Jogo dos Oito Erros no Namoro Cristão

O Jogo dos Oito Erros no Namoro Cristão

Oito esquetes abordando temas a serem cuidados durante o namoro e casamento. 
Quem quer ter uma família bem estruturada deve cuidar de TODAS suas escolhas, buscando bênçãos para o seu lar.
Podem ser montadas todas esquetes em forma de peça única, ou uma a uma, com espaço para debate, pregação, palestras semanais...

Autores: 
Diversos: 
Datas: 
Estilos: 
Temas: 
Idades: 
Imagem Principal: 

O JUGO DESIGUAL

O namoro entre um verdadeiro cristão e uma jovem influenciada pelos gostos mundanos
ERRO Nº 1

Para acompanhar em vídeo aqui há uma montagem.

 

CENA INICIAL: a garota está sentada em uma mesa no centro do palco, fingindo uma conversa pelo MSN e com um notebook.
(a peça é iniciada com uma conversa montada em MSN e mostrada em um telão. Caso não haja o recurso do telão, pode-se fazer a conversa pelo microfone, com a voz da outra amiga em oculto.)
(abaixo segue a sequencia da conversa do MSN a ser mostrada em data show, ficando a cargo da criatividade de cada um como personalizá-la para conversa com áudio)
(CONVERSA ENTRE DUAS AMIGAS, APELIDADAS COMO: RALA CACHORRA E GATINHA GOSPEL)
Rala Cachorra diz: oi amiga!!! me conta o babado.....
Gatinha Gospel diz: oiiiiiii ................... kkkkkkkkkk
Rala Cachorra: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Gatinha Gospel: calma eu vô falar...........
Rala Cachorra nossa bichaaa, agora que eu to vendo esse teu cabelo fexion, tá lindo!!!!!!!
Gatinha Gospel: jura????? que tudo
Gatinha Gospel: eu cortei no maçarico, fiz defrisagem, passei gelol, baygon (“o poder é seu”) e giz mata barata de 1 real.
Rala Cachorra: nossa, amei, mas e aí? conta, pegou ele?
Gatinha Gospel: naum bixaaaaaa, ainda não rolou...........
Rala Cachorra: ahh nem.... você tá muito mole...... se fosse eu já tinha beijado ele sem dó!
Gatinha Gospel: ai amiga, eu preciso pegar umas aulinhas com você!!! você eh tudo de bom....... só de pensar que no primeiro dia do maceió ó fesvocê pegou 3 3 filezinhos...
Rala Cachorra: foi......... auhauhauahu..... fikei um pouco com o meu namorado lá na igreja e depois fui curtir lá na festa...... beijei moooooituuuu!!!!
Rala Cachorra: menina.....deixa eu sair que o meu namorado tá chegando aqui.... bye! Beijooooooo
(acaba conversa pelo msn)
(namorado entra em cena e senta junto dela na mesa- laptop aberto)
Menina: oi amor, você não falou que vinha hoje
Menino: pois é, resolvi dá uma aparecida aí, dá uma chegada. E aí o que é que você tava fazendo nesse computador?
Menina: onde?
Menino: computador!
Menina: o quê?
Menino: que é que você tava fazendo aí???
Menina: ah! eu tava falando com a Gabi!
Menino: Gabi..... sei. Tava orando com ela era?
Menina: tava, eu tava intercedendo por ela. Sabe o que é amor? É que ela arrumou aí um namorado que não é crente e eu tava falando com ela que não é certo.... jugo desigual...essas coisas, você entende né?
Menino: sei, sei....... e essa janela do orkut aí?
Menina: o quê?
Menino: deixa eu ver aí.
Menina: que é que você quer vê?
Menino: quero ver tua janela do orkut.
Menina: Você quer ver foto, recado, que é que você quer ver?
Menino: quero ver suas fotos do orkut, abre pra mim...
Menina: vamos lá. Vamos ver as fotos.
Menino: me mostra. Quero saber se você já tirou aquela sua foto de biquíni.
Menina: amor. Aquela foto de biquíni. É claro que eu já tirei aquela foto biquíni. Aquela foto de biquíni, naquele dia que a gente foi pra praia lembra?
Menino: huhum...
Menina: eu já tirei. Amor, desse jeito você me ofende
Menino: amor, é o seguinte. A gente já tá namorando a dois anos e meio, e eu creio que você é a mulher de Deus pra minha vida, é a mulher que Deus escolheu para mim. Apesar de você nunca ter ido orar comigo, nunca ter ido evangelizar comigo eu sei que você paga um preço, lá no fundo...... mais paga.
Menina: eu pago amor, é claro que eu sou a mulher de Deus pra sua vida. Assim.....eu sei que eu não sou de orar muito, eu fico muito no banco e tal, mas eu te amo. Eu tento te agradar, você lembra? Eu tentei entrar para o grupo de dança, mas eu não consegui, só consegui vários hematomas. E pro teatro? Eu tremi só de preencher a ficha de inscrição. A ficha de inscrição!!!!! E no louvor? Eu desafinei até pra assobiar (tenta assobiar horrivelmente). Até pra assobiar amor!!!!! Uma tragédia. E sabe o que eu decidi? Que eu vou ser sua intercessora, que é que você acha?
Menino: é tremendo né?! Na teoria porque na prática...... amor, eu quero você mais na obra comigo. Outra coisa. (pega na mão dela) eu acho que já tá na hora da gente casar. É porque daqui a pouco eu vou ser consagrado pastor, cheio do espírito santo. Para eu trabalhar em coité do noia, santana do Ipanema, jacaré dos homens. E eu quero que você vá comigo, pagar o preço junto comigo amor.
Menina: aí amor, eu sou muito nova.
Menino: nova? com 27 anos?!
Menina: eu sou muito nova, tá me chamando de velha? Eu sou nova, tô começando minha adolescência agora. Olhe! Daqui a dois anos eu termino a minha pós-graduação. aí a gente casa, a gente vai ter nossa casinha, vai viajar muuito! Mas assim amor, esse negócio de você querer ser pastor não vai dar certo.
(ele se levanta)
Menino: como assim?!
Menina: calma amor, deixa eu explicar. Porque fim de semana eu quero ficar em casa, eu quero fazer meu cabelo, quero fazer as minhas unhas! Não quero ir pra Coitééé do Noia!!!!! Santana do Ipanema!!!!!!! Eu não quero amor. Deus te chamou pra ser pastor, glória a Deeeus por isso, mas ele não falou nada comigo ainda, sabe.......... eu não quero ser missionária. Sabe amor, eu sou ciumenta, eu não ia aguentar ver aquele bando de mulher lá na frente: pastor eu quero oração, pastor eu quero oração. Pegando em você, eu não aguentaria amor, eu sou ciumenta, não aguentaria, não aguentaria!!!!!!!!!!
Menino: amor, pra gente não brigar mais, vamos mudar de assunto?
Menina: ta, vamos mudar de assunto!
Menino: você me ama né?
Menina: amooo, eu te amooo muitooo!!!! Você lembra aquela foto que tinha no seu perfil? Eu coloquei no Orkut.
Menino: mas não tá nem abrindo Orkut aí!
Menina: ah! mas eu coloquei. Não tá abrindo, mas eu coloquei.
Menino: (ele olha para o computador) peraê! Olha, abriu!
Menina: Então tá. Senta aí, que eu vou te mostrar.
(A PARTIR DAQUI DEVE-SE SINCRONIZAR A PASSAGEM DAS FOTO COM O DIÁLOGO DELES)
(Aqui utiliza-se mais uma vez o data show, mostra uma foto dela sozinha) (basta copiar imagens de fotos da página do site do Orkut e fazer uma montagem de apresentação de slides)
(depois aparece uma foto como se estivesse numa festa com muita bebida- símbolo da Skol na foto)
Menino: que é que é isso aí?
Menina: amigos amor, da faculdade, é escola, não Skol, é porque erraram, povo burro. E esse negócio aí é refrigerante.
Menino: sei...........
(Agora aparece muitas fotos dela abraçada com um “amigo”, de forma suspeita. E escrito: AMIGO DO PEITO)
Menino: que amigo do peito é esse aí?
Menina: amigo do peito, da faculdade sabe....
Menino: sei..........
(passa a foto de homem musculoso)
Menino: (exaltado) que é isso aí hein menina?
Menina: nada não amor. É vírus. Vamos passar, vamos passar!
Menino: sei.......... (bastante impaciente)
(mostra foto de orelha de um rapaz)
Menino: (dá um grito) O quê é isso!!!!!!!!!!!
Menina: é você amor, é você! é sua orelha. Tá linda sua orelha, tá linda!!!
Menino: olha amor, pra gente não brigar mais você vai apagar é tudinho, apaga isso aí! Apaga!!!!
Menina: já apaguei, já apaguei!
Menino: apaga!!!!!!!!
Menina: pronto!!!
Menino: foi até bom eu ter passado por aqui sabia?! não ia nem passar mas foi bom! (pega na mão dela) Olha amor, você é boa, pra esse negócio de internet, pra arranjar bombadão, pra arranjar amigo pra ser do peito né?! E pra festa. É o seguinte, eu pago o preço, eu oro, leio a bíblia, jejuo.
Menina: é verdade (fala super orgulhosa)
Menino: você vai casar
Menina: vou casar!!!
Menino: vai ser muito feliz
Menina: vou ser muito feliz!!!
Menino: mas não vai ser comigo.
Menina: O Quê!!!! Não!!!!!!! Amor, não faz isso comigo!!!!! Espera um pouco!!!!
(Ele vai embora e ela sai correndo atrás dele)
Fim
Diversos: 
Datas: 
Estilos: 
Imagem Principal: 

OS CAÇADORES DE NOVAS CONVERTIDAS

OS CAÇADORES

ERRONº 2

Rapazes que vão a igreja apenas para seduzir as cristãs

Alvos, objetivos e desejos fúteis transformam a igreja em... para estes rapazes.

 

 

Personagens: Rapaz 1, Rapaz 2, Moça 1 (a gêmea que fica com o rapaz 1), Moça 2 (a gêmea que fica com o rapaz 2) e o Crente (o rapaz que tem que levá-las para casa)
Trilha sonora de abertura: MÚSICA DO FILME INDIANA JONES

(Começa a cena com o Rapaz 2 no canto do palco, ao telefone, e o Rapaz 1 do outro lado do palco. Eles não se veem. Ficam falando ao telefone um com outro)
Rapaz 1: E ai vei beleza?!
Rapaz 2: beleza, massa
Rapaz 1: mas por que você tá demorando tanto? vai chega não é? Eu tou aqui te esperando, num tou te achando bicho, cadê você?
Rapaz 2: eu tou aqui esperando você!
(Rapaz 1 vê o outro)
Rapaz 1: ah ta aqui velho e ai?! (bate nas costas do outro)
Rapaz 2: (Não vê que é o seu amigo que está lhe batendo e manda o rapaz embora) Mas que gente chata, tem um cara aqui gritando, pera ai bicho que eu estou aqui no telefone. (sem se virar)
Rapaz 1: não moleque eu estou aqui velho! (bate mais uma vez no amigo)
Rapaz 2: (vira-se e vê o amigo) E ai moleque!!! Era tu rapaz!!
Rapaz 1: e aê!
Rapaz 2: toquinho toquinho!!! (Fazem cumprimento engraçado)
Rapaz 1 e Rapaz 2: uuuuuuuuuuu!
Rapaz 2: e aê?
Rapaz 1: massa vei, e ai como é que tu tá?
Rapaz 2: olha bicho eu tou naquela né, seguindo uns caminhos. Aquilo que papai me ensinou, sabe como é: ser homem de uma mulher só..... uma de cada vez!!! kkkkkkkkkk
Rapaz 1: meu irmão eu não quero saber mais se que choveu nem que molhou, só quero passar o rodo. Isso aê!!!
Rapaz 2: massa!!!
Rapaz 1: e ai como é que tu tá? Tá pegando geral num é?
Rapaz 2: não, to tranquilo, acho que faz umas, deixa eu ver 2, 3..... 4 horas que eu não pego ninguém.
Rapaz 1: massa. Tu foi lá para o show do Latino?
Rapaz 2: Bicho eu passei lá, mas tava fraco pra caramba.
Rapaz 1: é, eu também fui lá, mas não gostei não.
Rapaz 2: gostou não?!
Rapaz 1: só tinha umas cabeludas com aquele cabelo fuação, todo doido lá. As mulheres com o suor descendo.
Rapaz 2: é mesmo, rapidinho eu fui embora, saco?!! Não aguentava não, eu quase vomitei lá.
Rapaz 1: é, mulher gata mesmo, é lá na igreja da minha mãe.
Rapaz 2: qual?
Rapaz 1: lá na El Shaddai.
Rapaz 2: tou ligado qual é bicho.
Rapaz 1: lá tem umas meninas gatas, e é só lançar um papinho que vem tudo na onda
Rapaz 2: massa
Rapaz 1: cara, tem uma menina lá eu já estou de olho, canta no ministério de louvor.
Rapaz 2: ah o louvor, só tem cara otário lá.
Rapaz 1: que é isso, eu ate que gosto dos caras eles são gente fina,
Rapaz 2: parece um monte de babaca, não sabem cantar. E o cara da bateria, é o maior mané.
Rapaz 1: é verdade velho, mas aquela menina que tem lá, eu to de olho nela já faz tempo, na hora que ela vir a chave do corolla que meu pai me deu ela vai querer ate cair no meu colo, rapaz!
Rapaz 2: caraca vei então você já ganhou o carrão?
Rapaz 1: pois é, meu pai me deu semana passada.
Rapaz 2: então olha uma ideia que eu tive. Tá ligado naquelas gêmeas idênticas, que tem lá?
Rapaz 1: Oba!!! As gêmeas também estou de olho, gatinhas, agente conversa no msn direto.
Rapaz 2: pronto, ai agente pega seu corolla e vai para lá agora, que o culto já deve está começando.
Rapaz 1: pois é, então vamos pra a igreja, vamos lá cara.
(saem de cena e entram as gêmeas. Seria engraçado se colocassem duas moças completamente diferentes)
(em um canto da cena estão as gêmeas conversando com um rapaz e os outro dois ficam de longe)

Rapaz 2: muito bom, essa parada de igreja, foi ate massa.
Rapaz 1: caraca velho, eu pensei que esse culto não fosse acabar mais meu irmão.
Rapaz 2: o engraçado foi os moleques apresentando aquela peça lá, rsrsrsrs
Rapaz 1:não velho, e o pastor que não para de falar. Caramba, parece que não vai parar de falar mais não.
Rapaz 2: vem cá, vem cá, olha quem está ali! (veem as gêmeas)
Rapaz 1e Rapaz 2: as gêmeas!!!!!!!!!!
Rapaz 1: para mim essa é a melhor hora do culto.
Rapaz 2: é, é a hora que nós vamos atacar as minas.
Rapaz 1: olha aquela ali, que gata bicho, ela é muito linda, olha a roupa dela.
Rapaz 2: vem cá, eu pensei que tu tava brincando, porque ela é muita areia pro teu caminhãozinho.
Rapaz 1: saí daí eu gosto é de mulher assim, mulher que se impõe.
Rapaz 2: tu num tem chance não menino, olha só para a mina.
Rapaz 1: e tu gosta de quem? daquela ali? Com essa ai tu num tem chance não, se tu for espera por ela tu vai ficar para titio cara, o que importa é que eu gosto daquela ali, e eu vou chegar é junto meu irmão.
Rapaz 2: eu não vim aqui só pra ficar de papinho com elas não.
Rapaz 1: eu também não.
(se aproximam, conversam com as meninas e levam elas para longe do outro rapaz)
Rapaz 1 e Rapaz 2: e ai! A paz do senhor irmãs?
Rapaz 2: e ai mina! Como é que você está princesa? Você está tão bonita hoje, vem cá vamos conversa. E desculpa e com você? Beleza.?
Rapaz 1: nossa e aí quanto tempo num é?
Moça 1: nunca vi você na igreja
Rapaz 1:como assim? Qual é mina, a gente conversa no Msn direto,
Moça 1: eu?! Mas eu falo com as pessoas é na igreja, eu nem tenho msn.
Rapaz 1: não? Mas a gente sempre senta ali atrás, no fundão da igreja. Sempre que você quiser, passa por ali e fala com a gente.
Rapaz 2: a gente senta sempre na ultima fileira.
Moça 2: ah! É isso, eu gosto de sentar aqui na frente para o pastor vê que eu vim pra igreja.
(o crente se aproxima)
Crente: e ai meninas vamos, você sabem tenho que deixar vocês em casa.
Rapaz 2: pode deixar eu levo,
Rapaz 1: meu irmão, eu vou levar ela no meu carro, falou?!
Crente 2: vamos, eu tenho que levar vocês!
Rapaz 2: Cara, sábado que vem você leva. Beleza?!
Rapaz 1: Tchau irmão! Até mais!
(crente vai embora)
Moça 2: Nossa! Vocês vão levar agente num carro? E cadê o carro?
Rapaz 1: é um carro amarelo.
Moça 2: amarelo uuuuuuuuuuuu!!!
Rapaz 2: o que você acha da gente ir agora dá um rolezinho, vamos procurar um lugar para jantar!
Rapaz 1: Vamos lanchar princesa?
Moça 2: mas você sabe não é?! eu não tenho muito dinheiro não, eu só lancho no sarahs geralmente! (pôr uma lanchonete caríssima)
Rapaz 1: ah o sarahs já ta caidasso, tá fora de moda, vou levar vocês num lugar massa, você já foi na tapioca?
Moça 1: ainda não!
Rapaz 1: a gente anda pela beira do mar, descalços , ai eu pego na sua cintura aqui gatinha. tu vai ficar é doida!
Moça 1: Nossa!!!!
Rapaz 2: hoje vai ser a melhor noite da vida de vocês!
Moça 2: vocês prometem? De 1 hora eu tenho que estar em casa.
Rapaz 1 e Rapaz 2: pode deixar !!!
Moça 1: de uma hora hein?!
Rapaz 1e Rapaz 2: vamos lá! (só entre os dois) Conseguimos velho, a noite de hoje promete.
(saem no maior chamego)

FIM

Datas: 
Estilos: 
Diversos: 

SÓ PENSA NAQUILO

Só pensa naquiloAbordagem do sexo no namoro cristão

Erro Nº 3

 

 
 
Personagens: Jovem 1, Jovem 2 e o Crente.
Jovem 1: Não acredito, cadê aquele cara. To desesperado
(Se cumprimentam - bem malandros)
Jovem 1: rapaz, como é que você tá?
Jovem 2: cara to passando por tribulação uma atrás da outra. O negócio tá difícil sabe, eu e a Ângela. Sabe........
Jovem 1: já sei! Já foi!
Jovem 2: não ainda não! Sabe......... mas tá quase. Assim.........quase nos.........
Jovem 1: meu amigo, eu que o diga. Meu Deus, eu não to mais aguentando. Sabe aquele quase (expressão forte), mas quase... que.......
Jovem 2: escorrega, mas faz huuuuuuuuu
Jovem 1: é isso mesmo
Jovem 2: será que é normal a gente ficar pensando nisso o tempo todo?
Jovem 1: Pois eu só penso nisso.
Jovem 2: eu também cara.
(chega o amigo crente)
Crente: e aí galera!
Jovem 1: oi Paulo!
(se cumprimentam)
Crente: e aí?! O que tá rolando?
Jovem 2: o de sempre
Jovem 1: isso aí! E põe de sempre nisso.
Jovem 2: sabe o que é Paulo, a gente tá passando por um problema sério com as nossas namoradas, entendeu?
Jovem 1: é que a gente só pensa em.....
Jovem 2: naquilo....
Crente: meu Deus do céu eu não acredito nisso....
Jovem 2: você também só pensa naquilo?
Crente: não
Jovem 1: não?????
Crente: claro que não
Jovem 1: peraí. Belisca ele. Vê se ele é normal
Jovem 2: Você não pensa nisso? Não acontece nada com você?
Jovem 1: cara, isso aqui é carne.
Jovem 2: carne
Crente: por isso mesmo. A gente não pode ficar na carne, com vocês pelo visto a coisa tá feia hein?!
Jovem 1: feia não...
Jovem 2; não aconteceu nada tá!
Jovem 1: não aconteceu nada, mas.........
OS DOIS: tá quase........mas quase........ (desespero)
Jovem 2: o que é que a gente faz hein, Paulo?!
Crente: sabe o que é que a bíblia fala? Salmo 40: “esperei com paciência no Senhor”
Jovem 1: a cara, pois nós já estamos no Salmo
Jovem 2: 70
OS DOIS: “apressa-te em nos socorrer” (desesperados)
Jovem 2: rapaz, você não tá entendendo. Sobe nas veias entendeu?! É algo mais forte. Quando a Ângela olha pra mim, que eu olho pra ela, que ela olha pra mim, que eu olho pra ela......aí fica uma olhação danada. Aí a gente tem que sair... porque senão...
Jovem 1: senão o bicho pega.
Crente: eu entendo que vocês estão na necessidade, eu entendo.....
Jovem 1: e você tem?
Crente: todo homem tem essa necessidade. Só que nossas necessidades são supridas quando o Senhor está no centro, se você coloca o seu relacionamento no centro, não tem como o Senhor suprir a necessidade de vocês, porque vocês começam tudo errado. Tudo aquilo que começa errado, termina errado.
Jovem 2: cara, se você não tem namorada tá?!
Jovem 1: o problema é seu......
Jovem 2: é isso aí, problema é seu. Não coloca coisa feia na minha namorada não. Olha aqui, presta atenção, eu só quero saber o que é que eu faço pra parar de pensar naquilo. Você tem que falar cara.
Crente: olha, sabe o que é que está acontecendo?
Jovem 2: o que é que tá acontecendo?
Crente: vocês estão fora da cobertura...
Jovem 1: como assim?! Olha essa cobertura da igreja....é até nova.....
Jovem 2: olha o tamanho...
Crente: Não é isso, vocês estão fora da cobertura espiritual, estão fora da cobertura dos pastores da nossa igreja, vocês ainda são crentes que eu sei...
OS DOIS: somos, é lógico que somos.
Crente: vocês precisam se revestir essa noite...
Jovem 2: olha aqui Paulo. Eu até entendo o que você tá falando, mas olha... num relacionamento só cabem duas pessoas: eu e a Ângela. O que é que o Pastor tem a ver com minha vida?
Jovem 1: nada.....
Jovem 2: é isso aí, nada. Ele vai ficar falando: “tem que ficar em consagração e orar... vocês tem que se conhecer. É capaz até de querer me fazer de cobaia pra implantar a corte aqui na igreja...
Jovem 2: “só pode pegar na mão; procure saber qual o propósito do coração dela; o que Deus quer pra vocês”. Vai que o propósito dEle não é o meu? Eu não quero isso. Entendeu?
Crente: se eu fosse vocês eu procurava o pastor, colocava a situação diante dele e procurava se cobrir.
Jovem 2: mas aí ele vai expulsar a gente da igreja, se ele ficar sabendo vai cair na boca do povo.
Crente: claro que não. O pastor vai orar por vocês, e orientar a sua vida emocional, dos dois. Vocês estão precisando se cobrir, estão precisando se santificar.
Jovem 2: mais santo do que eu sou meu amigo...
Crente: a bíblia fala que devemos buscar o reino de Deus e as outras coisas serão acrescentadas.
Jovem 1: tá, tá cara! Seu papo tá muito chato!
Crente: vocês que sabem. Que Jesus ilumine vocês
(vai embora)
Jovem 2: falar o que com pastor? Já basta os meus pais pegando no meu pé
Jovem 1: vamos embora. A gente consegue dar conta disso sozinho
FIM
Datas: 
Estilos: 
Diversos: 

NÃO É A MAMÃE X QUEM MANDA AQUI SOU EU

4º ERROERRO Nº 4

Demonstra o erro de querer transformar a namorada na imagem da mãe

Com bom humor, provoca reflexão sobre as expectativas que cada um tem sobre o relacionamento.

Faz parte de "O Jogo dos Oito Erros no Namoro Cristão"

 

(menina impaciente esperando pelo namorado)

MENINA: Felipe!!!!!
MENINO: Felipe de novo? Mamãe disse que você tem que me chamar de fefê!
MENINA: Ai meu deus, comigo não tem esse negócio de fefê. Pra mim é amor!
Ô Felipe, eu tô te esperando aqui há 40 minutos. Você sabe o que são 40 minutos?
MENINO: Ora, mas a minha costeleta...
MENINA: O que é que tem a sua costeleta? Você me deixa aqui esperando por isso?
MENINO: Mas ela demora pra fazer.
MENINA: Óh meu Deus.... demora pra fazer?
MENINO: E mamãe ainda tinha que passar essa roupinha ora. E aí?! Gostou?
MENINA: Felipe, eu to aqui esperando há 40 minutos, o que é que sua mãe tem a ver com isso?
MENINO: Olha! Na verdade eu te trouxe aqui pra gente almoçar no shopping. Porque na semana passada você fez um lasanha que... tava uma gororoba...
MENINA: Hã???
MENINO: Eu comi foi por educação. E também porque teu pai tava lá e eu tava na tua casa. Mas assim é , minha mãe já se prontificou pra você ir lá em casa, e aprender a cozinhar devagar com ela.
MENINA: Mas eu não to acreditando, eu parei minha vida, tirei um domingo inteirinho pra ir ao supermercado, comprar uma lasanha, gastei meia hora pra colocar no micro-ondas. E você vem dizer pra mim que tava ruim Felipe?
MENINO: sabe como é que é. Como mamãe sempre diz: “mulher tem que saber cozinhar, passar e lavar”. Não é que você vai fazer essas coisas sempre. Mas senti um pouco esse tecido, olha: golinha lisa, retinha, tudo assim, bem passado.
MENINA: Amor, quando você começou a namorar comigo você sabia que eu não sei nem lavar, nem passar e nem cozinhar. Eu não sei fazer nada, eu tenho empregada na minha casa. E se um dia você quiser que eu faça alguma coisa pra você, vai ser tipo assim... num dia de chuva, um dia de tempestade, uma calamidade pública. Pra eu fazer um arrozinho papado e um feijãozinho com aguinha rala.
MENINO: Olha! Minha mãe já se prontificou pra você aprender com ela. Ó, minha mãe... foi meu primeiro amor... minha mãe, é a mulher da minha vida. Ela sempre cuidou de mim. Barbinha feita; bem arrumado; Danone; frutas pra cuidar da pele. Bem que você podia aprender com ela.
MENINA: Felipe, vamos lá! O que é que a bíblia fala? Quando um marido se junta a sua mulher ele deixa a sua família. Meu amor, não vai ter sua mãe, vai ser só eu e você. Tudo do nosso jeito, do meu jeito. E tem mais, a comida que a gente comer vai ser a que a empregada fizer, a roupa vai ser a que a empregada lavar e passar. Não vai ser o que a sua mãe falar, ela não vai dar palpite. Vai ser na nossa casa e quem vai mandar na nossa casa sou eu, não vai ter sua mãe.
MENINO: Como assim sua casa?! Se a gente vai morar com a mamãe?!!
MENINA: Quer saber de uma coisa?! Fica com a sua mãe. Eu não quero mais saber de você, da sua mãe, de shopping, de mais nada!! (vai embora)
MENINO: Bem que mamãe disse...
FIM

 
 

 

Datas: 
Estilos: 
Diversos: 

MISTÉRIO DE JEOVÁ

Fanatismo Cristão

Erro Nº5

 

(Menino sentado na cadeira no centro do palco, lendo a Bíblia)
Menina: Gustavo! (só a voz)
Menino: ai! O que é isso? Deve ser Jesus que está voltando!
Menina: Gugui!
Menino: vocês estão ouvindo? É a voz do espírito santo.
Menina: Gugui meu amor!
Menino: Eu vou já to indo ao teu encontro Senhor.
Menina: Gugui você está bem?
Menino: oi?
Menina: Gugu sou eu! A Dani!
Menino: ah meu amor, é você?! Pode entrar meu amor! A porta está aberta.
Menina: meu amor!
Menino: meus olhos brilhantes!
Menina: ah não fala essas coisas que eu fico sem graça. Senta aí! Fecha o olho
Menino: o que é?
Menina: eu comprei uns presentes.
Menino: você orou? Jejuou? Pediu a permissão de Deus?
Menina: eu fiz tudo isso. Agora fecha o olho.
(tira uma mini blusa e mostra pra ele)
Menina: ah, pronto que coisa mais linda!
Menino: amor!!!! tinha uma maiorzinha não?
Menina: tá bom! Você sabe que eu gosto de te agradar, né?! E a mim também, tipo... olha que coisa mais linda. (tira uma mini saiada sacola)
Menino: larga isso! Isso parece cinto da verdade!
Menina: como assim?!
Menino: isso é coisa da carne.
Menina: nada disso amor, me dá isso aqui.
Menino: você não vai usar esse cinto não.
Menina: ah!! Deixa pra lá amor, esquece saia, esquece blusa. Olha! eu comprei um ingresso pra gente ir pro cinema.
Menino: cinema? Pra ir pro shopping?
Menina: é amor!
Menino: shopping não é de Deus. Isso é coisa do devorador!!!
Menina: mas meu amor...
Menino: isso é coisa do demônio!!!!
Menina: tá bom! Esquece ingresso, esquece presente, senta aí. Como você sabe, as férias estão acabando. Vamos passear no zoológico?
Menino: zoológico? Boa idéia, vamos relembrar a época de Noé e catalogar todos os animais que ele colocou na arca.
Menina: você é incrível! Você é doido! Alucinado! Tudo pra você é coisa do diabo! Tudo pra você envolve Deus! E eu to em que lugar?
Menino: Deus tá em primeiro lugar. Você tá... deixa eu ver... em segundo minha família, terceiro minha faculdade, quarto, quinto... bem você está em... sétimo.
Menina: amor eu sou seus olhos brilhantes? Esqueceu?
Menino: bem...
Menina: eu não aguento mais. Eu vivo tentando te agradar e o que é que eu ganho? Nada, nada. Você é um doido, um paranoico. Tudo pra você é coisa do diabo, eu já to cheia!!!!!
Menino: sai dela, vai saindo!!!!! (começa a expulsar os espíritos dela)
Menina: me deixa, você é fanático!
Menino: sai de dentro!
Menina: eu não acredito, eu vou embora.
Menino: amor espera. Deixa eu cantar uma música pra você. 1, 2, 3.....sai dela!!!!!!!
Menina: eu vou embora!!!!
Menino: sai dela!!!!
(os dois saem)

Fim

Diversos: 
Datas: 
Estilos: 

ROMÂNTICA INCURÁVEL X BRUTALIDADE MÁXIMA

Romântica x Bruto

ERRO Nº 6

Estilos tão contrastantes, opostos mesmo, para onde vão?

Nesta esquete está de forma caricata mostrando um problema sério de relacionamentos, objetivos, sonhos...

Faz parte de "O Jogo dos Oito Erros no Namoro Cristão"

 

Trilha sonora: música tema do filme Rocky Balboa
Cenário: mesa e duas careiras
(o rapaz entra apressado e a moça correndo atrás dele)
MENINA: amor, amor! Me espera!!
MENINO: você é o que uma aleijada é? Sai daqui!!
MENINA: eu queria te mostrar essa revista. Olha esses modelos para o nosso casamento. Vai ficar lindo. Eu quero um vestido bem verdão. Tipo assim, um verde champanhe. E você então, vai ficar lindo de smoking.....aiaiai
MENINO: casamento? Tu tá pensando que vai casar comigo é?
MENINA: claro!
MENINO: comigo?
MENINA: é!!
MENINO: tu é doida é? Eu to na época de curtir a vida. Eu não tenho cabeça pra isso de casamento não. Me deixa fora dessa! Eu quero é ir para as baladas e dançar muitoooo!
MENINA: mas, meu amor! Meu vestido de noiva!!
MENINO: senta aqui.
MENINA: você não vai nem puxar a cadeira pra mim?
MENINO: rapaz, eu sou teu namorado, num sou teu empregado não. Senta logo!!!!
(quando ela for se sentar ele puxa a cadeira e ela cai, ele começa a rir e ela acha uma graça)
MENINA: ai amor, você como sempre um brincalhão. É por isso que te amo tanto!
MENINO: Sei.....
MENINA: ai amor! Eu sempre sonhei em casar com alguém assim que nem você!
MENINO: e eu já tive um pesadelo em que me casava com você.
MENINA: Ah amor, deixa de brincadeira. Eu sempre sonhei em ter alguém como você: romântico, delicado, educado, bonito, alto. Oh! Um puro amor!!! E você? Sempre sonhou em ter alguém como eu como sua esposa?
MENINO: esposa? Você acha que vai ser minha esposa?
MENINA: claro!
MENINO: nunca será, nunca será, nunca será!!!!!!!!!!!!!! (bate com força na mesa) Sabe por quê? sabe por quê? Porque quem manda aqui sou eu rapa!! (ela se levanta) senta aí!!! eu que mando aqui está entendendo?
MENINA: mas meu amor..
MENINO: cala a boca. Não tem negócio de casamento não!!! Tu é doida é mulher?!
MENINA: mas meu amor...
MENINO: não quero mais saber dessa história de casamento não. E me deixa em paz. Não quero mais saber de você!
MENINA: oh! Mas eu nunca desistirei, procurarei o meu amor até o fim. Oh bonitão! No final faremos juras de amor!! Oh, não! Bonitão!
(vai correndo atrás dele)
FIM

 

Datas: 
Estilos: 
Diversos: 

JUGO DESIGUAL NO CASAMENTO

JUGO DESIGUALJugo desigual dentro do casamento

 

ERRO Nº 7

 

O Jogo dos Oito Erros no Namoro Cristão

Oito esquetes abordando temas a serem cuidados durante o namoro e casamento. 
Quem quer ter uma família bem estruturada deve cuidar de TODAS suas escolhas, buscando bênçãos para o seu lar.
Podem ser montadas todas esquetes em forma de peça única, ou uma a uma, com espaço para debate, pregação, palestras semanais..

 

Trilha sonora (abertura): Dorival Caymmi – Retirantes
(mulher passando uma cesta cheia de roupas, com lenço na cabeça e toda desarrumada)
MENINA: ai to tão cansada, e ainda tenho que limpar os quartos. Oi amor!!
MENINO: amor? Como assim amor? Olha minha roupa como é que tá? Saí de casa de manhã, e te deixei esse papel. E até agora não fez nada?
MENINA: você tem noção do tempo que eu gastei pra passar essa roupa tem?
MENINO: isso aqui? Tenho sim. 3 segundos.
MENINA: 3 segundos?! Eu gasto a minha vida lavando, passando. Gastei o meu dia pra passar essa roupa e você diz 3 segundos?
MENINO: sua vida? Você passa o dia lá na igreja. De joelho rezando, lendo a bíblia. E a casa? Como é que fica?
MENINA: olha aqui! Quando você se casou comigo sabia que eu era crente.
MENINO: e você quando casou comigo, sabia que eu não era crente.
MENINA: mas você disse pra mim. Aqui nesses ouvidos que a terra há de comer. Que ia se converter. Que ia pra igreja, ficar ao meu lado.
MENINO: e eu não fui pra igreja não?! Eu não tava do teu lado no dia do teu casamento não?! Aonde foi que nós casamos?! No Maikai?
MENINA: seu cínico. Você é muito falso. Só foi no dia do nosso casamento.
MENINO: mas fui, isso é que interessa. Eu disse que ia no dia, e fui.
MENINA: mentiroso. Você é um mentiroso. Filho do tal mentiroso.
MENINO: você devia, então, ter ouvido o seu pastorzinho.
MENINA: não fale assim do meu pastor. Mas bem que eu queria tê-lo ouvido mesmo. Ele disse: “Ana, não se case com Zeverino, não vai dar certo, é jugo desigual.” Mas o que foi que eu fiz?! Eu não ouvi. Eu tava surda, tava cega, tava muda. Tava até aleijada por sua causa.
MENINO: olha só, vem aqui. O que foi que você ouviu de mim naquele dia?
MENINA: que ia casar comigo, mas ia pra igreja. Que ia tá lá comigo, foi isso que eu ouvi.
MENINO: mas é o que todo mundo fala. Eu só falei o que você queria ouvir. E pronto.
MENINA: mentiroso! Olha aqui... (telefone toca)
MENINO: (atende o celular) calma aí. Alô?! Espera só um pouquinho, tchau. Olha, encontrei a solução pro nosso problema.
MENINA: ah amor, ainda bem.
MENINO: d-i-v-ó-r-c-i-o.
MENINA: o quê?? Divórcio? Meu filho, você pensa que eu vou me separar. Pra todo mundo saber que eu me dei mal, por não ouvir o meu pastor? E por isso virei uma divorciada? Nada disso!!! Você vai ter que me engolir... vai ter que me engolir.
MENINO: sabe por quê? Nessa casa eu não aguento mais, meu Deus do céu. É um pé de guerra. Ao invés de você ficar o tempo todo aqui em casa cuidando de mim, você fica lá na igreja. Cantando naquele coral de bando de desafinado. E no fim de semana então?! Você tem que ir tomar uns chopes comigo, me fazer companhia. E não passar o domingo inteiro com aquele bando de crente.
MENINA: olha você vai ver. Eu vou orar, vou jejuar. E você vai se converter, eu creio. Você vai ver, você vai ser crente.
MENINO: tá, tá. Você que sabe. Então, começa logo o teu jejum e tua oração. Mas não ora de joelho não, tá?! Ora sentada, porque você vai ter que esperar muito pra ver se eu me converto. Até você desistir. Fui!!!!
MENINA: Ah meu Deus!!! Por que é que eu não ouvi o meu pastor. Olha no que deu. Ai meu Deus, e agora?! O que é que eu faço?
(toca música retirantes – e sai chorando)
FIM
Datas: 
Estilos: 
Diversos: 

AS PREDADORAS

A disputa das garotas pelo novo convertido que entra na igreja.

ERRO Nº 8

Trilha Sonora: Música tema do filme “Tubarão” de Steven Spilberg.
Menina 1: Garotas eu não aguento mais, nessa nossa igreja só tem homem feio e pobre.

Menina 2: é verdade, é cada ganhão que dá até desgosto... misericórdia!! Até parece a Guerra do Golfo, só tem artilharia pesada.

Menina 3: e os bonitinhos já arrumaram namorada. Não é uma droga?
Menina 1: e o pior é que o pastor vive falando: ”pra namorar, só se for crente”. Meu Deus, assim não tem como desencalhar.
Menina 2: até tentei converter uns gatinhos lá da faculdade, mas não deu certo. Inventei de levar logo no dia da peça dos erros no namoro cristão.
Menina 3: eita, mas tu é broca mesmo né?!
Menina 2: nem me fale. Quando apareceu a peça, “jugo desigual”, meu Deus! Fiquei gelada. Acabou com as minhas esperanças.
Menina 3: não tem jeito garotas. O único remédio é orarmos para Deus converter mais homens bonitos pra essa igreja.
Menina 1: e de preferência com carro né?!
Meninas 2 e 3: é lógico.
As três: ah Jesus, converte homens bonitos.
----------------------------------------
(se separam no palco e cada uma faz sua oração)
Menina 1: Ah! Deus, por favor manda logo meu namorado eu já tô ficando para titia e todo mundo já tá falando, Pai.
Menina 2: Paizinhoooo! Faz tempo que eu me converti, até joguei meus cds dos backstreet boys no lixo....ai! Eles são tão lindos e a voz do brian... aiiiiii.... ah sim pai, voltando para o nosso papo, me dá um cara tipo o brian, lindo, alto, rico, com olhos azuis, e um sorriso, ai que sorriso. Vai lá God, me ajuda aí.
Menina 3: aiaiai, Pai eu já não to mais aguentando. Todo mundo tá casando e eu aqui encalhada mais que navio no triangulo das bermudas. Olha, se o Senhor me mandar um varão eu juro que não como chocolate por... 3 dias.
(De repente passa o novo convertido na frente delas.) (Toca trilha sonora – Tubarão)
(As três estão divididas no palco, a medida que ele for passando na frente de cada uma, elas vão se aproximando dele. Elas ficam a uma certa distância observando o rapaz, que está de costas para elas) (Aqui dá uma pausa na música)
Menina 1: meninas, Jeová acabou de responder minha oração.
Menina 2: oh glória! Deus é fiel. Acabei de ver meu futuro marido.
Menina 3: obrigada Paizinho. Não é lá essas coisas, mas dá pro gasto.
(olham espantadas umas para as outras)
Menina 1: como assim?! TÁ DOIDA? Eu vi ele primeiro.
Menina 2: nada disso, eu sou a mais velha. Então tô mais tempo na lista de espera.
Menina 3: como assim? Eu oro mais que vocês, até de madrugada, então a minha oração chegou antes da de vocês. E dizem que oração de madrugada chega mais rápido, que a fila tá menor.
(começa a tocar a música novamente e elas vão se aproximando o rapaz) (para a música e elas dão um susto nele)
As três: OI!!!!!!
(rapaz vira assustado)
Rapaz: Oi.
Menina 1: Oi. Você é novo aqui na igreja né?!
Rapaz: sou sim, acabei de me converter
Menina 2: Oh gloria! A obra está dando frutos.
Menina 3: amém!!
Menina 1: oh! que falta de educação a minha, esqueci de me apresentar. Meu nome é juliana. O que você precisar pode vir falar comigo tá?!
Menina 2: comigo também. Eu sou a Mila. Se precisar de jejum, aconselhamento, namor.... oração. É só falar.
Menina 3: eu sou a Ana. Mais conhecida como “sobrinha do Pastor”!! Qualquer coisa que você precisar com ele pode me chamar, que eu ponho você no começo da fila tá?!
Rapaz: nossa como vocês são simpáticas.
Menina 1: você ainda não viu nada. Se quiser posso ser ainda mais.
Rapaz: muito obrigado, as garotas dessa igreja são realmente muito receptivas.
Menina 2: e você já conheceu outras? Quem foi?
Rapaz: umas lá na entrada, mas nos cumprimentamos rápido.
Menina 2: ah tá!
Menina 3: olha, não é querendo falar mal não. Mas toma cuidado com algumas meninas.
Menina 1: é verdade. essas garotas são cheias de segundas intenções.
Menina 2 e 3: NEM ME FALE.
Menina 3: olha, o pessoal vai pra casa de praia no fim de semana. Você tá a fim de ir?
Rapaz: nossa! É meu primeiro dia aqui na igreja e já recebo um convite abençoado desses. Eu ia adorar. Vocês 3 vão?
AS TRÊS: CLARO.
Menina 2: principalmente se você for......para você não se sentir deslocado lá.
Menina 1: SÓ POR ISSO.
Rapaz: muito obrigado garotas. Vocês foram maravilhosas comigo, tem alguma coisa que eu possa fazer por vocês?
Meninas (as três): aaaaaaahhhhhhhhhh
Menina 3: não faça pergunta difícil.
Menina 2: ter a sua amizade já vai ser quase tudo.......
Rapaz: Infelizmente eu já tenho que ir, tenho que deixar uns amigos em casa.
Menina 1: você tem carro?!
Rapaz: tenho sim
Menina 2: glória Deus por essa benção.... pra você, lógico.
Rapaz: até mais garotas.
AS TRÊS: ATÉ.....
(ESPERA ELE SAIR)
AS TRÊS: VOCÊS SÃO MUITO OFERECIDAS, HEIN?!
SAEM RESMUNGANDO
FIM
 

 

Datas: 
Estilos: 
Diversos: