esperanças o outro não. O cego por qualquer coisa que surja tem a esperança renovada, e a peça transcorre com esperanças e frustrações. O paralítico desiste, resolvendo afogar a tristeza e decepção no álcool, enquanto o cego tem seu desejo de ver atendido quando conheceu o homem certo...

Estilos: 
Temas: 
Diversos: 
Autores: 

A ILHA DA PERDIÇÃO

Uma Ilha

Por uma atitude de um casal no passado, uma parte do continente se desprende e se afasta do litoral, se tornando uma ilha, e passando a se chamar a ilha do dragão.
Anos e anos depois, vieram a tona rumores de que a ilha irá afundar, desaparecer, e as reações dos personagens são as mais variadas.
Uns não creem na possibilidade, outros buscam escapar da ilha pelos seus próprios meios, e outros ainda querem tomar proveito da situação.
E qual será o final dessa surpreendente história?

Estilos: 
Diversos: 

O DESPERTAR

Um berro para acordar

Ulisses é filho de lideres da igreja, lá dentro era um exemplo cantava, pregava... Mas fora da igreja tentava esconder este envolvimento com a igreja.

Um Anjo mostra para Ulisses as pessoas carentes da Graça de Deus que estavam muito perto dele.

Ulisses vê seu preconceito (com um negro, com uma prostituta... ), e este preconceito impede a salvação de sua amiga...

Ele desperta, arrependido promete empenho total na evangelização

Estilos: 
Diversos: 

DAVI E GOLIAS

DAVI E GOLIAS

A moderna história de Davi e Golias.

Abordando o tema das drogas que é comum em muitas escolas hoje. 
Este Davi atual também é muito corajoso, leva Jesus para a escola enfrentando o Golias das drogas.

(Esquete para quatro pessoas: Roberto, João, Davi, e Leonardo)

Duração: Aproximadamente 20 minutos 

Tópicos: Coragem, firmeza, Reputação

Estilos: 
Diversos: 

SALVO POR UM MILAGRE

Uma arma apontada para a cabeça

Marcelo conta s sua história.

Começa com a cena mais forte, uma arma apontada para sua cabeça. O reconhecimento de estar no local errado e apenas um fiapo de esperança.

Na história sua conversão, a importância do irmão que insistiu pra que ele fosse pra igreja, o valor que os irmãos deram por sua vida. O distanciamento de Deus, a sedução de uma mulher, o vacilo... A mulher que o seduziu era namorado de um traficante violento.

Marcelo não foi morto por milagre e voltou para a igreja. Após pedir perdão pra Deus agradeceu e pediu perdão aos irmãos...

Estilos: 
Diversos: 

QUATRO VEZES VINTE

QUATRO VEZES VINTE + placa indicativa de ancião

Um senhor idoso (Terceira Idade / Melhor Idade / Velho), divide a sua vida em fazes de vinte anos cada.
Ao contar a sua história, relembrando um pouco de cada uma das épocas, constata, agora que já envelheceu, que muita coisa não tinha sentido.
Hoje, compreende que Deus deixou Um caminho para a eternidade, mesmo que isto perturbe muitos, ele deve anunciar...

Monólogo de um avô -  José Inostroza Garrido

Estilos: 
Temas: 
Idades: 
Diversos: 

CONVICÇÕES

CONVICÇÕES

O “Tio Clécio” era o braço direito do pastor, sempre disposto a ajudar em tudo. O pastor tinha um filho que ainda criança sofreu violência sexual, ficou com medo/vergonha e não contou pra ninguém. O malfeitor foi o “Tio Clécio”.
Anos depois começa um relacionamento homossexual(ele era filho de pastor, e todos sonhavam vê-lo como pastor).
O pai desestabilizado, envergonhado, irado... põe o filho pra fora de casa.
Certo dia, quando o pai pregava sobre o filho pródigo... o filho aparece na igreja.

Há direitos autorais, por este email thaisbelo_12@hotmail.com poderás ter autorização para usá-la  É SÓ ENVIAR UM EMAIL COM O NOME DA PEÇA.
OBS 1: PARA ADQUIRIR O ÁUDIO ENVIE EMAIL - thaisbelo_12@hotmail.com
OBS 2: Caso seja feito vídeo das peças, colocar o nome da autora.

Estilos: 
Diversos: 

Entre o Bem o e Mal

Entre o Bem o e Mal

Esta peça faz alusão à batalha diária do bem e do mal.
Bem e Mal tornam-se personagens e falam diretamente para o João, que ora dá ouvidos para um, ora para o outro.
Luísa é a amiga dos tempos de farra do João.

Estilos: 
Diversos: 

A IGREJA QUE NÃO QUERIA TER FILHOS

Criançada barulhenta, bagunceira, sem educação e fedorenta; Isto é o que os irmãos da igreja estavam pensando. Numa assembleia decidiram acabar com toda a programação infantil da igreja. Indo pra casa o pastor que tropeça num menor de rua, que pede um dinheiro e comenta: Antigamente a gente ainda podia tomar uma sopa que a igreja...  ...dizem que o tal do pastor não gosta de crianças e mandou cortar nosso sopão. O menino, usado por Deus, inicia a mudança da visão sobre as crianças no culto.

Criançada barulhenta, bagunceira, sem educação e fedorenta; Isto é o que os irmãos da igreja estavam pensando.
Numa assembleia decidiram acabar com toda a programação infantil da igreja.
Indo pra casa o pastor que tropeça num menor de rua, que pede um dinheiro e comenta: Antigamente a gente ainda podia tomar uma sopa que a igreja...  ...dizem que o tal do pastor não gosta de crianças e mandou cortar nosso sopão.
O menino, usado por Deus, inicia a mudança da visão sobre as crianças no culto.

Diversos: 
Autores: 

Páginas